TEMPOS CONFUSOS

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Perguntam porque sumi. Nada mais postei depois da matéria sobre o pagamento integral da anestesia na Cassi, que aliás gerou divulgação em todo o país.  Muita gente, como eu, nada sabia a respeito.


Bem, a explicação é que estou de férias na praia . Fevereiro é o meu mês de descanso.

Mas existe um outro motivo.  Estou realmente confuso com o que está acontecendo no país diante de nossas caras.

A nomeação de Moreira Franco , a indicação do Ministro da Justiça para o STF e o discurso de Lula no funeral de Sua esposa, me deixaram atônito.

Depois disso não sei o que nos espera.  Não vai ter reação ?

Nossos problemas menores, endividamento, suspensão de prazos, melhorias, atendimento na Cassi, etc, etc., com certeza dependem do arcabouço político que nos cerca e nos domina.

Sem ter um rumo aceitável e sem convicção não vamos a lugar nenhum.

Aliás nem estamos quase podendo sair de casa tal a insegurança que reina no país.

Em Porto Alegre é terrível a situação. Ontem três hoteis foram assaltados.

Aguardo, assim, algumas luzes para trazer informações seguras e debates profícuos ao blog.

O tempo é de cautela e muita reflexão.

REEMBOLSO DE DESPESAS CIRÚRGICAS PELA CASSI

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Fui ingênuo e displicente com relação às despesas de minha cirurgia com relação ao reembolso pela CASSI e estou pagando caro por isso.

Utilizo pouco a CASSI.  Não sou expert nessa área. Na AFABB RS outros cuidam da CASSI, como o Ricardo Maeda e o Claudio Lahorgue.  Fiquei com a Previ.

Não sabia que poderia ter reembolso de 100% da anestesia.  Essa notícia já havia sido divulgada pela AAFBB em julho de 2016.  Eu li e pensei que era restrita ao Rio de Janeiro. Não, não é. Vale para todo o país.

A base é a resolução normativa 259 da ANS, de 2011. Como a CASSI não possui anestesistas credenciados, o participante do plano de saúde pode pedir o ressarcimento integral do valor pago.

Para isso, porém, precisa entrar em contato previamente com a CASSI e comunicar que irá realizar a cirurgia com a utilização de qual tipo de anestesia, nome do anestesista e valor dos honorários. A CASSI toma conhecimento e aprova o procedimento antecipadamente.

No meu caso não informei previamente. O anestesista cobrou dois mil reais, eu apresentei a nota fiscal e o relatório da anestesia para a CASSI posteriormente. A CASSI vai ressarcir cerca de R$ 1.100,00, praticamente a metade. Uma perda de um mil reais. Bem significativa.

Ninguém me alertou para que tomasse as providencias com antecedência.

Portanto, fica aqui esse alerta para que não ocorra o mesmo caso algum de vocês venha a precisar.

Quanto as despesas com o cirurgião, ele não era credenciado na CASSI. Fiz particular. A CASSI vai reembolsar cerca de trinta por cento (30%).

Respondo a várias perguntas que me tem sido feitas sobre os custos e despesas da minha cirurgia.

Informo que no tocante ao hospital, no meu caso o Moinhos de Vento, um hospital de primeira grandeza, a CASSI foi ótima, me forneceu um quarto individual com direito a acompanhante e pagou todas as despesas.  Nesse tocante, nota dez.

ESTOU VOLTANDO!

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Estou esquentando o tamborim e afinando a cuíca. Vou participar do carnaval. Vou desfilar na bateria da escola de samba. Vou realizar um dos meus sonhos neste 2017. Vou pra avenida.

"Pode preparar o coreto,
Pode esquentar o feijão
To voltando
Pode gelar meia dúzia de Brahma
Pode arrumar a cama
To voltando"

Superada a cirurgia, enfrentada a recuperação, pagas as contas do médico e do anestesista, com promessa de ressarcimento de uma terça parte pela Cassi, to voltando para a vida.

Estou me organizando para poder melhor me desincumbir dos planos que tenho para 2017.

Antes de mais nada já me preparo para viajar para o Rio de Janeiro para a reunião do Conselho Deliberativo da Previ. Preparo - me para analisar com profundidade o balanço do exercício. Fazer sugestões. Propor providências.
Levantar algumas questões. Com o espírito construtivo, como é o meu costume. É um momento marcante na história de nosso fundo de pensão. A bolsa está a 64.000 conforme previ há um ano.

O reajuste dos benefícios pelo INPC foi pífio. Um soco no estômago. Que índice de inflação é esse ? Será que não vão aos supermercados?  Muita gente vai sofrer para pagar as contas e sobreviver.

Correm boatos na rede. Boatos malévolos.

Depois de passar por risco de vida a gente volta zem, light, paz e amor.




