OUTUBRO FINDANDO E O ANO SE ESVAI

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Pois é, outubro está na segunda quinzena e este ano complicado chega próximo do fim.


Até agora vamos sobrevivendo. Minha esposa, que tem doença auto imune, já fez o reforço com a Pfizer. Não teve reação, a não ser dor no braço onde aplicaram a vacina. Eu devo fazer o reforço em novembro.

Muito interessante, como sempre, o comentário do mestre Aristophanes inserido no último post. Quem não leu, deve fazer. Vou ver se a Afabb Rs encaminha a Previ as sábias e bem fundamentadas sugestões do Mestre.

Temos que sair da mesmice dos diretores da Previ que só se reportam a sua obrigação de pagar nossos benefícios em dia. 

A bolsa teve melhora, embora o cenário ameaçador e as inquietudes do mercado com a crise hídrica e energética, bem como a inflação, agora acima de dois dígitos. Hoje está a 114 mil pontos. Já esteve a 110 mil. A Vale está a 80,00 a ação.  Subindo. Então dá para encarar algumas medidas.

Continuo achando pouca transparência na divulgação das informações financeiras e administrativas de nosso fundo de pensão. Uma vez escrevi um artigo sobre as despesas secretas da Previ que teve repercussão internacional. Acho que foi em 2008.

Faz tempo que não vejo publicado qual o maior e o menor benefício da previ para aposentado e pensionista. Antes esses dados, que são relevantes, eram obrigatórios. Também não entendo porque nossos dirigentes de entidades não fazem essa pergunta nos encontros com os diretores da Previ.

Os honorários de diretores e conselheiros também devem ser divulgados, detalhados e analisados. Os bônus obrigatórios ou eventuais igualmente, assim como os valores com os recursos humanos e com as despesas jurídicas.

Pensem nisso, mais na frente talvez valha a pena se aprofundar nessa matéria, se as providências que devem ser tomadas a nosso favor forem adiadas ou negadas.

Vamos que vamos.

VIDAS QUE SE VÃO

sábado, 9 de outubro de 2021

Vamos envelhecendo e vamos morrendo, seguindo a ordem natural da existência.


Velhos companheiros de jornada vão nos deixando e a recordação dos bons momentos que passamos juntos começam a povoar a nossa memória.

Com certeza não somos eternos. Nossa passagem por aqui é rápida e passageira. O que ficam são as nossas façanhas, os nossos momentos mágicos, a nossa contribuição para o bem comum, a nossa utilidade para as causas que abraçamos.

Em pouco espaço de tempo perdemos dois presidentes de associações de aposentados. Nereu Lagos da Afabb PR e Ney Seabra da Afabb Brasilia. Dois colegas pertencentes a velha guarda dos aposentados do BB, dois amigos meus, com quem convivi durante os combates a favor das nossas causas pela defesa de nossos interesses e dos direitos arduamente conquistados.

Existem mais da velha guarda ainda vivos. O grande mestre Rui Brito, Gilberto Santiago, Egídio Piani  e Isa Musa Noronha, que preside a Federação das Associações de Aposentados. 

Presto aqui minha homenagem ao Nereu e ao Seabra. Lembro de como lutamos juntos em 1997 contra a apropriação dos recursos da Previ por parte do BB, na engenharia financeira construída por Caetano e João Octávio Noronha.

Eles fizeram a sua parte, merecem descanso eterno agora.

Obrigado Nereu e Seabra. Vão em paz.

DE DIA FALTA ÁGUA, DE NOITE FALTA LUZ

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Incrível, mas estamos a beira de um colapso hídrico e energético. E incrível como isso não foi devidamente previsto pelos analistas de plantão e futurólogos.


No mercado bursatil só se falava em retomada da economia pós pandemia e na bolsa chegando aos 140 000 pontos. 

E de repente se sabe que existem apagões pelo mundo todo. Fábricas parando de produzir, shopping funcionando a luz de velas, cidades inteiras sem um pingo de água nas torneiras. O que que é isso ?

Onde está a realidade ? O que a mídia e a imprensa estão divulgando ?

