CARA DE PAU !

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Não queria mais escrever sobre as eleições para a ANABB. Mas insistem comigo. Querem saber o que estou achando.

A eleição já está na fase derradeira, faltam só dez dias, e, em minha opinião, perfeitamente definida, eis que a votação depende agora só dos votos pelo Correio, onde não tenho chance.  Advinhei até os votos que vou receber e comuniquei o resultado para alguns colegas. Vamos ver se acerto a minha previsão.

Confesso que estou um tanto decepcionado com a campanha eleitoral. Esperava um debate aceso de idéias envolvendo a ANABB. Visitas de candidatos a associações e AABBs. Manifestação de lideranças, como a da ex-diretora Elaine Michel.  Revelações sobre assuntos polêmicos e viscerais.

No entanto, acho tudo muito morno, receoso e tímido. E repetitivo. Poucas novidades.

Mesmo assim vislumbro algumas situações que me deixam incrédulo.  Ou será que estou ficando bloqueado com a idade, que não estou percebendo direito o que acontece, que o meu raciocínio já esteja começando a ratear, o Alzheimer chegando ?

Não consigo entender, por exemplo, nesta altura do campeonato, como pode ser bom para uma chapa receber o apoio do Sasseron, se não saiu melhoria para o ES, se não saiu o realinhamento dos benefícios, embora tenha havido compromisso assinado, se está pairando agora a ameaça de suspensão do BET,  se está havendo cobrança da PREVIC a respeito das altas aposentadorias, com ameaça de intervenção,  se não saiu o pagamento do Bet sobre os P.220, se não conseguiu até  hoje a resposta do Imposto de Renda, se não dá nenhuma informação sobre o que está se passando, se não melhorou a situação das pensionistas, embora sua promessa de campanha.

De outro lado, também não consigo entender como pode ser bom para uma chapa contar com o nome do ex-vice presidente de recursos humanos do BB, o poeta Luiz Oswaldo Santiago Moreira de Souza, que, no alto de seu cargo no BB,  em determinado momento declarou que "a CASSI só tinha obrigação de assistência à saúde para os funcionários da ativa",  excluindo os aposentados e pensionistas, contra o qual ingressamos até com protesto judicial para assegurar nossos direitos. Esse diretor Luiz Oswaldo recebeu inúmeros convites da AFABB RS para vir palestrar, nunca se recusou, sempre prometeu vir, e nunca veio, numa desconsideração sem tamanho conosco. E agora é candidato à ANABB e em sua carta declara que vai trabalhar pelo funcionalismo E PELO BB.  Não fala em aposentado nem em pensionista. E pretende ganhar o nosso voto, para ele e para" o grupo que se juntou ", enviando carta para nossa casa.

Acho tudo isso uma desfaçatez enorme.  Muita cara de pau, mesmo.  Estou fora.

E tenho dito. Não falo mais sobre as eleições . Acabo de enviar meu voto. Votei na chapa Semeando para o Futuro, mais os nomes de Claudio Lahorgue, Isa Musa, Fernando Amaral e Paim..  Bom voto e boa sorte.

DELENDA CARTHAGO - E´ MUITA CARA DE PAU !  ESTOU FORA !

44 comentários:

Anônimo disse...

Não sou advogado de dona Elaine, mas é compreensível que ela tenha se recolhido. Esquecem que ela é da ativa? Esquecem que foi devolvida ao Banco e mesmo preparada, com MBA, formação em compliance, etc., está Posto Efetivo batendo carimbos e entregando papéis pelo prédio do Sede I? Já imaginaram a situação dessa senhora, sem tempo ainda para se aposentar e sob as botas dos poderosos do BB aliados da ANABB? Tem mesmo de se afastar, por isso sequer se candidatou. É covardia querer dela que vá a público dizer isso ou aquilo, quem conhece o Banco de hoje sabe que a cabeça dela está a prêmio e para ser transferida lá para os quintos dos infernos basta uma canetada de um gerente de área qualquer. Em tempo, a senhora Elaine é divorciada, tem filho pra criar e seu único emprego é o Banco. Tem de por comida em casa, pagar aluguel, etc. Não pode ariscar tudo isso para empunhar a bandeira das denúncias contra poderosos.

Anônimo disse...

Querido doutor medeiros, não se deixe levar pela falta do respaldo político que não obteve a sua pessoa neste momento.

