TERRORISMO DA PREVI, NÃO, POR FAVOR

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Acho que hoje não sai a nota. Aliás, eu previ que sairia amanhã. Mas eles andam com uma vontade de me contrariar…
Fiquei até agora de plantão, mas vou ter que sair para ir ao aniversário do Nuno, primo de minha esposa, mas quase um filho para mim.  Levei ele para o BADESUL, passou em concurso, fez carreira solo e virou diretor do BADESUL e do BANRISUL. Tudo com muito mérito pessoal. Está fazendo 60 anos, entrou na idade sexy, e festeja ao lado da esposa Clair, com a família.
Chamo atenção para o comentário colocado há pouco no blog por quem se intitulou anônimo por trabalhar na PREVI. Vale a pena ler. Está na postagem “enquanto não sai a nota …”.  Faz terrorismo puro. Se não aprovarem não vão levar nada.
Dá a entender que os aposentados e pensionistas são ignorantes e não tem noção do que estão recebendo em troca da permissão para o BB contabilizar em seu caixa 7 bilhões e meio de reais, quantia igual ao que lucrou em todos os tres trimestres deste ano.
E ainda por cima ameaça com a possibilidade de intervenção na PREVI por conta da PREVIC.
Ora bolas !
Na realidade a PREVI já está com um supervisor da PREVIC lá dentro.  Perguntei no Congresso para o dr. Carlos Alberto de Paula, diretor de análise técnica da PREVIC, se se tratava de intervenção branca. Ele me disse que era só para acompanhar a implantação correta das últimas instruções normativas da PREVIC, com relação à contabilidade e gestão de riscos.
Agora se a diretoria bobear e deixar de cumprir seu papel claro que uma intervenção é possível. Pode até ter sido um instrumento de pressão para que os diretores se mexessem com relação ao superavit, saindo da letargia em que se encontravam.
O que foi acordado no memorando de entendimento já está no papo, não tem volta, mesmo que ocorra uma votação onde não ganhe o SIM. Dizer o contrário, é fazer o jogo do bandido e é estultice. Nos respeitem, nós fizemos esse patrimônio e sabemos o que representa 20%, que já é nosso,  por isso queremos 25%.
NÃO FAÇAM TERRORISMO. O FEITIÇO PODE SE VIRAR CONTRA O FEITICEIRO.

27 comentários:

Anônimo disse...

Eu estava absolutamente inclinado a votar sim, mas diante da agressão do anônimo funcionário da PREVI, resolvi-me pelo não. Então, eis que minha paranóia aflorou, novamente, e pensei: e se for um provocador, querendo o desgaste do sim? Ai meu Deus! Que será de mim? Onde vou parar com esta minha insegurança?

Anônimo disse...

Dr.Medeiros.

Até que seria excelente uma intervenção na PREVI. Teriam que explicar muitas coisas ABSURDAS que estão sendo praticadas pelos Dirigentes do BB/PREVI. A começar pelas fortunas concedidas a alguns privilegiados pelo tal RENDA CERTA, e outros esbulhos mais.

OS 20% NINGUÉM TIRA !, disse...

É Terrorismo PURO !!!
Dizer que o "NÃO" ganhar na votação, ninguém ganha os 2o% já acordados é terrorismo (ou Burrice).

VOTO NÃO, PORQUE QUERO 25% COMO ESTÁ OU QUE FIQUE EM 20% E INCLUA A VERBA DE BENEFICIO DO INSS !!

voto não porque quero de volta os valores pagos além da 360/360 ...

voto não porque quero melhoria perene nas pensões.

e assim por diante...(14º beneficio, igual a "Valia"p.ex.)

Ei votantes do Plano 1: os tais vintão já estão no papo, já estão garantidos, votamos NÃO para OUTRAS MELHORIAS DENTRO DO PLANO 1!

(entenderão ou vamos ter que desenhar ???_)

Ou 20% não são estornáveis (ficou + bonito?)

Anônimo disse...

Olha coleguinhas aposentados, se eu que estou desesperada por qq valor que caia na conta, já estou certa de votar Não,então todos vcs tem de pensar. Quem pensa pequeno, só tem coisa pequena. Vale a pena pagar p ver. Mesmo assim o BB odeia aposentado BB. Tem colegas da ativa que nos menosprezam. Quem não tem uma história destas p contar? Esta oportunidade para mostrar que os velhinhos ainda podem fazer algo, me parece única.

Anônimo disse...

