DESPEDIDA EM GRANDE ESTILO

domingo, 30 de julho de 2017

É um filme que está em cartaz e conta a história de três aposentados cujo fundo de pensão quebrou. Trata se de uma comédia, mas tem muita realidade no filme. Conta a história de três idosos que dependiam do pagamento mensal de suas aposentadorias para viverem e auxiliarem suas famílias.


Não vou contar o filme para não perder a graca. Mas recomendo. Diversão garantida e alguma emoção. O que sobressai no final é a afirmação de que uma nação tem a obrigação de cuidar de seus idosos. Bacana !

Durante a semana andou rolando nas redes sociais uma denúncia de que se está tramando nos bastidores  governamentais e privados uma reforma nos planos de saúde que vai afetar duramente aos associados da CASSI, representando  uma ameaça que deve ser repelida e tratada com a máxima atenção. Entre as medidas preconizadas na mudança estaria o pagamento por dependente. Vamos verificar e, se comprovada, agir na defesa de nossos direitos e interesses ameaçador.

Estive no Rio na quinta e sexta feira para reunião do CD com foco especial no planejamento estratégico. A reunião na sexta terminou tarde, quase as vinte horas. Meu avião lotado e com o ar condicionado estragado chegou depois da meia noite.

Durante o intervalo para o almoço , na sexta, estive na sala de atendimento ao participante situada no terceiro andar. A sala estava vazia. Parece que tem tido pouco movimento. A atendente, muito simpática, me esclareceu algumas dúvidas. Conversando com ela, após minha consulta, perguntei sobre qual assunto os aposentados mais demandavam. Ela me respondeu que ultimamente era sobre o empréstimo simples, não só para ajuda los apreencher os formulários, mas para indagar sobre os critérios de cálculos e possibilidades de reforma. Alguns bem agoniados.

Está se aproximando o Encontro de Camboriú. Infelizmente, por motivo de viagem, não poderei comparecer. Mas você deve comparecer. É uma excelente oportunidade para ouvir e debater sobre a Previ e a Cassi. 

Por último, deploro a prisão do Bendine. Mais uma nódoa em nossa instituição. Lamentável. Nunca me enganou. Corrupto. Menor aprendiz no BB. Na verdade, não aprendeu nada de bom. Ele foi preso e o Pizzolato foi solto para cumprir prisão domiciliar. Que país é este ?

O DINHEIRO DOS FUNDOS DE PENSÃO

quinta-feira, 20 de julho de 2017

A entrevista do novo presidente da ABRAPP para a revista Isto É causou repercussão porque ele foi enfático ao declarar que o dinheiro dos fundos de pensão acabará em 2034.


O que ele quer, na verdade, é sensibilizar o governo federal para dar estímulos para a previdência complementar fechada a exemplo dos incentivos dados para a previdência aberta no tocante ao imposto de renda.

A previdência aberta vai de vento em popa enquanto a fechada estacionou e entrou em processo de descenso. 

Não é só por causa do incentivo fiscal. Existem outras causas. 

Antes as empresas investiam na criação e manutenção dos fundos de pensão porque queriam garantir a manutenção e a estabilidade de seus empregados. Hoje isso não mais existe. A mudança de emprego é característica dos tempos atuais.

Tanto é assim que muita gente fala que o Banco do Brasil pode retirar o patrocínio da Previ, circunstância de que, por enquanto, eu não acredito. Mas os boatos correm.

O mundo tem mudado muito. Algumas carreiras não existem mais, outras a automação e a digitação estão matando. As datilógrafas já foram embora, os carteiros estão indo embora. Os bancários estão sendo substituídos pelas máquinas, pelos celulares e pelos robôs. E aí como é que fica ?  Já pensaram nisso ?

A proposta imediatista do novo presidente da Abrapp bate de frente com a escassez de recursos do Tesouro. A retribuição ao investimento é difícil de ser compreendida.

Em se tratando da Previ será que os recursos também acabarão em 2034 ? 

Temos dois planos, um de beneficicio definido, em fase de extinção, pois não entra mais ninguém e a partir de 2020 se espera que todos os participantes estejam aposentados, e o Previ Futuro de contribuição definida, que está em fase de expansão.

Mais na frente iremos analisar a situação de ambos, segundo meu entendimento, o de uma pessoa que tem uma vivência de 60 anos de BB e trinta de aposentado da Previ. Gostaria antes de ouvir pessoas da geração mais nova.

Aguardem.

VIDA COMPLICADA

sábado, 15 de julho de 2017

Como já escrevi, passado o susto da gripe A, terrível, voltei, feliz, ao trabalho, procurando recuperar o tempo perdido, cerca de um mês às voltas com antibióticos e outras artimanhas .


Mas a vida não volta atrás e não perdoa. Deixei para fazer meu passaporte para o dia 4 de julho, data devidamente agendada, um mês antes de uma viagem internacional devidamente programada, já que o prazo de entrega era de cinco dias úteis. Não esperava que, poucos dias qntes o serviço fosse suspenso por falta de recursos. E agora estou vivendo um drama, a viagem se aproximando e não tem data para o reinício das entregas dos passaportes. O Congresso aprovou na quinta a verba extra, mas falta agora Temer sancionar. Ontem ele estava em São Paulo tratando de sua sobrevivência.

Em discurso no início desta semana Temer falou que o Brasil necessita de pressa em decisões relevantes, respostas rápidas, disse ele. Mas não dá o exemplo.

Nesse meio tempo a nossa vida continua, as dívidas vencendo, os credores em cima, as cobranças às vezes indevidas, nossos valores sendo questionados, e, paradoxalmente, como uma demonstração de que o mercado quer mudanças, a bolsa subindo de 62.000 para 65.000 pontos, o que é bom para a Previ e para nós.

Falando na Previ foi publicado no seu site as melhorias introduzidas no ES para os participantes do plano Previ Futuro.  O pessoal do plano 1 me bombardeou com indagações a respeito de melhoras para nosso plano. Como tenho repetido sou sempre partidário da fórmula definitiva de 180 x 180, e vou continuar lutando por ela até o fim, porque não fui convencido de sua inviabilidade, apesar dos estudos que tenho tido oportunidade de analisar. Salvo melhor juízo, naturalmente. Data vênia, como dizem os advogados.

Sobre o ES existe um grupo de colegas que discute com a Previ critérios de cálculo. Recentemente a Previ respondeu mas o grupo não se convenceu e voltou a apresentar novos elementos para serem examinados. É um debate interessante que pode servir para que todos fiquem bem esclarecidos a respeito daquilo que estão pagando de juros e correção pelo ÉS e compreendam como funciona.

Vamos ver o que esta semana nos reserva.  Meu passaporte vai sair. A bolsa continuará subindo ? O dólar baixando ?  Vem aí a delação do Cunha ? O Maia vai emplacar ? O que isso nos afetará ?

Bom final de semana.

TRABALHAR FAZ BEM

sábado, 8 de julho de 2017

A vida anda complicada e difícil. Ainda por cima muito estranha.

Essa tal de digitalização mexeu com tudo. Agora é tudo digital. Tudo eletrônico.

Eu andava com saudade do trabalho. A gripe me nocauteou por duas semanas. Aos poucos voltei ao batente. Fui recebido com carinho pelas funcionárias da AFABB RS.  Na foto abaixo ao meu lado estão a Caty Simone e a Camila. Nas pontas estão as advogadas Magali e Gabriela.