De tudo que está transcorrendo tira-se algo positivo, e pelo que pude sentir a indignação pelo Sr. Sasseron ao menos na eleição para a ANABB nesta ele não mais participou

Portanto o Senhor falou e disse que era carta fora do baralho e assim foi.

Com relação às manifestações está aí o diaa 15 de novembro, me parece que a COBAP, que até está organizando o partido político o PAI, vai fazer algo.

Taí a dica para quem puder participar.

Ademais, muito obrigado pela alegria que o sr. tem nos proporcionado de saber que está do lado do que se chamou a RALÉ, desde o congresso lá na costa do sauípe.

Anônimo disse...

Dr Medeiros,
O problema dos aposentados/pensionistas, é que somos muitos (120.000), poucos preocupam-se com a atual situação em que nos encontramos, muitos desconhecem a situação, e se conhecem, talvez pela cultura do bancário, preferem não se expor, ou talvez, não passam por nenhum problema e não estão nem aí.
Eu tenho acompanho diariamente o desenrolar dos acontecimentos, fico estarrecido com o descaso e a falta de humanidade daqueles que foram eleitos para administrar aquilo que é nosso por direito.
Tenho recebido inúmeros e-mails de cidadãos candidatos que já conhecemos, que são uma coisa na vida real e escrevem e-mails como se a gente fosse leigo e estivesse por fora das barbaridades que tem acontecido por aí. Com a normalidade da greve dos correios, agora chovem correspondências, as mais absurdas possíveis, é tudo realmente ridículo, uns verdadeiros fariseus.
A propósito, já votei consiente, não me arrependo de nenhum voto e estamos torcendo para que pessoas dignas de respeito como o senhor e outros, independente do que estejam fazendo as outras chapas, consigam eleger-se e nos representar com dignidade junto as associações e a previ.
A propósito Dr Medeiros, estava assistindo o programa da Ana Maria Braga hoje, 19/10/2011, e um rapaz que perdeu a mãe e uma irmã vítimas de um motorista embriagado, criou um site como o nome 'www.naofoiacidente.com.br', no qual tem uma petição pública que necessita de 1.300.000, assinaturas para criação de um projeto de lei para punir os infratores no trânsito.
Clicando no link abaixo acessa a petição, http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=
Aquele que puder acessar este site e quiser ajudar na iniciativa desse cidadão por favor faça.
O que eu quero também dizer com isso, poderia ser criada uma petição pública para punir aqueles que estão agindo livremente em meio às lágrimas e ao sofrimento de nossos colegas aposentados/pensionistas e trazer ao conhecimento da população geral, o que se passa nos por trás das cortinas, nos corredores sombrios da Previ.
Josué Jorge Jr
Paraná

Pensionista disse...

Então Sr Presidente , o senhor recebendo 43.000,oo por mes não está nem ai com os aposentados e pensionistas que recebem 60% dos seus falecidos maridos que ajudaram a formar esse patimonio da PREVI que o senhor e seus conselheiros estão usufruindo as nosas custas. Não cumpriu suas promessas. Depois a PREVI chamando as pensionistas de velhinhas trambiqueiras. Pergunto: Qual é a sua????????
Queremos e precisamos do ES, para Já 150x150!
Cuidado que ficarás velhinho também ou deixará uma velhinha TRAMBIQUEIRA< heim?

Anônimo disse...

Para quem se interessar: Acabei de ligar para a Previ perguntando se renovasse hoje meu Es poderia renovar novamente qdo aumentassem o limite. A resposta foi não temos previsão de qdo irão aumentar o limite e nem posso garantir se poderá renovar novamente. Pessoal seco, não estão nem ai com os velhinhos

Anônimo disse...

Colegas.
Buscar justificativas para a omissão da grande maioria dos colegas, é perda de tempo.
A explicação é muito simples.
Ou comodismo, ou simplesmente ranço da época da ditadura.
O medo de expor, vem de longa data, e esta incutido la no subconsciente dos que presenciaram os desmandos da ditadura, mantendo-s o medo absoluto de qualquer represália.
Esta "doença" não tem cura.
Rovere

Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
anônimo ex-endividado disse...

