FELIZ ANO NOVO ,

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

E chegamos !  Difícil, mas o importante é que chegamos. Outros ficaram no meio do caminho, infelizmente.


E se chegamos a mais essa etapa de nossa jornada, a primeira coisa que temos que fazer é agradecer.

Só depois de agradecer é que vêm os tradicionais pedidos e os propósitos.

Agradecer por termos chegado até aqui e pelos bons momentos que a vida nos proporcionou no ano que passou.

O ano de 2014 pegou pesado. O que nos reserva 2015 ?

Por via das dúvidas já tomei banho de sal grosso com arruda.  Vou comer lentilha a meia noite. Fazer minhas orações. Ir a missa. Bater tambor e me agarrar com o preto velho. Enfim, tudo que posso para buscar sorte, saúde, paz, realização, amor e amizade.

Desejo agradecer a todos e a todas as atenções recebidas no ano que passou, as manifestações de confiança, de amizade e de coleguismo, o apoio nas horas difíceis, a solidariedade e a fraternidade. Sem vocês nada teria sentido nem prazer de lutar pela defesa de nossos ideais.

Faço votos de um Feliz Ano Novo. Sepultemos os maus momentos, as mágoas, os ressentimentos. Façamos um pacote e enviemos para a lixeira e para o olvido.vamos olhar para a frente.

A vida corre rápido mas para a frente. O que ficou para trás não volta mais. É preciso acreditar em dias melhores e de que as nossas limitações com a idade merecem ser compensadas e tratadas com o cuidado necessário com a saúde.

FELIZ 2015 !  Vamos acreditar nele !  Vamos que vamos !


FATOS QUE MARCARAM 2014

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Estamos na última semana de 2014.  Aproxima se 2015 a galope.


Fatos que marcaram o ano: -

Perda do BET.
Perda da Copa com derrota de 7 x 1 para a Alemanha.
Corrupcao na Petrobras e desvalorização de suas ações na Bolsa
Vitória apertada da Dilma nas eleições presidenciais.
Vitória da chapa três nas eleições para a Previ




Reconciliação dos EEUU com Cuba
Deterioração financeira da Cassi
Bônus para diretores da Previ
Expulsão de Valmir Camilo da ANABB
Ruy Brito eleito presidente da AAPBB.
Medeiros reeleito presidente da Afabb RS.
Quebra da OGX do EIKE.
Liberdade para o Pizzolato na Itália.
Retorno das contribuições na Previ
Problemas de margem no ES.
Dan CONRADO se demite da presidência da Previ antes de encerrar o ano.
Cobrança radical das liminares da cesta alimentação pelos escritórios credenciados da Previ.
Medeiros entrega memorial ao candidato Aécio no RS.
Eleição de nosso colega , agora aposentado, sócio da Afabb RS, para deputado federal.
Clima de confraternizacao na Afabb RS e a melhor festa dos últimos anos.
Corujice: formatura das netas Paola e Luiza, média nove do Miguel e a Carol arrasou como a gatinha Luzia.
Medeiros dá schow de pandeiro com Eduardo Dusek nas bodas de prata da filha Mariana com Job.

E muita coisa mais rolou por 2014.  Um ano brabo, problemas de toda a ordem, inclusive de saúde.

Mas vamos que vamos. Não tá morto quem peleia.

2014 FOI UM ANO DIFÍCIL

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Acho que 2014 foi um ano terrível para nós.


De saída amargamos uma perda de uma quarta parte de nossos proventos de aposentadoria, com a supressão do BET e o retorno das contribuições. Para muitos foi um golpe terrível em suas finanças, desequilibrando o orçamento doméstico. Para tentar compensar recorreram a empréstimos, que, por falta de margem, alguns não conseguiram na Previ.

Ao mesmo tempo aqueles que haviam conseguido liminares na ação da cesta alimentação, com a derrota inesperada no STJ, passaram a ser cobrados de uma vez só pelos escritórios de advocacia terceirizados da Previ, sem nenhuma explicação por parte da diretoria. Os autores das ações receberam parceladamente, meS a mes, e tinham que devolver tudo de uma única vez. Evidente a desproporção e o despropósito.

Esses fatores, mais o pagamento de bônus exagerado ã diretoria, foram determinantes, no meu entender, para a derrota da chapa situacionista nas eleições de maio. Os participantes da Previ escolheram a chapa três, de oposição, porque a mesma tinha quatro candidatos com blogs e forte presença nas redes sociais.

Logo depois da posse ficou perfeitamente claro que os novos componentes do quadro diretivo da Previ não tinham a adesão dos demais eleitos, os quais na campanha eleitoral haviam apoiado explicitamente a chapa da situação.

Com isso ficou difícil obter as melhorias que os participantes reivindicavam, eis que as decisões na Previ são tomadas em colegiados por maioria de votos.

Paralelamente a economia brasileira andou de lado em 2014, com a bolsa de valores sofrendo seguidos revezes, especialmente com relação a Petrobras, envolvida em corrupção e desvio de recursos, e a Vale pela queda do preço do minério de ferro, impactando negativamente a aplicação em renda variável.

A bolsa quase chegou ao fundo do poço, batendo nos 45.000 pontos, se recuperou um pouco e retornou ao patamar dos 50.000. Mas faltam apenas três pregões para o final do exercício. Pouco tempo para um rali espetacular, que teria até sido possível se a Presidenta tivesse anunciado toda a equipe econômica.

Assim sendo, o ano de 2014 não vai deixar saudades. Já vai tarde.

CUIDAR DO JARDIM: MENSAGEM DE NATAL

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Eu sou apaixonado por borboletas. Azuis, amarelas, brancas, monarcas, de todas as cores e matizes. Adoro.


Sou admirador da metamorfose da lagarta em borboleta. Para mim uma mudança de estado impressionante. Um mistério da natureza. Um bicho feio e rasteiro, que adquire asas maravilhosas, para voar livremente, de galho em galho, de flor em flor. Como é possível tamanha transformação !


As borboletas nos transmitem sábios ensinamentos.

Primeiro, que é possível uma metamorfose em nossas vidas. Que pode haver mudanças para melhor. O feio virar belo. O ruim ficar bom.

Segundo que novos horizontes devem ser buscados em nossos voos imaginários. Devemos procurar ultrapassar os nossos limites.


Terceiro que a liberdade é uma qualidade e uma virtude que não podemos abrir mão nunca.

Adoro as borboletas mas há muitos anos deixei de procurar aprisiona las. Isso não quer dizer que abdiquei delas. Jamais. Mudei apenas de estratégia. Um dia li um poema de Mario Quintana, poeta gaúcho, lá do Alegrete.


"O segredo é não correr atrás de borboletas. Se quiseres atrai las cuide de teu jardim. Elas virão até ti.".

 
O segredo é , portanto, cuidar do jardim. Caprichei e desde então vivo rodeado de borboletas, cada uma mais maravilhosa que a outra, cada vez mais numerosas.

Minha mensagem de Natal é essa, que seu jardim se encha de borboletas, que cada uma delas lhe propicie imensas alegrias, lhe proporcione momentos de prazer e de felicidade, lhe maravilhe com seu colorido e com suas habilidades - você sabia que borboleta pousa também nas pedras do caminho ? -e, especialmente, que lhe traga boas notícias, notícias confortadoras, de paz, de saúde, de amor e de tranquilidade.

FELIZ NATAL PARA TODAS E PARA TODOS.     VAMOS QUE VAMOS !

ENVELHECENDO JUNTOS SEM FICAR VELHOS!

sábado, 20 de dezembro de 2014

Obrigado a todos os que me enviaram votos de Feliz Natal e que 2015 seja um ano melhor.

Cinquenta e seis anos de namôro é um número respeitável.  São cinquenta e seis anos de amor.  Marca difícil de alcançar nos dias instáveis de hoje. Quase inacreditável .

Pois estou comemorando 56 anos de namoro com a ANA no dia 21 de dezembro, domingo. Os anos voam. Parece que foi ontem que iniciamos o namoro. De casamento já são 51 anos.

E´ uma data especial. Pode haver turbulência, crise, problemas mil na Previ e na Cassi. Nunca deixaremos de comemorar, nunca deixaremos de festejar. Não misturo as coisas ruins com as boas.  A vida segue seu curso. Aproveito os momentos felizes. Não fico só chorandoo os meus problemas, que os tenho também.

O namoro , no meu tempo, idos de cinquenta, a foto a esquerda é de 21-12-1958, na calçada da praça de Uruguaiana, quase defronte ao BB,  era uma coisa séria. Tinha seus rituais. Pegar a mão da namorada exigia toda uma magia, era uma etapa importante. Precisava derrubar barreiras, vencer preconceitos, conquistar coração. O beijo era a etapa seguinte. Tinha que haver sentimento e muita, muita, emoção.

Afinal se tratava de um relacionamento sério. Para toda a vida. Não era uma aventura, nem um mero passatempo. E eram os anos dourados, onde o romance estava no ar, as letras das músicas falavam de amor. Tempo de boleros, samba canção, bossa nova, Elis Regina, Jair Rodrigues, Elizeth Cardoso, Noel Rosa, Cartola, "As rosas não falam, as rosas exalam o perfume que roubam de ti". E´poca de carnaval, "Um pierrot apaixonado, que vivia só cantando, por causa de uma colombina"...    "Um pequenino grão de areia, que era um grande sonhador, olhando o céu viu uma estrela, sonhou com ela encontrar"....
                                                                                                                                                                                            
                                                                                                                  
Estamos em Gramado comemorando o 56° aniversário de namoro.  Vamos renovar nossos sentimentos, fortalecer nossa união e buscar forças e energias para os anos vindouros, que , a medida que os anos passam, ficam mais complicados, porém ainda possuem sua beleza e suas alegrias, momentos  que não podemos deixar de aproveitar. Porque o tempo não perdoa, passa voando, cada vez mais rápido. Envelhecer juntos sem ficarmos velhos, como diz a propaganda.