Eu to voltando assim, mas um pouco impaciente e irritado com muitas coisas. Senti na carne como dói. Senti como sem saúde a gente não vale nada. Senti um pouco de abandono e desatenção. Senti como o tempo é impiedoso e temos que valorizar o momento.

Mas o importante é que to voltando. Espero que me tratem bem no meu retornar. Pretendo retribuir.

Pode gelar as Brahma,
Pode preparar meu chopp com colarinho de três dedos
Pode preparar o acompanhamento
Pode me aguardar

Eu to voltando!


ADEUS ANO VELHO , FELIZ ANO NOVO

domingo, 8 de janeiro de 2017

Se foi o ano de 2016, com suas alegrias e muitas tristezas. Um ano estranho, espantoso para alguns, com impeachment de Dilma e ascensão de Temer, com prisão de Cunha, com indiciamento de Lula, com baixa e posterior recuperação da bolsa, com desemprego, com finanças públicas estaduais deterioradas, parcelamento de salários, endividamento crescente, falta de segurança, de saúde e de educação, desastre da Chapecoense, Inter rebaixado, aposentadoria incentivada no BB, Cassi exigindo aporte de recursos para superar crise, Previ se salva do equacionamento do déficit na última hora, enfim tanta coisa. Chegou 2017 com suas esperanças de melhorias. 


Previsões para o novo ano ?

Alguns pessimistas anunciam que será um ano duro e que teremos saudades do 2016.  Outros, como Temer, proclamam que a economia vai entrar nos eixos e que o país voltará a crescer.

De minha parte, tenho planos e sonhos bem definidos para 2017.  Pode-se dizer que em 2016 eu me preparei para enfrentar os problemas de 2017 em melhores condições de saúde e tecnicamente mais bem preparado.

Superei diversas dificuldades. Ficou mais uma vez comprovado que a vida é uma luta constante e que nos surpreende a cada instante, como aconteceu com a inesperada morte de meu irmão 14 anos mais moço do que eu, dormindo, às vésperas de embarcar para a Alemanha onde era juiz de corte internacional.

E ficou comprovado que , como afirma Guimarães Rosa, que o que a vida exige de nós é coragem.

Tenho comigo também, supersticioso que sempre fui, que precisamos carregar conosco uma boa dose de sorte, uma boa dose de proteção divina e uma energia positiva bem forte.

É preciso que valorizemos o que temos e que saibamos aproveitar ao máximo os momentos bons que a vida nos proporciona.

FELIZ ANO NOVO !  FELIZ. 2017 !

Vamos que vamos !


AOS QUE TEIMAM EM NÃO ACREDITAR EM PAPAI NOEL

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

O ano de 2016 está sendo chamado como o ano da crise.

Crise financeira, econômica, política, climática, moral e ética.
Realmente, uma verdadeira tempestade, que de perfeita  não tem nada. Fez vítimas, causou estragos, arrancou lágrimas até dos mais fortes.
Sobreviver a essa crise exigiu coragem. Muita coragem.
Sim, sei que ensinam que temos que aproveitar as crises para ganhar dinheiro e força.
Mas sei também que não é tarefa fácil e que a vida de hoje está cada vez mais difícil, mais confusa e insegura.
Por isso cumprimento a todas e todos que superaram ou contornaram os obstáculos deste ano e chegaram ao final com um mínimo de traumas e sequelas. Parabéns pela bravura. O que passou ficou para trás. Vencemos.
De minha parte a sensação que tenho e transmito é de sobrevivente mesmo. Enfrentei risco de vida. Continuo vivo, graças a Deus e Nossa Senhora Auxiliadora, minha protetora. Utilizei todas as minhas energias para não sucumbir. Continuo na luta. Tenho missão a cumprir. Familiar, profissional e social.  Não posso me entregar.
A recuperação da cirurgia recém agora começa a entrar nos eixos. Ganhei de presente de Natal.


video

Foi a meia noite do dia 24, quando pintou o Natal e os fogos de artifício coloriram o céu de Porto Alegre, quando a comemoração do nascimento de Jesus aconteceu, com sua mensagem de luz e de esperança, conforme se pronunciou o Papa Francisco na missa do galo,  que o sangramento parou e os coágulos maiusculos que ameaçavam trancar o fluxo deixaram de me apavorar. Na comemoração  na casa da mãe da Ana, com 93 anos, eu ainda fraco e por causa de uma tontura, quase caí. Mas foi o último tombo, me levantei com firmeza, fui ao banheiro, finalmente tudo normal, e a partir daí não tropecei nem caí mais, festejei o Natal no dia seguinte com meus filhos e netos, e os cachorrinhos deles, e foi só melhoras até agora. Acabei de relatar para o médico as boas notícias. Ele ficou surpreso e feliz. Aguardava um chamado diferente para um procedimento de urgencia no hospital. Mas que maravilha dr. José !
Poderia ter ganho melhor presente de Natal ?
E tem gente que teima em não acreditar em Papai Noel.
A fé remove montanhas. Milagres acontecem.  Especialmente no Natal. Não é o que as lindas histórias de Grinn contam ?  Não é o que ensina o consagrado filme de Holliwood ? Não é essa a mensagem da Natividade da cidade de Gramado na serra gaúcha ?
Agora vamos que vamos rumo ao final do ano, rumo à praia, que o calor aqui está insuportável. Estou liberado para viajar e até para entrar no mar e tomar a minha cervejinha gelada. Oba ! Que saudade !
Muito obrigado mesmo Papai Noel. Você existe para quem tem fé, para quem acredita na pureza da mensagem das crianças, para quem tem a alma aberta ao imponderável e nunca perde a esperança, você é demais!

