ALGUMAS NOTÍCIAS

sexta-feira, 28 de março de 2014

O outono chegou, o ano vai passando rápido, nos atropelando com suas notícias.

A prorrogação da suspensão do ES foi recebida pelos endividados como um alívio para o sufoco, pelos demais como uma manobra política em época de eleições e convite ao endividamento.

Ontem mesmo quando iniciou o período de inscrição para a suspensão do ES para abril, maio e junho, os canais de acesso da PREVI entupiram de tantos pedidos, sinal de que a medida realmente era aguardada com ansiedade pelos associados.  Não devia ter sido tão postergada pela diretoria da PREVI e não deviam também fazer o terrorismo que fizeram, respondendo cartas de forma desestimulante.

Todos sabem que me empenhei junto à PREVI para que concedessem a prorrogação. Recebi críticas por isso e continuo sendo atacado por receber agradecimentos de aposentados e pensionistas pela minha participação no processo. Não me importo, olho só pra frente e se houve quem ficou feliz, eu também fiquei.

Sobre a reunião da PREVI em Porto Alegre para apresentação do relatório e contas do exercício de 2013, ontem acontecida no salão do luxuoso Hotel Plaza São Rafael, em vez do auditório da SUPER RS, pelo que me contaram alguns que lá estiveram, foi a mesma mesmice de sempre.

A diretoria da Previ levou duas horas para fazer a sua apresentação, concluindo quase ao meio dia. Aí deram início às perguntas, porém só por escrito. Lá pelas 12,30 horas, quando o plenário já estava esvaziado, pouca gente, liberaram o microfone. Claro que nessa altura nenhum estrago mais poderia ser feito. Os que esperavam algum pronunciamento mais quente aqui em Porto Alegre, a exemplo do acontecido em Salvador, Maceió e Curitiba, se frustraram. Mas o circo estava armado e o importante para mim é que não houve nenhum incidente que pudesse nos prejudicar perante a opinião pública. E´ o que penso. Na próxima semana vou abordar alguns aspectos do que foi falado na reunião.

A bolsa de valores vem subindo de forma esquisita. A nota do país caiu nas agências de risco, a inflação está subindo, o PIB baixando, CPI na Petrobrás, e as ações registram acentuada valorização especulativa. Os entendidos explicam que é porque está caindo nas pesquisas a DILMA, que baixou sete por cento no IBOPE|. Vá se dormir com uma confusão dessas.

Mas de qualquer forma o final de semana chega com essas boas notícias, bolsa em alta e prorrogação da suspensão do ES.

Bom final de semana. Vamos que vamos.  

56 comentários:

Fuzinelli disse...

Em Salvador sobraram machos, em Porto alegre, não apareceu nenhum.Frustração.

Anônimo disse...

Para os que estão criticando a prorrogação do ES a resposta é o congestionamento dos canais de atendimento da Previ que continua até este momento.Quem está criticando não está na situação da maioria pois como sabemos possuem outras rendas.Agradeço ao Dr.Medeiros por mais esta conquista e quem não estiver precisando é só não solicitar.

Anônimo disse...

Após a Petrobrás, agora é a vez da Caixa(site Terra), será que o os próximos seremos nós. Deus nos valha!
Deram pt no Brasil!

Valdir Spanholi disse...

Ratifico aqui tuas informações da estratégia dos dirigentes da PREVI em POA. Questionei, por escrito, o por que da PREVI não cumprir a determinação da PREVIC quanto a implantação do Teto do Estatutários. Ardilosamente a mesa deixou este questionamento para o final e só respondeu quando eu pedi o microfone e cobrei uma resposta. Já era 12:30 e o plenário vazio.

Anônimo disse...

Medeiros, nem Jesus Cristo agradou a todos. Uns acham que a prorrogação do ES é positiva, outros não. Não somos analfabetos, sabemos fazer contas, já trabalhamos no BB, lembram-se? Então cada um faça seu cálculo, reveja seu orçamento e faça ou nao a adesão. Melhor seria se não tivéssemos nenhum ES pendente, mas já que temos.... De minha parte, agradeço Dr.Medeiros, de coração, pelo empenho nesta e noutras empreitadas.