Amo a minha profissão, o Direito, e tenho grande orgulho de exerce la no Rio Grande do Sul. Como estou impedido de atuar contra a Previ por ser conselheiro deliberativo suplente tenho me dedicado especialmente aos inventários e questões de família, bem como de saúde.
Mas não deixo de me manter informado e atualizado a respeito de todas as questões jurídicas que afetam aos aposentados e pensionistas do Banco do Brasil. Não posso ficar ultrapassado nem enferrujado. Estudo profundamente e leio tudo que aparece. Breve pretendo oferecer uma contribuição importante na área jurídica.

Às vezes me revolto porque tem quem ache que já estou velho demais. Dizem que já estou beirando os oitenta, já estou na beira do tumulo. Não presto pra mais nada. 

Essa gripe me deu um susto, sim, mas serviu para que eu voltasse com mais vontade de ser útil e prestar serviços aos meus colegas e amigos. E bem acompanhado o trabalho vira um bálsamo, faz um bem danado.
Estou consciente da aflição de muitos colegas e vou trabalhar firme para minora las.

Um bom final de semana.

Vamos que vamos.

PREVI E CASSI

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Passou o susto da gripe A, consegui tomar o antibiótico por quatorze dias, sinto me renovado para retornar ao trabalho.


Na Previ participei na quarta feira passada do seminário sobre políticas de investimentos. Fui cedo de manhã, levantei as quatro para pegar o voo das seis e retornei à noite no voo das vinte horas, chegando em Porto Alegre as vinte e usa horas. Cansado, doído, mas acho que valeu a pena, pois os temas tratados no seminário foram relevantes, como vocês podem conferir no site da Previ.

Hoje assisti a uma interessante palestra sobre a judicializacao na Cassi e participei de um debate construtivo com o médico palestrante.  A ideia é tentar sempre uma solucão administrativa antes de ajuizar uma ação ou de denunciar para a ANS.  Há um canal aberto para diálogo e entendimento. Tem que ser evitada a indústria que se formou para a obtenção de liminares.

Entretanto é preciso que seja respeitado o direito garantido pela Constituição para que todo cidadão tenha acesso à Justiça. Às vezes só esse caminho consegue obter resultado. Essa questão da judicializacao é delicada e tem que ser tratada com muita cautela e respeito. Não pode ser considerada , porexemplo, como um tiro no pé, nem como uma predominância do individual sobre o coletivo.Vamos voltar ao assunto com dados concretos.

Tenho observado nas redes sociais algumas manifestações preocupantes a respeito da situação financeira de colegas aposentados e pensionistas, que, apertados, estão inclusive requerendo o cancelamento da Capec, uma coisa que considero inconcebível nessa altura de nossas vidas, quando está próximo o dia que o pecúlio será utilizado. Mas cada um sabe onde aperta o sapato e se estão cancelando certamente é por alguma razão muito séria.

Bom, como viram a vida continua. Estou trabalhando dobrado para compensar o tempo perdido.

FOI DUREZA, MAS SOBREVIVI Á GRIPE

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Passei mal, muito mal mesmo. Quase morri. Não fui para o hospital porque as emergências estavam superlotadas. Tive que tirar forças de onde não sabia que existiam. A ideia era que um trator tinha passado por cima de mim. Que gripe violenta ! Não facilitem com ela.  As autoridades estão já sabendo de sua virulência mas ainda não deram o alerta. A gente simplesmente não consegue respirar. Falta ar, sensação horrível. Nunca havia passado por isso. Ontem o marido de minha secretária doméstica, 48 anos, portador de diabete, não superou a gripe e morreu de parada cardio respiratória. 48 anos !

Estou tomando um antibiótico fortíssimo  para 14 dias chamado Avalox 400, caríssimo, duzentos paus. Estou no sexto comprimido. Cheio de reações secundárias. Quis parar mas o médico não deixou. Deu uns remédios para segurar os efeitos de mal estar no estômago e no paladar.  Afeta também a visão. Mas ataca a pneumonia e outras complicações brônquicas que acompanham essa gripe. Deixo aqui o meu alerta sincero. Se cuidem. Não facilitem.

Enfim, vamos em frente.



Esta é uma semana decisiva.  Os acontecimentos podem surpreender.  A fita não foi editada. A denúncia está sendo elaborada. Quarta feira pode ser o dia D.

Na sexta feira fui à posse do novo presidente do TRF da quarta região, que tem sede em Porto Alegre, o qual julga os recursos da lava jato  . O novo presidente Desembargador Thompson Flores Lentz é filho de um colega de turma meu da Faculdade de Direito, Otmar Lentz.  Assim como aconteceu com o Claudio Lamacchia, eu peguei esse menino no colo em Uruguaiana, onde o pai dele foi juiz do trabalho. E´ sério, rigoroso e o tribunal estará em ótimas mãos nesse período turbulento de nossa história.


Vamos que vamos :  Não podemos se entregar.  Não existe espaço para moleza. Olhem o que deu no Gremio frente ao Corinthians.  Perdeu o pênalti na última hora :  Faltou determinação.  Não estamos em tempo de indecisão.

GRIPE GOLPISTA

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Até a gripe virou golpista.  Ao menos essa que me pegou traiçoeiramente. Eu me vacinei.  Não me expuz. Ou é expus ?  Já entrei em parafuso. Culpa da gripe.


Pois ela me agarrou de jeito. Febre, dor de cabeça, rinite, tosse alucinante, dor n corpo, tonturas, indisposição.Tudo que ela tinha direito.  Me nocauteou e me deixou de cama arrasado. Coisa que há muitos anos não ocorria. 

De quebra contaminei minha esposa, que é dura na queda. Ana está ainda em pleno processo de combate. Está tomando o tal de Tomiflu. Caríssimo. Duzentos paus dez comprimidos para cinco dias.

Vou processar o laboratório da vacina.  Não me protegeu coisa nenhuma. Estou indignado.

E acovardado também. Louco de medo da gripe. De ter uma recaída. 

Ainda por cima o clima aqui no sul inventa de dar uma reviravolta drástica. Ontem caiu quinze graus. Pode ?  Tem organismo que resiste ?  Como ficam os idosos ? Meu Deus !  

Bem eu estou impondo uma resistência heróica.  Mas advirto-me que não é fácil.  Não brinquem com ela .  Essa gripe mata.  É pior que a gripe espanhola.

Aliás não é gripe . Stá disfarçada. É a influenza. 

Fujam dela.

ESFRIOU GERAL

sábado, 10 de junho de 2017

O inverno chegou antes do tempo. Até já nevou na serra. Trouxe chuva, granizo e tornado.


Na minha cidade natal está acontecendo a pior enchente do Rio Uruguai dos últimos trinta anos. Uma calamidade com centenas de desabrigados.

No TSE , depois de debates acalorados, veio a decisão fria e sombria a favor da chapa Dilma/Temer. 

Os juízes decidiram desprezar as provas e entender que não podem cassar presidente da república. O placar foi, como se esperava, de 4 x 3.

Uma decisão ao arrepio do Direito, meramente política, que levou em consideração a instabilidade do país. 

Henrique Meireles está surgindo nesse cenário como uma espécie de primeiro ministro. Pode ?  Um abalizador da política econômica. Ele que também está vinculado ao grupo JBS. 

Conseguiram abafar por enquanto a delação do Palloci. 

Esfriaram a temperatura para o lado do Lula.  Baita estratégia.

Ficou difícil manter o foco nessa confusão toda.  Só tem bandido. Cadê os mocinhos ?

Nesse clima gelado fica difícil a gente trabalhar.

O Direito é uma ciência que não pode ser vilipendiada dessa maneira. Isso vai ter sérias repercussões para as futuras gerações.

Quem sabe o recado que o filho do Ministro Napoleão levava para seu pai era o de que ele devia  pensar na sua neta, cuja foto levava no envelope, ao proferir o seu voto ?

