ES, INPC, IGPDI, INSS, CASSI.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

No post anterior, onde falo em planejamento e flexibilidade para  o ano que se inicia, diversos comentários abordaram assuntos concretos de nosso dia a dia, com dados interessantes. Vale a pena ler.


Já sabemos de quanto vai ser a correção de nossos benefícios pelo INPC, de quatro por cento e mais alguma coisa, 4,48%.Se fosse pelo IGPDI seria de sete por cento. Uma correção pífia.

O debate versa em torno do ES, como se calcula, qual a correção, prazo adequado, etc.

Na semana passada tive a informação de que até agora o BB não injetou os recursos comprometidos na CASSI. Por que a demora ? A liminar não caiu ?  A CASSI divulgou nova listagem de medicamentos. Consulte a lista. É mais restrita.

A mídia noticiou mais uma vez que o Greenfield está processando 29 dirigentes de fundos de pensão, inclusive da Previ, sobre o rombo bilionário na Sete Brasil.  Um assessor do Paulo Guedes entre eles.

E sobre privatizações a bola agora tocou para a CEF. O governo contratou empresa para estudar a privatização da CEF. Com isso, o BB sai da linha de frente, apesar das declarações de seu presidente Novaes.

O ano se inicia palpitante. O acidente aéreo em Teerã é um absurdo erro humano. 

Tem eleição na CASSI e na Previ. De nossas escolhas dependem nossos pleitos. Temos que eleger pessoas honestas, competentes e que não se esqueçam dos associados ao assumirem. E que sejam sobretudo corajosas, sendo até capazes de renunciar mandatos pagos regiamente se não concordarem com decisões e não puderem fazer nada para reverte-las, denunciando publicamente as razões da renúncia. 



MENSAGEM DE ANO NOVO

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Estamos iniciando 2020, estabelecendo metas e prioridades.


Sugiro que leiam e reflitam sobre as considerações da monja Coen, que antes de ser monja famosa foi funcionária do Banco do Brasil, em seu livro Aprenda Viver o Agora.


“É preciso definir as prioridades, mas pode surgir algumas urgências.

Estar pronto, disponível a mudar seus planos e projetos caso ocorram urgências é um bom sinal.

Para evitar sofrimentos extras esteja sempre capaz de readaptar se ao que o mundo trouxer.

Isso não significa que você não planeje e se mantenha firme em seus propósitos, seu foco.

Mas não podemos ficar mudando o foco ou propósitos a. cada instante.

O que podemos fazer é ver qual a melhor rota para chegar lá.

Nem sempre é o caminho mais reto ou curto.

Pode ser por uma rota mais macia ou circular, que inclui outras pessoas e cria mais harmonia.

Assim mantenha a flexibilidade.

Planeje, prepare-se, organize-se.

E se tiveres que mudar os planos, mude-os adequadamente.

Viva a sua vida.

Cuidando, somos cuidados.

Aprecie cada instante, pois a vida é feita de instantes sucessivos e tão rápidos que dão a impressão de continuidade, mas cada instante é único,

Esteja bem. Cuide bem.

Viva o bem.”

FIM DE ANO !!!

domingo, 29 de dezembro de 2019

E não é que estamos chegando mesmo ao fim do ano 2019 ?


Incrível, consegui sobreviver mais um ano. Agora vou enfrentar, se Deus quiser, o 2020, ano bissexto, rumo aos 82 anos.

Confesso que, em matéria de saúde, este ano foi muito bom, apesar das dores da idade, do glaucoma e do diabetes, só a passagem de dois cálculos renais foram que  me perturbaram.

Em matéria financeira foi um ano excelente. Todos acompanharam as minhas aplicações na bolsa e nunca me cansei de aconselhar que investissem em ações, pois tudoindicava que haveria ganho expressivo, graças a reforma previdenciária e ao acordo China/EUA.

Houveram viagens maravilhosas, Cruzeiro sensacional, vitórias profissionais, festividades, mas também houveram perdas, problemas familiares, sustos, tristezas, pois a vida é assim, alternada e nada fácil.