                                                  Na festa da AFABB RS -28-11-2014

Desculpem mais esse hiato nos assuntos do dia a dia, mas a vida é assim, tem que ser vivida na sua plenitude naquilo que nos oferece de melhor. E o amor está bem acima no pedestal da felicidade.

Passados cinquenta e seis anos, minha paixão pela Ana continua igual a do dia em que iniciamos o namoro, 21 de dezembro de 1958, registrado na foto acima.

E vamos que vamos.

FIM DE ANO MISTERIOSO

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Estamos em dezoito de dezembro. Faltam apenas treze dias para o fim do ano. Um ano difícil, terrível mesmo, em que perdemos um quarto dos nossos proventos e amargamos várias derrocadas em nossas reivindicações de melhorias.  Podemos dizer que o ano de 2014 foi de perdas, não vai deixar saudades.

Daqui para o dia 31 pouca coisa pode ser feita. Os trabalhos praticamente paralizaram pelas comemorações do Natal e Ano Novo.

As decisões sobre as margens do ES só poderão acontecer em janeiro. O que podia ser feito já o foi. Ainda ontem almoçamos com o pessoal da Cooperforte, acertando alguns detalhes. Existe boa vontade, mas também limitações impostas por regras. Eles liberam a quem pedir, mas o limite na Cooperforte fica prejudicado.

De minha parte, estou encerrando as minhas atividades profissionais, as férias forenses iniciam dia 20, a AFABB RS está praticamente em recesso e não tem mais reunião do CD da Previ este mes. Vou descansar um pouco, o ano foi desgastante, e pretendo retornar ao batente no dia 5 de janeiro. Não sou de ferro. Tenho problemas como todo mundo. E ainda por cima estou envelhecendo.

O blog entra nessa fase natalina e de final de ano. Continua, mas leve. Estou preparando a mensagem de Natal. Sempre procuro melhorar o astral nesse período. Faz parte de minha superstição, faz parte de meu jeito de ver as coisas. Não choro o leite derramado. Vou em frente em busca de novas alegrias e novas conquistas.

Assim peço a compreensão de todos voces. Tenham a certeza de que sou solidário com as angústias e aflições daqueles menos afortunados. Não as menoprezo. Mas encaro a realidade da maneira otimista e sonhadora que tem norteado a minha existência. Não vou mudar agora, com 76 anos, não acham ?

Vamos que vamos. E a presidenta Dilma continua inerte ?  Vai anunciar os novos ministros e presidentes das estatais por ocasião do "amigo secreto" ?  O que está travando a presidenta ? Mistério.

A DIETA DA DILMA

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

As poucas pessoas que participaram dos festejos do aniversário da Dilma em Porto Alegre, que aconteceu na casa do ex marido Carlos Araújo, comentaram que a presidente está fazendo uma dieta rigorosa a base de verduras e sementes.


Será essa dieta a responsável pela aparente apatia da presidenta face ao escândalo da Petrobrás ?  Ela não está fazendo nada.


Acabo de assistir espantado no Jornal Nacional nota da Graça, presidente da Petrobras, alegando que os emails denunciadores não foram explícitos. Meu Deus !  Essa senhora Graça está cega ou é burra mesmo, não tem condições de presidir uma empresa como a Petrobras. Não enxerga um palmo na frente de seu nariz. Tem que ser demitida amanhã.

Dizem que essa dieta de verduras, na base da alface, deixa as pessoas relaxadas, moles, desanimadas. A Dilma tem que parar de imediato com essa dieta. Tem que voltar a comer carne, proteínas, aquela mesma do Friboi, se for o caso. Urgente.

Faltam menos de quinze dias para a posse do novo Governo e cadê os nomes do resto da equipe econômica, dos presidentes dos bancos públicos, dos fundos de pensão estatais. Cadê ?

Dizem que a transição entre o Mantega e o Levy está desgastante. O Mantega não quer largar a rapadura. O Levy está chateado. 

E o dólar bateu recorde de valor, chegou quase a três reais. Que coisa !

Estamos debaixo de fortes emoções e o Natal se aproximando. O clima não podia estar pior. 

Dilma deixa de bobagens, assume gordinha mesmo, pára com essa dieta de verduras e termina com essa desgraca na Petrobras.


NO FUNDO DO POÇO ?

domingo, 14 de dezembro de 2014

Ibovespa a 48.000. É o fundo do poço ou a bolsa pode cair ainda mais ?  Ações da Petrobrás a menos de dez reais, R$ 9,00, é para comprar ou o novo patamar será de R$ 5,00 ?


As opiniões dos entendidos estão por toda a parte, jornais, revistas, TV, rádio. 

Os pessimistas , que se dizem realistas, acham que as ações vão cair . Fundamentam se no preço do barril do petróleo, que está em baixa, no endividamento da empresa, que está elevado, na perda da confiança e da credibilidade na gestão administrativa, que o procurador-geral pediu a demissão por incompetência, nas notícias de corrupção, que não param mais, e na ação coletiva ajuizada nos EEUU e na Suíça, cujos tribunais são mais rigorosos que os nossos.

O patrimônio líquido da Petrobras desmoronou. De quinhentos bilhões baixou para cénto e cinquenta bilhões. Deve cair ainda mais. Derreteu. Impressionante.

O que eu acho ?  Tenho sido desafiado em alguns comentários. Fui chamado de sabichão. Fazem pouco de minha bola de cristal e do meu pé quente.

Os que acompanham o blog sabem que vendi quando a bolsa estava em 55.000 , o que comprei a 51.000 , e desde então não tenho recomendado novas compras de ações. Portanto não tenho tido perdas.

O meu raciocínio era mais político do que técnico nesses últimos meses. Seguia o humor do mercado, que apostava na alta quando o Aécio subia nas pesquisas e na baixa quando a Dilma ponteava. Eu acompanhava. Quando o Aecio perdeu bateu o desânimo. Ai a Dilma convidou o Joaquim Levy e deu uma melhorada. Porém logo bateu novo desanimo quando a Dilma não prestigiou o ato de apresentação da nova área economica e informou que as indicações para a presidência dos bancos públicos era cota pessoal, deixando em dúvida a autonomia do novo Ministro. Em mim bateu o desânimo tambem.

Nessas condições o que pretendo ?  Eu sempre compro nas crises, assim foi em 2008. Eu não espero cair ao menor preço, ao fundo do poço. Quando acho o preço bom, razoável, eu compro. Baixou mais, tudo bem, isso só é possível para quem está operando lá dentro do mercado. Eu me contento em ficar nas beiradas. Compro um pouco antes de chegar no mínimo e vendo um pouco antes de chegar no máximo. Mas tenho lucro e sou um investidor feliz e bem sucedido com essa fórmula.

Para mim Petrobras a nove reais é um bom preço de comprar e guardar. Se puder comprar oito reais melhor. A empresa tem tudo para se recuperar. Ela já mudaria se a Graça renunciasse à presidencia. Ela pode ser uma técnica capaz, mas presidente não. Como presidente ela foi uma verdadeira desgraca para a Petrobras. Não vai deixar saudade. E pode até se complicar com a denúncia de que já sabia por e-mail interno de que estavam ocorrendo desvios.

Vamos acompanhar de perto o que vai acontecer nesta semana. Dilma está de aniversário. Pode ser que seu inferno astral esteja terminando. Oxalá. Os números precisam melhorar. Dilma precisa tomar decisões urgentes e apropriadas ao momento de turbulência que atravessamos. Não são marolas. Precisa mostrar por que quis um novo mandato. Aguardamos rezando.


CORUJICE

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Sinto muito os que não conseguem compreender esses sentimentos de avô e acham tudo piegas. Sinto muito mesmo. Mas sou avô coruja de carteirinha. Assumido.


Acho que nessa altura da vida a satisfação com o sucesso dos netos e os eventos deles são o que há de mais importante em nossa existência. Nenhum compromisso está acima dos netos. Nenhum. Os avôs por aí que digam se não estou certo.

Pois a minha neta Luíza me deu ontem duas imensas alegrias. A primeira foi a formatura do segundo grau ou ciclo, sei lá o nome. Com dezessete anos. Estudou no mesmo colégio, o Leonardo da Vinci, desde o maternal, sempre com boas notas. Encerrou os estudos básicos e agora vai partir para a carreira que decidiu abraçar.

A segunda foi ter passado no vestibular para Direito na PUC com o quinto lugar. A disputa era de 15 para 1 vaga. Um feito notável. Agora vai tentar o vestibular da UFRGS em janeiro. Mas já é bixo de Direito. Vai seguir a profissão do avô coruja. Quem sabe não será juíza. Tem mais jeito de procuradora. Vamos ver o que vai escolher.


Na formatura estava outro avô, uma lenda no Banco do Brasil , sediado em Bento Gonçalves, o Inspetor Pizzi, temido pelos gerentes displicentes, que tremiam ao saber que seriam inspecionados por tão diligente colega. Foi também um grande instrutor. Sua neta igualmente se formou.

Estou indo mais cedo para casa, não pude ficar para a comemoração numa pizzaria, porque vou embarcar cedo para o Rio. Tenho reunião na Previ de encerramento do ano. Com a bolsa no patamar de 49.000 não vai ser agradável lidar comos números contabeis. O exercício de 2014 não vai deixar saudades.

Mas que bom que os netos nos proporcionem alegrias como essas para compensar os problemas financeiros que as vezes temos que enfrentar.