Porém não adiantou. O voto do Ministro Napoleão foi o pior de todos, além de raivoso. Fez até sinal de degola e desejou a seus inimigos que sobre eles desabe a ira do profeta. Pode ?

Nós não merecemos.

CRISE ? QUE CRISE ?

terça-feira, 6 de junho de 2017

Tirei uma semana de férias .  Estava precisando.  A vida não está fácil para ninguém.


Hoteis e restaurantes vazios, salvo raras exceções. Sinal de crise, sim.  Funcionários preocupados com seus empregos.

Reenergizado, estou de volta ao batente.

Na reunião do CD tivemos uma excelente apresentação feita pela Ouvidoria, através de seu titular, Luiz Costa.  Gostei mesmo. Depois de um início tímido, a Ouvidoria está sendo bastante demandada pelos participantes e está atuando com eficiência. Recomendo a sua utilização pelos participantes que tiverem dúvidas ou questionamentos.  Pelo que senti na exposição, acho que terão um bom atendimento. A implantação da Ouvidoria era uma das reivindicações antigas e o seu funcionamento efetivo me enche de satisfação. Fica aqui o registro e a dica.

A notícia ruim é sobre a renúncia do diretor ZECA, do Planejamento, por motivo de saúde. Sofreu cirurgia cardíaca, colocou pontes de safena, precisa se cuidar. Era uma grande esperança nossa na gestão da Previ. Já tinha marcado comigo uma ida a Porto Alegre para debater a Previ. Ia rever Porto Alegre onde foi superintendente estadual. Uma pena. Mas a vida está acima de tudo. Desejo lhe plena recuperação.

Hoje foi o Dia D do governo Temer. O TSE começa, hoje à noite,  julgar a chapa Dilma/ Temer. Existem indícios claros para a cassação. Vamos aguardar.  O mercado está sensível aos acontecimentos.

O Banco Central reduziu os juros. Essa medida pode ajudar na renegociacao das dívidas.

Enquanto isso temos que trabalhat, pagar impostos, driblar a insegurança, cuidar da saúde e da família.

Vamos que vamos.

NOVIDADES NAS ENTIDADES

quarta-feira, 31 de maio de 2017

O mundo gira. O tempo não para. Acontecimentos se sucedem.


Morreu José Branisso, vice presidente da Anabb.

Sérgio Riede, ex presidente da Anabb, renuncia ao mandato de membro do conselho deliberativo.

Luiz Oswaldo retoma, por liminar, a presidência do CD da Anabb.

Gilberto Santiago, ex presidente da AAFBB, vai assumir no CD, pois era primeiro suplente.

É o samba do crioulo doido. Nossa entidade maior do funcionalismo do BB vive dias confusos e complicados.

Já a AAFBB parece que está em paz. A sucessão de Célia Laricchia será tranquila, ao que parece.

Estive na festa de aniversário da AABB Rio, na sede da Lagoa, que tem na presidência o eterno Odali Cardoso. Lá estavam inúmeras personalidades prestigiando evento, que inaugurava melhorias na sede.

Essas entidades são mportantes na definição de nomes que vão disputar as eleições do ano que vem para a Previ e Cassi. Eleições importantíssimas. Vitais para todos nós.

A FAABB, presidida por Isa Musa, por sua vez, teve a reunião anual em Xerem, no Rio. 

A reunião de Camboriú, organizada e promovida pelas associações de aposentados do sul do país, será realizada na primeira quinzena de agosto. Terá a presença dos presidentes da Cassi. e da Previ, já convidados.

No cenário nacional a coisa não está sopa. Mudanças no Ministério. Temer cada vez mais acuado. 

Eu estou tirando uma semana de férias.

Volto no domingo.




E AGORA. .?

terça-feira, 23 de maio de 2017

Como é que ficamos ?  Sai Temer ou não ?

Já estão surgindo nomes. Nelson Jobim e Tasso Jereissati.

A bolsa ensaia uma pequena alta. O dólar se estabiliza.

As ações da JBS desmoronam.

As ações dos bancos sofrem por causa de possíveis inadimplências com a crise.

O Dida Bendine está outra vez nos holofotes cogitado para assumir cargo na Vale pelo Joesley. 

Todos os poderes da nação estão sob suspeita.  O Judiciário vive clima ruim e dividido.  O posicionamento do Ministro Facchin está sendo questionado.  A OAB entra com ação de impeachment contra Temer por causa de sua postura.  A delação compromete cerca de cem advogados ou escritórios de advocacia por fornecerem contratos e recibos falsos.

Temos que trabalhar no meio desse tumulto.  Trata-se de um verdadeiro turbilhão.  Levou todo mundo de roldão. A economia teve um retrocesso lamentável.

Não podemos fazer o papel de palhaço.  Estão fazendo pouco de nossa inteligência.

Amanhã viajarei para o Rio de Janeiro. Vou analisar várias questões que possam nos afetar. Vou colher subsídios e esclarecimentos. Sexta feira tem reunião da Previ.

Que coisa !

MUITO ESTRANHO

sábado, 20 de maio de 2017

Que sujou geral ninguém tem dúvidas.  Presidente da República investigado por três crimes antes o julgamento pelo tribunal eleitoral da chapa Dilma/Temer. Presidente do PSDB suspenso do Senado e muito, mas muito mesmo, enrolado. Ex Ministro da Fazenda acusado de ser corrupto. E por aí vai a delação bombástica dos donos da JBS.


Dizem, especialmente a Globo, que a situação de Temer é insustentável e que a presidente do STF vai assumir para convocar eleições. Essa parec a única formula para pacificar o país.

Mas tem muita coisa estranha, muita coisa que não me convence, que não fecha.

Começa pela JBS, empresa hoje de relevância mundial. Com certeza não é uma empresa séria. Agora mesmo adquiriu um bilhão de dólares  sabendo que, com a crise, o dólar  ia disparar. Teria ganho cerca de 180 milhões na moleza. A polícia federal está investigando. Também vendeu ações sabendo da desvalorização. A CVM está investigando.

Fala se que a gravação que compromete Temer foi editada. Até eu que não sou especialista me dei conta de que é uma peça de péssima qualidade onde fica clara a intenção maliciosa.

Deixar os delatores soltos, sem tornozeleira, e autorizados a viajar para o exterior, é muito estranho, até uma desconsideração com Marcelo ODEBRECHT e Cia.  

Eo Guido Mantega ?  Está solto por que ?. Me explica Janot.

A realidade é que estamos no meio de uma guerra suja pelo poder e está correndo muito dinheiro. 

Quem é o mocinho e o bandido nessa disputa ?  Quem é o herói e o vilão da história?  Como vai terminar ? Quem vai vencer ? Lula aposta que virá de novo em 2018.

O Brasil não merece isso.  

TERREMOTO EM BRASÍLIA

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Lauro Jardim largou a bomba no entardecer de ontem.  Brasília começou a tremer e não parou até agora. Estragos de tudo quanto é lado.  O Governo Temer perdeu a credibilidade e a economia que estava começando a reagir foi para o espaço. O Ibovespa neste momento está caindo cerca de dez por cento. De 68.000 foi para 61.000.  Um desastre de grandes dimensões.

Quem será que deu a notícia para o Lauro Jardim ?  Quem será que autorizou a divulgação justamente na Globo ?  Quem será que entendeu que ontem era o dia D ?

Não importa.  Agora o que interessa é saber o que vai acontecer.  Temer renunciará ?  Vai haver eleição indireta ?  Aécio Neves vai ser preso ?  Guido Mantega também ?