EU HELENO PINTO NOBRE; MATRIC. 3.984.740-3; SUGIRO PARA QUE ESTES CRETINOS QUE NÃO TEM O QUE FAZER SE IDENTIFIQUEM OU FIQUEM CALADOS POIS QUEM NÃO SE IDENTIFICA É ALGUÉM QUE NÃO TEM CORAGEM DE ASSUMIR SUA IDENTIFICAÇÃO. O QUE ELES TEMEM ? NÃO PRECISAMOS DESTE TIPO DE AMEAÇA. CADA UM QUE EU SAIBA NÃO É RETARDADO E TEM UMA CONSCIÊNCIA E LIBERDADE DE RACIOCÍNIO. O TEMPO DA DITADURA JÁ FOI E NOS DEIXOU UMA MÁ LEMBRANÇA; PELO MENOS NA MINHA VISÃO QUE TINHA 13 ANOS EM 1.964. EU NÃO CREIO QUE NEM OS MILITARES GOSTARIAM DE VOLTAR A ASSUMIR O PODER. QUEM NÃO TEM CORAGEM DE SE IDENTIFICAR DEVE EM MEU ENTENDER FICAR CALADO. ALIÁS NÃO DEVERIA SER EDITADO O COMENTÁRIO DESTE SUPOSTO "AJUDANTE". VAI GANHAR O TEU DINHEIRINHO NA PREVI ENROLÃO. OU MELHOR VAI PARA O DIABO QUE TE CARREGUE. QUEM ÉS TU ? TE IDENTIFICA; DE QUE TENS MEDO CARA ?DE PERDER A TUA BOQUINHA. SABE LÁ SE POR ACASO FIZESTE UM CONCURSO PÚBLICO PARA ENTRARES OU FOSTE NOMEADO POR ALGUM MAMADOR DE LÁ DE DENTRO. TOMA VERGONHA NESTA CARA.

bigsaranha disse...

Alô Dr. Medeiros:
Entrei no site da contrafcut e postei a mensagem abaixo, para a transmissão ao vivo, amanhã dia 2/12.

Ao Sasseron:

"Reporto-me à reunião de apresentação de resultados da previ, ocorrida em abril desse ano, em belo horizonte, para relatar o que se segue:

"Na ocasião, da platéia, eu afirmei que o banco estava praticando A MÃO GRANDE em nosso dinheiro, inflando o seu balanço com recursos do superavit e você respondeu-me que não havia mão grande e que outros fundos já estavam efetuando a repartição 50x50. Ao tempo que eu afirmo que existe a mão grande e usurpação de direitos, pergunto se você continua com a mesma opinião.

Russel Furtado dos Santos
Belo Horizonte

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, não sei porque a maioria dos colegas se manifesta ANONIMAMENTE. Dizer as coisas sem se identificar é muito cômodo. Por isso vimos alegações absurdas neste blog.
Colegas, vamos defender nossos pontos de vista com coragem, identicando-nos.

Luis Eustáquio de Castro - Araxá-MG

Anônimo disse...

BOM DIA; MAIS UM POUCO; NINGUÉM ACREDITO EU; ENTROU PELA PORTA DOS FUNDOS NO BB. SOMOS PESSOAS QUE PRESTAMOS CONCURSO PÚBLICO; TRABALHAMOS BASTANTE TEMPO; COMECEI EM 06.06.1977 ATE 31.03.2004; SOMOS ADULTOS; MAIS PARA LÁ DO QUE PARA CÁ; JÁ TENHO 59 ANOS DE VIDA. NASCI EM 04/1951; JÁ ESTOU VELHO DEMAIS PARA OUVIR CERTAS AMEAÇAS OU VELHACARIAS; E NÃO ESTOU AQUI PARA BRINCAR; OU SEJA ESTAMOS AQUI AINDA COM MUITA VONTADE DE CONTINUAR BRIGANDO POR NOSSOS INTERESSES. DER O QUE DER ASSUMIMOS NOSSAS POSIÇÕES E NOS IDENTIFICAMOS; SE QUISEREM DECLARO ATÉ RG E CPF. AGORA COM RESPEITO AO SUPOSTO AMEAÇADOR; QUEM É ? A QUANTO TEMPO TRABALHA NA PREVI ?. ACHO QUE NO BB NUNCA ENTROU A NÃO SER TALVEZ PARA PEGAR O SEU DINHEIRINHO. ESPERO ME TER FEITO ENTENDER; E ACHO QUE OS SEUS OU ESTES TIPOS DE COMENTÁRIOS NÃO DEVERIAM SER NEM EDITADOS PARA NÃO NOS DESESTIMULAR EM NOSSOS OBJETIVOS. QUAL O INTERESSE DESTE CAMARADA NA QUESTÃO; ELE SERÁ BENEFICIADO DE ALGUMA MANEIRA ? ACREDITO QUE NÃO TEM NADA A VER CONOSCO. ENTÃO; COM CERTEZA SR. MEDEIROS O SR. É O RESPONSÁVEL PELO BLOG E LHE RESPEITAMOS POR TUDO QUE O SR.TEM FEITO DESSINTERESADAMENTE.

