ELEICOES E OUTRAS DEMANDAS

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Tocar em política é delicado e desencadeia emoções e paixões, às vezes exacerbadas. Mas o momento é esse. Estamos num dilema ou mantemos o que está aí desde 2002 ou mudamos. A mudança é um retorno ao governo FHC ? Realmente não sei. Em princípio sou sempre favorável a mudanças. A permanência no poder é nefasta e traz vícios insuportaveis, entre os quais o aparelhamento e a corrupção.


Em se tratando de Previ, por exemplo, quem não vai voltar na Dilma ?

Com certeza todos os cerca de trinta mil autores, segundo consta, que perderam a cesta alimentação e os que estão sendo intimados a devolver os valores recebidos de boa fé e em caráter alimentar, de uma só vez.

Com certeza todos os que não foram beneficiados com o ES, cerca de cinco mil ou mais, por falta de margem, pelo fato de não ter sido excluída este ano a contribuição para a Previ, decisão pouco compreensível e não generosa.

Com certeza todas as pensionistas cujo índice de 60 por cento não é revisado e nem sequer existem expectativas de melhoria.

Com certeza os autores das ações de renda certa, julgadas improcedentes, que não conseguem entender porque só valem as contribuições feitas na ativa, 360, tendo sido beneficiados apenas um punhado de privilegiados em detrimento da grande maioria.

Com certeza os pedevistas que são relegados a segundo plano e não conseguem espaço para discutir seus direitos, o pessoal da verba P 220 que não consegue entender porque ficou fora do BET, os inconformados com a arbitrariedade da resolução 26 do senador Pimentel do PT  é assim por diante.

Todo esse povo contrariado e insatisfeito pode fazer a diferença nessa eleição do segundo turno, que poderá ser decidida por uma pequena diferença de quinhentos mil votos. É aí eu me pergunto, será que os dirigentes da Previ não se deram conta disso ? Para quem estão torcendo ? Sabido que em 2001, na primeira eleição de Lula, houve quinta coluna na Previ, tudo é cogitável nessa hora em que se decide o futuro do Brasil.

Depois dessa postagem pretendo não falar mais de eleição, por ser assunto polêmico e fora do blog. Temos por aí a reunião do CNPC e muitas outras novidades acontecendo em nosso mundo do BB, além da Bolsa subindo, subindo rumo aos 60000.

Até.




28 comentários:

Carlao/Joinville disse...

Caro Medeiros, é fechar o olho, tapar o nariz, votar 45 e mandar essa corja trabalhar, se é que eles sabem fazer isso!

Cláudio Almeida disse...


Dr.

Os atuais parâmetros do ES vigoram até o fim do mês.

Até lá (28.10.2014) a Diretoria Executiva deverá se pronunciar, pela manutenção, pela volta aos parâmetros anteriores ou por novos parâmetros.

No dizer da Previ, a revisão de julho/14 foi emergencial.

180x144 seria ótimo.

150x120 seria mais ou menos.

Redução da carência para 3 meses, já ajuda.

O Natal está aí.

Como dizia meu avô, política, futebol e religião é complicado.

Abraços

Anônimo disse...

Muito bem Dr. Medeiros.Disse grandes verdades. Somente quem é cego não vê o que está acontecendo em nosso país. Vamos que vamos rumo à vitória para mudanças. Estamos juntos.

Anônimo disse...

QUEM VIVE E DEPENDE DO FUNDO DE PENSÃO DA PREVI, AS MUDANÇAS QUE HOUVE NA PREVI E NO BB NO GOVERNO DE DILMA, SABE O TAMANHO DO SOFRIMENTO , TEM APOSENTADO E PENSIONISTAS PASSANDO FOME, MORANDO EM FAVELA E ESSA MESMAS PESSOAS TIVERAM SUAS VIDAS FARTAS ,QUANDO A PREVI ERA DOS APOSENTADOS E PESIONISTAS DA PREVI,SO SABE QUEM E O PT QUEM SAI AS RUAS COM TANTA VIOLÉNCIA, DROGA INFLAÇÃO QUEM PAGA IMPOSTOS QUEM VER A DESIGUALDADE SOCIAL MENTIRA , VAMOS MUDAR ESSA SITUAÇÃO , SE ALGUEM ESTAR FELIZ COM ISSO DEVE FAZER PARTE DA MAFIA DO GOVERNO.

fernando disse...