Tenho lido que alguns colegas, cansados de esperar pelo realinhamento, estão renovando ou pensando em renovar imediatamente seu Empréstimo Simples. Como pode servir de orientação, estes são os valores a que cheguei simulando renovação de meu E.S. em diversas datas(não, não tive uma recaída na roda-viva do endividamento, meu E.S. está aplicado e é contratado apenas por causa do seguro, o que, segundo o Sasseron, me torna um trambiqueiro).
-R$ 4.329,00 líquido - renovação em 20.09.2011
-R$ 4.106,00 líquido - renovação em 30.09.2011
-R$ 5.433,00 líquido - renovação no segundo dia útil de outubro/2011.
O aumento do crédito em outubro refere-se à baixa da prestação deste mes, quando foi paga a 11a. parcela.

Anônimo disse...

Caro Rovere,
Não creio que seja medo de se expor mas é um horroso comodismo, sempre esperam que outros lutassem a sua luta, somente passam para recolher os louros, sempre foi assim. Durante a ditadura como funcionários do BB não tinhamos do que nos queixar de nossos proventos.

Laerte da Silva disse...

Medeiros,

Cadê meu comentário de hoje?

Laerte

João Rossi Neto disse...

Rovere,

Realmente é por comodismo que nós estamos amargando o "Fundo" do poço, enquanto o Fundo de Pensão cresce e ostenta a 25ª posição no ranking mundial. Se inventarem outras perfurações do naipe da Resolução 26/2008, daqui a pouco estaremos bem mais embaixo e talvez conversando com japoneses. Aí, os que dormirem sonhando com as neuras da era do Chumbo, podem aguardar na rua da amargura, sem recursos para pagar as suas aposentadorias.

Medeiros disse...

Laerte,

O comentário de ontem, dia 18, está na postagem anterior, velhinhos safados. Hoje não recebi nenhum comentário teu. Obséquio confirmar.

Abraços

Medeiros

Anônimo disse...

Hoje sou um velho safenado e cheio de dúvidas sobre se valeu mesmo a luta pela redemocratização deste país. De uma coisa estou seguro: minha situação financeira piorou, e muito.

Anônimo disse...

Colega Medeiros, se quiser pode enviar algum colega para fazer o teste, la no Mourisco se voce perguntar ao vivo sobre melhorias no ES, recebera uma resposta que este assunto nao esta mais na pauta das reunioes. ( ??? )
De minha parte eu acho que a Previ qualquer dia vai virar um SANATORIO e os primeiros pacientes serao seus proprios dirigentes.

Carlos Martins

Anônimo disse...

Doutor Medeiros,

Brasileiro tem memória curta. Ninguém se lembrava de que o Luiz Oswaldo tinha dito essa pérola quando vice presidente do bb, que a assistencia de saude era só para o pessoal da ativa. O pessoal só tá preocupado com o ES, com o seu bolso, até em defender a Elaine. Uma pena. Vamos pagar por isto. Votei na chapa Semeando o Futuro, não posso votar em chapa apoiada pelo Sasseron e na que tem o Luiz Oswaldo, por uma questão de coerencia. Parabens pelo sua postagem. Não dá para acreditar na inocencia e ingenuidade do nossopessoal. Por isso acreditaram no Saulo e em outros infiltrados safados da internet. Esses trambiqueiros ainda vão se dar mal. Aviso de quem sabe das coisas.

Blog do vovô disse...

Caro anônimo de19 de outubro de 2011 14:14.
Realmente.
Lembro que nesta época era "Fiscal da Creai" em São Lourenço do Sul, e somente fui ouvir falar em Sindicatos e em briga por melhores salários em 1981 quando por motivos de saúde na família, fui obrigado a me transferir para Pelotas, onde dispunha de recursos médicos mais avançados.
Sem dúvidas que a liberdade de que gozamos hoje é muito melhor, mas o desrespeito pelas instituições que ora assistimos, isto é uma vergonha. Ando muito preocupado e envergonhado com o País que vou deixar para meu neto. Como explicar a ele, que honra, honestidade e outras virtudes tão escassas, são os pilares da sociedade.
Estou envergonhado de ser brasileiro.
Rovere

Laerte da Silva disse...