ENTÃO ESTES TIPO DE COMENTÁRIOS NÃO NOS AJUDAM EM NADA E NÃO DEVERIAM NEM SER LEVADOS EM CONSIDERAÇÃO. ENCERRO AGRADECENDO E ME IDENTIFICANDO SEMPRE . HELENO PINTO NOBRE . MATRIC.3.984.740-3. ESTAMOS DE OLHO E PREOCUPADOS ACOMPANHANDO TUDO O QUE DIZ RESPEITO AOS NOSSOS INTERESSES. UM ABRAÇÃO. E VOTANDO NÂO; NÃO; PUDESSE EU VOTAR VÁRIOS. CONTRA A SAFADEZA E A MÃO GRANDE; ALIÁS CHEGA DE MÃO GRANDE. AGORA UMA PRECONCEITUOSA; A PREVI NO RIO DE JANEIRO ( É BUCHA ).!! É SÉRIO.

Sig disse...

Prezado Dr.Medeiros:

Por ser muito útil e proveitosa a resposta -que certamente será do interesse de muitos aposentados-, pergunto-lhe, por saber o quanto o senhor é experiente e conhecedor de nossa Ciência Jurídica:

1-Quais os requisitos necessários para os aposentados que queiram ingressar com a ação judicial conhecida como "RMI" -por exemplo: posse no BB, data da aposentadoria, se pós ou pré 97; há tempo mínimo como aposentado?; quem tem que ser o réu (ré)?,etc-.

2-E sendo a ação judicial visando a Revisão do Benefício do INSS.
Sei que o réu é o INSS, e que a ação é julgada pela Justiça Federal (podendo ser até o Juizado Especial), entretanto, também lhe pergunto os mesmos requisitos necessários formulados no parágrafo 1.

Dr. Medeiros, perdoe-me pelo "abuso" das perguntas. A razão são as diversas opiniões contraditórias e ilógicas que já lí sobre os assuntos. Desejo, portanto, elucidar o assunto com a opinião ABALIZADA, CONCEITUADA DE VOSSA SENHORIA!

Antecipadamente, agradeço-lhe pelas sábias respostas que receberei!.

Sigismundo de Rezende Borges

Anônimo disse...

Dr Medeiros, precisamos denunciar a PREVI e o BB através da imprensa! Estão pensando que somos velhos idiotas, esclerosados! E outra não tem nada do BB não gostar dos aposentados , pois o patrimonio que temos na PREVI fomos nós que construimos!!!Será que seria posssivel uma sindicancia nos bens dos grandões da PREVI????????????

Anônimo disse...

PREVI, faz um adiantamento no dia 20.12, relativo a distribuição do Superavit.

Anônimo disse...

MB em Debate sobre acordo do superávit da Previ
Ao vivo, programa de quinta-feira 2 esclarece dúvidas dos participantes


São Paulo - Os diretores eleitos de Seguridade e Administração da Caixa de Previdência dos funcionários do Banco do Brasil (Previ), José Ricardo Sasseron e Paulo Assunção, respectivamente, são os convidados desta quinta-feira 2 no programa Momento Bancário em Debate.

A partir das 20h, ao vivo no site do Sindicato, ao lado da presidenta Juvandia Moreira, Sasseron e Assunção vão esclarecer dúvidas sobre o acordo que prevê a distribuição do superávit aos participantes do Plano 1.

Para valer, o acordo será submetido à aprovação de funcionários da ativa e aposentados por meio de consulta aos associados do Plano 1 da Previ, entre os dias 9 e 15 de dezembro. Funcionários da ativa votam pelo Sisbb e aposentados e pensionistas, pelo 0800-729-0808.

O acordo prevê a criação de um fundo especial que será destinado a um benefício especial temporário de 20% da complementação de aposentadoria dos aposentados e pensionistas e beneficiará também os futuros aposentados. Com os recursos, o benefício mínimo também será elevado temporariamente de 40% para 70% da Parcela Previ.