Anônimo disse...

Caro colega das 10:11, eu só quero que se ache uma solução definitiva para acabar com esse endividamento absurdo que nos estão impondo, e não só adie a agonia de tantos colegas. Continuo achando que a solução é que a Previ nos dê condições econômicas de viver dignamente e pagar os nossos débitos para com ela. O que eu quero é a recuperação dos nossos benefícios JÁ.

Anônimo disse...

Vejo muita reclamação, lamuria, revolta e me questionei: o que estou fazendo para mudar esse quadro, nada, so mandando mensagens.. se as oposições não se unirem ...dançamos.

Anônimo disse...

O Plano 1 da PREVI recolherá a 2ª parcela quadrimestral de 2014 à Previc, até o dia 10 de abril. Valor da Guia:R$ 2.225.000,00.

Nesta ano pagaremos R$ 8,9 milhões pela fiscalização da autarquia governamental petista.
(Valor é superior aos honorários anuais pagos aos nossos dirigentes...)

Anônimo disse...

Colega das 10:13, vamos torer para que chegue a nossa vez. Afinal a Res. 26 que tirou a metade do superavit da Previ para o BB é ou não é uma ilegalidade que precisa ser investigada?

A Previ precisa com urgência de uma auditoria. Que tal a CPI da Previ para apurar a resolução 26 que deu direito ao Governo BB tirar 50% do superavit da Instituição?

Anônimo disse...

Essa questão da dependência pelo ES gera sempre uma polarização na discussão.

Qualquer empréstimo rotativo traz embutido um conceito de renovação(e reutilização) infinita.

O efeito é o mesmo quando incorporamos o limite de cheque especial ao pagamento das nossas despesas, ou seja, você acaba custeando sua vida pessoal com juros de crédito.
Assim, o que é para ser usado em situações esporádicas ou emergenciais, vira rotina e a partir daí não conseguimos mais ficar livres de ES ou cheque Ouro. É o cachorro correndo atrás do próprio rabo.

E no caso do ES, há ainda o atrativo do seguro, que quita a dívida quando do falecimento do titular.

Tenho o ES e concordo com a tese de que ele causa "dependência econômica".

E aí vai de cada um administrar da maneira que lhe convem.
Tem aqueles que tentam se livrar do ES e reduzem despesas. Tem outros que aproveitam a renovação e trocam de carro ou fazem uma viagem.
Enfim há público para todos os gostos.

Mas uma coisa é certa: Depender de crédito para viver é angustiante.

Cláudio

Medeiros disse...

Sobre um colega que está requerendo isenção do blog com relação à reunião da Previ. Pede que eu escute os dois lados.

Colega, o seu comentário tive que deletar. Você reclamou de anônimo e também veio de anônimo e suas informações por enquanto não se confirmaram sobre números e horários.

Acima tem um comentário de um colega não anônimo ratificando as informações que transmiti. Parece ser mais confiável.

Creia que eu respeito a democracia e a opinião dos outros. Se houve quem quis ir à reunião e inclusive gostou da maneira da exposição, tenha a certeza de que eu respeito essa opinião, embora divergente da minha.

E se os comentários ao blog vierem com nome e sem ofensas ou malícia, tenha a certeza também de que eu publico.

Sou advogado, gosto de debates e gosto do contraditório. Aliás é o que dá mais audiência ao blog.

E´ que está difícil ultimamente manter a neutralidade. A oposição
se impõe nesta hora por causa de problemas e distorções que surgem a cada instante na PREVI. Veja a questão do teto de benefícios, abordada pelo colega acima, por exemplo. Cinquenta mil reais por mes. Um absurdo.

Anônimo disse...

Dr.Medeiros,
No blog do Ari Zanela teve um anônimo que disse que no termo de operação bancária tem uma clásula que diz: estou ciente dos débitos porventuras existentes e neste caso deduzidas as parcelas, a diferença será depositada no Banco da preferência do titular.Já pensou, suspendendo as parcelas do ES de abril a junho/14, se o BB descontar desses valores sua parte e deixando a diferença para crédito na outra agência? Isso fora o salário e o décimo terceiro.Na resolução 3.402 do Bacen, o colega diz constar isso.
Se meu salário for aprovisionado nessa nova conta salário, vou ter que entrar na justiça para reinvidicar apenas o desconto de 30 por cento como manda a lei.De nada adianta abrir outra conta, seria melhor permanecer com a anterior.Frederico

Camilo - Judiai disse...