Dr. Medeiros, sem falarmos, no fim do FAtor Previdenciario(enrolation), aumento do INSS para quem ganha acima de um mínimo. Aí são milhões de brasileiros.

Paulo Silas Figueiredo disse...

Só espero, em caso de vitoria do psdb, que não haja retorno da privtaria tucana, levando a termo a entrega do BB e da CEF aos banqueiros de plantão.

goulart disse...

Bem colegas aposentados e pensionistas, não temos opção, é Aécio, mesmo com algumas explicações do colega Dr. Medeiros, precisamos confiar em sua carreira politica, exemplos de seu avõ, Tancredo Neves, e conclamar a todos os APOSENTADOS e PENSIONISTAS, para esta mudança, pois, convenhamos, apesar dos desvios, corrupção, saque da Petrobras, os mais diversos, do PT, o Lula governou 8 anos e a Dilma mais 4, não ta bom?..... Da um tempo, vamos refletir colegas, JUIZO nesta votação do 2. turno. aposentado ao Paraná, comenta-se que a Previ será a bola da vez, caso a Dilma seja eleita...

Anônimo disse...

Meu querido Medeiros, penso que vc vai ter que falar novamente sobre política, pois estas eleições serão emocionantes. Não vai se falar em outra coisa no pais nós próximos dias. Abraços

jurandir waltrich disse...

Eu não gosto do PT, porém, tenho um pé atrás com a Tucanagem, por exemplo, após 30 anos de BB e 35 de INSS, como não fui Gerente Geral, passo por dificuldades, tendo em vista o fator previdenciário e aos oito anos sem aumento da era FHC, só espero que o Aécio não queira prejudicar os aposentados, precisamos de mudança, principalmente da Previ, que ela nos pague a diferença da parcela previ.

luiz carlos disse...


com as dificuldades que o Governo está tendo para fechar as contas no final do mês, inventando mil e uma peripécias, não será nada estranho o BB reduzir o percentual da Reserva de contingência e levar pelo menos a metade.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Muito coerente suas ponderações, aliás, como sempre.
AECIO na presidência talvez não seja a melhor opção mais é a que temos. Votar na Dilma é concordar com tudo isso que esta aí e que repudiamos.
No mais, é torcer para que o AECIO conserte pelo menos parte das besteiras que fizeram os governos anteriores.
Mauricio Furtado
Movimento dos Demitidos do BB
Pedevistas?, prefiro o termo Demitidos, que melhor retrata o que de fato ocorreu.

Adaí Rosembak disse...

Medeiros,

Essa nota está magistral.
Discutir política, futebol e religião é entrar em um terreno pantanoso.
Vá mudar um petista, abrir seus olhos e fazer com que ele mude de visão.
Nem Hércules consegue essa façanha.
Não adianta mostrar a roubalheira e a corrupção, não adianta mostrar a situação do país.
Eles não mudam, são fanáticos quando também não estão envolvidos nas maracutaias.
Temos de abrir os olhos para essa reunião do CNPC. Vem coisa por aí.
Um abração

Adaí Rosembak

Adaí Rosembak disse...

Medeiros,

Essa nota está magistral.
Discutir política, futebol e religião é entrar em um terreno pantanoso.
Vá mudar um petista, abrir seus olhos e fazer com que ele mude de visão.
Nem Hércules consegue essa façanha.
Não adianta mostrar a roubalheira e a corrupção, não adianta mostrar a situação do país.
Eles não mudam, são fanáticos quando também não estão envolvidos nas maracutaias.
Temos de abrir os olhos para essa reunião do CNPC. Vem coisa por aí.
Um abração

Adaí Rosembak

Anônimo disse...


Sou apolítico e desde que comecei a votar voto no menos pior e não em partido.

Um colega fez um comentário rápido sobre privatizar.

Segundo o Aurélio privatizar: passar para domínio de empresa privada o que era do poder do Estado; proceder à privatização.

Por que não privatizar? Por que privatizar?

Questionamentos que merecem uma boa reflexão.

Vamos quanto a administração. Quem administra melhor.

Na empresa estatal a indicação é política independentemente da capacidade do gestor, além dos indicados levarem um séquito de apaniguados e não esta em jogo em nenhum momento o patrimônio de cada em caso de insucesso na administração que é o forte das empresas estatais.
É contumaz o insucesso e quem paga a conta é o contribuinte, via tesouro nacional, que não indicou ninguém.

