CHEGA DE MENTIRAS QUANTO Á COBRANÇA DA CESTA ALIMENTAÇÃO

quinta-feira, 22 de maio de 2014

O diretor Marcel Barros falou o seguinte, por ocasião da apresentação dos resultados do presente exercício, em Porto Alegre, há pouco, acompanhado do diretor Paulo Assunção,  segundo gravação em meu poder, perguntado a respeito da cesta alimentação: - 

"agora as pessoas estão sendo chamadas para devolverem os valores recebidos por conta de liminares e para pagarem as sucumbências. Confesso que a gente ainda nao analisou essa situação na Previ, se a pessoa vai fazer ou não vai fazer o pagamento parcelado, ou como vai fazer. Mas eu posso garantir para voces que a diretoria da Previ vai ter a maior sensibilidade possível para arrumar uma solução para essa questão.  Nós temos que fazer o que a Justiça nos obrigue, mas também temos que ter a sensibilidade necessária para avaliar a situação dessas pessoas e arranjar uma solução".

Isso não é verdade. O escritório Bothomé está cobrando, em nome da Previ, de forma agressiva e maliciosa, a devolução integral dos valores recebidos por liminares na cesta alimentação.  Ele não pede de forma parcelada nem suavemente.  Exige a devolução imediata, até de quem não recebeu por antecipação de tutela, mas através de decisão transitada em julgado. Não respeitam o caráter alimentar da verba nem o princípio da boa fé objetiva.

A seguir, transcrevo um dos tantos pedidos feitos judicialmente pela PREVI: - (processo n° 001/1.06.0137509-6) - ll-12-2013 - "Ante o exposto, requer a Previ a V.Excia. o prosseguimento do feito com a intimação dos demandantes para pagamento da dívida ora cobrada, no valor de R$ 148.202, 43 (R$ 29.640,49 pra cada autor), atualizada até a prsente data, com os juros legais, correção monetária até a data do efetivo pagamento, sob pena de penhora. ".   Já tenho vários casos similares, tendo agravado dois para o TJ.

Mesmo assim querem ganhar os votos de quem está sendo coagido a devolver de uma vez só os valores da cesta alimentação. E fala que ainda não tomaram a decisão e se tomarem será suavemente.


CHEGA DE MENTIRAS. NÃO VOTE EM QUEM ENGANA, PROMETE E NÃO CUMPRE, GANHA APOSENTADORIA MILIONÁRIA, QUER GANHAR BÕNUS DE DEZ SALÁRIOS, SUSPENDEU O BET E NÃO RESPEITA O CARÁTER ALIMENTAR DA CESTA ALIMENTAÇÃO NEM O PRINCÍPIO DA BOA FÉ OBJETIVA.  VOTE NA CHAPA TRES, PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS.

20 comentários:

rafael campagnoli disse...

Caro dr Medeiros, o que acha da notícia abaixo, postada no site da ANABB?
Quarta-feira, 14/05/2014 - 17h26m

Governo pode liberar resgate parcial de fundos de pensão

O governo está avaliando a possibilidade de permitir que os participantes dos fundos de pensão façam um único resgate parcial da reserva no período de sua formação. A proposta, que está sendo elaborada pelos técnicos do Ministério da Previdência, será apresentada na próxima reunião do Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC), prevista para ocorrer no mês de junho.

"O grande desafio ao elaborar essa norma será buscar o ponto de equilíbrio entre dar alguma liquidez ao participante, porém, sem perder a vocação previdenciária do recurso", afirmou o secretário adjunto da Secretaria de Políticas de Previdência Complementar (SPPC), José Edson da Cunha Júnior.

Hoje, a retirada pelos participantes dos fundos de pensão de parte do dinheiro só pode ser feita com o fim do vínculo empregatício ou na aposentadoria. Em alguns casos, é possível resgatar um porcentual da reserva no início da aposentadoria e o restante é revertido em benefício.

É estudada ainda a imposição de um período de carência ao participante que decidir sacar parte da reserva, segundo o secretário adjunto da SPPC, que também é coordenador da Comissão de Fomento do CNPC. Esse prazo também ainda não definido. O participante poderia, por exemplo, fazer um único saque de 25% da reserva após 36 meses de contribuição.