Atendendo à reivindicação do funcionalismo, o banco incorporará permanentemente os benefícios de remuneração e de proporcionalidade. A incorporação será custeada pela reversão dos fundos na reserva matemática sem novos custos adicionais, dando mais segurança com a perenidade dos benefícios. Já as contribuições continuarão suspensas por três anos.Vejam no site Sindicato dos Bancarios

LUIZ FERNANDO disse...

AMIGO MEDEIROS, cabe a nós , esperar o documento oficial da PREVI,sobre esclarecimentos. Se não ficamos em conjecturas fúteis, ilusionistas. E penso eu, será aprovado(só os da ativa ja chega) e depois, acho, que cada um deve procurar seus direitos.Parabéns, pela lisura de suas informações.

Anônimo disse...

Prezado anonimo de 1.12.10 - 8:03 h

Melhor seria dito: ""Atendendo à reivindicação de MEIA DÚZIA de escolhidos do funcionalismo, o banco incorporará permanentemente os benefícios de remuneração e de proporcionalidade "".

Apesar de ter pago a PREVI por quase 40 anos, nao vi UM centavo de nada até agora. Por isso, já ingressei na justiça e tenho decisao favorável no RENDA CERTA, além de Audiencia marcada para o RMI em face da Previ.

Anônimo disse...

Caro Dr.Medeiros,
Muita bobagem está sendo dita (e publicada) sobre a tal distribuição do superavit. Soluções, cada um acha a sua e certamente, sempre será a que mais lhe convém. Nada do que é dito como absolutamente certo está correto na visão de todos. Agradar um universo e pessoas como (nada a ver com o "como" do Serra) os associados da Previ de forma unânime é impossível. Temos todas as variantes de colegas, além dos diversos tipos de aposentadorias e pensões, temos ainda múltiplos regulamentos implantados ao longo do tempo e ainda mais, situações pessoais que aconselham muita cautela ao avaliar cada opinião, pois quem é que não "puxa a brasa" para a sua sardinha?
Uma coisa poderíamos fazer.
Quem sabe abrir uma enquete simples. Quem é contra e quem é a favor do acordo em questão? Pergunta única e capaz de ajudar no voto de muitos. Saindo de seu site (que reúne grande credibilidade), ainda teríamos o contraponto antecipado ao que certamente irá fazer a Previ. Servirá até mesmo para conferir a seriedade da pesquisa de nossa Fundação.
Um abraço

Mauricio disse...

O Governo Brasileiro fatalmente será condenado na Corte Interamericana de Direitos Humanos-CIDH pelas graves violações de direitos que o banco do Brasil cometeu nas demissões arbitrárias e estas demissões serão todas "anuladas".
Cerca de 20 mil funcionários serão reintegrados, porem todos já reúnem condições para aposentadoria e serão automaticamente direcionados para a Previ, já que suas reservas de aposentadoria estão retidas no fundo de pensão. Esta é a realidade.

Se permitirem que o BB se aproprie de 50% das RESERVAS DA PREVI, poderão ter surpresas desagradáveis no futuro.
Aqueles que olham para o próprio umbigo e só pensam no agora, não esqueçam que o amanhã é muito próximo e fatalmente chegará.

Mauricio Furtado
PAQ 2000

Anônimo disse...