Alguem sabe informar porque prazos diferentes para suspensao dos debitos do emprestimos simples?????

Marco Antonio disse...

Caro Medeiros
Também sou Advogado e convivo bem com o contraditório. O que temos de evitar, a qualquer custo, é que se instale entre nós desnecessária e prejudicial litigiosidade. Afinal estamos no mesmo time e qualquer divisão somente irá beneficiar os adversários. Particularmente entendo que a suspensão do ES é mero paliativo e desvia o foco da questão nuclear, que é o tratamento que vem sendo dispensado pela atual diretoria aos associados da Previ. Temos, porém, de guardar absoluto respeito àqueles que pensam de maneira diversa e tiveram,ainda que a contragosto, aceitar a prorrogação como, aliás, é o meu caso. Vamos mudar esse quadro na eleição.

Anônimo disse...

Ao Camilo - Jundiaí, 28/3/14, 19;11h

para pedidos até 30/03, a folha de abril não mostrará o débito da prestação ES ref. a abril/14;

para pedidos entre 31/03 até 11/04, o espelho debitará a prestação de abril mas fará a reversão ( estorno ) em 22.04.14.

foi isso que entendi; creio que essa divisão ocorre devido a prazo necessário a trânsito de valores.
dizendo doutra forma, seria o tempo hábil de inclusão e exclusão de um valor no contracheque.
espero ter ajudado.
abr.

Anônimo disse...

Anônimo MARCO ANTÕNIO,

O termo "litígio" no stricto sensu se aplica especificamente no direito para designar o seguinte: "Litígios são as pendências pertinentes a uma ação. São as discordâncias entre as partes (autor e réu) que compõem um processo judicial. Geralmente se discute litígios na área de direito do trabalho e direito civil". No caso sob comentário, o que existe são opiniões divergentes entre colegas e no terreno puramente de troca de ideias sobre assuntos previdenciários (da PREVI), sem extrapolar para as disputas judiciais. Se o colega conhecesse as diretrizes basilares da Lei Complementar 108/2001, saberia que as eleições na Caixa para escolher os representantes dos associados pouco ou quase nada valem, dado que os eleitos não têm autonomia alguma e, por isso, nada resolvem em termos de benefícios para os assistidos, além de não ter poder para impedir as mazelas, caso do corte do BET e volta das contribuições. Na realidade o processo decisório, por lei, pertence ao patrocinador BB, isto falando em termos de PREVI e o BB faz o que bem entende dentro da Caixa por força do seu Voto de Minerva.

mariano branquinho disse...

Colegas vejam o blog do Ari. Parabens tambem ao colega PIVA. Abs. Mariano Branquinho

Anônimo disse...

Não consegui abrir a conta salario em outra agencia. Fui informada que tem que ser na mesma agencia da minha conta. Alguem conseguiu abrir em outra agencia?

Anônimo disse...

Entendi porque nao se melhora o ES.
A diretoria sabe que o ES é o melhor investimento com retorno garantido, acontece que quem renova o ES para ficar com dinheiro (troco) em nada ira ser útil a PREVI porque quem renova é porque já utiliza todo o teto e como já temos idade este dinheiro a mais disponibilizado na renovaçao vai ser prejuizo para a PREVI porque todos sabem que vamos morrer sem quitar o empréstimo e sim sera liquidado pela PREVI por força do seguro.
Por isso que a PREVI reluta em não melhorar o ES.
Somo velhinhos trambiqueiros...
Meu Deus como torço para o PT ser esmagado nesta eleições e agora roubaram, saquearam, sugaram e uma compra de uma refinaria retardada, que com certeza alguem ganhou muito dinheiro para fechar esta compra e como todos mundo já sabe o presidente petista nada sabe, não sei de nada. Enfim ferraram a PETROBRAS. Agora estão vindo para os fundo de pensão. Não vamos ter força para segurar esta furia, ganancia pelo dinheiro. A única forma de conseguirmos algo é acabar com este maldito PT comunista. (FORA COMUNISMO)

Anônimo disse...