Caro Medeiros,

Que pena! Mas eu não consigo mais colocar as palavras de estímulo que pus naquele meu comentário matinal. Fiz em outro computador, e, agora, fica muito mais difícil. Mas, faço um resumo. Fui contra essa sua decisão de jogar a toalha, rendendo-se à pressão desse povo endinheirado, que luta pela manutenção nos postos que ocupam na ANABB. Só para você ter uma ideia, muita gente ainda vai votar em você, no Lahorgue e outros, pela via postal. Há outros bons candidatos, que respeitamos, mas você tem a preferência de muitos. Os colegas gauchos têm que se enfileirar ao seu lado. Junto com muitos outros de outros Estados, você se superará. Eu mesmo, que aqui confirmo o meu voto, vou votar esta noite na cédula de papel que acabo de receber, devido ao atraso da greve dos correios. E, assim como eu, deve haver outros. Continue divulgando a sua candidatura, lute por ela, assim como todos nós iremos lutar. Lembre-se do que escrevi sobre o Rei/General Leônidas, aquele bravo espartano que, liderando apenas 300 soldados, conseguiu deter por um bom tempo o exército persa, comandado pelo Imperador Xerxes, no famoso desfiladeiro das Termópilas. Façamos desses últimos dias a nossa guerra. Lute, Medeiros, lute e não esmoreça jamais. Tenho dito.

Laerte

Anônimo disse...

REALMENTE DR.MEDEIROS, A NOSSA PREVI ULTIMAMENTE ESTA DEIXANDO MUITO A DESEJAR.
ORA, SE NAO ERA JA PARA TEREM DADO ALGUMA PALAVRA A RESPEITO DO ES.
SINCERAMENTE DR.MEDEIROS, NAO SEI O QUE ELES PENSAM SOBRE NAO DAREM SATISFAÇAO DE NADA E FICAR TUDO POR ISTO MESMO.
MAS ACREDITO QUE HOMENS COMO O SENHOR E ALGUNS OUTROS TAO HONRADOS E DEFENSORES DOS NOSSOS INETERESSES MENOSPREZADOS PELA PREVI AINDA VAO EM ALGUM MOMENTO REVERTER TUDO ISTO.

GRANDE ABRAÇO LUIZA SANTIAGO

Anônimo disse...

A Previ que se diz preocupada com o endividamento dos aposentados nos tortura com a sua indiferença e despreso e nos empurra para os agiotas nos enterrando vivos em juros absurdos. Essa é a Previ desumana de hoje que pisa em quem a carregou nas costas quando era jovem.

Anônimo disse...

Caro colegas
A deputada Cidinha Campos e uma ótima pessoa para ajudar-nos de uma certa forma com nossos propósito e desvaneio de nossa PREVI
Vejam um vídeo da deputada denunciando em plenário o deputado NADER.
E tirem suas conclusões.
http://www.cidinhacampos.com.br/0,,VID340-142,00.html

João Rossi Neto disse...

Colegas,
Para conhecimento.

Original Message -----
From: FAABB Federação
To: João Rossi
Sent: Wednesday, October 19, 2011 8:23 PM
Subject: NOVIDADE = AUDIÊNCIA NO SENADO



Prezado Colega João Rossi,

Complementando minha mensagem anterior, recebi, do Gabinete da Senadora, telefonema afirmando que haverá Audiência Pública para tratar de Previ e nos pede para comparecer em nome da Federação. São boas novas. Precisamos mesmo de dar visibilidade aos escandalos da Previ e a absurda ingerência do Governo no nosso patrimônio. Tão logo fique marcada a Audiência lhe darei notícias.
Agradeço imensamente seus textos, precisamos mais do que nunca de colegas entendidos que possam discutir tais problemas com profundidade.
Atenciosamente,
Isa Musa








--------------------------------------------------------------------------------
From: faabb@hotmail.com
To: jrossineto1@uol.com.br; isamusa@uol.com.br
Subject: PEDIDO DE INVESTIGAÇÃO AO SENADO
Date: Fri, 14 Oct 2011 15:23:53 -0300



Às
Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil

Sr. Presidente,

Recebi, nesta data, mensagem do Gabinete de Sua Excelência a Senadora Ana Amélia, em atenção a Requerimento protocolado pela FAABB sobre os abusivos aumentos nos proventos da Diretoria do Banco e seus impactos sobre a PREVI.

Nosso Requerimento foi protocolado, no Senado, sob o número 722/2011.

A FAABB acompanhará par e passo toda a sua tramitação e prestará informações às filiadas a cada novidade.

ATENCIOSAMENTE,

Isa Musa de Noronha
a seguir, cópia do e-mail recebido:



=====================================================================


Prezada Sra. Isa:

Por determinação da Senadora Ana Amélia agradeço o envio da sua correspondência.