Conforme escrevi eu já tinha informações e intuição de que esta semana era bombástica e decisiva. Só não achava que era de tal dimensão.  A Polícia Federal de posse de gravações e filmes comprovando entrega de dinheiro oriundo de propinas.

Queriam provas ?  Elas estão aí.  Fotos inclusive. Que coisa triste !

Mexer no sistema financeiro, BNDES,  e no Ministério da Fazenda, significa colocar o dedo na ferida. Dói. E´  aí que estão as operações e os desvios de dinheiro. O pior de tudo, para mim, é que o atual Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, antes de assumir a pasta há um ano , era, nada mais nada menos, do que o presidente do conselho de administração da JBS. O que significa , no mínimo, que dava o aval às contribuições pesadas da empresa para os partidos e os políticos. Vai sair desse imbróglio mal visto.

Vou acompanhando as notícias.  Vai sobrar para nós ?

Uma certeza eu tenho. Os boatos que andavam circulando fortes sobre uma possível privatização do BB e uma possível retirada do patrocínio da PREVI agora se esvaíram, foram para o espaço, não tem como se sustentarem num Governo que perdeu toda a sua força e poder.  Ao menos isso.



BONITO É SER GENTIL

quarta-feira, 17 de maio de 2017

A AABB de Porto Alegre está fazendo uma campanha intitulada Bonito é ser Gentil, que envolve associados e funcionários


Sem dúvida uma bela e necessária campanha.  A gentileza precisa ser cultivada e praticada.

Sonia Jordão, numa palestra, diz que "é muito difícil conviver com a falta de gentileza. Estudos comprovam que pessoas que praticam a gentileza aumentam o seu grau de felicidade. Isso porque ela está ligada ao gene que libera a dopamina, neurotransmissor que proporciona bem estar. Aqueles que tratam bem os outros regularmente tem mais saúde mental e menos depressão."

Sábias palavras que merecem reflexão. Devemos ser gentis com as pessoas, em especial com aqueles que são mais velhos, que merecem o nosso respeito por favores que já nos prestaram ou por cargos eventuais que ocupem.

Existem colegas que, ao contrário, são agressivos e alterados no trato,  reagem mal, ofendem, criticam com dureza, são, na verdade, o oposto do gentil. Criam um ambiente hostil de difícil convivência. Deveriam entrar na campanha proposta pela AABB POA. Sempre há tempo para mudar. Certamente serão mais felizes.

Uma das principais qualidades do médico Dr Costa Gama, recentemente falecido, era ser gentil. Sempre com um sorriso no rosto, nunca alterava a voz, debatia os assuntos com serenidade e equilíbrio. Daí talvez o segredo de sua longevidade, pois morreu com 95 anos.

Quero aqui parabenizar a diretoria da AABB de Porto Alegre pela campanha em tão boa hora iniciada. Oxalá seja compreendida e imitada.

Bonito mesmo é ser gentil.

SISTEMA FINANCEIRO EM ALERTA

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Não , não é só por causa do ataque cibernético dos hackers da última semana, que paralisou alguns órgãos e empresas do mundo inteiro. A CEF hoje estava com os caixas fora do ar. O sistema financeiro brasileiro entrou em alerta máximo por causa da delação de Palocci.  Ele avisou que tem documentos que pode dar mais um ano de trabalho para a Lava Jato.


A primeira ponta do iceberg já despontou com a possibilidade de investigação dos empréstimos do BNDES para a JBS e o depoimento do ex presidente Luciano Coutinho.  Mas tem mais .  Muito mais. Dizem que a caixa preta do BNDES é extensa e tenebrosa.  Dizem...

Lembro que o ex Ministro escreveu um livro sobre sua atuação, que proclamava exitosa, à frente do Ministério da Fazenda do Governo Lula. SOBRE FORMIGAS E CIGARRAS.  Eu comprei e li de cabo a rabo.  Afinal eu trabalhava no conselho fiscal da Vale lado a lado com um de seus principais colaboradores, Bernard Appy, secretário executivo do Ministério da Fazenda, o substituto de Palocci.

Lembram de Bernard Appy ?  Ele foi presidente  do conselho de administração do Banco do Brasil.  Atuou em vários assuntos de nosso interesse, inclusive com relação à reestruturação da CASSI.  Era considerado como um economista brilhante.  Sócio do Luciano Coutinho, desmanchou a sociedade para entrar no Governo de corpo e alma. O Banco do Brasil era uma de suas principais atenções.

Pois é, passa o tempo.  Quem apostaria que o Palocci se voltaria contra seus antigos aliados, especialmente o Lula, que o escolheu para o Ministério da Fazenda atendendo pedido do Gushiken, quando o principal candidato na época era o Mercadante.

- Acho que o chefe vai querer você , Palocci, na Fazenda, afirmou Gushiken.
- Chininha, não é hora de fazer marola - apelei - Converse com ele e não deixe isso ir pra frente.

Este diálogo está no livro.  Estou relendo, perplexo.

A delação do Palocci vai mexer com o mercado, que estava indo bem com as reformas em andamento, Ibovespa em 68.000 pontos e lucro no trimestre da Petrobrás.

Na comemoração de um ano do Governo Temer o que mais se fala é na babá do Michelzinho, que é assessora do Governo Federal, ganhando cerca de cinco mil mensais.  Esse Temer não tem desconfiômetro.  Cada uma ....

Enfim. Boa semana para todas e para todos.

SER MÃE

sábado, 13 de maio de 2017

SER MÃE É DESDOBRAR FIBRA POR FIBRA...

SER MÃE É SER UM ANJO ...

SER MÃE É ANDAR CHORANDO NUM SORRISO


SER MÃE É TER UM MUNDO E NÃO TER NADA

SER MÃE É PADECER NO PARAÍSO


Adoro esse poema de Coelho Neto, que recitava com frequência no colégio.

Dizem que ele se apropriou da frase de Maria na via sacra, proferida quando se encontra com seu filho Jesus todo ensanguentado, "ser mãe é padecer no paraíso " e construiu a partir daí a bela poesia.

Hoje se comemora 100 anos do milagre de Fátima. O simpático Papa Francisco, o papa argentino, está no santuário, que recebe multidão de peregrinos.

Eu vou a Fátima prestar minha homenagem a Nossa Senhora em agosto. Já estou com viagem marcada. Vou agradecer. Eu tenho um milagre acontecido comigo. Um melanoma no nariz, que seria operado para ser extirpado, desapareceu completamente em Fátima. Acredite quem quiser. Tenho fotos.


E domingo é o dia das mães. Minha homenagem sincera a todas as mães. Reconheço que está cada vez mais difícil ser mãe nos dias confusos e tumultuados de hoje, especialmente por causa da insegurança e das drogas. Uma mãe nunca sabe se seu filho vai voltar inteiro para casa.

Meus parabéns a todas as mães e minha saudade imensa da minha querida mãe Geny.


O DIA DE HOJE

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Todas as atenções do país estão voltadas hoje para Curitiba onde vai acontecer a audiência de Lula na Lava Jato perante o juiz Sérgio Moro. Milhares se deslocaram para lá. O exército de Stedile se faz presente. A polícia tem revistado os ônibus e retirado facas, facões e foices. A ex presidente Dilma viajou para Curitiba assim como a totalidade da bancada do PT. O depoimento de Lula se transformou num ato político, compele queria. E não em uma mera investigação criminal. 



Mas para mim o dia de hoje está marcado por uma triste notícia recebida ainda na madrugada. Morreu o Dr José Carlos da Costa Gama, tio da Ana, pessoa sensacional como médico, cidadão e homem de família, a quem devo inúmeras atenções . Tinha idade avançada, 95 anos.