A discussão, considerada polêmica, tem sido articulada com sindicatos e representantes das empresas patrocinadoras. Os técnicos dizem que a mudança trará mais liquidez para os participantes do fundo e irá fomentar o sistema. Eles afirmam que, com o estabelecimento do limite de retirada a apenas um saque e com um porcentual máximo predefinido, não se perderá o caráter previdenciário desse tipo de reserva.

Outra proposta é criar um produto com tributação na hora do resgate apenas sobre os rendimentos, como nos planos Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), e não sobre o principal como ocorre hoje. No modelo atual, os participantes de fundos de pensão, além de terem o imposto sobre todo o valor poupado, não podem deduzir do IR a contribuição ao plano de previdência.
Fonte: Agência ANABB / Com informações do jornal Estadão
Será que os aposentados/pensionistas já em gozo de benefícios, teriam como resgatar algum também? com certeza iria aliviar demais nossos orçamentos, podendo utilizar os recursos para quitar/amortizar ES etc ... E para quem tem que devolver a Cesta Alimentação também ajudaria ...

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, apesar de não concordar com esta desunião da oposição, tenho que optar por uma das chapas e assim decidido, voto e faço campanha para chapa 3. Espero que vença.
Cláudio - Piracicab - SP

Anônimo disse...

Buenas.

Mas tchê, parece-me que apesar de não teres ainda acessado a "caixa preta" da PREVI, a fossa séptica já destampastes, trazendo a luz um monte de m...
E que fedor.
Quem diria hein?

Abraço

Rovere

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Achei muito oportuno e interessante este post. Peço-lhe autorização para envia-lo a quem eu desejar. Posso? Sou um dos soldados que votarem na chapa 3.
Aguardo.
Obrigado

Marco Antonio disse...

Caro Medeiros:

Causa profunda estranheza o elevado índice de abstenções nesta eleição, cujos resultados praticamente definirão o destino da Previ, mantendo-a ou não atrelada ao governo. O que acontece??? Alguém sabe explicar? Será falta de divulgação, desinteresse ou preguiça? Vamos tentar identificar em nossas cidades esses retardatários ou acomodados e despertá-los para o que está acontecendo na Previ. Caro Medeiros, valha-se de sua criatividade e liderança para sugerir, através deste blog, ações concretas no sentido de reverter esse quadro! Talvez através de um post específico, abordando o problema. Afinal, não podemos nos acomodar, pois a vitória ainda não está assegurada.

Jair Mário Bork disse...

Dr. Medeiros.
Já estou conformado em ter que devolver a verba referente Cesta Alimento, mas tenho uma grande dúvida: Ao longo dos últimos 6 anos tenho recebido a referida verba, porém sempre com o desconto de 27,5% do imposto de renda. Se devolver o total da verba , acrescido de juros e correção monetária, como é que ficará a parcela que não recebi, ou seja, relativa ao imposto de renda retido na fonte? Acho que a única solução seria transitar a devolução na folha de pagamento, com o estorno do imposto de renda, não achas? Não sabes como é que a PREVI está fazendo? No meu caso, ainda não mexeram, tanto que neste mês ainda recebi a tal verba.

Medeiros disse...

Marco Antonio,

O quadro é esse. Mudar como ? Se os aposentados e pensionistas não despertaram com o corte do BET e a volta da contribuição, com que vão se motivar a votar ? Essa anestesia foi plantada há muito tempo. Graças a essa acomodação que eles foram tomando conta e aparelhando tudo. Estamos telefonando, há quem nos critique por isso. Mandamos carta para todos os aposentados e pensionistas do RS. O blog está procurando levantar assuntos interessantes e provocantes. Atendendo teu pedido vou fazer um apelo especial, mas sabendo que a internet entre nós tem limitações ainda não superadas. Agora, desculpe discordar, acho que a votação está fluindo bem, vai alcançar os números estimados.

Medeiros disse...

Jair,

Depois da eleição vou tratar desse assunto do imposto de renda na questão da devolução da cesta alimentação.

Anônimo disse...

Por isso eles estão desesperados. Sabem que os 19 000 da cesta alimentação não vão votar neles.

Rosalina de Souza disse...

Prezado Dr. Medeiros,

Não entendo muito de leis,mas sentença transitado e julgado,nos processos da Previ, costumar percorrer todas as instâncias do judiciário.

Até julgo procedente as liminares serem caçadas,mas em ambos os casos seja liminar seja quem ganhou o processo cesta alimentação,tem mesmo que devolver essa quantia.