A Vale é, na expressão do presidente da Previ, a cereja do bolo. Pois ela caiu de 120 para 75 reais a ação. Um tombo espetacular, baseado no preço do minério de ferro que desmoronou. Por sua vez o petróleo fez o contrário, subiu muito, baseado na demanda. O carvão também. E com isso a inflação sobe também. 

Aqui no Brasil já se fala em greve dos caminhoneiros, o que seria um desastre. E o Guedes fala em privatização do Banco do Brasil nesta hora. Ele é uma grande decepção. Os índices da economia brasileira são frustrantes. Bolsonaro declarou nesta semana que nada está tão ruim que não possa piorar. Põe pessimismo nisso.

Eu estou participando dum ciclo de conferências chamada de Fronteiras do Pensamento, com palestrantes internacionais célebres, alguns prêmio Nobel e Pulitzer, para tentar entender esse novo mundo que se descortina pós pandemia. Tento achar uma explicação e um caminho para sobreviver com senso crítico e consciência.

Enquanto isso, com minha idade avançada de 83 anos, utilizo a fórmula que sugeri em minha última postagem, e que poucos apreciaram. Não ter a vergonha de ser feliz. Nem medo.

É POSSIVEL ENVELHECIMENTO COM PRAZER ?

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

A velhice é a melhor idade ou a pior ?
Por muitos anos ouvi falar da velhice, ora para o bem, ora para o mal, por causa das perdas, perda da memória, perda da mobilidade, perda de amigos e parentes.
Posso falar de cadeira da velhice, pois estou afundado nela, tenho 83 anos, bem vividos, graças a Deus.
O que estou achando ?
A primeira certeza absoluta é de que é a derradeira idade. Depois dela, nada. Só nossos restos mortais ou nossas cinzas, que serão enterrados ou guardadas em potes de porcelana.
A segunda certeza absoluta é de que, sendo assim, não podemos desperdiçar o nosso tempo, pois ele passa rápido, implacável, inexoravelmente.
Fazer o quê nessa idade terminal, que muitas vezes nos impõe limitações de ordem física e de saúde ? Eu, por exemplo, não posso jogar mais tênis, um esporte que adorava, por causa de um glaucoma.
Entendo que só tem uma maneira de levar a velhice a bom termo. Encara-lá com espírito esportivo, seletivo, bom humor, com amor no coração e com coragem.
Chegou a hora de agir com sabedoria, aproveitando a experiência que a vida nos deu.
Vamos priorizar aquilo que nos dá prazer e desfrutar o máximo de cada momento feliz que a vida nos proporcionar, a cada dia e a cada noite.
Nunca foi tão verdadeira a máxima de não deixar para amanhã o que se pode fazer hoje. Sim, porque o amanhã pode ser tarde demais. Meu irmão morreu dormindo, aos 64 anos, na véspera de viajar para a Alemanha.
Qual o meu recado ?
Atrevo-me a sugerir, pela minha vivência, que respeitando seus limites, arrisque mais, ouse mais, tente coisas novas, mas não abuse.
Tome água. Hidrate-se. Mexa-se. Vida sedentária faz mal. Eu caminho seis mil passos por dia. Cinco quilômetros, para queimar o excesso de glicose. Me faz um bem danado. Tire o traseiro do sofá da sala. Dê um descanso ãs series de TV. Viaje. Viajar é viver.
Socialize. Não se isole demais. Conviva com gente bem humorada e de boa energia. Não se deixe abater nem deprimir. O que a vida exige de nós é coragem.
Como há pouco disse Richard Gere, famoso artista de cinema, se ainda tiver tempo, tome sol, tome banho de mar, faça o que lhe dá prazer, seja tolo, seja louco, estranho, seja você mesmo. Não o que os outros querem que você seja.
Enfim, não tenha medo nem vergonha de ser feliz, pois a vida é bonita, é bonita e é bonita, por isso cante, dance, coma chocolate, tome um chopp cremoso, um vinho honesto, um champanhe gelado, tenha fé em Deus, seja útil, perdoe os inimigos, leia um bom livro e veja um bom filme, cultive o sorriso, namore, ame, e, sempre que puder,
SOLTE A FRANGA.



E O MUNDO CAIU

terça-feira, 21 de setembro de 2021

A bolsa desmoronou ontem. A ação da Vale caiu a oitenta e dois reais. Estava a cento e vinte. O minério de ferro caiu de duzentos a noventa dólares. Tudo por causa da gigante chinesa que está quebrada, com passivo superior a trezentos bilhões de dólares.