FAVOR PUBLICAR

1 – ESTA APROVAÇÃO SÔBRE SUPERÁVIT VAI PASSAR, SIMPLEMESMENTE PORQUE O BANCO QUER. NÃO ADIANTA ESPERNEAR E CORNETAR.
2 – NÃO SOU CONIVENTE COM O PATROCINADOR, RESPEITO O VOTO DOS OUTROS, MAS O MEU VOTO É SIM, PELOS MOTIVOS ELENCADOS ABAIXO:
A) RALO DESDE 14 ANOS, BOM OU RUIM 20% NÃO SÂO DE JOGAR FORA, E NÃO CAEM DO CÉU. QUERO APROVEITÁ-LOS ENQUANTO POSSO.
B) NINGUÉM PAGA MINHAS CONTAS.
C) DESDE O PDV EM 1995, SÓ DEUS E MINHA MULHER, SABEMOS O QUE PASSAMOS DENTRO DE MINHA CASA = SERASA, CHEQUE SEM FUNDOS, VIRADAS DE CARA, IMAGINEM CIDADE DO INTERIOR!!!!!!!!!!
D) DEPOIS QUE SAIMOS DO BANCO, NÃO VALEMOS NADA. ATÉ MESMO PARA NOSSOS PRÓPRIOS COLEGAS E PARENTES COM RARAS EXCEÇÕES.
E) TINHA UM COLEGA QUE TRABALHOU NA DG NO RIO DE JANEIRO, PESSOA ABASTADA, DO INTERIOR DE MINAS, ROCEIRO, QUE VOLTOU FALANDO CARIOCA. FUI TROCAR UM CHEQUE COM ÊLE. NA BUCHA DISSE-ME: TENHO O DINHEIRO, MAS NÃO TROCO CHEQUE PARA NINGUÉM. IMAGINEM COMO ME SENTI E ISTO TRABALHEI COM ÊLE E SE COLETASSE O CONFETE QUE ME JOGAVA, DARIA PARA ENCHER UMA CARRETA. CERTAMENTE QUANDO MORRER O DINHEIRO VAI DENTRO DO CAIXÃO COM ÊLE.
F) SAI NO PDV E CONSEGUI-ME APOSENTAR PELO INSS E PREVI. SE O BANCO LEVAR OS 50% DELE, TAMBÉM QUERO O MEU, POIS APOSENTADO EXTERNO, PAGA A PARTE PATRONAL E PESSOAL. JÁ SOLICITEI ADVOGADO NO RIO, PARA ESTUDAR O CASO.
G) TEM MUITA GENTE QUE DÁ UMA DE SAPO: JOGUEM-ME NA PEDRA!!!! JOGUEM-ME NA PEDRA!!!! MAS QUEREM É CAIR NA ÁGUA.
H) APOSENTADOS: DIREITOS, JUNTO À PREVI, QUE PODEMOS REIVINDICAR JUDICIALMENTE:

1 – CESTA ALIMENTAÇÃO. (retroatividade no máximo aos últimos 05 anos, contados do ajuizamento da ação).
2 - RMI (RENDA MENSAL INICIAL). PARA QUEM ENTROU SOB A VIGÊNCIA DO ESTATUTO 1967/1972 E SE APOSENTOU APÓS 01/01/98. (retroatividade no máximo aos últimos 05 anos, contados do ajuizamento da ação).
3 – RENDA CERTA (DEVOLUÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES A PARTIR DA 360, CONSIDERANDO INCLUSIVE O PERÍODO DA APOSENTADORIA).
4 – POSSIBILIDADE DE AÇÃO FUTURA - DEVOLUÇÃO PARA OS APOSENTADOS EXTERNOS, EM IGUAL PROPORÇÃO, DAQUILO QUE O PATROCINADOR VIER A UTILIZAR PARA SI, DO SUPERÁVIT PARA REVISÃO DO PLANO 1.(após o início do benefício, o aposentado externo contribui para a Previ, tanto com a parte patronal como a pessoal, portanto, o Superávit construído após este evento (aposentadoria), no caso de uso pelo Patrocinador, deverá ser destinado ao aposentado externo, em igualdade de condições e proporções.

I) TENHO CERTEZA QUE ALGUM ENGRAÇADINHO(A) IRÁ FAZER CHACOTA DE MINHAS COLOCAÇÕES.

Anônimo disse...

SR. JOSÉ BERNARDO MEDEIROS NETO; AQUI HELENO PINTO NOBRE; MATRIC. 3.984.740-3; VOTO NO NÃO E NÃO SOU ANÔNIMO. REALMENTE ESTOU OBCECADO POR TODA ESTA CELEUMA. IREI LHE REPASSAR OS MEUS VENCIMENTOS PARA QUE ME AJUDE A ENTENDER O QUE EU TEREI POR TENTATIVA DE MELHORA.
RECEBO DO INSS ; 1.928,25 MAIS O AUXILIO PREVI ; VERBA P300 : 2.248,49; MAIS UM AUXILIO ALIMENTAÇÃO SUB JUDICE : 289;36 VERBA P374 E VERBA P390 : 205;57. BEM TUDO ISTO; SÃO OS MEUS RENDIMENTOS; APÓS QUASE 27 ANOS. BEM SE POSSÍVEL ME PUDESSE ESCLARECER; QUAL SERIAM AS MINHAS VANTAGENS CASO O SUPERÁVIT SEJA PAGO. POIS EMBORA JÁ TENHA LIDO MUITAS INFORMAÇÕES NÃO CHEGO A UM DENOMINAR COMUM; E DESCULPE A MINHA IGNORÂNCIA. NÃO TENHO VERGONHA DE RECONHECER E DE DEMONSTRATAR OS MEUS RENDIMENTOS SE ATÉ O LEÃO ME CONSOME E SABE O QUE PERCEBO. BEM COMO O TENHO COMO AMIGO; EMBORA O SR. NÃO ME CONHEÇA. SE PUDER ME ESCLARECER NO CÁLCULO FICAREI EXTREMAMENTE AGRADECIDO; ISTO SE NÃO FOR LHE PEDIR DE MAIS. SE PUDERES OU TALVEZ CONHEÇAS ALGUÉM QUE POSSA ME AJUDAR A TER UM ENTENDIMENTO DAQUILO QUE FOR OS MEUS DIREITOS. CERTO ? AGUARDO DENTRO DO POSSÍVEL . SEI QUE TALVEZ ESTEJA MUITO OCUPADO; MAS ATÉ DIA 09.12. QUANDO INDEPENDENTEMENTE DO QUE ME ESCLARECERES VOTAREI NO " NÃO." REPETINDO LHE FICAREI MUITO GRATO SE FOR POSSÍVEL ME ESCLARECER. OBRIGADO