Era um consagrado oftalmologista, um dos melhores de Porto Alegre, com clínica renomada. Foi um dos fundadores e idealizadores do hospital banco de olhos, obra que presta serviços à comunidade pobre. Fez campanha com dona Palmira a favor da proteção de cães e gatos. Foi presidente do Country Club onde jogava golf, presidente da Academia de Medicina. Adorava sua estância em Guaiba, onde passava os fins de semana. Era torcedor do Grêmio e não faltava de ir aos estádios nos domingos com seu amigo Elmo, também já falecido.

Casado com Terezinha, deixou um filho, o Chico, também consagrado médico oftalmologista , um dos donos da Clínica Visão, e três netos e uma bisneta. A neta Luciana também oftalmo iniciando na profissão com pé direito.

Ele era um homem preocupado com os destinos do país e não via com bons olhos os caminhos escolhidos por Lula e Dilma. Sua estância seguidamente era ameaçada de invasão pelos sem terras pela sua proximidade com a estrada e com Guaiba. Acompanhava os acontecimentos pela TV e aguardava para assistir o depoimento de Lula nesta quarta feira.

Não vai dar. O Dr Costa Gama já está em outra dimensão. É mais uma estrela no céu. Uma daquelas brilhantes. Deixou saudades. Merece nossa homenagem.Que descanse em paz.

A FLOR MAIS BELA

domingo, 7 de maio de 2017

Qual é a flor mais bela ?  A orquídea, a rosa, o lírio, o cravo, a tulipa ?  Qual  ?


Há acirrada polêmica a respeito. Na frente estão a orquídea e a rosa, com certeza.

Mas para mim a mais bela flor é a mulher. Diz o verso popular que Deus fez as flores mais belas e a mais bela flor: a mulher.

Neste ano em Porto Alegre se pretende homenagear o dia das mães com uma campanha promocional chamada a mais bela flor.  O shopping Moinhos de Vento, próximo de onde moro, está repleto de milhares de tulipas, de todas as cores. O Parcão está cheio de vasos com margaridas.  Justíssima homenagem.



O dia das mães é no próximo domingo.

Antigamente o Banco do Brasil era chamado por nós, funcionários, como uma segunda mãe, tal o sentimento que nos despertava, de admiração, de carinho, de gratidão.


Hoje esse sentimento mudou. Há rancores e desconfianças que fizeram com que mudasse a nossa antiga paixão para algo próximo da aversão.  Isso é matéria que o presidente do banco - Paulo Caffareli - e a sua diretoria, desde a semana passada com dez vice presidentes e mais de vinte diretores, precisam refletir e procurar uma solução, principalmente através de um diálogo franco e amplo com lideranças do funcionalismo e dos aposentados, legítimas e autênticas lideranças digo eu, e de uma possível aproximação.

Quem sabe em vez de pedras atirem flores, imitando a campanha gaucha acima mencionada.  

Que falta sentimos daquela alma antiga e cordial! O famoso " esprit de corps ".  Essa era a base do BB.

E vamos que vamos !  Esta semana promete !  Especialmente quarta feira !


NEM TUDO ESTÁ PERDIDO

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Ontem e hoje tive duas atitudes positivas vindas de parte do BB que me fez acreditar que nem tudo está perdido.


Ontem eu estava desesperado de novo com relação aos serviços do BB. Queria transferir pontos do Ourocard para a Multiplus Tam, e não conseguia. O terminal não permite mais essa operação. Fui para o telefone. Tentei varias vezes. Quando chegava na parte final e ia para um atendente, eu ficava aguardando na linha e aí caía a ligação. Outras vezes aparecia uma ligação dizendo que a opção estava indisponível no momento.

Tentei a minha agência Estilo. Depois de uma hora buscando falar com a minha gerente, fui atendido por uma substituta eventual, a Renata, que alegou impossibilidade de resolver por telefone e sugeriu o computador, que eu já havia tentado. Um drama. Por quase nada. Mera transferência de pontos.

Resolvi ir na agência Moinhos de Vento que fica perto de onde moro. Fui no atendimento negocial, e lá, depois de alguma demora, fui gentilmente atendido pela Cristiane , que entendeu meu drama, e com paciência tentou quatro vezes até que obteve êxito. Dou nota dez para o atendimento dela. Depois de três tentativas ela poderia ter desistido. Já era 16,30 hrs. O expediente já se encerrara. Mas persistiu.  Me lembrou os velhos tempos do BB. Ufa !  Nem tudo está perdido.

Outro fato que me agradou foi um telefonema que acabo de receber de Brasília de uma funcionária do BB, de nome Leticia, que em latim significa alegria,  interessada em saber detalhes dos problemas que relatei com relação aos terminais eletrônicos no dia 28 de abril. Parece que já estão consertando os problemas, um dos quais seria a leitura das barras. Mostrou se interessada e disposta. Gostei do retorno. Mais um sinal de que o blog é lido e é monitorado. Sei disso. Mas o telefonema foi uma demonstração de interesse de melhorar. É o que queremos. Ufa ! Nem tudo está perdido.

E vamos que vamos !

ENVELHECIMENTO

terça-feira, 2 de maio de 2017

Foi um primeiro de maio triste e complicado. Muitas tensões em torno das reformas trabalhista e previdenciária. 

 O mês de maio é especial para mim, pois é o mês de meu aniversário, dia 26. E neste ano tem um simbolismo especial. Vou comemorar a véspera do envelhecimento. 

O que isso significa ?  E´ que vou fazer 79 anos, véspera dos oitenta, idade em que hoje muitos caracterizam como a chegada na velhice ou, os mais pessimistas, como o final da expectativa de vida no Brasil. Antigamente era 60, depois 65, depois 70 e até pouco tempo 75.

Li uma entrevista dada pelo dr. Kalache, um dos entendidos em envelhecimento. O que ele diz ?

Melhor idade é aquela na qual nos sentimos bem.

O idoso tem que ter objetivos, qualquer que seja, tem que se sentir útil.

O aposentado não pode consentir em ir para os fundos do aposento, tem que brigar para ficar na frente.

A saúde do idoso depende 25% da genética e 75% da alimentação e do sedentarismo.

Viver muito significa conviver com perdas. Quanto mais vive , mais perdas acumula.

O idoso não tem medo da morte. Tem medo do sofrimento que precede a morte.

O amanhã depende do hoje. Tem que planejar, tem que manter hábitos saudáveis, tem prevenir doenças cronicas.

O homem quando deixa de trabalhar fica perdido, tem que fazer qualquer coisa, tem que fazer trabalho voluntário, estudar nas faculdades, viajar, mexer no computador, socializar, dançar.

O velho não pode ficar sentado. Tem que se movimentar, andar, se mexer, movimentar as articulações e os músculos. Tem que buscar qualidade de vida, dieta adequada e deixar a preguiça e o sedentarismo de lado.

A esses ensinamentos, eu acrescentaria um dado pelo médico, dr. J. Camargo na Zero Hora deste domingo, de que para valer a pena viver a pessoa tem que fazer algo fora da rotina, tem que ter ousadia, tem que inovar, porque senão ele está procurando apenas durar e não viver a vida. Colocar um pouco de emoção em sua vida, prega o dr. J.J. Camargo. Arriscar mais. Sair na chuva desprotegido, andar de pés descalços, conforme o poeta Mario Quintana.

E eu, que estou recém chegando lá, resistindo enquanto posso, coloco mais um ingrediente. O idoso não pode se alienar, tem que conviver, de preferencia com os jovens que tem mais energia, tem que ter bom humor, ninguém aguenta um velho neurastênico nem rabugento, tem que namorar, o amor rejuvenesce o coração, e só deixar de trabalhar quando perder o gosto e não puder mais acompanhar o ritmo.