Na empresa privada o administrador ocupa o cargo por sua capacidade de gestor, pode ser o acionista majoritário ou um executivo profissional nomeado pelos acionistas.
Em caso de prejuízo por qualquer motivo interno ou externo o prejuízo recai sobre os sócios e não sobre o contribuinte.

Vejam empresas estatais que viviam de recursos públicos por não gerarem lucros ou lucros insuficientes para novos investimentos.

É caso da empresas de telefonia (uma linha telefônica custava o valor de um carro pois as empresas não faziam novos investimentos por falta de recursos e olhe que não tinham concorrentes), Vale do Rio Doce, Embraer e tantas outras que cresceram depois que foram privatizadas.

O que interessa para nós é que os serviços e produtos e suas finalidades sejam de boa qualidade e que atendam as nossas necessidades.

De estatais nada de bom podemos esperar.

Isso gera inflação, endividamento público, custo excessivo e aumento da carga tributária.

O Brasil se enquadra no dito acima ou é apenas uma mera coincidência.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
É isso mesmo.
Precisamos de mudanças, o mercado quer mudanças, a bolsa subirá com mudanças.
A situação das pensionistas está péssima.

Anônimo disse...

Colegas,

A permanência do PT no governo é o pior que pode acontecer, não somente para nós aposentados, mas também para o Brasil.

A fase FHC passou, não há como vincular o Aécio àquela época, nada a ver, estamos em outro tempo tanto na área política, econômica e até social.

Continuo pensando ser incompreensível um aposentado do banco contribuir para a manutenção desse governo. Veja bem, eu disse "incompreensível", eis que a liberdade de escolha de cada um é sagrada.

Mas, votar contra a mudança que esperamos venha acontecer, isso eu não consigo compreender mesmo.

E meu caro Medeiros, a política é inerente ao Homem e o momento atual é pura política. O blog deve acompanhar o andar da carruagem e deixar os comentários políticos rolar pela tela. E Claro, sempre civilizadamente!

Prá terminar, vou novamente de Aécio neste segundo turno.

É o que penso.
Lydio



Valim disse...

Medeiros,


Estive como cabo eleitoral, perdi.
Estou com a consciência tranquila, estou em paz comigo.

Medeiros o ser humano é um ser político. Certo do nosso contingente e de sua infiltração no nosso meio, não fale mais isso, pois vamos lhe colocar no Senado, para que o nosso Senador fale todo dia a mesmas reivindicações.
Não é excitação de ego, é mais um dever seu.

Valim.

Anônimo disse...

o ANÔNIMO DAS 11:39 deve estar exagerando. Simplesmente não acredito que haja aposentados ou pensionistas da PREVI que esteja passando fome ou morando em favela. Se houver, é porque algo excepcional deve ter ocorrido com essa pessoa, totalmente alheio ao padrão que a PREVI, com todas as suas imperfeições, proporciona a seus integrantes.

Anônimo disse...

Falam tanto que o PT massacrou os aposentados. Que eu saiba, o salário dos aposentados pelo INSS sempre foi reajustado pelo INPC, OU seja, pela inflação. Que eu saiba, nunca foi contestado o calculo da inflação pelo IBGE, logo os salários dos aposentados não foi massacrado. Por outro lado, desafio qualquer um a apontar qual o País que reajusta o salário dos aposentados acima da inflação. Nenhum, meus caros, nenhum, simplesmente porque aposentado não produz nada, portanto não faz jus a ganhos de produtividade. É uma realidade que temos que aceitar. Ninguém mudará isso, podem ter certeza, seja DILMA,, seja AÉCIO, nós aposentados ou fizemos nosso pé de meia enquanto na ativa, ou então estamos fadados a passar por privações. A propósito, o PT foi o único governo que reajustou a aposentadoria do INSS de quem ganha até um salário mínimo por índices acima da inflação, isso é um fato, e contra fatos não há argumentos. Será que o próximo governo, que deverá ser o AÉCIO, manterá essa política? Duvido.

Anônimo disse...

Pois é, estamos entre a cruz e a espada. De um lado o PSDB que iniciou os PDVs no BB, demitiu 40.000 funcionarios e induziu 40 funcionarios a se suicidarem. Do outro lado o PT que nós ajudamos a ganhar a eleição com Lula e que descambou para a corrupção e não desfez o que o FHC fez no BB e na PREVI. De qualquer maneira a alternancia no poder é salutar, pois pior do que está não fica.

mariano branquinho disse...