Anônimo disse...

AO COLEGA QUE DISSE:

O ANÔNIMO DAS 15.47H É UM CARA MUITO INDIVIDUALISTA, QUE SÓ PENSA NELE E NÃO NO COLETIVO. DESCULPE AMIGÃO PELA MINHA COLOCAÇÃO: REALMENTE VOCÊ DEVE TER PASSADO SUFOCO, A PONTO DE NÃO TER MORAL PARA TROCAR UM CHEQUE COM UM EX-COLEGA SEU. POR TUDO ISSO É QUE DEVERIA TER APRENDIDO A NÃO OLHAR SOMENTE PARA O SEU PRÓPRIO UMBIGO. ACHO QUE MUITOS DE NÓS APOSENTADOS JÁ PASSOU POR ALGUM TIPO DE DIFICULDADE DENTRO DO BANCO. MAS UMA COISA É CERTA CONCLUIMOS ACIMA DE TUDO QUE NESTAS HORAS A SOLIDARIEDADE TAMBÉM FAZ PARTE DO JOGO.
QUE DEUS LHE ILUMINE E GUIE!

APOSENTADO DE SALVADOR-BA

30 de novembro de 2010 22:24

_________________________________

COM TODO RESPEITO QUE VOCÊ MERECE, MAS VOU VOTAR SIM. VOCÊ NÃO SABE NADA DO QUE PASSEI.20% COMO JÁ DISSE, NÃO VOU JOGAR FORA. QUEIRA VOCÊ SIM, QUEIRA VOCÊ NÃO O ACORDO SAIRÁ. QUER APOSTAR????????????
AO FINAL DE MINHA NOTA TEM AS AÇÕES QUE PODEREMOS IMPOR À PREVI.
UM ABRAÇO
PS: NOSSAS OPINIÕES AQUI E EM OUTROS BLOGS, EM NADA ADIANTARÃO, PARA MUDAR OS RUMOS DA VONTADE DO BANCO.

Terex disse...

Colegas,

Penitenciando-me por emitir opiniões embasadas unicamente em informações prestadas nesse sentido pela FAABB, pelo Sindicato de Brasília e outras associações, sobre a falta de legitimidade e a inconstitucionalidade da Resolução CGPC 26, cujas ações judiciais, impetradas por essas entidades, foram infrutíferas até este momento e, mesmo havendo recurso pela parte contrariada, não há efeito suspensivo, como colocado pelo Faraco, em sua mensagem intitulada: Falsa Dicotomia Na Discussão Sobre Votação Previ e, após análise da legislação que regulamentam o sistema de previdência complementar, faço as seguintes observações:

- a distribuição do superavit é inequívoca, sob pena de sanção administrativa ou judicial aos dirigentes das entidades fechadas de previdência complementar, se não o fizer;

- a contemplação da instituição patrocinadora, no caso o Banco do Brasil, como beneficiária na distribuição do superávit, em meu entendimento, é legal e de acordo com a legislação atual, salvo interpretação judicial em contrário;

- não concordo que a distribuição desse superávit tenha critério diferente para a patrocinadora, contrariando o Art. 20, item III da Resolução CGPC 26 - “melhoria dos benefícios e/ou reversão de valores de forma parcelada aos participantes, aos assistidos e/ou ao patrocinador”;

- não há necessidade de consulta aos participantes e/ou assistidos para referendar o acordo de distribuição do superávit pois, independentemente do resultado, ganhando o Sim ou o Não, a distribuição desses recursos é uma obrigação legal, tratando-se, portanto, de um ato de gestão desde que observado, principalmente, o Art. 10 da Resolução CGPC 26.