Amanhã, quarta feira, teremos um dia importante para o mercado com decisões do Bacen e do fed a respeito de política monetária. O mercado aposta que os juros vão subir. Um por cento.

Com esse cenário nosso superávit na Previ foi para o espaço, teremos sorte se não houver déficit a ser equalizado.

A situação é pior no Brasil por causa da instabilidade política e da decisão do Guedes de aumentar o ICMS, reprovada pelo mercado. 

Dias sombrios nos aguardam.

Enquanto isso o presidente come pizza na rua em Nova York acompanhado de seu mimoso o presidente da CEF. Vai discursar hoje na ONU, como é a praxe.

Na Cassi se discute a questão de se amenizar a coparticipação, agora que caiu a resolução que obrigou a Cassi a tomar providências agravando a nossa parte.

Vamos torcer que as coisas melhorem.

CENÁRIO ABALADO, DIRETORIA PREVI FAZ LIVE QUINTA FEIRA

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Os diretores eleitos da Previ estão anunciando que realizarão uma Live quinta feira para falar sobre as consequências negativas para os investimentos da Previ com o novo cenário econômico financeiro decorrente do clima político e institucional dos últimos dias.


Certamente o superávit diminuiu, conforme eu mesmo já escrevi aqui no blog. Mas o abalo pode ser apenas momentâneo e conjuntural. Hoje a bolsa já subia mais de dois por cento, atingindo quinze mil pontos. As principais ações se recuperavam, felizmente.

Quem estiver interessado pode acessar a Live dos diretores da Previ.

De minha parte acho que não há economia que se sustente com essa beligerância entre os poderes constituídos da nação. A carta, que alguns chamam inapropriadamente, de carta testamento, dirigida a nação, é um recuo todo aleijado e que terá alcance curto. Infelizmente.

O presidente esteve aqui na exposição de animais em Esteio no sábado. E vestia um blusão amarelo do Banco do Brasil. Ao receber uma cesta de produtos agrícolas, contendo um salame, foi grosseiro e mal educado com o governador gaúcho. Pra que ?

A imprensa gaúcha publicou matéria sobre o super endividamento motivado pela inflação dos gêneros alimentícios, e noticiou que os devedores estão contraindo empréstimos para comer. Isso é grave.

Onde vamos parar ?  Ah, os remédios subiram. Os idosos que sofram.

Desculpem meu desalento. Vou batendo em retirada peleando, mas que tá difícil, isso tá.

NADA DE NOVO NA PREVI

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

Assisti a toda a vídeo conferência com os três diretores eleitos da Previ. Durou quatro horas. Começou as três da tarde e terminou às sete.Perdi meu tempo precioso.


As associações se esforçaram para sensibilizar os diretores eleitos a olharem para os associados que são os donos da Previ e deixar de olhar apenas para a entidade. Apelaram por melhorias nos benefícios e nos empréstimos simples e imobiliário. Procuraram argumentar com a situação aflitiva que vivem alguns associados, endividados e com necessidades agravadas pela pandemia.

Os dirigentes eleitos responderam que estão limitados por marcos e por leis, por normas e por instruções, pelo estatuto e pelos regulamentos, que não podem infringir de jeito nenhum.

Chamaram atenção que os associados em vez de clamarem por melhorias deveriam estar atentos e resistindo contra as ameaças que atualmente rondam os fundos de pensão, tanto no governo como no congresso, onde existem projetos que prejudicam gravemente o sistema.

Nada de positivo resultou da reunião. Nenhuma proposta avançou nem sequer ficou de ser estudada.

Ressaltaram que o objetivo do fundo é realmente pagar os benefícios em dia e que a Previ vem fazendo isso, sem exigir contribuição extra de seus associados, ao contrário de outros fundos.

Sinto muito, mas era isso que tinha que relatar neste momento delicado da vida nacional, onde a bolsa caiu quatro por cento, penalizando os investimentos de renda variável da Previ em alguns bilhões e reduzindo o superávit  bastante.

Eta mundo véio sem porteira, como dizia o velho Lindóia no Tempo e o Vento.