O QUE ME ANIMA SÃO OS AMIGOS

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Outro dia um crítico contumaz meu, sempre de mal com a vida, escreveu que não sou unanimidade, além de outras coisas menos amenas.


Ora eu sei que não sou unanimidade, nem quero ser. Sabido que a unanimidade é burra. Mas tenho enorme satisfação de ter um número razoável de seguidores no blog e de possuir um número maior ainda de eleitores.
                                                                  CHAPA TRES PARA A PREVI
Mas o que mais me dá alegria são os amigos que tenho há anos e os novos que vou conquistando por todo o país nessa jornada que a vida me proporcionou como uma benção.  Isso me gratifica imensamente e é o que verdadeiramente me anima a continuar participando ativamente de todos os movimentos e as ocasiões que se apresentam a cada instante.

É verdade o ditado de quem tem amigo tem tudo.
                                                     DR. KRIEGER DE MELLO E SUA MARLISE
Estamos na semana mundial do amigo . Poucos têm comemorado .  A amizade ultimamente está em baixa. Estamos dando mais valor para os computadores, celulares e os tablets. Passamos mais tempo com eles  do que com os amigos.

                                  Dr. Krieger, Balestrin, Célia, Fortunatti, Pompeo e Mayer
Confraternizar é preciso. Vamos aproveitar este mês de dezembro, a comemoração do Natal e do final do ano, para exercer a amizade, para demonstrar nosso carinho e nosso amor com nossos amigos. Vamos ligar para eles, fazer uma visita, dar um abraço bem apertado neles.

Vamos deixar eventuais ressentimentos de lado. Ódio faz mal, rancor leva a doenças, ofensas não levam a nada a não ser inimizades. Divergências de opinião são apenas divergências de opinião. Adversário nao é inimigo. A união é possível. O que nos une é mais forte do que o que nos separa.

DISPUTAS PARA A PREVI - TORÇO PELO ROBSON

domingo, 7 de dezembro de 2014

O blog bombou a semana passada. Bateu recorde de acessos. A razão não foi só o ES. Foram também as notícias de primeira mão a respeito da saída do Dan Conrado e dos problemas financeiros na Cassi levantados pelo BB na última reunião do CD. Três noticias bomba numa semana e a informação do blog sempre a tempo presente. Isso que faz do blog o mais acessado. A informação atualizada e verdadeira.


Entretanto, os comentários andam meio fora do contexto do blog, dando ênfase ao lado político e partidário, sem atinar que, terminada a eleição presidencial, não posso dar mais guarida a essas manifestações, algumas extremamente agressivas, contra o PT e seus simpatizantes. O blog volta às suas origens, e, por favor, peço encarecidamente que respeitem essa linha, caso contrário terei que moderar com mais rigor.

Depois de abordar e criticar alguns aspectos dos novos parâmetros do ES fiz uma postagem no final de semana descontraída só para testar. Os comentários foram inadequados. Creiam que é muito pior ter glaucoma e diabete do que ter aperto financeiro. Se pudesse eu trocava de posição. A saúde está na frente de tudo. Só depois que a perdemos damos valor para ela. E poucos se ligaram nesse aspecto.

Então é preciso saber levar a vida e as dificuldades que cada um enfrenta do jeito que dá. Ao mesmo tempo algumas prioridades e sentimentos devem ser selecionados. Existem assuntos bem mais sérios que temos que nos mobilizar para superar. Sobretudo temos que procurar sensibilizar nossas grandes associações nacionais, que tem poder de fogo muito maior do que as estaduais.

Recebi críticas agressivas quando opinei a favor do Robson Rocha, atual presidente do CD da Previ, que disputa, segundo o Radar da Revista Veja, a presidência da Previ contra outro vice presidente do BB, Ivan Pinheiro, que seria o mais próximo do Levy. Perguntado qual o meu preferido, respondi sem pestanejar que era o Robson Rocha. Aí me contestaram que eu não poderia ser a favor do Robson porque ele é PT de carteirinha.

Não tenho preconceito contra uma pessoa só por ela ser do PT. E para a Previ acho o perfil do Robson muito melhor para nós , participantes do fundo, do que o do Ivan. Tenho convivido com o Robson esses meses na Previ e tenho apreciado a maneira educada dele lidar com os trabalhos do conselho, tendo inclusive adotado algumas medidas requeridas por nós, como, por exemplo, realizar as reuniões em dois turnos, manhã e tarde. Tem demonstrado respeito pelas nossas posições e desejo de melhorar a comunicação e a transparência.

O Ivan Pinheiro é do estilo do Dan Conrado. Com isso digo tudo. Não comento nem discuto competência técnica. Ambos, Robson e Ivam, tem. Mas a verdade é que estamos precisando humanizar um pouco as relações da diretoria da Previ com os associados.

Portanto, estou torcendo pelo Robson. A Cecília, citando a revista Época, em seu blog, faz referência a dois outros candidatos, com forte apoio de lobistas e empresários, tambem oriundos do BB.

Essas nomeações , para o BB , a Previ e a Cassi, são fundamentais para nosso futuro.


COLÍRIO PARA OS OLHOS

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Para desestressar no final de semana, depois de tanta notícia negativa, como a da manobra fiscal, falta de margem na Previ e problemas na Cassi, uma matéria visual mais leve no blog, que está bombando com quarenta mil acessos num único dia (quinta), por conta dos novos parâmetros do ES.

Desde o final do ano passado sofro de glaucoma no olho direito. O médico oftalmo me receitou uma porção de colírios para os olhos.  Uma gota só de cada um, três tipos de colírios, mas com uma série de efeitos colaterais. Passo mal com esses colírios. Não consigo conviver harmoniosamente com eles.


Um homem sábio andou conversando comigo num evento e me deu uma receita maravilhosa, uma outra espécie de colírio, que não precisa pingar nos olhos e não  tem efeito colateral conhecido, embora hajam controvérsias.

Qual a receita do sábio ?  Mulheres, essas mulheres, conforme a conhecida canção. Olhar e se deleitar com as mulheres é o melhor colírio que existe, afirmou o sábio. Velha fórmula, às vezes esquecida, tal a velocidade do mundo moderno. Se possível e permitido, procure conferir concretamente, tirando uma casquinha,  me disse, só para verificar se não está sonhando, pois existem sonhos com odaliscas orientais, como as mil e uma noites, que às vezes só subsistem em nossas fantasias. Há que comprovar se são reais, na própria pele.
                                                      Lindas dançarinas do ventre
Ah !  As mulheres fazem milagres, disse, só de vê las curam glaucoma e até catarata. São poderosas. Antigamente os idosos de Porto Alegre não tinham esse tal de glaucoma. Iam assistir o desfile das lindas gaúchas na rua da Praia na saída dos cinemas. O famoso footing.

Bom, receita é receita, tem que seguir à risca para obter resultados palpáveis.

Eu sou obediente e um eterno sonhador. Além disso, com 51 anos de casado, já estou jubilado, tenho carteirinha assinada, porém não abuso, arrisco dentro de estritos limites e vigilância, que a Ana não dá moleza, nem mesmo a minha nora Eleonora, sempre atenta, como acentuou o Gustavo. "Ora, vejam só, nora vigiando sogro".
                                                              Que cobra ? Que nada !
Nesta postagem, um pequeno mostruário e uma contribuicao para vocês poderem também desfrutar desse tipo alternativo de colírio , que se não cura de verdade as enfermidades oculares faz um bem danado para deixar a nossa vida mais bonita, mais colorida e mais divertida. Rimou.

                    Clima oriental das mil e uma noites bem apropriado ao momento atual

As mulheres são, de fato, colírio para os nossos olhos. Depois de uma semana tensa, com as mencionadas notícias desagradaveis sobre Cassi e ES, corrupção na Petrobrás e manobra fiscal no Congresso, clima de Ali Babá,   nada melhor para levantar o nosso astral em nosso final de semana que curtir um pouco as fotos e as fantasias orientais das mil e uma noites. Afinal ninguém é de ferro. Temos que viver a vida, desfrutando os bons momentos que se nos apresentam.

Segunda vou no oftalmo ver se curei ou ao menos melhorei do glaucoma. Oxalá.



.

ANUNCIADAS MUDANÇAS NO ES

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Conforme anunciei foram divulgadas nesta quarta feira no site da Previ os novos parâmetros do ES para vigorar a partir de 21de janeiro de 2015.

Minha bola de cristal continua precisa, mas não pude cantar bingo, pois as medidas anunciadas desagradaram muitos aposentados e pensionistas, que ficaram asem margem para renovação.

Todos sabem que nós, da chapa três, somos minoria nos colegiados da Previ e desta forma não temos condições de aprovar nada sem o concurso dos demais diretores e conselheiros situacionistas. Mesmo assim injustamente nos cobram.

No meu caso, inclusive, eu nem voto, pois sou suplente.

Os parâmetros aprovados e divulgados no site da Previ precisam ser estudados e digeridos, para que possamos analisar os mesmos com equilíbrio emocional e sem ranços, destacando as situações que mereçam correcao.

Para alguns parece que até haverá vantagem, pois o prazo para quem ainda não alcançou setenta e sete (77) anos, como é o meu caso,  poderá ser alongado para 120 meses, uma dilatação de cerca de trinta meses, o que implicaria em reduçao da prestaçao mensal.

Discute-se se podem sair da margem consignável algumas verbas que prejudicam o cálculo.  Propus que não fosse incluída este ano a contribuição para a Previ. Muita gente ficará sem margem. Justamente os mais necessitados.