Anônimo disse...

Do site Eleitos da Previ:
Nos próximos dias o associado do Plano 1 precisa aprovar a destinação do superávit da Previ. Essa é a condição para que o acordo negociado entre as entidades representativas do funcionalismo, dirigentes eleitos e Banco do Brasil seja implantado pela Previ depois de aprovado em seguida pelos órgãos governamentais competentes.

O voto "SIM" é a garantia de uma distribuição equânime do superávit para todos os associados. Pelo acordo, serão contabilizados de imediato, a favor dos participantes, R$ 7,5 bilhões da reserva especial do Plano 1 para serem utilizados da seguinte maneira:

* Suspensão das contribuições por mais três anos.

* Pagamento de um benefício temporário de 20%. Aposentados e pensionistas receberão mensalmente um valor correspondente a 20% de seu complemento de aposentadoria ou pensão. O associado da ativa terá creditado mensalmente um valor correspondente a 20% do complemento de aposentadoria a que teria direito se aposentasse naquele mês - esse valor ficará em contas individuais e será sacado quando o associado se aposentar ou resgatar sua reserva.

* Benefício mínimo temporário correspondente à diferença entre 40% da Parcela Previ e 70% da Parcela Previ (PP). O valor atual da PP é R$ 1.968 - assim, o benefício mínimo temporário será de no mínimo 30% desse valor.

* No primeiro pagamento após a aprovação do acordo, aposentados e pensionistas receberão de uma só vez 12 prestações mensais e o restante em prestações mensais. Os associados da ativa terão um crédito correspondente a 12 prestações em sua conta individual no primeiro mês - e o restante em prestações mensais.

* Os benefícios temporários serão pagos enquanto houver recursos disponíveis no fundo de R$ 7,5 bilhões, contabilizado a favor dos associados. * O banco concordou em arcar com o do benefício temporário do grupo pré-67.

Incorporação definitiva

Os benefícios especiais negociados no acordo do superávit de 2007 (diferença do teto de 75% para 90% da remuneração da ativa e proporcionalidade da Parcela Previ) serão incorporados definitivamente no Plano 1. Esses benefícios hoje são garantidos por um fundo de R$ 7 bilhões apartado do superávit de 2006. Se, no futuro, houvesse falta de recursos no fundo, os benefícios especiais seriam interrompidos ou o fundo teria de ser coberto com recursos somente dos associados. Com a incorporação, o banco também assume esse risco.

Serão contabilizados a favor do banco R$ 7,5 bilhões, também como forma de destinação da reserva especial. Esses recursos ficarão em conta específica no Plano 1 da Previ e serão utilizados para suspender as contribuições patronais. O restante será creditado em conta específica do banco na Previ, na mesma proporção e ao mesmo tempo em que os benefícios temporários forem pagos aos associados.

Dirigentes eleitos e entidades apóiam acordo - Os diretores eleitos da Previ Paulo Assunção, Sasseron e Vitor Paulo e os conselheiros deliberativos eleitos Celia Larichia, Mirian Fochi e Waldenor Borges participaram das negociações e apoiam a aprovação do acordo. As principais entidades representativas do funcionalismo - Contraf-CUT e sindicatos de bancários, Anabb, AAFBB, AFABB-SP, Federação das Associações dos Aposentados e Pensionistas (FAABB), AFABB-RS também participaram da negociação e apoiam a aprovação do acordo.
QUE ABSURDO!!!!

Anônimo disse...

Medeiros ou Prcirne, o que significa Benefício Temporario do Grupo Pré-67?

Rubem Tiné disse...

O cálculo é simples, Sr. Heleno, o Sr, terá direito a receber, todo mês, um acréscimo de R$ 490,81, durante seis anos, sendo que, doze parcelas serão antecipadas imediatamente, ou seja, R$ 5.889,72, serão creditadas em sua conta, assim que o acordo seja sacramentado. O Sr, também deixará de pagar a contribuição por mais três anos e outras melhoras poderão vir em 2011, pois se criará um grupo de discursão, já em janeiro de 2011. Para tanto, este acordo tem que ser aprovado pela maioria dos associados da ativa e aposentados e pensionistas, isto do dia 09 ao dia 15 de dezembro, como o Sr. é aposentado deve votar pelo 0800. Feliz Natal!