Quanto ao nosso mundo do BB, Previ e Cassi, aconteceu muita coisa, houve reestruturação no BB, um presidente estranho aos quadros do banco, que defende a privatização da nossa instituição. O BB deve apresentar um ótimo resultado em seu balanço. Na Previ a valorização das acoesafastaram o risco de déficit e os juros devem cair para 4,5%. Não haverão mais eleições para gestores. Na Cassi o risco de extinção foi afastado mas até agora persiste o ruído de que oplebiscito não teria alcançado o número suficiente, pois os votos nulos são válidos pelo estatuto. Mas já pagamos a nova contribuição por dependentes e o BB já injetou os recursos para sua sobrevivência. Agora vou de protesto judicial.

Vamos ver o que o novo ano nos reserva. Será mais um ano com o blog do Medeiros ? Estou nessa desde 2008. Mais de cinco Milhões de visualizações. Presente em mais de 150 países. Cinco mil visualizações diárias. Cerca de quatro-mil postagens. Um registro de nossas lutas e nossa história.

Faço votos que todos tenham um ótimo ano, com saúde, alegria, paz, amor e com dinheiro no bolso.

Uma sugestão, no dia 31, a meia noite, comam lentilha em cima de uma cadeira. É barato, bom, saudável e produz resultados surpreendentes. Experimente.

Que venha 2020 !


SEMANA DERRADEIRA

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Dia 20 começam as ferias forenses e os prazos processuais seinterrompem. Tenho trabalho até essa data.


Nesta semana também se resolve definitivamente a novela Cassi. Até o dia 20 o BB tem que fazer o depósito da quantia que lhe corresponde para tirar a Cassi do sufoco.

Já registrou em cartório os novos estatutos e já avisou da cobrança dos valores por dependentes. Falta só o depósito para sacramentar a alteração estatutária.

Incrível mas tem conselheiro da Anabb que não se conforma com a vitória do Sim e quer impugnar a votação. Para que ? Por que ?

Vou entrar com o protesto só após depósito do BB.  Não quero risco nenhum. Para mim o depósito torna irreversível a alteração dos estatutos.

O número de adesões tem aumentado. Ainda bem que o pessoal está compreendendo. Quanto mais adesões mais forte fica o protesto e mais efeito produz. O prazo para ajuizar é de até três meses após o fato consumado. Quanto mais cedo melhor. Vejam o que mudou. Antes o BB arcava com 4,5 % e nos com 3 %. Agora, a grosso modo, o BB continua com 4,5 % e nós poderemos estar contribuindo com até 7,5 %. Brutal diferença.

Um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de venturas e saúde.

Até o ano que vem. O ano 2020 promete. A Cassi sobrevive e os fundos de pensão vão mudar a maneira de investir, face à redução dos juros fixos. Sonhar é possível. Vamos renovar nossas esperanças e torcer por um país e mundo melhor.

DA MUDANÇA NO INSS AO GARFO NA CASSI.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

A mudança no pagamento do benefício do INSS, de origem governamental, traz alguns transtornos para nós , pois diminui a margem consignável para o ÉS, aumenta o imposto de renda para quem fazia com base na fonte unificada. E vai exigir a comprovação presencial no banco escolhido.


O Estatuto novo daCassi já foi registrado e está vigente desde o dia 10. A Cassi já se apressou a fazer a cobrança dos dependentes.

Quem tem esposa ou companheira apenas, nenhum outro dependente, vai pagar mais dois por cento, no caso de aposentado, e um por cento no caso dos ativos.

Então façam as contas e vejam como vai ficar o holerite a partir de janeiro.

Se nem com essa visão terrível houver interesse em participar do protesto judicial eu confesso que entrego os pontos,pois significa que não estão se dando conta do que está ocorrendo e vai acontecer. Alienação total.

Mas ainda tem pessoas que acreditam em mim.  O protesto tem 410 adesões. Por outro lado, os que entraram com ações Esses estão sendo beneficiadas por alvarás que estão resolvendo ou aliviando sua situação financeira, um verdadeiro presente de Natal.