E nos casos que o recebedor do valor,não tenha bens a penhora, vão penhorar o que os proventos.

Não da para entender Dr.Medeiros,pois o cara acumulou esse recebimento durante 10, ou mais anos,recebendo 300 reais por mês, e diante de uma amarra da Previc,com os fundos de pensão,mudaram jurisprudência de décadas.

E Judiciário ganhou o direito de receber acima do teto, vem mais chumbo grosso por ai, e nossos colegas aposentados e pensionistas estão no mundo da lua.

Ou vamos acordar ou os poucos batalhadores vão tirar o time de campo, porque é remar contra a maré.

Vote CHAPA 3 PREVI,LIVRE,FORTE E DE TODOS.

Hoje chegou o Jornal em minha residência,simples mais muito objetivo.

Atenciosamente

Rosalina de Souza
Pensionista
Apoiadora da CHAPA 3

Anônimo disse...

Pois é dr. Medeiros, eu estava na apresentação onde o Marcel falou isso. |Eu quis intervir e dizer que eles não estava falando a verdade e não me deram o microfone, tinha que ser por escrito. Só liberaram o microfone no final para deixar um ex superintendente falar.

Aderbal

Medeiros disse...

Eu não preciso autorizar, quem quiser pode fazer uso das postagens do blog.

Valim disse...

Medeiros,

ASSUNTO.

Talvez seja um tiro no pé em relação aos aposentados. Gostaria que os conquistássemos. De que maneira ?

Está na hora,contorna a curva de chegada e entra na reta final, e não somos azarões, estamos no páreo. Se possível chamarmos os aposentados para a votação através da mídia televisiva. Poderíamos fazer isso?

O cofre não saiu mas poderia sair agora, pensando menor, numa página inteira na Folha de São Paulo e no Jornal o Globo no sábado e no domingo. É muito caro?

Eu, se fosse a Cecília Garcez e o Medeiros, não tiraria mais esta etapa a ser cumprida, iria a redação e pediria um grande abatimento, visto que estamos no páreo, mesmo votando só o pessoal da ATIVA.

Creio que com os 30% porcento faltantes da ATIVA basta uma promessa no veículo de grande circulação. Lutar para acabar com o PREVI FUTURO, aí sim esses seriam nossos.

Esses últimos 30% são os Mineiros, coloquei em letra maiúscula porque os amo e onde tomei posse no Banco. Sou carioca e mineiro de coração. São mais cautelosos.

Essa, a meu ver, talvez sabendo como você corre atrás e não é de fugir da luta, seria uma boa para ser humilde uma ótima idéia. E não as tive só aqui neste momento.
Vai nessa Medeiros, RUMO À VITÓRIA.

Parece que estão desanimados, não você, como os aposentados. Eu não, o pessoal da Ativa é que irão se colocar no PREVI 1, se a proposição for feita.

Do resto é aguardar.

Ainda conto com os aposentados, para ganharmos de lambuja.

Valim.

Anônimo disse...

Colegas, eu acho que não deveríamos entregar o ouro para os bandidos. Esse negócio de dizer que já está conformado com a devolução da verba de alimentação é um indicativo para os homens da PREVI virem em cima de nós pedindo a devolução.

Sem essa, assim não dá, vamos mostrar que não estamos conformados com isso.

Julita disse...

Dr Medeiros, estou lendo agora aqui no seu blog, que autoriza postar então postarei um trecho nas postagens do face PREVI plano1! Vamos mostrar a verdade!!! Abraços e rumo a vitoria!!!

Anônimo disse...

Esse Marcel é um verdadeiro cara-de-pau. Deveria lavar a cara com oleo de peroba, ou trabalhar ao lado do Carlos Alberto da Nobrega, no programa humorístico "A Praça é nossa".
Aliás, essa é uma das características do PT: "Eu não vi nada, eu não sei de nada, não foi isso que eu falei, etc
Tenho nojo dessa raça.

Anônimo disse...