E´isso aí gurizada.  Vamos que vamos !

TERMINAIS DO BB SUCATEADOS

sábado, 29 de abril de 2017

Ontem foi terrível utilizar os terminais do BB em Porto Alegre.  Alguns não funcionavam mesmo. Outros funcionavam com enorme e irritante lentidão. A reclamação dos que procuravam utiliza los para pagar contas e a primeira parcela do Imposto de renda era intensa e indignada.


Eu estivera um pouco antes na agência da CEF no Moinhos de Vento. Tudo normal, funcionando bem, sem demoras. Os terminais são mais modernos do que os do BB.

Aí fui no BB . Pacientemente fiquei uma hora e meia para pagar três contas, inclusive o ouriçard.  O sistema estava lento e  caía quando a operação estava prestes a ser concluída . Às vezes vinha a informação errada de que o limite estava ultrapassado. Mas como ?  

Uma senhora idosa, nervosa, a cera altura teve um xilique e queria quebrar a máquina. A seguranca interveio.. Que coisa ! 

Fiquei com vergonha de dizer que era do BB.  O que será que as empresas de publicidade recém contratadas em uma licitação duvidosa vão falar ?

Terminou a votação na Cassi. O relatório e as contas foram aprovados. Cerca de trintá mil votos para-o SIM e cerca de quatorze mil votos para o NÃO.  Somados os votos nulos e brancos foram os vencedores com trinta e cinco mil. Os aposentados compareceram pouco e também deram a vitória para o SIM.  Eu votei NÃO. Respeito o resultado da votação. Há quem duvide do sistema. Vamos pra frente.

Neste sábado o dia está belíssimo em Porto Alegre, apesar do frio. Estou indo para Guaiba participar de uma festa gaudéria, com churrasco e muita bailanca. Barbaridade,tche.

Bom final de semana e feriadao para vocês. 

RELATÓRIO DA CASSI

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Está terminando o prazo para votar pela aprovação ou não do relatório da Cassi, referente ao exercício de 2016.  O voto pode acontecer nos terminais do BB.


Mais uma vez a votação dos aposentados é pífia. Enquanto o pessoal da ativa já alcançava mais de setenta por cento, os aposentados andavam pelos dez por cento. Demonstração de alienação com uma institucavital para nos.

Chama atenção também o grande número de votos em branco e nulos. A soma dos dois é expressiva e merece uma análise.

Um outro ponto que gostaria que fosse debatido amplamente é o fato de que as pensionistas não votam na Cassi. O Estatuto não permite. Um erro. Isso também acontecia na Previ. Liderei um movimento e as pensionistas foram incluídas, após alteração estatutária. Vamos lutar para que na Cassi também me ocorra essa inclusão, tanto se fala hoje em igualdade de direitos.

Um dos destaques na discussão sobre a aprovação ou não do relatório é o convênio assinado com o Banco do Brasil para que o mesmo socorra a Cassi mensalmente. Outro ponto é a necessidade de que seja feita uma auditoria especial nas contas da Cassi, pois foram levantadas suspeitas a respeito de sua exatidão.

De minha parte, para votar, li atentamente o relatório e os números. Achei alguns  pontos obscuros e não fiquei devidamente convencido de que a gestão de 2016 tenha sido eficiente para superar as imensas dificuldades com que se deparam atualmente os planos de saúde.

Por questão de cautela votei contra, pela não aprovação.

Torço para que este ano haja melhorias.

URUGUAIANA , MEU BERÇO, MINHA RAIZ

domingo, 23 de abril de 2017

Estive em Uruguaiana neste final de semana.  Fui para o aniversário de minha neta Carolina, que festejou seus doze anos de idade.


Sempre que vou a Uruguaiana visito a cripta da catedral de Santana. É lá que estão os restos mortais de meus pais e de minha avó., junto com do bispo Dom Luiz Felipe de Nadal, que oficiou o meu casamento com a Ana em 1963. É um local que me provoca reflexões profundas a respeito da vida  e de suas vicissitudes.

Ali eu consigo afogar eventuais mágoas e ressentimentos, adquirir forças para suportar algumas ingratidões e incompreensões,  renovar as minhas esperanças na justiça e na humanidade, e, principalmente, recuperar minhas energias para o combate árduo que a vida sempre me impôs. Saio  de lá sereno e renovado.

Da Catedral atravesso a rua e adentro na praça Barão do Rio Branco, onde brinquei na minha infância Eu era feliz e sabia disso. A praça ainda possui algumas árvores daquele tempo. Me faz um bem danado passear por lá. A casa de minha família ficava defronte à praça. A agência do Banco do Brasil também.


Para completar o passeio nostálgico, mas salutar e recuperador,  vou até a beira do rio Uruguai aplaudir o fantástico por do sol, inigualável, com um crepúsculo demorado e igualmente espetacular.


Uruguaiana não é só o meu berço, a cidade onde nasci, mas é a minha raiz, o lugar onde aprendi a cultuar os princípios éticos e os ideais que moldaram minhas atitudes e minha postura profissional e funcional. Uruguaiana tem história heróica na guerra do Paraguai. Mas agora está com uma nódoa em razão do envolvimento do prefeito e vereadores com a Odebrecht.

Voltei de Uruguaiana reenergizado a tempo de assistir pela TV o Inter vencer o Caxias nos pênaltis e ir ara a final do campeonato gaúcho. Estou feliz. Vai jogar a final contra o Novo Hamburgo.

Acho que todos nós precisamos de ter um porto seguro, um lugar onde ficamos abrigados das invejas, das maldades e das ingratidões. Para mim esse lugar está em Uruguaiana, meu berço,minha raiz.



RIVERA - uruguai

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Estive quarta e quinta feira em RIVERA, no Uruguai, cidade fronteira com Livramento.  Como todos sabem RIVERA é conhecida por ser um importante free shopping, com lojas imensas repletas de mercadorias de todas as partes do mundo, bem como por possuir um cassino com bastante opções de jogos e apostas. Fica a Quinhentos quilômetros de Porto Alegre.


Para mim fica no meio do caminho para a minha Uruguaiana. Em RIVERA como um bom bife de chorizo e tomo uma cerveja Pilsen de litro, a melhor do mundo na minha opinião, além de um café com média lunas. É lá que me abasteço de bons vinhos e espumantes, franceses ou da Espanha, a Freijenet, tudo a preços melhores do que no Brasil.
Quando o dólar subiu a quase quatro reais às compras m RIVERA ficaram proibitivas. Agora com o dólar encostando a três reais voltaram a ficar atrativas em alguns produtos.

Mas a RIVERA que encontrei na minha estada foi uma cidade de ruas vazias, comércio parado, poucos compradores e de atendentes desanimados. Todos falando e lamentando a crise brasileira., crise econômica e política. O que mais falavam era da ODEBRECHT.

Foi no hotel de Livramento, onde pernoitei, que assisti pela TV a sensacional vitória do meu Internacional contra o Corinthians, nos pênaltis. Jogo emocionante. O Inter saiu perdendo w enfrentou o Corinthians de igual para igual. Dormi feliz.


A COOPERFORTE CADA VEZ MAIS FORTE

terça-feira, 18 de abril de 2017

Acompanho a Cooperforte há muitos anos.  Sou cooperado e fã de carteirinha da instituição.