Quero resgistrar e agradecer o excelente texto do colega Piva, publicado no Blog do Ari Zanella.

Vamos ler e divulgar.

Abraços,

Luiz Henrique

Anônimo disse...

Atenção colegas (ORPAGs) abrir minha conta salário, solicitei transferência para um outro banco logo que o crédito entre.
Mas quando altero na Previ, volta logo para a minha matrícula (conta antiga). Liguei para a Previ e depois de duas horas de espera, o atendente disse que o problema era do Banco do Brasil que diz que acusa conta sem movimento. Sacanagem por cima de sacanagem e todos nós com cara de bobos. Espero que sua associação e as outras ponham os advogados de plantão para não matar os veinhos de infarto e de AVC. Pra cima deles Medeiros. Estamos esperando.Tem mutreta na jogada!!!

Marco Antonio disse...

Ao anônimo de 29 de março, 0:45:

Com a erudição que pretende exibir, você deveria ter percebido que utilizei o termo "litígio" não no sentido estrito (stricto sensu), mas sim no sentido amplo (lato sensu) da palavra, significando discórdia, desentendimento. Percebo que além do atributo da erudição, o colega também possui o dom da adivinhação, pois do alto de seu anonimato e de forma professoral, afirma que desconheço "as diretrizes basilares" da Lei Complementar n. 108/2001, conclusão esta desprovida de qualquer fundamento que a sustente. O fato é que o colega, ao revelar, como lhe é de direito, seu pessimismo com relação às eleições, acrescenta desnecessariamente mais uma dose de desesperança aos participantes deste blog, que se constitui em verdadeiro sudário para os desvalidos associados que aqui vêm buscar arrimo neste penoso momento pelo qual todos nós passamos. Assim, mesmo diante das limitações legais, entendo ser absolutamente necessário votarmos em pessoas de nossa confiança para os cargos da Previ, uma vez que, ruim com elas, muito pior sem elas. Pelo menos, haverá quem fale por nós perante os poderosos de plantão. Colega anônimo, de pessimismo estamos fartos, vamos agir, antes de lamuriar. E, por enquanto, nossa ação deve-se manifestar através do voto em pessoas dignas, como as que integram a chapa do Medeiros.

Everton disse...

Previ informa que autopatrocinados não possuem os mesmos direitos do patrocinador - mais ações sobre a previ, com certeza e com justiça para os que sairam e continuam bancando sozinhos a sua parte e a parte patronal e banco abocanhando.

Julita disse...

Quem rouba aposentado vai pro inferno, diz Arcebispo Dom Mauro Aparecido dos Santos (esse é o cara).
http://www.cobap.org.br/capa/lenoticia.asp?id=56557

Anônimo disse...

Dr. Medeieros, permita-me parabenizar o distinto colega EDUARDO PIVA pela palavra em nossa defesa, na reunião em Minas. É assim que se faz.

Continue assim.

Anônimo disse...

Colega Frederico, eu sou o anônimo que postou no blog do Ari, confirmo o que escrevi: O papel que tive que assinar " Termo de opção Bancária" logo abaixo dos dados para crédito, diz o seguinte:
Estou ciente de que:
a) eventuais descontos relativos a parcelas de operações de empréstimo, de financiamento ou de arrendamento mercantil serão debitados na conta de registro, transferindo-se para o banco e agência especificados o valor liquido remanescente, conforme autoriza a referida Resolução 3.402/2006;
É lamentável colegas, mas é a verdade, escrevi até para o BACEN, que abriu uma demanda e deu prazo para o BB. Isto é o que a PREVI/BB está fazendo conosco aposentados/endividados, e nenhuma associação faz alguma coisa. Eu vou para a justiça, novamente, e depois não adianta o Marcel vir com a cara feia e falar em judicialização.

Anônimo disse...