A questão é o seguinte, a eleição é considerada válida se conseguir maioria absoluta, não importa se tem 10 chapas, 4 chapas concorrendo, o quórum para as eleições PREVI 2014, previsto no Artigo 6º do Capítulo II do Regulamento de Consultas aos Participantes e Assistidos da PREVI será de 99.275 (noventa e nove mil, duzentos e setenta e cinco) participantes e assistidos. Então quem conseguir a maioria entre as chapas que concorrem ganha as eleições. ELES SABEM DISSO, ENTÃO VOCES PODEM OBSERVAR QUE NO PRIMEIRO DIA DA VOTAÇÃO 40,9% DOS FUNCIONARIOS DA ATIVA VOTARAM, ENQUANTO SÓ 2,8% DOS APOSENTADOS VOTARAM E AO FINAL DESTE DIA 16.05, DO TOTAL DE 197.758 APTOS A VOTAR, 42.634 VOTARAM O QUE CORRESPONDE A 21,6%.onTEM DIA 22.05 AO FINAL DO DIA A VOTAÇÃO EVOLUIU PARA 84.202 VOTANTES COM O PERCENTUAL DE 42,6%, SENDO QUE 69,3% DO PESSOAL DA ATIVA VOTARAM E 16,6% DO PESSOAL APOSENTADOS/PENSIONISTAS. O QUE SE DEDUZ DISSO: QUE VAI CONSEGUIR ATINGIR OS 50% PARA A ELEIÇÃO SER VALIDADA, POIS CASO NÃO ATINJA OS 50% VAI TER NOVA ELEIÇÃO. COMO A PRESSÃO SOBRE OS OS FUNCIONARIOS DA ATIVA FOI GRANDE NO PRIMEIRO DIA ATRAVÉS DO TERMINAL DO SISBB, O QUAL DEVERIA SER PROIBIDO PELA COMISSÃO ELEITORAL QUE É A RESPONSAVEL PELA COORDENAÇÃO E EXECUÇÃO DO PROCESSO DE CONSULTAS AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS, POIS QUE ESTA PRESSÃO NO TERMINAL DE TRABALHO COM VARIAS CHAMADAS AO LONGO DO DIA TERMINA FAZENDO O FUNCIONARIO VOTAR IMPENSADAMENTE PARA SE LIVRAR DAQUELA MENSAGEM NO TERMINAL DE TRABALHO. LEMBRO TAMBÉM QUE NO REGULAMENTO DE CONSULTAS NO ITEM III DO ART. 4 CAPT II- DIZ QUE CABERA A DIRETORIA EXECUTIVA DISPONIBILIZAR OS MECANISMOS QUE PERMITAM O ACESSO DE TODOS OS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS AO PROCESSO DE VOTAÇÃO. BASEADO NO QUE FOI EXPOSTO, PERGUNTO ESTA DIRETORIA EXECUTIVA E A COMISSAO ELEITORAL REALMENTE DISPONIBILIZOU AOS APOSENTADOS A MELHOR FORMA DE ACESSO AO PROCESSO DE VOTAÇÃO? EU ACHO QUE NÃO, ESTA É A MINHA OPINIÃO, UMA GRANDE MAIORIA NÃO SABE NEM QUE ESTA TENDO ELEIÇÃO E NÃO TEM ACESSO A COMPUTADOR E ELES SABEM DISSO.

Carlos Mariano disse...

O escritorio BOTHOME é criminoso, no meu caso particular, ele fez varias declarações falsas em juizo, tudo com o fim de adiar o pagamento do que é devido.
Um dos lugares da PREVI que precisa de uma auditoria e colocar um gerenciamento efetivo é a parte juridica.
Ela provavelmente está servindo para fazer caixa dois para muito tubarão.
Eu acho que o custo juridico para a previ é muito elevado e o descrédito da honestidade de seus administradores reina no meio de quem tem uma causa juridica com a previ e a acompanha com algum conhecimento.
É muita má-fé e falta de administração junta.

edsomn disse...

O Aposentado no Brasil não é valorizado, a cesta alimentação teria que ser um direito de todos aposentados o nome já diz alimentação se comparado com os direitos dos nossos políticos do Brasil que faz pouco e recebem muito.

Anônimo disse...

Agora que a eleição está ganha, solicito uma especial atenção para os 19000 participantes que estão sendo chamados a pagar os valores recebidos por conta das liminares relativas às ações da CESTA ALIMENTAÇÃO. Acredito que os novos gestores terão sensibilidade e procurarão encontrar uma solução que venha amenizar as excessivas preocupações que estão sendo enfrentadas por este grupo. Acredito ainda ser respeitado o caráter alimentar da verba, bem como o princípio da boa fé objetiva.