Informo que a Parlamentar Gaúcha compartilha da mesma preocupação de todos os aposentados e pensionistas do Banco do Brasil que têm investimentos no fundo administrado pela Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil, a PREVI.

Prova disso foi o requerimento de sua autoria de nº 722/2011, feito através da Mesa do Senado Federal, pedindo informações ao Senhor Ministro de Estado da Previdência Social, no sentido de que esclareça quanto será o impacto financeiro e atuarial do possível aumento do teto de aposentadoria dos diretores do Banco do Brasil às custas do plano de benefícios pertencente a todos os funcionários.

A grande preocupação da Parlamentar Gaúcha é de que os aposentados do Banco do Brasil venham a ter prejuízos por conta do descalabro e da falta de fiscalização de um órgão oficial do Governo, uma vez que o maior acionista do Banco do Brasil é a União Federal, a exemplo do que ocorreu com os aposentados do Instituto Aerus de Previdência Social, da antiga Varig.

Nesse sentido, é sempre importante uma vigilância permanente quanto ao capital que foi formado com a contribuição do acionista majoritário, que é a União, e também com a participação dos seus associados, mutuários, ou aposentados do banco, para que possam ter a segurança de que a aplicação dessa poupança tão necessária seja feita sob critérios técnicos para a garantia desse patrimônio que é de todos.

Conte conosco nessa luta.
Brasília, 14 de outubro de 2011


Atenciosamente,


Deolin Meneses Chagas
Assistente Parlamentar da Senadora Ana Amélia
Fones: (61) 3303.6083 / 3303.6089
Anexo II, Ala Sen. Afonso Arinos, Gab. 07
Senado Federal - Brasília (DF)
www.anaamelialemos.com.br

João Rossi Neto disse...

Medeiros e colegas,
Essa mensagem foi enviada à PREVI.


TRANSPARÊNCIA, HONESTIDADE, VERDADE E FIM DA CAIXA PRETA.


Antigamente essa Caixa primava pelo correto cumprimento das regras e normas alinhadas nos Estatutos, Regulamentos e nas leis que disciplinam a Previdência Complementar Fechada.
Entretanto, isto caiu por terra há bastante tempo e a situação degringolou de forma inaudita, especialmente no emblemático episódio da Resolução 26/2008, quando essa EFPC, de forma amplamente parcial, equivocada e ilegal, nitidamente para beneficiar o patrocinador, resolveu cumprir as contraditórias e voláteis determinações contidas na nominada Resolução em confronto suicida com as diretrizes firmes, seguras e invioláveis traçadas na Lei Complementar 109/2001.
Essa postura administrativa irresponsável, divorciada do princípio da legalidade, sem amparo técnico, simplesmente colocou no seu colo uma bomba de efeito retardado que, mais cedo ou mais tarde vai inexoravelmente explodir. Na rota de colisão com a LC 109/2001 se tivesse havido bom senso e uma interpretação racional, honesta e isenta de dolo, os próprios gestores da PREVI, não fosse o rabo preso com o BB, teriam recusado a sua implementação, porque débeis mentais eles não são.
Como do couro sai à correia, igualmente esperamos que redundem dessas condutas delituosas, duras penalidades para os Administradores, sabidamente culpados por essas atrocidades, caso a ADI que se encontra tramitando no STF revogue a Resolução encomendada ao MPS-CNPC com o fim específico de fraudar as poupanças destinadas ao pagamento das nossas aposentadorias, desviando-as para os cofres do patrocinador BB com a leniência governamental (transgressão a Lei 10.741/2003 – Estatuto do Idoso).
É praxe do Governo de plantão deixar na planície todos os autores de atos ilícitos, de modo que a impunidade não vem sendo garantida nem para Ministros de Estado, sendo fácil inferir que peixes miúdos ficarão presos nas malhas da justiça sem qualquer consideração, eis que o serviço sujo feito ao arrepio da lei foi regiamente remunerado (R$42.000,00 de salário mensal).
Ao que tudo indica a PREVI agora não respeita mais nada. O atendimento prestado aos associados é de péssima qualidade, sonega informações, ignora as reivindicações do Corpo Social, não dando respostas nem mesmo para as entidades representativas. Nunca houve sequer a tentativa de justificar aos associados os motivos que a levaram a abraçar a Resolução 26/2008 em detrimento da LC 109/2001.
É uma Caixa Preta indevassável. Quando resolve manifestar-se o faz de forma capciosa, obscura, incompleta e via de regra com mensagens padronizadas. Humilha e tripudia sobre os participantes e assistidos. É uma situação vexatória, vergonhosa e destituída de qualquer senso de ética, profissionalismo e que não vamos mais tolerar.
continua na parte II.