O ES tem sido focado como uma maneira de correção dos benefícios defasados, cuja atualização não acompanhou devidamente os índices inflacionários.  Certamente não é a compreensão adequada, sob o ponto de vista da educação financeira, mas representa uma maneira de enfrentar o desespero e uma forma de sobrevivencia .  Ha tempos defendo uma fórmula definitiva para o ES, repito definitiva. ES 180 x 180.  Nunca mais se falaria em mudanças, só em atualização. Possível ?  Sim. Em meu modesto entendimento e no do João Rossi Neto.

O Zanella está no Rio, num encontro do Conselho Consultivo. Ele é um batalhador incansável por melhorias no ES, assim como eu. Deve falar com o Marcel, diretor de seguridade, e trazer melhores informações sobre as novidades anunciadas. Os interessados devem acompanhar o seu blog.

Confesso que li apressadamente esses tais de novos parâmetros. Li e, sinceramente, não gostei. É O mês do Natal, o pacote poderia ser muito melhor e mais fraterno, sem comprometer o nosso fundo de pensão. Faltou inspiração .

O MELHOR DA FESTA

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Nem tudo é tristeza, nem tudo é tragédia. Temos que contra balançar o negativo com o positivo, sob pena de deixarmos a depressão tomar conta de nossas vidas. E aí vem as doenças e até a morte. De vez em quando temos que sair do sério e festejar, soltar a franga, como se costuma dizer por aqui. Apesar de tudo que está acontecendo no país. Eu me alivio não apenas dançando, mas fazendo roncar a minha cuica, fazendo ela chorar de raiva e de verdade.


Uma das coisas que considero mais importante é a confraternizacao. Sozinhos somos nada. Temos que compartilhar nossos momentos com outros. Somos uma comunidade, uma família. Somos mais do que colegas, somos amigos solidários. Esse espírito era o que predominava no meu tempo de funcionário do Banco do Brasil e é esse espírito que sempre procuro cultivar e relembrar para me animar nos momentos de dificuldade.

                                                      Salão de danças lotado

Pois foi esse o espírito que reinou na festa de fim de ano da AFABB RS, que aconteceu na sexta feira passada, dia 28, no clube Germânia, em Porto Alegre. Festa barata, a associação subsidiou grande parte das despesas, economizando de outras rubricas, teve a finalidade de homenagear aos associados. Não houveram convidados ilustres, apenas aqueles que se relacionam mais de perto com a entidade no seu dia a dia. Aliás o motivo era comemorar também a semana mundial do amigo que se inicia hoje.

O salão , lindamente decorado, estava lotado. Duzentas e cinquenta pessoas, se embalando ao som da música de Leonardo e Giane, com um repertório otimo, adequado a idade e ao gosto dos presentes. Jantar de excelente qualidade.

                                                    Fazendo roncar e chorar minha cuíca
O que predominou , sobretudo, foi a alegria .  Quem foi lá, contagiado talvez pelo ambiente e pela disposição de agradar de nossas queridas funcionárias, a tudo atentas,foi disposto a se divertir, esquecer as tristezas e as perdas por alguns instantes, criando se um clima de alto astral. Isso, para mim, foi o melhor da festa.

Houve apenas um rápido schow, para não quebrar o ritmo. Desta vez não foram as tradicionais mulatas. Dançarinas do ventre deram o ar de sua graça, com aqueles requebros incríveis, demonstrando competencia no domínio do corpo. Uma delas portava uma enorme cobra, píton amarela, de cerca de 25 quilos. Enorme e apavorante.

                                                     A cobra tinha um simbolismo
A cobra era simbólica e continha uma mensagem metafórica. Representava o mal que tínhamos que vencer e dominar. É possível, desde que tenhamos coragem, muita coragem, e que estejamos unidos.  Vencer é possível, nós podemos, já demonstramos isso. Temos que continuar a luta para conquistar o equilíbrio no fundo. O que temos que fazer é sair de trás do conforto do computador evdacTv e nos mobilizar.

Foi gratificante assistir o ar de felicidade dos associados. Muitos deles disseram que foi a melhor festa da história da Afabb Rs. Não se deram conta que eles fizeram a festa ser a melhor, a participação deles foi o fundamental, o que fez a diferença.

                                                    O sorriso do Silvano diz tudo
Sei que nem todos gostam que eu fale de amenidades no blog. Alguns acham que desconsidero as agruras e as dificuldades por que passam muitos colegas e pensionistas. Jamais. Mas tenho que registrar também os bons momentos que a vida nos propicia, sob pena de virar paranóico, de só enxergar o lado ruim, de só criticar e nunca elogiar. E creio que cumpre assinalar os ensinamentos que podemos retirar desses momentos.

Obrigado a todos por compartilhar comigo e com a ANA esses momentos , fugazes mas marcantes, de felicidade e de alegria saudável e pura. Amigos para sempre é o que almejo. Saímos mais fortes para novos enfrentamentos. E com o espírito mais fraterno com relação a nossos colegas. O amor pode tudo. Vamos que vamos.



MUDANCAS NA PREVI, SAÍDA DO DAN

sábado, 29 de novembro de 2014

Estou de volta a Porto Alegre. Viagem tumultuada. Mau tempo no Rio. Turbulência. Problemas no Othon Palace, hotel onde fiquei hospedado. Clima pesado na Previ.


A saída do Dan Conrado já era aguardada desde que houve a derrota da situação nas eleições de maio na Previ. Ele não conseguiu digerir direito  a vitória da chapa três. Certamente uma das coisas que ele não gostou foi da minha ida para o Conselho Deliberativo, mesmo que como suplente. Na minha posse ele estava visivelmente constrangido. Vale a pena ver as fotos.

Já haviamos nos estranhado em duas oportunidades. Uma delas durante encontro de dirigentes de associações na Previ, no início do ano de 2013, e outra no final do ano quando houve a novembrada. Sempre me cumprimentava de lado e azedo. Fazer o quê ?

Recentemente ocorreram duas situações desagradaveis.  A primeira foi com a aprovação dos bônus de remuneração variavel em agosto. Deplorei a nota dele, arrogante, inadequada, desproporcionada, procurando se auto elogiar, dizendo que os valores eram devidos pela alta capacidade dele e dos demais diretores indicados.

E agora permitiu que saísse no site da Previ nota criticando a postura de conselheiros deliberativos, Carvalho e eu, bem como de conselheiro fiscal, William, por terem assinado manifesto meramente preventivo no Congresso da Abrapp. Procurou insinuar que o manifesto prejudicava negativamente a imagem da Previ, que nada tinha a ver com os demais fundos, pois possuía uma governança exemplar. Criou se um tumulto e, em meu entendimento, houve quebra de hierarquia na Previ. O Conselho Deliberativo está acima da Diretoria. O noticiário negativo nada tem a ver com o nosso manifesto. É produto de situações delicadas como a da participação da Previ na Sete Brasil, uma das empresas envolvidas na operação lava jato, que examina a corrupção na Petrobrás.

Estou curioso para saber quem vai ser o novo presidente do BB e da Previ. Espero que na Previ seja uma pessoa com uma comunicação muito melhor do que o Dan Conrado, e que saiba lidar com o Jurídico da Previ com mais discernimento, áreas sujeitas à Presidência.

Sinceramente, para mim, Dan Conrado, que se despediu antes das festividades de final de ano, não deixa saudades. Leva na sua bagagem a perda do BET, o retorno das contribuições, a cobrança agressiva da cesta alimentação, a falta de limitação do teto e a remuneração variavel exorbitante da diretoria, além de infelicidades em alguns investimentos, como, por exemplo, na empresa do EIKE.

Espero que o Joaquim Levy intervenha nessa nomeação. A ausência da Dilma no ato de divulgação do novo tripé da economia foi lamentável.  Agora se discute quais os limites da autonomia do novo ministro. Pode ?

Vamos que vamos.

DAN CONRADO SE APOSENTA E RENUNCIA MANDATO NA PREVI

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Dan Conrado acaba de anunciar sua saída da Presidência da Previ. Vai se aposentar e cuidar de sua vida. Está nesse instante comunicando sua decisão ao funcionalismo da Previ.


O anúncio ocorre um dia após a indicação oficial da nova equipe econômica, com Joaquim Levy à frente do Ministério da Fazenda.

Dan informa que sua decisão já estava tomada anteriormente.

Pelo visto outras novidades e mudanças irão acontecer em breve. Se aguarda quem será o novo presidente do Banco do Brasil e do BNDES.

Estou numa reunião no Rio. Depois darei maiores detalhes.

AGUARDANDO GODOT

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Parece que amanhã serão divulgados os nomes da equipe econômica do novo Governo da Dilma. Dizem que o Joaquim Levy até já está trabalhando no Ministério para enfrentar o ajuste fiscal e evitar a queda do Brasil no grau de investimento.


Existem expectativas a respeito de quem será o novo presidente do Banco do Brasil e do BNDES.

Enquanto isso a imprensa continua publicando notícias preocupantes sobre o envolvimento dos fundos de pensão estatais em negócios suspeitos, inclusive citando um suposto clube do amém.  A Previ rapidamente rebateu ao Globo com o batido argumento de que possui uma exemplar governança corporativa.

Outra notícia que respingou na Previ foi a da Sete Brasil, empresa participada, onde um dos envolvidos na operação lava jato trabalhou , comentando se que algumas encomendas de sondas teriam ficado só no papel. Algo em torno apenas de seis bilhões de reais.

O setor elétrico esta na mira da Polícia Federal. A previ possui elevada participação nas empresas elétricas. Mais um rolo à vista ?  .