É muito bom ver o sorriso nos rostos dos colegas quando recebem a notícia de que os valores arduamente ganhos na Justiça estão depositados em suas contas. E são valores expressivos. E alguns contemplados nem tinham mais esperança. Houve quem salvou a casa em hasta pública. Outro resgatou o carro. E outro pagou os estudos finais do neto, possibilitando a formatura. Emocionante.

Eles ficam felizes e essa felicidade é que me motiva a continuar trabalhando. Vivo e trabalho pelo bem deles.

E é assim que vamos que vamos.

BOLSA EM ALTA ´INSS ROMPE ACORDO COM A PREVI

domingo, 8 de dezembro de 2019

Nem tudo é nuvem negra no horizonte.


Para compensar os problemas na área da saúde, a bolsa bateu recorde e chegou a 111.000 pontos. Aliás confirmando minha previsão e meus palpites para investimentos e ganhar um dinheiro extra. Parei de falar na bolsa aqui no blog porque acharam que eu estava me exibindo. Quem comprou Via Varejo, seguindo meu conselho, a 5,00 hoje tem o dobro, a 10,00, em menos de um ano, quem botou cinco mil tem dez mil, quem botou dez tem vinte mil, dá para um bom Natal e até viajar. Melhor aplicação do ano.

Bolsa em alta é muito bom para a Previ e, no meu entender, afasta completamente o risco de déficit no final deste exercício..

As ações do portfólio da Previ estão bem valorizadas, Vale, Petrobras, BB, Bradesco, Ambev.

Com esse cenário não deverá haver cobrança dos participantes de nenhuma parcela para cobertura  de eventual déficit, situação que já deveria ser anunciada para nos tranquilizar.

Espero que não haja nenhuma surpresa  a nível nacional nem internacional que mude o panorama.

Portanto, também falo de coisas boas e otimistas. Tem anônimos que só querem perturbar. Esses eu vou cortar.

Mas minha atividade profissional me deixa às vezes um pouco temeroso, principalmente quando vejo as pessoas desprevenidas, como é o caso da CASSI onde poucos estão se protegendo das ameaças que podem vir com a alteração dos estatutos.

Hoje mesmo a Zero Hora aborda o tsunami prateado, como está sendo chamado o envelhecimento, e chama atenção para que tenhamos uma postura mais cautelosa é real, especialmente com relação aos nossos direitos.

A ANAPAR e agora o site da Previ dão conta de que a Previ e o INSS romperam acordo e que os pagamentos dos benefícios poderão ser separados. Vem confusão por aí. Turbulências a vista. Ou não ? Será que eu sou mal informado ?

Sim, gente, o seguro morreu de velho. Não fique de fora do protesto. Se ligue.

Delenda est Cartago.

TURBULÊNCIAS A VISTA

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Apertem os cintos e se segurem porque temos turbulências a vista.


O caminho a nossa frente está repleto de ventos, temporais e tempestades.

Temos que nos precaver e tomar as providências para assegurar o nosso futuro, melhor dito os anos que nos faltam, já que estamos na etapa final, na chamada ironicamente de melhor idade.

As novas gerações querem mexer nos nossos direitos, naquilo que conquistamos com sacrifício ao longo de nossosanosde trabalho útil.

Estão mexendo nas aposentadorias e querem mexer nos planos de saúde.

A longevidade criou problemas para sua sustentabilidade.

Então precisamos nos defender. 

Na Cassi está sacramentado a vitória do SIM.  Algumas duvidas levantadas sobre se os votos nulos teriam validade no quórum eleitoral, já foram suficientemente dirimidas. Não compreendeu quem não quis. Voto nulo não existe. Independe se está ou não escrito no estatuto. Voto nulo é zero.

Agora é a vez de ajuizar o protesto judicial. Tenho 408 colegas que aderiram ao protesto e vão ressalvar seus direitos, por uma quantia irrisória, 250 ou 350 reais, ficando melhor situados perante a tempestade que se avizinha.

Esses 408 estão sentados e com os cintos colocados. Os demais estão expostos e vão enfrentar a turbulência desprotegidos.  

Esse é um aviso aos navegantes. Um derradeiro aviso. Depois não venham com choro nem lamentações.

Dependa est Cartago !