João Rossi Neto disse...

parte II - final.

Por falar em Ética e Governança Corporativa, os dois códigos estão flagrantemente descumpridos e poderiam ser rasgados, uma vez que não estão sendo aplicados. Destacamos alguns pontos fundamentais para os nossos interesses que por má fé, negligência e desídia, caíram no esquecimento. Senão vejamos:
Código de Ética.
8.2.1 - Com os Participantes, seus Beneficiários, Assistidos e Ex-Participantes
Nas relações com Participantes, Beneficiários, Assistidos e Ex-Participantes, a PREVI, seus funcionários e demais colaboradores pautam-se pela transparência, prestam informações de maneira cortês, exata e tempestiva, com base nos normativos da PREVI e asseguram a efetividade no atendimento;

Código de Governança Corporativa.
1 – TRANSPARÊNCIA, DIVULGAÇÃO E RESPONSABILIDADE.
A estrutura de Governança Corporativa deverá incentivar a divulgação oportuna e precisa das informações financeiras e não-financeiras, para permitir que os interessados acompanhem e entendam os fundamentos econômicos e o desempenho da Companhia de forma inequívoca.
As redações inseridas nos dois códigos dispensam maiores comentários e apontam os procedimentos corretos que a Caixa deveria pautar no trato com os seus associados, mas lamentavelmente estamos sendo desprezados e vilipendiados no nosso direito, tal é o clima ditatorial e desumano recebidos de funcionários que ali estão a serviço do patrocinador para nos prejudicar.
Contudo, justamente pelo desleixo e a má vontade, por uma questão de honra, já que os salários são pagos com os nossos recursos, alicerçados nos postulados acima, exigimos que esse Fundo de Pensão nos repasse, de pronto, informações objetivas e conclusivas sobre o realinhamento do empréstimo simples.
Para satisfazer as nossas necessidades precisamos da elevação do teto para R$150 mil e do prazo de 150 a 180 meses. Depois disso, concordamos que seja sobrestado a “sine die” novos estudos sobre a linha de crédito. Ficamos na expectativa do urgente retorno, visto que a informação é um direito inalienável que possuímos e dele não vamos transigir.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Tenho tentato levar ao conhecimento de muitos colegas, através de emails,a Chapa Semeando o Futuro, onde consta o seu nome,para as eleições ANABB.
Recebi a mensagem do Macilene, e repasso aqui. Se o Senhor achar que não deve publicar, não tem problema.

Prezado(a) Associado(a) da ANABB,
Nossa querida Associação passa por um momento tormentoso, mas também muito oportuno para que façamos uma RENOVAÇÃO GERAL no seu quadro diretivo nacional. E é com este pensamento que me dirijo a você para pedir o seu voto, pois sou candidato (N. 158) ao Conselho Deliberativo da nossa Entidade.
Para tanto, divulgo abaixo um breve currículo e os propósitos que me levaram a candidatar.
POR FAVOR, NÃO SE DEIXE ENGANAR NOVAMENTE POR AQUELES DE SEMPRE QUE USAM OS CARGOS COMO MEIO DE VIDA E ESTÃO DE ENTIDADE EM ENTIDADE, FAZENDO O SEU PÉ DE MEIA. DESCONFIE, INCLUSIVE, DO ABUSO DE GASTOS NA CAMPANHA ELEITORAL. VOTAÇÃO DE 04.10 A 03.11.2011
MACILENE - Tenho 59 anos. Estou aposentado e disponível em tempo integral. Ingressei no BB em 1973 e me aposentei em 2005, no cargo de gerente de agência, tendo antes exercido diversos cargos em agências e na Super-Go. Fui presidente da AABB Piracanjuba, Diretor e Vice-Presidente da AABB-Goiânia; representante estadual e conselheiro da Anabb em seu início; repres. do sindicato dos bancários (Go); membro do comitê da cidadania em Goiânia; mobilizador de colegas para se candidatarem a deputado em Goiás; idealizador e coordenador de campanhas de arrecadação de alimentos para envio ao nordeste; Técnico em Contabilidade e bacharel em Direito. MBA (resumido) Altos Executivos e Marketing.
PROPONHO que a Anabb canalize imediatamente suas forças na defesa dos funcionários da ativa e aposentados (queiram os sindicatos, ou não - digo isto porque sempre houve muita resistência por parte deles), bem como na busca da preservação das nossas PREVI e CASSI, adotando todas as medidas necessárias para tal, inclusive, se necessário for, com ajustes/mudanças no Estatuto e no Regimento Interno. Aliás, tenho comigo que a Anabb deve repensar o rumo que tomou, ou seja, o de um Clube de Serviços, e voltar a ser uma entidade que prioritariamente defenda os interesses dos seus associados, quer junto ao Banco (ainda que na justiça), ao Congresso Nacional (através de lobby bem articulado) ou perante os Tribunais. ESSA É A ANABB QUE IDEALIZO, SEM MORDOMIAS.
Qualquer dúvida ou questionamento, por favor, entre em contato comigo pelo email: maci_oliveira@hotmail.com, MACILENE Rodrigues de Oliveira Nº158