Ao
MARCO ANTÕNIO,
Se nada resolve, pior é saber que os que elegemos, sabidamente pendem para o lado do Patrocinador. Se nada resolve, então vamos cruzar os braços e chorar no travesseiro, pois do jeito que o senhor coloca, então para mim é a mesma coisa dizer: se vou mesmo morrer para que tomar remédio para sarar, vou morrer mesmo!! Sinceramente não consegui entender sua lógica.
Desculpe-me não comungar de sua opinião, muito antes pelo contrário!
Celso

Edmundo Domingues Jr. disse...

Quando o aposentado do BB precisa implorar pelo adiamento da cobrança das prestações do ES da Previ, é sinal que a situação financeira dos associados é periclitante. Mas nem de todos, pois os tais estatutários, "lambe-botas" do governo, continuam recebendo salários estratosféricos apesar das proibições da PREVIC. Se a PREVI continuar a ser manipulada pelo governo é sinal que o seu fim não está longe.

Anônimo disse...


Amigo Dr.Medeiros.
Depois das verdades ditas por colegas, a exemplo do BEZERRA e outros, tinha quase certeza que os dirigentes da Previ não iriam encontrar um ambiente muito cordial na tal apresentação em Porto Alegre. Confesso que me decepcionei.

Anônimo disse...

Se os que concorrem sabem que não tem poder nenhum só nos resta acreditar que querem participar de uma "boquinha". Do contrário ninguém participaria.E viva sindicalistas.

Roberto Martines 8670089-8 disse...

O Marco Antonio então os eleitos tem que votar contra as decisões do BB que nos prejudica ou nos prejudicará e deixe que o BB/Governo use o voto minerva ou de qualidade como eles falam, quando isto acontecer vamos lutar para mudar o estatuto. Só não podemos falar que não podemos fazer nada.

Rosalina de Souza disse...

Caro Dr.Medeiros

Um professor diria que se alguém não consegue, com suficiente clareza, explicar um conceito, por mais complexo que seja, significa que a pessoa não tem clareza nem para si sobre o que está falando ou ela não sabe o que é metáfora.

Teorias à parte, o fato é que sem entendimento, a comunicação não se dá! A capacidade de entender e se fazer compreender são a grande barreira que se interpõe ao desenvolvimento humano. A conexão é fundamental para as relações humanas e estas são contrárias ao isolamento.

Por que você acha que, na era da internet, as redes sociais são um sucesso – e já o eram antes disso, na forma das associações, clubes, agremiações e assemelhados? O porquê disso é a necessidade premente que o ser humano tem de se relacionar, e a nossa Previ vai totalmente contra esse contexto.
.
Não é possível uma pessoa fazer algo de forma isolada e desconectada de todo o resto do mundo e das pessoas. Qualquer coisa, fato, história, objeto, material, referência, equipamento, idéia ou fundamentação que se lance mão para realizar algo terá a influência direta ou indireta do outro. A conexão é inevitável!

Esta interdependência é que fica pouco evidente às pessoas que buscam – ou tentam - o isolamento de todo o resto, mas não percebem que o que elas perseguem é tão somente se conectar de forma direta ou indireta ao seu mundo e às pessoas que dele participam, estejam elas presentes ou ausentes.

O diálogo que cada pessoa estabelece com seu próximo, independentemente da forma ou meio utilizados, será suscetível de interpretação segundo uma escala de valores (morais, éticos, comportamentais e o endividamento de parte dos nossos colegas do PB-1,seja um aposentado ou uma pensionista) e é isto que torna a comunicação um processo tão complexo e que pode levar aos desentendimentos.

O desentendimento nada mais é do que uma terrível falha na comunicação que é agravada pelo juízo de valor que se faz do próximo em relação ao que você entendeu que ele entendeu do que você fez, falou ou escreveu.

A recíproca da outra pessoa em relação a você ocorre da mesma forma e o que falta, geralmente, é a humildade para dizer: “vamos ver se estamos entendendo o que queremos dizer reciprocamente antes de qualquer atitude?” Ou seja, o desenvolvimento humano não pode ser um ato isolado, pois estamos todos conectados ou como diria o Chacrinha, “quem não se comunica, se trumbica”.