Fui consultado, junto com outros experts,  pela equipe de transição do Sartori/Cairolli para opinar sobre as contas do Governo do Estado do Rio Grande do Sul deixadas pelo Tarso Genro, do PT. Uma calamidade. Não dá, em minha modesta opinião, sequer para pagar em dia o funcionalismo público, nem o décimo terceiro deste ano. A dívida é impagável. O fundo de pensão do Banrisul passa por enormes dificuldades. O BADESUL e o Banrisul tem inúmeros problemas operacionais, administrativos e trabalhistas. Abacaxi puro. E avançaram nos depósitos judiciais e precatórios. Para mim os responsáveis deveriam ser responsabilizados. Apropriação indébita. Crime.

Parece que o PT perdeu o pudor e o controle das finanças públicas e meteu os pés pelas mãos. Que coisa !  Por isso perdeu aqui no RS por mais de um milhão de votos. Não sei como ganhou no país. Recém agora está pintando a realidade e as dificuldades, que são imensas, a principiar pela rolagem da dívida pública que custa duzentos e cinquenta bilhões por ano.

Nossos assuntos na PreVi, ES e mudança de índice, situação dos pedevistas, bem como o resultado do exercício de 2014, continuam andando de lado, pois sem a definição do comando nacional da economia tudo fica muito confuso e complicado. A mudança dos titulares principais implicará mudanças nos indicados da Previ e Cassi.

Torço por uma decisão imediata e inspirada. Esta é uma semana decisiva. Arre !


JOAQUIM LEVY, NOVO MINISTRO DA FAZENDA ?

domingo, 23 de novembro de 2014

O mundo dá voltas, a vida nos surpreende, a arquitetura superior está acima da nossa compreensão. Joaquim Levy surge como o nome para o Ministério da Fazenda, depois que Trabuco, presidente do Bradesco, descartou o convite da Dilma.  Joaquim Levy atualmente também trabalha no grupo Bradesco.


O nome deveria ter sido anunciado na sexta feira pela presidenta. A Bolsa reagiu bem, subiu cinco por cento, a maior suba dos últimos cinco anos na semana, 8,5 por cento. O milagre esperado pelo mercado estaria acontecendo. Prenúncio até de um bom final de ano, apesar dos problemas da economia. Bom para nós da Previ, certamente.
                                                Conselho Fiscal da Vale em 2005
Mas o anúncio foi postergado para quarta feira. Coisas da Dilma, é assim que ela trabalha, dizem os entendidos. É preciso costurar antes de decidir. O mercado. não gostou do adiamento. Vamos ver o que acontece.

Conheço pessoalmente o Joaquim Levy. Fui colega dele no conselho fiscal da Vale, quando ele representava lá o Governo Federal, acionista minoritário. Vejam a foto. Nessa época o Levy era o todo poderoso Secretario do Tesouro Nacional, apelidado de tio Patinhas pelo zelo em cortar gastos públicos.

Tive uma convivência fraterna com o Joaquim Levy no Conselho da Vale. Ele sempre sentava ao meu lado, se ocupava dos telefones celulares o tempo todo, ligados no mercado e no Tesouro, notebook aberto na sua frente, e me encarregava de avisa lo de qualquer coisa qu eu julgasse relevante nos trabalhos apresentados na reunião para ele intervir, o que fazia sempre com raro descortínio e competência. O que o Medeiros aprovar, eu aprovo. Estou conectado,  em sintonia fina com ele, costumava brincar, sempre bem humorado.
Depois que saiu do Conselho para assumir diretoria do Banco Mundial costumava se corresponder comigo por e-mail, mandando material que julgava interessante para meu conhecimento e apreciação.

Acho que o Joaquim Levy tem personalidade marcante e nele a Dilma não consegue mandar. Talvez nesse ponto esteja o eventual impasse do anúncio.

Se confirmada a nomeação vou procura lo para falar sobre a nossa Previ e sobre o BB. Sei que com ele terei mais sucesso do que com a audiência com a presidenta Dilma, que decidi suspender em virtude dos acontecimentos, pois nada adiantaria com essas indefinições.

Conforme a imprensa tem noticiado a briga pela sucessão do Bendine na presidência do Banco do Brasil é grande, com vários candidatos disputando o cargo. Robson Rocha, Alexandre Abreu, Paulo Cafarelli, Aldo Mendes, são todos fortes candidatos e cada um deles tem seus apoios. Lembro que o Levy era muito ligado ao Bernard Appy, economista que não é do quadro do BB, mas foi presidente do conselho de administração do banco e era o secretário substituto do Ministério da Fazenda. Foi quem substituiu o Levy no Conselho da Vale. Corre por fora.

Quem viver verá. Vamos que vamos. A vida dá voltas. Joaquim Levy Ministro da Fazenda da Dilma mandona. Que coisa !

TAPAR O SOL COM PENEIRA ?

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Todos sabem que sou um otimista incorrigível. Procuro sempre olhar o lado positivo e a para mim a esperança é mesmo a última que morre. Por exemplo, continuo lutando e aguardo melhorias no ES, e acredito no Papai Noel.  Mas não coloco a cabeça debaixo do solo, como a avestruz, para não olhar o perigo que se aproxima, nem me abrigo do sol com peneira, pois sei que não adianta, Ou pego uma insolação ou um cancer de pele.


Esconder o cenário que estamos vivendo não é mais possível.  A realidade está aí, na nossa frente, escancarada, na operação lava jato. Pena que não  tenha explodido antes das eleições. Mudaria o resultado.

A Presidente da Petrobrás, Graça, que está completamente destituida de graça. falou na CPI, segundo a imprensa, que não tinha conhecimento de nada internamente que comprometesse funcionários da estatal. Agora admite que desde março sabia de casos que estavam sendo investigados. Ontem cinco gerentes da Petrobrás foram afastados dos cargos por suspeitas de envolvimento com o ex diretor.

Vazou que as irregularidades e abusos não se restringem apenas à Petrobrás. O setor elétrico, em especial a Eletrobrás, também estaria contaminado e deve sofrer profunda devassa em suas contas.

O Valor Economico publicou extensa matéria sobre possíveis operações irregulares no fundo de pensão da Petrobrás, o PETROS, que deverá passar um pente fino nos créditos e nas inadimplencias, para apuração de contas e desvios.

Henrique Pizzolato, nosso colega, ex diretor do BB e da Previ, ex presidente do conselho deliberativo da Previ, enquanto anuncia que viu na prisão italiana sinais de Deus, brada que seria impossível para ele , numa estrutura complexa e plena de governança como o do BB, desviar sozinho 75 milhões de reais da Visanet. Diz que é bode espiatório e que armaram contra ele. Eu acho que o Pizzolato é culpado, mas não sozinho. Tem outros envolvidos. Não é por acaso que o Pizzolato é vigiado 24 horas na Italia e não é pela polícia italiana.

Então o cenário é esse. E´ de constatação e de investigação de crimes graves, especialmente de corrupção, lavagem de dinheiro, pagamento de propinas para partidos e políticos. Tarso Genro declara hoje na Zero Hora que João Vaccari deve ser expulso já mediante mero indício e que o PT não deve esperar o julgamento do caso para afasta-lo de suas funções de Tesoureiro do partido.

 Dizem que, após reunião com Lula, Dilma vai anunciar amanhã, sexta feira, o novo ministro da Fazenda e que o Trabuco teria desistido de vez. Consequentemente mudará de imediato o presidente do BB e de outras entidades co relacionadas. No BB os candidatos mais fortes são Robson Rocha, do PT de carteirinha, segundo a imprensa, Alexandre Abreu, Paulo Cafarelline Aldo Mendes.

Nessas circunstâncias temos que estar atentos a todo e qualquer sinal. Não podemos dar bobeira, nem moleza. Temos que unir esforços. Impossível esconder a cabeça e tapar os olhos. Pior ainda tapar o sol com peneira. Isso não é terrorismo. E´ a mais pura realidade. Só não vê quem não quer e o pior cego é aquele que não quer ver. O sol as vezes cega, infelizmente.

Conta o anedotário que um pai bem branquelo, casado com uma loira bem ocidental, olhando para seu filho recem nascido, reparou que seus olhos eram bem puxadinhos, como os de um japonês. Chamou o médico ginecologista e perguntou: - Dr, o senhor não acha que os olhinhos de meu filho estão fechadinhos, ele quase não abre os olhinhos. O médico respondeu: - Eu acho que quem tem que abrir os olhos é o senhor.

E vamos que vamos. Estou de olho.

RESQUÍCIOS DE UM XILIQUE

terça-feira, 18 de novembro de 2014

O tempo voa e se torna necessário registrar alguns acontecimentos dos quais participamos sob pena de deixar passar em branco situações interessantes.


O 35 Congresso da Abrapp se encerrou, na sexta feira passada, de forma melancólica.  Pela primeira vez nos últimos anos não houve o festivo jantar de confraternização. Por que ?  Não havia clima para tal. O sistema de previdência complementar fechada está estagnado há dez anos e não se vislumbra futuro promissor para sua expansão.  O que se está debatendo, na verdade, é a sua sobrevivência.

No painel derradeiro foi comemorado por Molina, dono da Mongeral, a aprovação do seguro contra o risco de longevidade. Segundo Molina, com um atraso de quarenta anos. No meu ponto de vista, isso vai ser bom só para as companhias de seguro, que não vão assumir esse risco de graça. E a culpa dessa desgraca é a penicilina, que alongou a vida no planeta.

                                    Delfin Neto, comigo e o Ari Zanella atrás, no Congresso

Falando em longevidade fiquei tristemente impressionado com o estado físico do ex Ministro Delfin Neto, com 82 anos. Participou do painel sobre economia. Estava um escombro. Lamentável, cabelos pintados de preto, tentando disfarçar o passar dos anos, mal conseguiu subir no palco, com um colete mal abotoado, dormiu durante as palestras, e quando chegou à sua vez, foi o último, pouco ou quase nada disse, frustrando a todos que dele esperavam alguma luz no final do túnel. 