Medeiros disse...

Obrigado Laerte pela força, mas garanto que está difícil. Se fosse só lutar contra o inimigo tudo bem, mas o problema está dentro das trincheiras, nos aliados e nos pretensos companheiros. Se todos fossem como você...
Forte abraço

Anônimo disse...

Buenas compadre.

Se achares importante pode publicar.
Descobri, entrando em contato com a PREVI, que para aqueles que estão em séria penúria, e desejam renovar o ES nas condições atuais e não tem margem consignável por algum motivo, podem entrar no site da PREVI, acessar sua página pessoal, e no ítem CAPEC ali do lado esquerdo, após abrir, clicar em um modelo de carta que autoriza o débito da CAPEC na conta corrente no BB, fora da folha, desonerando desta forma a a margem consignável.
É importante que confirmem esta minha informação junto ao atendimento da PREVI.
Espero ter ajudado de alguma forma, mas alerto para a necessidade de cautela nesta decisão.
Rovere

Julita disse...

Parabéns, Sr João Rossi Netto!Se expressou maravilhosamente!
Obrigada por tudo que tem feito pelas pensionistas e aposentados do BB e PREVI!
Que o Espirito Santo continue te iluminando!

Pensionista disse...

Colegas, fiquei muito triste agora pelo fato das pensionistas não terem direito nenhum na POUPEX. As pensionistas não podem fazer Emprestimos pois o BB não aprova.Nós somos discriminadas mesmo!
Coitadas das viuvas!!!

Anônimo disse...

Obrigado Rovere, como eu nao tenho Capec, so resta-me continuar aguardando um milagre no ES, nem que seja para o Natal!!

Antonio Carlos de Oliveira

Anônimo disse...

CHACAL...
DR.MEDEIROS
Acho que o Senhor poderá ter uma grande surpreza quando apurados seus votos via Correio, pois no
que dependeu de mim ,fiz minha
parte. Tenho certeza de que terá
bastante votos aqui em São João del
Rei e na cidade de Bonsucesso, onde
tambem trabalhei e tenho muitos a-
migos com quem mantenho contato per
manente, pois toco através do meu
escritório varios processos de inte
resse destes colegas, sendo alguns
concluidos com sucesso.
Vamos aguardar...
Murilo CHACAL Hallak
São joão del Rei-MG

Anônimo disse...

Meu caro colega Medeiros, hoje no almoço, acabei de ouvir tristes pakavras de uma querida amiga minha pebsionista, que declarou nao ter mais esperança de melhoras no ES e nem de mais nada.
Disse que nunca pensou que ficaria tao decepcionada com a familia Banco do Brasil, referindo-se a Previ, que deveria dar o maior apoio e soliedariedade, mantendo uma relaçao amigavel com seus assistidos.
Resumindo, um sentimento de magoa profunda, por sentir-se apenas um numero de matricula e nao pessoa de fato colega Medeiros.
Acho que nao ha mais nada que comentar.
Continuem votando na turma do Sasseron e os seus, e um dia podemos acordar mesmo sem BET ou ate sem provento integral.

Dario Camacho de Freitas

Anônimo disse...