A Cooperforte sempre funcionou em Porto Alegre próxima da AFABB RS. Primeiramente foi no prédio da agência Centro do Banco do Brasil, lado a lado.  Quando a AFABB Rs adquiriu sede própria a Cooperforte foi parceira e comprou metade do terceiro andar, onde se localiza atualmente suas instalações , ao lado do auditório da AFABB Rs, na rua Uruguai, no centro de Porto Alegre.

O escritório regional é atendido com competência pela simpática Fabíola Goebel e é gerenciado atualmente pelo nosso  prezado  colega aposentado Pedro.Sulzbach, sendo delegado em Porto Alegre o estimado e diligente conselheiro deliberativo da AFABB Rs João Pompilio Pólvora.

Lembro quando parecia um sonho distante e inacessível a meta da Cooperforte de conseguir cem mil cooperados em seu quadro social. Hoje possui mais de 139 mil. 

A Cooperforte se notabiliza por apresentar rentabilidade superior ao do Banco do Brasil para as aplicações e também por cobrar juros menores em seus oportunos empréstimos. Como realiza esses pequenos milagres ?  Como faz isso se seus recursos giram em torno do Banco do Brasil ?  Esses resultados são produto de uma gestão financeira competente e enxuta que foi implantada pelo seu imutável presidente José Valdir dos Reis.

O último balanço da Cooperforte demonstra que ela continua sólida e cada vez mais forte, distribuindo, inclusive, expressivas sobras aos seus cooperados.

O que mais gostei foi ficar sabendo que agora foram eleitos para o Conselho Deliberativo o
 João Pompilio Pólvora e para o Conselho Fiscal o Francisco Scherer, dois gaúchos atuantes e operosos, extremamente dedicados a causa cooperativista. São escolhas acertadas.

Desejo a ambos parabéns e pleno êxito em seus mandatos.

Avante Cooperforte.

JACARÉ E CROCODILO

quinta-feira, 13 de abril de 2017

EMILIO ODEBRECHT disse que alertou Lula que os gananciosos solicitantes de propinas estavam se transformando de jacarés em crocodilos. Qual a diferença entre essas espécies ? O tamanho, o crocodilo é muito maior, já vi crocodilo de mais de seis metros, no Egito e nos zoológicos e parques de Orlando, na Florida. A guela também. E o apetite sem dúvida. Lula desmente o encontro, diz que não há provas. Se alguém pediu grana por ele - no caso o Palloci - tem que ser preso. Repete a estratégia do mensalão de que não sabia de nada. Lá quem pagou a conta e levou a pior foi o Zé Dirceu.


A delação da ODEBRECHT está dando o que falar, especialmente a divulgação dos vídeos. Algumas surpresas. Sobrou, por exemplo, para minha cidade natal, Uruguaiana, pois o prefeito atual, Ronie Mello, está na listagem, assim como o deputado estadual Frederico Antunes, um guri que eu vi nascer, neto de Leocadio Antunes, que foi presidente do BNDES no tempo do Jango.

Também se comenta agora que o Ministro Mantega teria envolvido o ex presidente do BB, Bendine, o Dida,  na operação da compra da Previ das torres sul em São Paulo, empreendimento da ODEBRECHT, para que o BB auxiliasse a ODEBRECHT Ambiental. A propina seria da ordem de 26 milhões de reais. É preciso investigar. É necessário esclarecer. Certamente a Previ vai divulgar nota a respeito como já fez anteriormente. É dever de transparência que vem cumprindo ultimamente. É triste para mim ver o nosso Banco do Brasil envolvido em notícias de escândalos. Desde 2014 se fala mal do ex presidente  Bendine e parece que até hoje nada de concreto se apurou contra ele. Pessoa de confiança da Dilma. As ações do BB caíram 5 por cento hoje.

Falando nela , circula sua veemente negativa. Diz que nem conhece o Marcelo ODEBRECHT, que nunca falou com ele, até negou alguns pleitos da construtora.  No final acho que Emílio e Marcelo vão ficar na história como grandes mentirosos, mais até do que corruptores. Será mesmo ? 

Olhem , é muita confusão, muita corrupção, muita sujeira , pra meu gosto. Espirrou pra tudo quanto é lado. Um capítulo muito negro na história brasileira. Candidatos presidenciais, ex governadores, sobrou até para o esquecido Germano Rigotto do RS, Oito Ministros de Estado e o próprio presidente citado como articulador de captação indevida de recursos para campanha eleitoral, que também nega com indignação.

Nesse cenário não adianta anunciar queda de inflação e baixa de juros. Até porque pouca gente acredita. A bolsa baixou para menos de 63 000 pontos. Os investidores estrangeiros se retraem.

A semana Santa vai dar um pequeno refresco na crise e a Páscoa vai chegar como uma promessa de melhores dias, promessa de recuperação, promessa de ressurreição. DIZEM que os fabricantes de chocolates estão arrependidos de não terem produzido jacarés de chocolate, em lugar dos tradicionais coelhos.. Iam vender como água.

FELIZ PÁSCOA PARA TODAS E TODOS.

10 DE ABRIL DE 1957, ESTAMPILHA ? O QUE É ISSO ?

sexta-feira, 7 de abril de 2017

No dia 10 de abril de 1957, na cidade de Uruguaiana, na fronteira oeste do RS, eu tive que me acordar e me levantar as 6,30 horas da manhã. Estava frio e escuro ainda. Vontade de permanecer na cama quentinha. Minha vó Bibica não deixou. Eu era mimoso dela. Me fez o café com leite, pão com manteiga, e me botou pra fora de casa. Tinha que entrar no Banco do Brasil até às sete horas. Era o meu primeiro  dia de trabalho. Foi há sessenta anos atrás, mas lembro como se fosse hoje.







                               Naquele prédio da esquina, o menor, era a Agencia do BB
                                                         em Uruguaiana em 10-04-1957

Eu tinha dezoito anos de idade. O concurso público para auxiliar de escrita fora em dezembro. Passei sem dificuldade. Logo depois fiz o vestibular para Direito em fevereiro. Também passei. A Faculdade era em Porto Alegre mas a frequência naquela época era livre. Bons tempos.

Aí o BB me chamou para assumir. Tinha que começar a trabalhar. Dar duro na vida. Mas já ?

Da minha casa, que ficava defronte à praça principal da cidade, até ao banco , eu tinha que caminhar cerca de cem metros, de esquina a esquina da mesma quadra., da rua Duque de Caxias. A entrada ficava na rua Bento Martins., na parte de trás do edifício. Cheguei e entrei timidamente. Fui recebido pelo David Carvalho, chefe da portaria, com um sorriso amistoso.

-Assina aqui a folha de presença. Tem cinco minutos de tolerância. Se chegar atrasado vai assinar a folha suplementar. Cinco folhas suplementares equivale a uma falta.  Seja pontual, meu guri.

Fui encaminhado para o Contador, Walter Ennes, sisudo, de poucas palavras e quase nenhum riso, só fachada, por dentro era boa gente e depois ficou muito meu amigo.

- José Bernardo, vais começar pelo pior lugar. É a praxe. O setor de cobranças. É chamado de purgatório. Depois disso tudo melhora. É um teste de resistência.

- O que faço ?

- Vais atender a clientela no balcão. Quem paga no vencimento é barbada. Só tens que pegar o registro e o título, encaminhar ao caixa e pronto. Quem paga com atraso tens que pegar a FACIT , calcular os juros de mora, lançar no registro e mandar para a Caixa. Simples assim. Só complica nos dias 30 e 31, final do mês, quando o movimento aumenta e tens de dar conta do recado.

- Só isso ?

- Tem mais umas coisinhas. Por exemplo, ficarás responsável pela venda de estampilhas. No final do dia tens que prestar contas.