Pouco lembrava o Ministro da Fazenda, todo poderoso, Delfin,  que eu conheci em 1972, se não me falha a memória, quando o enfrentei, como assessor especial do então Ministro da Agricultura, Luiz Fernando Cirne Lima, cedido pelo presidente do BB Nestor Jost, numa reunião no prédio do Ministério da Fazenda no Rio de Janeiro, onde ele gostava de despachar, numa questão envolvendo frigoríficos do Rio Grande do Sul. Elétrico e dinâmico, Delfin comandava o espetáculo e empolgava com suas teorias acerca do desafio e do milagre brasileiro, com direito até a xilique, batendo o pé e dando pulinhos na minha frente, para me impressionar. Eu não me assustei. Afinal não era um gordinho com xilique que ia me amedrontar, depois que já tinha passado por desastre de avião e defendido o Palácio Piratini de revolver na legalidade. Terminou atendendo minha demanda, como uma concessão a um jovem que iniciava sua jornada. Eu tinha 32 anos.

A figura triste e curvada  atual do Delfin me deixou pensando se o retrato do nosso sistema de previdência completar não estaria parecido com o do ex Ministro. Será que o nosso sistema envelheceu tanto ?  Será que o nosso colete está tão desabotoado assim ?  Os botões desalinhados e não fecham ? Quais as causas reais dessa decrepitude e deterioração ?  O que vem corroendo e caducando o sistema ?  O que nos prejudica ? O que nos ameaça ? Será mesmo a longevidade a vilã da hora ? A falta de educação e cultura previdenciária ? A judicialização ? Cadê o mea culpa ?  Cadê os ralos e os vazamentos ?

Sei que alguns estudiosos estão preocupados e debruçados sobre essa questão vital para nós, aposentados e pensionistas. Acho que está mais do que na hora de uma boa e sábia reflexão a respeito do futuro da previdência complementar fechada no país. Nos, da Previ, fazemos parte do bolo, e temos que trazer a nossa contribuição para todo o sistema. Não somos uma ilha isolada, só porque somos o maior fundo de pensão. Fazemos parte de um arquipélago, do qual fazem parte outros importantes fundos co irmãos, como a Funcef, Petros, Postalis, Valia e Sistel.

Soluções existem, sim.  Uma delas é afastar as ingerências politicas nocivas e os interesses privados ocultos, bem como a ganancia de patrocinadoras, que rondam e ameaçam o sistema.

Daí a necessidade unir esforços nossos com dirigentes e conselheiros de outros fundos, em especial aqueles eleitos ligados à oposição. Estranho seria o contrário.

Vamos que vamos !


ESTRANHEZA POR QUÊ ?

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Eu não pretendia ir na manifestação em São Paulo, na Avenida Paulista. Mas depois de ler, estupefato, a nota destemperada de repúdio ao manifesto publicada no site da PREVI, na sexta feira, decidi participar. Era uma maneira de mostrar, mais uma vez, minha inconformidade com essa forma equivocada de comunicação adotada em nosso fundo de pensão. Não perco a oportunidade de ser protagonista nunca. Fui lavar minha alma e mostrar minha indignação. Junto com milhares de paulistas. Como mostram as fotos.


Parece que os gestores da Previ ainda não se deram conta de que os participantes do fundo não concordam com essa linguagem e com esse enfoque arrogante da área de comunicação. A vitória da chapa três demonstrou isso sobejamente. A nota não ataca a essência do manifesto, que é uma mera e saudável tentativa de somar esforços na busca de blindar de ingerências políticas nocivas a Previ, Petros e Funcef, mas procura atingir os subscritores do documento, levantando uma "estranheza" bastante questionável, para não dizer injustificável.

Para construir um relacionamento melhor com os participantes , pregado como fundamental no 35 Congresso da Abrapp, para a própria sobrevivencia do sistema, é necessário que seja revista essa estratégia de comunicação .  É preciso aproximar, dialogar, em vez de quebrar os pratos, criticar e cercear posições de dirigentes eleitos legitimamente, que não temem ameaças nem represálias. Antes de mais nada, querem apenas exercer seus direitos democráticos e de cidadãos, que merecem ser respeitados.
 

O país vive um momento extremamente delicado por causa do escândalo da Petrobras. A presidenta Dilma declarou na Austrália que nunca mais o país será o mesmo depois desse episódio, que nos afeta pois a Previ é grande acionista da Petrobras, embora não participe do conselho da mesma.

O próprio presidente do Banco do Brasil, Dida, não está imune, por suspeita de escândalo envolvendo seu nome, na concessão de empréstimo a cliente sem condições apropriadas e por juntar dinheiro debaixo do colchão, segundo a mídia, o que teria sido determinante para entrega do cargo.

A corrupção atingiu níveis alarmantes, com valores nunca antes sequer sonhados neste país. São bilhões e bilhões de reais. Suspeitas surgem de todos os lados. O mensalão ficou no chinelo. Os cartazes mais frequentes na manifestação de São Paulo eram os de ABAIXO A CORRUPÇÃO.


Acho que todos nós temos que juntar esforços para combater esse grande mal que traz enormes prejuízos para a nação brasileira e para cada um particularmente. Temos que entrar nessa cruzada, antes que seja tarde demais e contamine todo o organismo.

Está na hora de um basta. Está na hora de colocar esse país e suas instituições a limpo. Lavar a sujeira toda e não apenas na Petrobras. Transparência e boa comunicação são úteis para combater o mal. Estou nessa. E vocês ?

ABAIXO A CORRUPCAO !  VAMOS QUE VAMOS !


CHOVE EM SÃO PAULO DA GAROA

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Acaba de cair uma forte chuva em São Paulo, aliviando o ar seco e a poluição que atormentava aos paulistas e aos visitantes. E vem mais chuva aí. Prova mais evidente de que sou pé quente. Cheguei e trouxe a esperada e abençoada chuva. 


O 35 Congresso de Previdência Complementar bateu o recorde de participantes e se transformou no maior evento do mundo de fundos de pensão. Auditórios lotados, banheiros com filas imensas, cerca de quatro mil pessoas lotaram o espaço do hotel Transamerica.

Mas o clima do Congresso não é bom. O sistema de previdência complementar fechada está estagnado há cerca de dez anos e não dá mostras de reação. Existe desânimo e preocupação com o futuro do sistema. A longevidade trouxe desequilíbrio nos cálculos atuariais. O exercício do ano passado apresentou déficit na maioria dos fundos, que não conseguiram atingir a meta atuarial.

Uma das melhores palestras foi do economista Paulo Rabelo de Castro, meu amigo, que deveria ter sido o Ministro da Fazenda ou do Planejamento do falecido Eduardo Campos. O renomado professor falou que o problema maior é que as empresas não tem caixa sobrando para investir na criação de novos fundos de pensão. O Fisco leva tudo. Está na hora de mudar o Ministro mas também de mudar a política econômica, senão teremos uma recessão desastrosa.

Senti falta das autoridades maiores no Congresso. Cadê o Ministro da Previdência ?  Ele estava representado pelo meu querido primo Jaime Mariz, do Rio Grande do Norte, da gloriosa Caicó. E o Dr De Paula anda sumido. A Previc só vai dar  o ar de sua graça amanhå.

Muitas fofocas circulando no Congresso. Quem sai e quem entra. Muitos boatos sobre decisões a favor ou contra os participantes.

Está chegando o final do ano. As coisas precisam acontecer. Chove lá fora. Tem é que chover em nossa horta.


SÃO PAULO DA GAROA

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Cadê a garoa famosa de São Paulo ?  A gatinha Luzia comeu ?  São Paulo amarga falta de água, quem diria !
Nesta segunda, 10, estarei viajando para São Paulo a fim de participar do Congresso Brasileiro dos Fundos de Pensão, promovido pela ABRAPP, nos dias 12 a 14, quarta a sexta feira.

Antes, porém, estarei visitando o IDEC, Instituto de Defesa do Consumidor, do qual sou associado, com o objetivo de tomar conhecimento da ação coletiva que move contra a Cia. Aliança e o Banco do Brasil a respeito da apólice ouro vida, bem como me inteirar das últimas novidades da área abrangida pelo Instituto.

Também pretendo fazer uma visita à AFABB SP, conversar com o presidente Rubens e trocar idéias a respeito de assuntos de interesse nosso, dos aposentados e pensionistas do BB. 

A vida não pára mesmo e temos que seguir o itinerário para não ficarmos para trás, já que escolhemos o papel de protagonista e não o de assistir o jogo só da arquibancada. O poeta do Alegrete, Mario Quintana, já afirmava que a tristeza dos rios era não poder parar.  Realmente, as vezes é bom parar um pouco e refletir para aproveitar o bom momento e também para não fazer bobagens demais.

O Congresso vai proporcionar alguns encontros importantes e propiciará a oportunidade de intercambio de informações e de idéias a respeito da Previ.

O presidente Bendine, Dida, entregou o cargo finalmente, após sucessivos escândalos. Para nós, aposentados, não deixa saudades.  Assumiu com um discurso endereçado aos aposentados do BB falando de sua admiração e de sua disposição para o diálogo. Ficou só no discurso. Criou uma série de privilégios inoportunos e inadequados, gerando uma casta de favorecidos, enquanto para agrande maioria dos ativos estabeleceu metas, algumas inalcansáveis.