Caro Medeiros, venho acompanhando a sua luta em favor dos aposentados e respeito a sua opinião. Mas, foi na gestão do Luiz Oswaldo que o BB implementou o melhor plano de demissão voluntária, o PAA, de 2007, em que aderi. Os anteriores foram "boca a baixo" e terríveis. Quanto ao BET, nesse momento nebuloso do sistema financeiro internacional, vejo apenas um trunfo: O BB já contabilizou os 50% do BET no balanço do ano passado. Já imaginou estornar parte disso? Por isso, acho improvável o fim do BET. Agora, a sua continuidade é outra história.

Anônimo disse...

E a Cassi, pode sair também da folha de pagamento?

Medeiros disse...

Obrigado Chacal,

Repito o que escrevi ao Laerte. Se tivessem mais Murilo Chacal Hallak por aí seria muito diferente. A tua combatividade faz jus aos mineiros da Inconfidência. Continue assim. Infelizmente são poucos. Vamos ver na apuração.

Anônimo disse...

Colega doutor Medeiros,

Olhe só que gafe cometi. Somente agora li sua postagem. Não me lembrava da afirmação cretina do Luiz Oswaldo contra os aposentados na CASSI. E votei no homem sem querer, segui a chapa............Que erro ! Espero que outros mais espertos e menos esquecidos do que eu se dem conta e não votgem nele. Menos mal que votei no 146, dr. Medeiros, senão ia morrer de remorso.

Amadeu Gonçalves - SP - SP

Anônimo disse...

eu tenho seguro com aafbb
se retirar pra descontar na conta corrente bb tbm desonera a margem?
por favor me respondam
Medeiros ja votei em vc vamos que vamos

Anônimo disse...

Que saudades Dr.Medeiros, de ter esperanças, que noticias boas viriam, que podiamos ser otimistas, ultimamente é tudo tao decepcionante, nem noticias do ES temos, fara outras, como a coisa conseguiu ir para este fundo de poço?

Adelia Prado

Medeiros disse...

Querida Adelia,

Em minha modesta opínião chegamos a essa situação porque não conseguimos nos mobilizar com eficiencia, como por exemplo o pessoal da ativa fez com a greve. Nossa manifestação foi tímida, epistolar e sem cobertura da mídia. Em segundo lugar, por ineficiencia administrativa dos dirigentes que não estão ligando para os problemas e interesses dos participantes, mas estão pensando apenas no próprio umbigo e contam com o apoio de colegas que votam neles ou nos candidatos deles.

Profº Ari Zanella disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Dr Medeiros será que os dirigentes da PREVI não estão se importando nenhum pouiquinho conosco?De qto foi o aumento deles? E as promessas como ficarão?
O senhor não acha que os da ATIVA tbem não se preocuparam conosco?
Achei muita falta de consideração .
Vamos continuar a lutar pelos 150x 150, Já

Medeiros disse...

Assim como outros colegas gauchos, já mantive contato com a senadora Ana Amelia e forneci subsídios ao seu gabinete para seu mister.

Anônimo disse...

Colega das 13;22,
Eu também aderi ao PAA em 2007.

Dia desses, precisei do meu espelho, contra-cheque para renovar o cadastro, obter novo limite de credito, fui até a agencia, o gerente me atendeu muito bem só não conseguiu encontrar no sistema esse documento. Resultado minha renda continua desatulizada.

Gostaria de saber se o amigo já obteve esse documento atualizado depois que entrou no PAA e qual aplicativo o seu gerente acessou para lhe fornecer esse documento.

Caso não queira informar por essa mesma via, agradeço muito se o amigo ligar para 085 86674330
ou pora meu e-mail "admirpaula@yahoo.com.br".

Muito obrigado.

Anônimo disse...

Buenas.

Vamos la Pessoal.
Continuo tentando ajudar.
As informações tem como fonte a PREVI.
Verbas que são consideradas para calculo da Margem Consigbável(30).
P210,220,260,300,302,380,390,400,420,460,478.
Verbas que oneram a Margem Consignável (30%)
402,403,405,406,414,531,451,542,547,560,561,568,569,587,588,750,765,
766,800,805,820,825,
Esta informação deverá ser confirmada junto a PREVI, e baseia-se em dados fornecidos por atendente.
Rovere

Anônimo disse...

Coléga Roveré, a verba C750 CONTR PARA CAPEC onera a MC e não foi citada, ok...boa noite.