UM NATAL DIFERENTE

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Estao dizendo que vivemos um tempo estranho.


Falam que estão acontecendo coisas que jamais foram imaginadas, imprevisíveis, causando espanto.

Surpresas a todo instante, momentos que podem mudar nossa vida.

Quem poderia supor no início do ano que o Internacional, que arrancou no campeonato em primeiro lugar na tabela por várias semanas, fosse rebaixado para a segunda divisão ? Que Renato voltaria para fazer o Gremio campeão da Copa do Brasil ? Quem apostaria na vitória do Trump ?  No impeachment da Dilma ?  No indiciamento de Lula ?  Na prisão de Eduardo Cunha ?  No Temer como Presidente ?  Nas mudanças na previdência ?  No atraso dos salários e no calote do décimo terceiro pelo Governo do  RS ? Na crise e no desemprego ? No desastre da Chapecoense? No equacionamento do déficit na Previ ? Na contribuição de mais um por cento para a Cassi ?

Quando poderia imaginar que eu afinal me animaria a enfrentar a cirurgia e passaria o Natal em fase de penosa recuperação física e emocional ? E que meu irmão, 14 anos mais moço, morreria repentinamente de enfarto fulminante? 



Esse Natal certamente não é um Natal igual a todos os outros, que tinham por objetivo festejar a paz na terra, a concórdia e o amor entre as pessoas. Esse é um Natal diferente para a gente pensar um pouco na vida.

Alam Ruschel, sobrevivente da Chape, declarou em entrevista que , quando  a gente se debate entre a possibilidade de morrer ou de viver sem movimento, todas as outras coisas parecem insignificantes , de maneira que as reclamações e as queixas anteriores, sobre pequenas lesões, acidentes leves ou infortúnios passageiros,  parecem ridículas ou exageradas. 

Nunca pareceu tão claro que temos que valorizar o tempo presente e tudo o que temos ao nosso dispor agora. E desfrutar desses momentos e desse patrimônio, mesmo que pequeno, com alegria e da melhor maneira possível.

Os meus votos neste Natal diferente é que você, meu caro amigo, meu prezado colega, meu fraternal companheiro ou companheira dessa jornada, valorize sua vida e agradeça ao bom Deus o que Ele lhe proporciona no presente. Naturalmente sem abdicar da esperança e de aspirar melhorias no futuro, nem desistir de suas lutas e sonhos.

Viva a vida !  Viva o Natal ! Feliz Natal para todas e para todos. Sim, apesar dos pesares e dos contratempos, VAMOS QUE VAMOS !



EM DEFESA DO APOSENTADO

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Querem transformar o aposentado em vilão da história.


Quem é o culpado pelo atraso no pagamento do salário do funcionalismo público do RS ?  O aposentado.

Quem é o culpado pela falta de segurança nas ruas ?  O aposentado.

Quem é o culpado pela falta de recursos para saúde e educação ?  O aposentado.

O pagamento das aposentadorias e pensões, dizem,  absorve a maior quantidade de recursos do Tesouro. Sobra quase nada para as demais obrigações do Estado. 

O aumento da longevidade bagunçou todos os cálculos atuariais.  Viver muito , em vez de benção, se tornou uma maldição.

Tem aposentado com remorso de ter vivido um pouco mais do que se esperava e com vergonha de se declarar aposentado, pois pode ser mal visto como um privilegiado ou parasita social. Tem receio de pedir correção do benefício na Justiça. Pode ser acusado de quebrar a previdência ou o fundo de pensão. 

A mídia ultimamente resolveu enaltecer o trabalho. Elogiar quem trabalha até a hora da morte. Quem não faz assim é vagabundo ou preguiçoso.

Temos que reagir. Nós, aposentados, merecemos respeito. Aposentadoria não é crime, não é benesse. É direito. Uma conquista. Pagamos caro por ela. Com suor, sangue , lágrimas e dinheiro. No meu caso contribuí com vinte salários mínimos para receber menos de cinco.

Estou enviando algumas matérias para ver se a imprensa publica.

Temos que nos defender.