E o Ministro Mantega vai cair após Dilma voltar do G 20, que acontece nos dias 15 e 16 deste mes. Além da suba dos juros, do aumento da gasolina, vem aí o ajuste fiscal. Existem receios de alguma medidamais drástica. Boatos correm soltos. Está na hora de tranquilizar o mercado. As açoes do BB cairam bastante.

Mais adiante falarei sobre o Congresso e as novidades que surgirem. Aguardem.

VALEU A PENA ! EMOCIONANTE ! APESAR DA CESTA !

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Estou de retorno a Porto Alegre. Acabei de chegar. Hoje é aniversário da Ana, minha querida esposa e companheira de mais de cinquenta anos e temos que comemorar a data.

Os tres dias que passei em Uruguaiana valeram a pena. Muito embora eu tenha me aborrecido muito com alguns problemas que andaram acontecendo na questão da cesta alimentação, relativamente às cobranças que a Previ vem executando através do escritório Bothomé para devolução dos valores recebidos por conta de liminares.  Existem alguns que ainda não entenderam direito onde está o ponto central da divergência, que diz respeito ao caráter alimentar da verba e a boa fé dos autores, bem como o fato de que para impugnar a cobrança é necessário garantir o Juizo, e aí atrapalham a compreensão da matéria. Uma pena e um retrocesso inadmissível, ainda mais que a busca de uma solução justa para a cesta alimentação é uma das principais propostas da chapa tres. E é possivel, basta haver vontade política.


A consulta com o meu médico otorrino foi boa. Eu tenho um problema alérgico forte, que não pode ser combatido com corticóide por causa do glaucoma. Aí reside a complicação. Tenho que combater o mal estar sem contar com a artilharia pesada. Mas vamos nessa.


O espetáculo promovido pela minha nora Eleonora no teatro para contar a história da gatinha pretinha LUZIA foi sensacional. Casa cheia, mais de 1.000 crianças, atentas, se divertindo com as músicas, as danças e a performance dos artistas mirins, dirigidos pela Eleonora. Foi verdadeiramente emocionante.

 Minha neta Carolina era a gatinha LUZIA num dos quadros principais, quando teve que se enfrentar com o cão de guarda SENTINELA. Aí a gatinha subiu numa árvore. Essa história é real. A gatinha preta Luzia existe e quando acossada pelo cachorro sobe numa árvore do páteo da casa do meu filho Marcelo e da Eleonora. Aí conseguem se entender aos poucos, dialogando e se conectando.

 
A moral da história nos serve como uma luva. Podemos ser diferentes, podemos ter idéias divergentes, podemos até falar linguagem diversa, podemos ser adversários, mas é possível conviver um com o outro. Basta o diálogo e a compreensão mútua.  Bonito , não ?


Na foto acima está minha homenagem para a Eleonora, minha nora, o Marcelo, meu filho, a Paola e a Carolina, minhas netas, pois toda a familia se envolveu com o espetáculo. Mas, sem dúvida, os parabéns maiores são para a querida, talentosa e bela Eleonora, que viu o coroamento de seu sonho e tem agora mais uma emocionante história de vida para contar.

URUGUAIANA FESTEJA A GATINHA LUZIA

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Acabo de chegar em Uruguaiana, cidade da fronteira oeste do RS, ligada à Paso de los Libres, na Argentina, por uma ponte internacional, inaugurada por Perón e Dutra em 1947.


Uruguaiana dista de Porto Alegre 640 km pela BR 290. É longe. De maneira que estou cansado da viagem de automóvel. A estrada está cheia de buracos de novo.

Vim até aqui por dois motivos: um para consultar um renomado médico otorrino, Dr Jorge Kapell , e outro para assistir o lançamento do livro de autoria de minha nora Eleonora Medeiros, a Gatinha Luzia.

Voltar à terra natal é sempre bom. Tenho gratas recordações de Uruguaiana, onde tive uma infância feliz, fiz concurso e ingressei no BB como auxiliar de escriturário em 1957, portanto há quase sessenta anos. Me lembro do dia da posse, 11 de abril, como se fosse hoje. O Glicério Midon, associado da AFABB Rs que mora em POA, era o chefe do Funci - cargo que não existe mais - e me recebeu com os trotes daquela época, como o de guardar a chave, que me entregou, responsável para abrir o balanço.

Infelizmente o prédio de dois andares não existe mais. Foi demolido. Hoje o BB está instalado num prédio moderno de quatro andares, inaugurado pelo presidente Nestor Jost, que começa a ficar ocioso, com alguns espaços vazios, pois os funcionários diminuiram, trocados pelas maquinetas.

Em Uruguaiana estão as minhas raízes mais fortes. Aqui me casei em 1963 com a Ana Arriaga e aqui nasceram meus quatro filhos. Estava convidado para ser prefeito quando o Governador Sinval  Guazelli me convocou para ser vice presidente do BADESUL em Porto Alegre, no ano de 1975. Eu tinha 37 anos. Fui e fiquei lá até hoje.

O Marcelo, meu filho mais novo, engenheiro agrônomo, ficou em Uruguaiana cuidando das lides rurais. Casou com a Eleonora, que sempre foi apaixonada por contos infantis, tanto que criou a Livraria Carochinha, especializada na área. Além disso se dedicou a ser contadora de histórias infantis, encarnando personagens e utilizando sua linda voz para cantar músicas, dando mais encanto aos contos.

No momento atual em que as crianças estão envolvidas demais com celulares e tablets, acho extremamente saudável que pessoas procurem tira-las um pouco desse meio digital para traze las ao mundo mágico da fantasia, onde os sonhos acontecem e povoam a nossa imaginação.

A Eleonora hoje vai lançar um livro, um disco e encenar uma peça teatral com o tema de sua Gatinha Luzia. Ela vai contar, cantar e encenar. Sobretudo ela vai realizar um sonho há muito acalentado. Sonhos e fantasias também se realizam no mundo real. Hoje isso se comprova aqui em Uruguaiana

Parabéns Eleonora. Que essa seja a primeira de outras realizações. Desejo sucesso continuado. A gatinha Luzia certamente terá novas e empolgantes aventuras. Estaremos aguardando ansiosos por elas.



ENCONTRO DE SAUDE

domingo, 2 de novembro de 2014

Na próxima quarta feira, dia 5 deste mês de novembro, vai se realizar em Porto Alegre , o encontro de saúde promovido pela Cassi.  Um dos objetivos é a  renovação dOs membros do conselho de usuários. A AFABB RS tem quatro membro.s, dois aposentados e duas pensionistas, sendo que um deles, o Maeda, é o coordenador do conselho.


O palestrante escolhido para o evento é sensacional. Trata se do médico J.J. Camargo, o melhor cirurgião de pulmão do RS, com cerca de trinta mil cirurgias já realizadas. Além disso, trata se de figura humana digna de louvor e um escritor consagrado, redator do caderno de saúde da Zero Hora.

Por isso lamento não poder estar presente no encontro de saúde da Cassi. Tenho compromisso já agendado há tempos em Uruguaiana. Um com meu médico otorrino. Ah ! Essa tal de terceira idade é fogo ! Outro com minha nora Eleonora, que vai lançar seu primeiro livro infantil, a gatinha Luzia.

Mas a AFABB RS estará bem representada no encontro, pelo Pereira e pelo Lahorgue, este último também fazendo parte do conselho de usuários, substituindo ao Eli Figueira, que por longos anos deu uma valiosa contribuição ao conselho.

Ao que consta virão a Porto Alegre todos os dirigentes da Cassi, eleitos e indicados, tornando a ocasião uma excelente oportunidade para debater o futuro da entidade, que parece não ser tão negro e caótico como se anunciara em Camboriú, pois a Caixa possui um bilhão e meio de reservas ainda.

O encontro será no auditório da Super RS  e deve receber um grande número de presenças. Ainda há poucos dias uma caravana percorreu o interior do RS, com o nosso vice Pereira fazendo parte, divulgando o evento.

Desejo sucesso.


IREMOS DE TRABUCO PARA A BATALHA ?

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

A bolsa, como se esperava reagiu. Eu falei que estava bom para comprar a 50.000 , lembram ?


A reação veio através da informação de que o Lula teria indicado três nomes para Ministro da Fazenda. Meirelles, Barbosa e Trabuco. O mercado reagiu bem, especialmente com relação a Trabuco, atual presidente do Bradesco.

Outra notícia nos diz respeito. Henrique Pizzolato não será extraditado e foi solto na Itália. Foi considerado na decisão que as prisões brasileiras não possuem conforto nem segurança suficiente para abrigar personalidade tal, que estaria sofrendo de distúrbios psiquiátricos.

Pizzolato deu entrevista e tocou flauta em cima do BB, alegando da impossibilidade dele sozinho ter dado sumiço em setenta e cinco milhões. Vai ficar tudo por isso mesmo ?  A presidenta Dilma afirmou que uma de suas metas no novo Governo seria terminar com a impunidade.

Enquanto isso aqui no Brasil o José Dirceu também sai da cadeia e vai cumprir pena em casa, por bom comportamento. Sem comentários. O Lula e a Dilma que se preparem. Vem chumbo grosso aí.

A reforma política da Dilma é só para distrair os incautos e tirar o foco da economia. O Congresso ficou ofendido e reagiu.

E quem diria que as criminosas não se amam e não se atraem nessa primavera caliente ?  As duas maiores vão se casar na po. Como poderão dormir tranquilas?  Ainda mais que uma terceira foi rejeitada ?  Meu Deus !

A Petrobrás tem reunião do conselho de administração na sexta feira, quando se aguarda que seja decidido aumento nos combustíveis. As ações da Petrobras devem melhorar sua performance, mas a inflação vai piorar. E em novembro tem a reunião do G 20. O novo ministro já deve então ter sido escolhido, terminando com as especulações.