Fiquei pensando comigo o que era estampilha. Palavra esquisita. Depois fiquei sabendo que eram aqueles selos compridos que tinham que ser colados na fatura e datados.

Também me deram uma coleção de carimbos e uma carimbeira. Tinha que botar carimbo de data em tudo. E a carimbeira servia  também para botar o dedão dos analfabetos, que eram muitos na época.

O Contador, após esses esclarecimentos, me encaminhou para o Gerente da Agência, o inesquecível Aldo Ibanos, que me deu as boas vindas, me disse que esperava bastante de mim, e me passou para  o Departamento de Funcionalismo, que ia cuidar da minha carteira profissional, de meu contrato de trabalho, revelar quanto eu ia ganhar e me orientar sobre a Cassi. Fui  atendido lá pelo meu querido colega Glicério Midon, que está comigo nesta foto tirada há poucos dias.

                                     Sessenta anos depois, com o Glicério Midon (88 anos)

E foi assim que iniciei meu primeiro dia de trabalho no BB. Meu primeiro atendimento foi de um comerciante que chegou com quatro títulos para pagar, naturalmente todos com atraso, exigindo o uso de saída da máquina FACIT., que tinha que dar manivela para frente e para trás. Não foi fácil. O comerciante impaciente com o guri que estava iniciando. Eu nervoso querendo agir rápido. Pensei comigo: não vou durar nesse emprego.

E segunda feira, dia 10 de abril de 2017,  está fazendo sessenta anos !  Uma verdadeira epopeia. Obrigado meu Deus e a todos os colegas que me ajudaram em minha carreira. Que ainda não se encerrou !





AFABB RS ESTÁ DE LUTO, FALECEU CARMEM VOLINO

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Acaba de falecer Carmen Volino, Vice Presidente Social da AFABB RS, de septicemias após sofrer uma queda que ocasionou fratura.


Carmen era pensionista. Enviuvou cedo e mãe de três filhos. Responsável por trazer para a AFABB RS uma quantidade enorme de pensionistas, incentivando as mesmas a participarem ativamente da associação e reivindicarem seus direitos.

Carmen fez parte da AFABB RS desde seus primórdios.  Muito Alegre e bem disposta organizou eventos sociais memoráveis, que se caracterizavam pelo bom gosto e pela diversão. Para as pensionistas eram almoços mensais e chás de confraternização pura.

Tinha especial cuidado e atenção com as festas de final de ano, as quais se dedicava de corpo e alma. Mas impossível deixar de lembrar as super animadas noites do Chopao  que ficava no estádio do Internacional.. Ao som da bandinha e graças ao chopp a alegria corria solta. Inesquecível foram as duas comemorações realizadas no barco Cisne Branco.

Carmen era uma pessoa boa, generosa e gentil, muito estimada por todas as pensionistas e pelas funcionárias da associação.

Ela era uma das minhas paixões e um dos motivos para minha permanência na AFABB RS.

Assim como escrevi a respeito do Eli Figueira, diretor que nos deixou o ano passado, a Carmen é mais  um anjo que nos deixa pensando porque só os bons estão sendo levados embora com tanto corrupto, impertinente  e mau caráter por aí. Não dá para entender mesmo.

Carmen nos deixa uma lacuna difícil de preencher.

Certamente foi recebida no céu como merece e já foi incumbida de alguma missão ou evento social.

Escrevo tomado de forte emoção. Perdi uma grande e querida amiga. E a AFABB Rs uma excepcional colaboradora. Vai em paz, Carmen Volino. Mas não é para descansar lá não , é para agitar, alegrar  e festejar.


BONS VENTOS ?

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Em Gramado, no Cinfaabb 2017, existem cerca de três mil e quinhentos aposentados do BB, vindos de todo o país. Estão fazendo a felicidade de mais de trinta hotéis e diversas pousadas, bem como de restaurantes e fábricas de chocolate.



Em Piratuba, onde passei o final da última semana, meu hotel estava lotado.

A mídia noticiou ontem que a venda de carros teve expressivo aumento, mais de cinco por cento com relação ao ano passado e cerca de vinte por cento com referencia ao mês passado.

O comércio está animado com a Páscoa que está chegando . Os ovos de chocolate começam a desaparecer dos tetos dos super mercados.

Estará a economia se reanimando ?

Este mês de abril devemos receber parte do nosso décimo terceiro. Será um alívio para muita gente sufocada por compromissos, por pagamento de dívidas e de remédios.

Nossa Cassi está complicada e demorada. No meu caso, minha cirurgia foi em 9 de dezembro. Até hoje ainda não recebi os valores referentes aos honorários do cirurgião e de seu assistente, cuja documentação foi encaminhada há dois meses.

A bolsa de valores vem conseguindo manter o patamar dos 65.000 pontos. As ações do Banco do Brasil vem sendo destaque, apesar do resultado de 2016 não ter sido considerado satisfatório pelos analistas. A partir da data que Temer assumiu a presidência foi a ação de estatal que mais subiu, cerca de cinquenta por cento. Em próxima postagem vou falar em ações. Estou de volta ao mercado acionário.

Portanto, onde estamos ?  Em crise ou retomada de crescimento ?  O que nos espera ? Superada a euforia dos jogos e das viagens o que vai sobrar ?

Estou falando de economia, não de política.

Torço por bons ventos em abril, embora existam nuvens negras no horizonte.As chuvas de março já encerraram o verão.


Vamos que vamos !

SEM INTERNET E COM VIRUS

domingo, 2 de abril de 2017

O blog esteve fora do ar uns dias. Estava num lugar sem internet e o blog sofreu um ataque virulento que exigiu bastante cuidado para superar. Difícil. Tem gente que não quer que ele volte com força total. Mas comigo quanto mais dificuldade mais eu me empenho em vencer os obstáculos. Nesse tocante sou teimoso. Mas só nesse tocante. No resto eu sou é persistente.


Foram cinco dias, mas quanta coisa aconteceu nesse tempo.

Foi aprovada a lei da terceirização e sancionada pelo Presidente Temer.  Nos interessa esse assunto e muito. É uma mudança importante na relação de trabalho. A partir de agora como ficam o BB, a Previ e a Cassi ?  A nossa categoria de bancário está realmente com os dias contados ?

O Banco do Brasil voltou atrás na sua relação inaceitável com as associações de aposentados e vai manter a cobrança das mensalidades com débito em conta, mediante pagamento de tarifas. Uma reviravoltavlouvável. Eu estava disposto a conversar com o Presidente Cafarelli sobre esse e outros assuntos. 

O Cinfaabb 2017 foi inaugurado em Gramado na sexta feira perante 3.500 aposentados, que vieram de todas as partes do país disputar os mais diversos esportes e confraternizar. Uma festividade grandiosa. Incrível mas nenhum vice presidente ou diretor do BB prestigiou o evento. Era uma ótima oportunidade para o Paulo Cafarelli mostrar aos aposentados  o que pretende e que está do nosso lado.

Será verdade que o Presidente demitiu mesmo o diretor administrativo da Cassi como foi noticiado na rede ? Por que ? 

E na Anabb houve importante mudança. O atual presidente do CD , Luiz Oswaldo, foi derrubado e entra em seu lugar Willian Bento.  O Cláudio Lahorgue também deixou o cargo de secretário.

Por ultimo o CD da AFABB RS aprovou por unanimidade as contas do exercício de 2016, tendo, após, comemorado alegremente o aniversário da associação

Passei de quarta feira até hoje em Pirituba, SC, uma estação de águas, procurando o sossego para tomada de decisões relevantes. O lugar é sensacional. Só a paisagem já vale a pena . Bom para a gente se renovar.

Vamos que vamos.