Enquanto nós continuamos divididos em grupos, não vamos ganhar eleições, não vamos derrubar a resolução CGPC-26, não vamos ter ES-180X180, não vamos melhorar os rendimentos dos pensionistas que vão continuar ganhando 60%, não vamos desligar das associações tipo ANABB,AAFBB e TANTAS OUTRAS, acabaram com as ORPAG/SCR,quantos reclamaram ? Poucos cada um esta tentando salvar o resto do seu salário para continuar sobrevivendo, não temos vez nem voz ativa para nada, e a única arma é os BLOGS e Meia dúzia de BEZERRAS espalhados pelo Brasil afora.

Vamos acordar pessoal, se não vai ser tarde de mais.

Anônimo disse...

Colegas,

Começo dando os meus parabéns ao Eduardo Piva, de Uberlândia, esse tipo de reação tem que se espalhar pelo Brasil todo.

Mas tenho outro comentário a fazer.

A PREVI continua brincando com a gente, agora ela quer de volta o que já pagou de cesta alimentação, um verba de natureza alimentar cuja jurisprudência já era pacífica no Judiciário. Conseguiram criar um fato inédito, anos e anos depois jogaram essa jurisprudência no sanitário.

Isto mostra que nem no Judiciário temos vez, cooptação geral, até no STF.

Eu estou plenamente convencido de que é hora de partir para uma reação aos atos macabros da PREVI.

Aqueles indivíduos (indivíduos mesmo, e não administradores) estão nos provocando e, nós, numa puta inércia.

Acho que já passou do momento de soltar nas ruas o nosso grito de protesto e de defesa do nosso fundo de pensão.

Hoje a sombra do AERUS paira sobre nós, e o que estamos fazendo...?! Estamos que nem cordeirinhos aceitando todos esses atos maquiavélicos contra todos os aposentados.

A Novembrada não deu o resultado que esperávamos, apenas serviu de experiência e para mostrar que os homens lá de cima não estão a fim de diálogo, revelou que a insensibilidade chegou às raias do absurdo.

Quando a favor do bb-guloso, as decisões são imediatas, quando em nosso benefício, aí tem que ouvir e submeter a uma porrada de ministérios e secretarias fajutas de segundo escalão. Até resolução escrita em papel higiênico serve prá eles nos prejudicarem passando por cima de leis aprovadas no Congresso.

Agora é partir para um movimento firme e determinado na PORTA DA PREVI e na frente das grandes agências do banco no País ou entregar os pontos e morrer de vez. Aí nem as viúvas vão sobreviver.

Abaixo os dans e os marcéis.

É o que penso.
Lydio

Maria disse...

BEZERRA na Bahia, PIVA em Minas, MEDEIROS no RS,nomes que fazem a diferença. Parabéns e Obrigada por tudo, por nos representarem tão bem. Precisamos de alguém em SP.

Marco Antonio disse...

Caros anônimo de 29 de março, 18:12 e Roberto Martines (30.03, 10:36):

Estou "pagando o pato" pelo que o anônimo de 29 de março, 00:45 disse (vejam minha resposta a ele em 29 de março, 13:45). Suas indignações, como também a minha, voltam-se contra a deplorável manifestação do referido anônimo. Vocês devem ter se confundido quanto ao destinatário porque na infeliz resposta daquele anônimo, ele cita inicialmente meu nome, daí entenderem que aquela opinião pessimista lá registrada é minha. Para deixar claro, mesmo sabendo das limitações decisórias dos dirigentes que iremos eleger para os cargos da Previ, não podemos nos abater pelo pessimismo pregado por aquele anônimo, cujo objetivo parece ser o de apenas desestimular o voto, na vã tentativa de fragilizar a sólida corrente que se formou entre nós, associados, com o propósito de virarmos o jogo, elegendo pessoas de nossa confiança para aquelas funções. A partir da opinião do ilustre anônimo, passei a compreender melhor a expressão "infiltrados" constantemente utilizada pelo bravo Medeiros.

Fernando Lamas disse...

Ilustre Doutor Medeiros, saudações respeitosas.