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
Estamos próximos do início do processo de votação do acordo firmado com o patrocinador. A fim de que cada um vote exclusivamente com a sua consciência sem, portanto, qualquer tipo de “influências externas”, agradeceria se Você pudesse esclarecer se existe algum tipo de fundamento no comentário abaixo transcrito, postado aqui mesmo no seu blog. Ficaremos no aguardo de sua breve e importante manifestação.
“Anônimo disse...
PREVI, faz um adiantamento no dia 20.12, relativo a distribuição do Superavit.
1 de dezembro de 2010 07:58”

Ari Zanella disse...

Luis Eustáquio de Castro - Araxá-MG

Concordo com o amigo. Por isso, no meu blog www.arizanella.blogspot.com
a pessoa só consegue fazer comentários com identificação. E não depende de aprovação do proprietário. Sai na hora. Visite-me. Só tenho 5 visitas diárias.
Um grande abraço à gente boa de Minas Gerais.

Mauricio disse...

Sinceramente não estou entendendo porque votar SIM no plebiscito.
Se mesmo que o NÃO vença, o acordo terá que ser cumprido e todos receberão as migalhas que o banco esta oferecendo, o único diferencial que rejeitando o acordo os aposentados poderão contestar no STF a inconstitucionalidade da RES 26 e no caso de sua derrubada, que com certeza acontecerá, o BB será obrigado a devolver tudo que "pegou" indevidamente da previ e os aposentados e pensionistas do PB1 poderão receber mais um pouco e a PREVI não correrá o risco de no futuro o banco se apropriar da metade de seu capital.

Então, esta na hora de partirem para ação, 80 é mais que o dobro de 33 e o NÃO só precisa de 33.000 + 1 voto.
Todo mundo conhece pelo menos um aposentado da previ e porque não começar um trabalho de convencimento, primeiro para que o aposentado VOTE, depois que vote NÃO, de minha parte já entrei na campanha, já contatei diversos aposentados da previ de meu convívio diário.

Qual o interesse dos demitidos/pdvistas em barrar a "mão grande" do banco?
Proteger o capital da previ, e nossas reservas previdenciárias que ficaram retidas lá.

Tenham certeza que os demitidos/pdvistas entrarão de bom grado nesta luta, afinal ainda somos uma grande família e isso o banco não conseguirá destruir.

Mauricio Furtado
Movimento Nacional dos Demitidos do Banco do Brasil

Anônimo disse...

AGRADEÇO AO SR. RUBEM TINÉ AS INFORMAÇÕES FORNECIDAS; INDEPENDENTEMENTE VOTAREI "NÂO" PORQUE ACHO QUE TANTO O BANCO QUANTO PREVI ESTÃO COM CERTEZA NOS SACANEANDO. NEM QUE EU NEM AUFIRA NENHUM DIREITO. PARA O INFERNO COM ESTE CRETINOS. OBRIGADO SR. RUBEM TINÉ; ACREDITO QUE SEJAS JÁ APOSENTADO. AQUI HELENO PINTO NOBRE; MATRÍCULA 3.984.740-3; JAMAIS ANÔNIMO. CONTINUAREMOS NA LUTA PERDENDO OU GANHANDO. NÃO ABRO MÃO DAS MINHAS IDÉIAS E CONVICÇÕES ; PENA QUE MUITOS SÓ PENSEM EM SI MESMOS PARA AUFERIR AS SUAS VANTAGENS. QUEM VOTARÁ NO SIM A MEU VER; ESTÁ SENDO EGOISTA; SEI QUE ALGUNS TALVEZ TENHAM PROBLEMAS MUITO GRAVES; MAS QUEM NÃO OS TEM. EU ESTOU TOTALMENTE ENDIVIDADO. MAS NÃO ABRO MÃO DO QUE É CERTO. VAMOS ATÉ O FIM E ACREDITO QUE TODOS TEM SEUS PROBLEMAS.
ISTO É APENAS UM DESABAFO; ME DESCULPEM. E NOVAMENTE MUITO OBRIGADO AO COLEGA RUBEM TINÉ; NEM SEI DE ONDE É O COLEGA; GOSTARIA DE SABER; SE NÃO FOR PEDIR DE MAIS; FORTE ABRAÇO E MUITA SAÚDE PRA VOCÊ E SUA FAMÍLIA.