Quando que nós do BB iríamos imaginar que o Bradesco, nosso arqui rival, ia mandar na economia e consequentemente no Banco do Brasil ?  Nunca.

Esse mundo está todo virado .

E vamos que vamos !  Ou não vamos ?

Vamos sim, de trabuco e tudo. Já tenho audiência marcada no Palácio do Planalto.

Sério. Sério mesmo.


DESDOBRAMENTOS DA VITÓRIA DA DILMA

terça-feira, 28 de outubro de 2014

O dia seguinte da vitória da Dilma não foi glorioso. Bolsa em queda e dólar em alta, a maior dos últimos dez anos. A declaracao do Ministro Mantega é de quem realmente merece sair já, talvez hoje mesmo, para acalmar o mercado e dar uma satisfação ao povo brasileiro. Ele dizer que os eleitores aprovaram nas urnas a política economica é um escárnio.


Os jornais trazem também a notícia de que os presidentes do BNDES e do BB vão sair. Bendine está muito desgastado.

Conforme eu já havia comentado no blog, os reflexos na Previ, especialmente nos ativos de renda variável, será o pior possível. Ibovespa a 50.000 pontos é um desastre para nós.  Sepulta nossos melhores sonhos e cria um péssimo clima de negociação e de administração.

A presidenta deu várias entrevistas. Seu desempenho eleitoral nos debates foi notável, comandado por seu marqueteiro. Porém, talvez em virtude do susto que levou no início da apuração, pois só passou a ganhar depois das 19,30 hrs, a tenha deixado um pouco abalada emocionalmente, suas manifestações após a vitória não foram no mesmo nível.

Vindo dela a palavra DIÁLOGO, por seu perfil sabidamente autoritário, por isso mesmo apelidada de Dilma mandona, soa como algo fantasioso. Parece mais ou menos assim, vamos dialogar mas desde que façam aquilo que eu mandar.

Se de fato existe essa disposição para o diálogo, vou procurar colaborar e me aproximar dela para entregar nossas reivindicações. Tenho como fazer isso.

No mais, para mim a eleição é página virada. A vida continua. Certamente um pouco mais amarga e preocupante, mas continua.

Vamos que vamos.

GANHOU DILMA ! NO RS DEU SARTORI !

domingo, 26 de outubro de 2014

Resultado apertado, menos de três por cento de diferença. O empate técnico das pesquisas com ligeira vantagem da Dilma.


No RS o Sartori ganhou por larga diferença, mais de vinte por cento.  

O país sai rachado dessa eleição.  Muitas feridas de difícil cicatrizacao. 

Desejo que a presidenta Dilma tenha a humildade de saber avaliar as razões e as causas pelas quais quase perdeu e saiba corrigir os erros. 

Nesse momento o Tribunal declara a vitória da Dilma.

Parabéns.

Que Deus a ilumine.

Desejo lhe todo o sucesso nesse segundo período.

Estou ansioso pela mudança do Mantega no Ministério da Fazenda e os desdobramentos dessa substituição já anunciada pela presidenta Dilma.

Votei no Aecio mas por causa da alternância e da proposta de mudança. Porém sempre tive grande rejeição pelo FHC, cuja gestão no BB critiquei na época, inclusive num livreto publicado pela Anabb.

Assim, recebo o resultado com tranquilidade e expectativa de melhorias. Alguns dos meus  filhos votaram na Dilma e tenho um irmão que participa da administração federal.

Terminado o processo eleitoral, agora é hora de voltar nossa atenção para nossos problemas e nossas reivindicações.

Mãos à obra.

É HOJE O DIA ...

Dia final da eleição presidencial e governamental.  Pouca gente nas ruas. Será que a abstenção vai ser grande ?


Para o Governo Estadual existe uma certa indiferença porque as pesquisas todas davam vitória fácil para o Sartori contra o Tarso.  Mas a disputa entre Aécio e Dilma deveria despertar maior interesse pela maneira agressiva da campanha eleitoral.

Acho que o Aécio foi melhor do que a Dilma no último debate.  Ela se atrapalhou, gaguejou, cometeu gafes.  Na última hora, ontem, face a denúncia da Veja quis posar na mídia de vítima, mas não é uma faceta dela, que é de brigar, não de se lamuriar.

Apesar de não compreender como o Aécio não usou de toda a munição que dispunha e apesar das últimas pesquisas apontarem vitória apertada para a Dilma, arrisco palpitar que o Aécio Neves vai ganhar o pleito.

Não, não estou usando a minha bola de cristal, nem se trata de previsão. É um mero palpite.

Desejo que todos participem do processo eleitoral democraticamente e exerçam o seu dever cívico de maneira consciente.

Que Deus nos ilumine e ganhe o melhor para o Brasil.

Eu vou de Aécio e Sartori. Com todo o respeito à posições contrárias. Não sou de ficar em cima do muro.

DEBATE DECISIVO NA TV

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

O debate de hoje na TV Globo é decisivo para as eleições presidenciais. Para governador aqui no RS já está decidido . Sartori ganha do Tarso por mais de vinte pontos. Ninguém engoliu o veneno destilado pela destrutiva propaganda eleitoral do PT, que visou desqualificar e ridicularizar o candidato Sartori. Todos sabemos que o Tarso é só papo furado, não fez quase nada no Governo, só promete, promete e promete. Ao contrário, o Sartori diz que não promete, mas faz. Hoje a dívida do Estado é impagável. Tarso havia prometido negociar com a Dilma. No findar das luzes, está anunciando nova ponte no Guaiba e duplicação da BR 290 .  Pode ?


Quanto à eleição presidencial, Dilma ultrapassou Aecio nas pesquisas. Isso já era esperado. A campanha da Dilma pegou pesado em cima do Aécio, procurando classificar ele como candidato dos ricos e ela dos pobres e dos emergentes, que é o grande contingente eleitoral. Pegou o recado. Os indecisos foram na conversa do marqueteiro Santana. E Lula foi destaque na mídia chamando Aecio de filhinho do papai. Dilma aplaudiu. Bem feito, quem mandou ele me chamar de leviana.

Com esse cenário a bolsa despencou antecipando o resultado das eleições e o dólar disparou. Não adiantou o novo escândalo noticiado sobre o BB dando empréstimo para socialite inadimplente, nem a declaração do delator que Dilma e Lula sabiam do esquema de desvio na Petrobras.

Acho que hoje o Aécio tem que pegar duro de novo. Não pode ser morno. É o que eles querem. O recado foi esse de que o eleitorado está rejeitando os ataques. Não, não está rejeitando ataques à corrupção, ao enriquecimento do Palotti, ao aparelhamento da máquina, ao desvio de recursos. Rejeita ataques pessoais. E Aécio não pode ser tímido hoje. Se for, terá perdido a eleição. Aliás , não entendo essa campanha do Aécio. Focar nas obras, como transposição do São Francisco e Ferrovia Norte e Sul não dao Ibope. Tem que ir no mercado e mostrar o preço dos alimentos subindo. Nas ruas mostrando a violência. Nos hospitais mostrando as filas. Nas escolas mostrando o despreparo. Não entendo essas omissões. E principalmente provando que a alternância no poder é saudável, pois oxigena o sistema. Marina finalmente apareceu na TV, timidamente.

De qualquer maneira, vou estar ligado na TV hoje à noite. Espero não me decepcionar.

Não falo hoje em Previ porque com esse número do Ibovespa a situação das aplicações em renda variável é catastrófica e o resultado preocupante, colocando por terra quaisquer tentativas de melhorias para os participantes. Mas sempre resta uma esperança. Será que o milagre vai acontecer ?

O QUE NOS ESPERA ?

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Dólar em alta, a R$ 2,50.  Bolsa em baixa, a 52.000 pontos.  Inflação em alta, PIB em baixa. Superávit ou déficit no final do ano ?  A Petrobrás teve hoje a nota rebaixada na bolsa. Perdeu 7%.

Apagões, falta de água, telefone mudo. Tragédia ou Progresso. Tristeza ou alegria. Desgraça ou Felicidade.

Tudo isso está em jogo nesse momento. Especialmente: mudança ou continuismo.  Alternancia ou permanencia.

O que nos espera ?  O que nos interessa ?  O que podemos ou devemos fazer ? Paixões partidárias a parte, como podemos participar desse processo democrático e cívico ?

Acho que em primeiro lugar devemos repudiar a baixaria que marcou a campanha eleitoral e as mentiras que foram lançadas na mídia.  Infelizmente essa tem sido uma tática muito empregada ultimamente. O nível caiu muito nessa etapa final aqui no RS.

O que precisamos é de debates construtivos e claros para podermos decidir quem é o candidato mais afinado com nossas idéias e com nossos interesses.

Uma coisa é certa após 26 de outubro o país vai amanhecer diferente, qualquer um que ganhe.Nada mais será igual. As estruturas foram abaladas. Mexeran fundo com as instituições.

Ontem no debate promovido pela Anabb o Arminio Fraga deixou bem claro que vai prestigiar os bancos públicos e valorizar o seu funcionalismo, dando enfase para a meritocracia e a governança. Dito isso, é mais uma mentira que se acaba e que corria solta pela internet.

Vamos torcer por um final feliz dessa campanha.  Por falar nisso, não entendi porque a Marina ficou quieta, não foi para o palanque, ficou só no apoio ao Aécio.

No debate da Record, de domingo, o Aecio falou a favor do funcionalismo dos bancos estatais. Acho que leu o documento que entreguei para ele, que numa foto divulgada pela Zero Hora se via claramente que estava no bolso da sua campeira.

Nosso futuro está em jogo, o futuro de nossas aposentadorias e pensões, o futuro da Previ, com certeza.