CONTA-SALÁRIO(CS)
Colega(10:39/dia 29), equívoco da Agência.
Mantenho a minha conta-corrente histórica em Agência DIFERENTE de onde abri a CS, dia 18 último.
Insiste, pois o prazo, para validação para a Fopag de abril, terminará dia 4, sexta!
Algum superior deve saber melhor.
A CS é bem específica, onde o único documento a ser assinado é o Termo de Opção Bancária que menciona, claramente, a Resolução 3402, do Bacen e, no qual, você até poderá indicar alguma conta, em outro Banco que deseje seja transferido o crédito do Benefício.
Fora disso, NÃO É CS.
Leva RG, CPF, contracheque e comprovante de residêcia, com CEP.

Grato, uma ótima e abençoada semana, para todos, na PAZ E NO BEM!

"Seja bendito Javé,o meu rochedo."
Salmo 144(143), 1.

Anônimo disse...

Endividamento para aposentados e pensionistas é o que não falta especialmente nos Governos Lula e Dilma, avistar uma luz no fim do túnel está difícil aposentamos e estamos a cada ano perdendo o valor nos contra cheques de suas aposentadorias, a política do Governo de promessas é seguida em todos detalhes pela Previ. Para muitos aposentados hoje na vida é deixar o tempo passar o que considero um absurdo porque trabalhamos um dia no Banco do Brasil S.A.

Anônimo disse...

Ao anônimo de 29/03/14 às 00:45

EXPONHA SUA OPINIÃO SEM SER NO ANONIMATO.


Se nada resolve, então pior é saber que os que elegemos, sabidamente, pendem para o lado do Patrocinador. Se nada resolve, então vamos cruzar os braços e chorar no travesseiro, pois do jeito que o(a) senhor(a) coloca, então para mim é a mesma coisa dizer: se vou mesmo morrer para que tomar remédio para sarar, vou morrer mesmo!! Sinceramente não consegui entender sua lógica.
Desculpe-me não comungar de sua opinião, muito antes pelo contrário!
Ao MARCO ANTONIO - reconheço meu erro. Mil perdões
A mensagem foi-lhe dirigida erradamente, mas com certeza em uma coisa concordamos: saber reconhecer o erro também é nobre!
Abs.
Celso

Anônimo disse...

Dr.
Há fuga de capitais da Russia conforme o Estadão.
Talvez por isso que nossa Bolsa esteja melhorando.
Abraços

Anônimo disse...

Quando a época é de vacas magras qualquer dindin extra é sempre bem-vindo. Em função do que foi estabelecido nas Assembléias Cooperforte de ontem já a partir de hoje, 31.03.14, estão à disposição dos associados as sobras relativas ao exercício de 2013.

caos e ordem disse...

Agora temos mais um motivo pra por a barba de molho. Estão acabando com a Petrobrás, que tem acões na bolsa e tudo o mais. O que será da PREVI que já nos transformou em meros assistidos. Sou José Citeli de Limeira SP

Anônimo disse...

Acho que vale a pena ler. http://www.conversaafiada.com.br/economia/2014/03/31/pasadena-e-a-cpi-do-agnelli-na-guine/

Anônimo disse...

Fique tranquilo, não sou eu que diz.http://www.brasil247.com/pt/247/economia/134960/Acionista-da-Petrobras-se-preocupa-com-aumento-n%C3%A3o-com-Pasadena.htm

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, dizem que nós usamos os nossos erros para aprender, mas o passar dos anos nos mostra o contrário, pelo menos no nosso caso. Vejamos, quando eu estava na ativa, em nossas lutas por melhores salários, sempre engolimos nas negociações um engodo na forma de abono, pois na época muitos achavam que era melhor dinheiro na conta que um percentual de aumento, por pequeno que fosse, e o que hoje nos faz tanta falta. Hoje incorremos no mesmo erro, só que trocando o nefasto abono por o ainda mais nefasto aumento do endividamento. Já não pergunto quando, mas "será" que vamos acordar para enxergar que nossa, senão única, saída é a recuperação de nossos proventos? Esse endividamento imoral é um poço sem fundo, areia movediça, buraco negro, ou qualquer desgraça que o valha. E nossa luta contra a resolução 26, o Sr. pode nos dar notícia? E vamos que vamos...

Anônimo disse...

Ai eu pergunto e a CREDISCOOP, não irá distribuuir as sobras, depois, a gente fica mendigando para eles. uma coisa que é nossa, acho que estão aprendendo com a PREVI.

Anônimo disse...

Fernando Lamas, e o que diz o Termo de Opção Bancária:
Estou ciente de que:
a) eventuais descontos relativos a parcelas de operações de empréstimo...
Somente no meu Termo de Opção Bancária é que diz que podem cobrar os empréstimos, ou estou ficando caduco, ou vocês estão se enganando a si próprios, e vão se decepcionarem.

Anônimo disse...

AVISO AOS NAVEGANTES:

COOPERFORTE - já está distribuindo as sobras para crédito em cc a partir de hoje 31/03/14.
CREDISCOOP - estará distribuindo as sobras para crédito em cc a partir de amanhã 01/04/14.
Abs

Anônimo disse...

colega das 14:29
Os eventuais descontos relativos as parcelas de empréstimo somente poderão ser descontadas se a dívida estiver vinculada a essa conta(CS), caso contrário não.Dívidas vinculadas à sua conta anterior não podem ser descontadas na conta salário(conta nova).
São as orientações recebidas da pensionista Rosalina, através de seu advogado.
Lourival

Anônimo disse...

Caro Doutor,

A bolsa reflete o animo dos aplicadores.

Com a queda da popularidade da presidente, índices crescendo tal qual cola de cavalo, o mercado se animou e está disposto a reverter, até certo ponto, a incompetência da ex-conselheira da Petrobras.

Anônimo disse...

Ao anônimo 31 de março de 2014 14:29

Os descontos ali referidos são somente de eventuais empréstimos tomados exclusivamente a partir da própria conta salário. Dívidas, débitos e empréstimos pactuados a partir de outras contas (como exemplo sua conta corrente), NÃO PODEM ser levados a débito da CONTA SALÁRIO.
A resolução do CMN é clara sobre o assunto. As pessoas é que fazem confusão. A propósito, procure aqui no próprio blog do Dr. Medeiros e no do Ari Zanella, as indicações de Fernando Lamas e da pensionista Rosalina Cunha, ambos muito experientes no trato da matéria.

Anônimo disse...

Deixe de ler uma semana os jornalões ( globo, folha, estadão) e não veja o JN, veja outros e principalmente leia os blogs independentes vc vai ver que não é assim que a banda toca. O Medeiros pediu que nos atessemos somente a PREVI/CASSI deixe o Brasil para mais tarde.

Anônimo disse...

Como o colega 14:29 também estou achando algo errado se levarmos pelo lado da legalidade.Se existem tantas ilegalidades (cobrança excessiva acima do limite, penhora de salário, etc) deve-se pedir que a justiça determine ao BB e a Previ que adotem práticas legais.Mas essa estratégia de conta não parece coisa certa de quem está querendo cumprir seus deveres e só não faz por conta dos abusos praticados.

Fernando Lamas disse...

Ilustre Doutor Medeiros, saudações respeitosas.

Senhor(14:29), o colega Lourival respondeu bem.
Acrescento que, além da palavra autorizada do advogado da pensionista Rosalina, há, também, o mesmo parecer, no sítio "clicdireito", no assunto conta-salário(CS).
Até o momento, a crença e não engano é de que prevalece essa proteção da conta-salário.
No entanto, somente no dia 20 de abril de 2014 é que a minoria da CS, alguns em situação irregular, como eu, conhecerá o entendimento do BB, sobre isso.

Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Então, quem pode ser salvo? Jesus respondeu: 'Para os homens, isso é impossível, mas, para Deus, tudo é possível."
Mateus 19,25.

edsomn@gmail.com disse...

Chego a conclusão se votamos acreditando em promessas a saída é rezar e rezar muito, porque para se eleger tudo é possível a prova esta aí!!! e já tem gente novamente pedindo voto!!!

Anônimo disse...

acho que o governo mandou subir bolsa p subir Dilma;.

edsomn@gmail.com disse...

Suspensão do ES, penso que para muitos endividados é única saída no momento é a prorrogação do ES agora é importante saber usar o dinheiro porque o saldo devedor está aumentando e a qualquer momento vamos deixa de receber o credito da divida e ainda ter que pagar. Logo o bom seria a manutenção do BET e também o desconto do ES de qualquer maneira a situação esta preta para muita gente.