É isso aí Dr. Medeiros, vamos mudar no dia 26.10. Sds Mariano Branquinho

Anônimo disse...

Caro Medeiros,

A esmagadora maioriados colegas está em grande dificuldade e a situação se apresenta no curto prazo. Desta forma é preciso uma medida imediata para salvar os que estão morrendo. O 13o está todo comprometido e o que se apresenta é um Natal magro e triste. Quem sabe um adiantamento d eum salário para desconto em parcelas nos próximos pagamentos do 13o. seja viável. Isto ou a inadimplência aumentará e causará grandes prejuízos não apenas aos aposentados da Previ mas também ao Banco.

Anônimo disse...

O debate sobre a escolha do presidente PSDB ou PT está mais coerente e racional neste blog porque o assunto está sendo tratado sem radicalismo.Concordo que quando as coisas não estão bem só resta a opção de mudar para ver o que acontece mas alguns colegas estão exagerando ao defender sua preferência com tanta paixão.

Herminio Sobrinho disse...

Caro Medeiros,

Gostaria de fazer algumas considerações sobre a sua proposta de não votar na Dilma. Quero então colocar porque não votar no PSDB do Sr. Aécio:

1) Os governos do PSDB representados pela figura FHC e seu projeto neoliberal, deixou como herança o período mais nefasto e sombrio da vida dos milhares de funcionários do BB, que cito a seguir:

a)Implantação do Plano de Demissão Voluntária - PDV e de outros programas de reestruturação que trouxe em seu bojo de modo perverso e nefasto, consequências dramáticas, com um verdadeiro desmantelamento do quadro funcional, com terrorismo e ameaças, com perseguições e humilhações, onde os funcionários entravam na lista dos "elegíveis" a serem demitidos ou transferidos, desestruturando famílias e levando milhares de colegas ao desespero, que saiam do trabalho e não sabia o que iria acontecer no dia seguinte,inclusive, com dezenas de suicídios. Os funcionários pareciam zumbis, pois já não conseguiam dormir. Um tempo de escuridão e de medo;
b)Oito anos com a política de reajuste zero, com a concessão de abonos, cuja finalidade era nivelar os salários dos seus empregados ao mercado, em um claro projeto de privatização do BB, de modo a se tornar palatável aos compradores. Este período de reajuste zero impactou negativamente a nossa PREVI, com , e a CASSI, cuja situação ficou caótica;
c)Constantes afrontas a lei de greve, através de ameaças de demissões e descomissionamentos, levando o medo ao seio do funcionalismo e quebrando a força dos sindicatos. Período em que, por força da truculência do governo, não conseguimos fazer movimentos grevistas fortes em razão do terror implantado;
d)Intervenção na PREVI, e a utilização de seus recursos em projetos, pela força e como um rolo compressor, que mais tarde se mostraram altamente deficitários.

Vivi todas estas situações. Não quero que estes tempos retornem, pois o projeto dos tucanos e dos DEMônios continua o mesmo.

Mais tem algo a mais que quero externar. Quando votamos em um candidato estamos votando em um projeto de governo para o país, para toda sociedade. Existem 2 projetos em confronto agora: um projeto de desenvolvimento econômico e social tendo como centro o crescimento econômico associado ao combate as desigualdades e a inclusão social, no combate a fome e a pobreza, e um outro projeto que tem como centro, o mercado como orientador de todas as políticas públicas e econômicas, com a ideia neoliberal do Estado Mínimo, que quase dizima o estado brasileiro no período do governo FHC.
Portanto, não podemos olhar somente para nossos umbigos, mas enxergar a realidade holísticamente.Como diz o Leonardo BOff, em seu livro "A Aguia e a Galinha": é preciso sair da visão de galinha no galinheiro para ter a visão da águia, de maior dimensão e alcance.

Espero ter contribuido com uma visão diferente do que seria um novo governo do PSDB para nós e para o Brasil.

Com um abraço,

Hermínio Sobrinho

Aposentado - Natal - RN

blogtreze disse...

Pergunto ao:

Hermínio Sobrinho
Aposentado - Natal - RN
8 de outubro de 2014 10:38

A Resolução 26/2008 do CNPC, que desviou R$30bi da Previ, é de autoria do PSDB ou PT ?

Na era FHC Diretores do BB, PREVI, CASSI, recebiam 81.000,00 ou 58.000,00 + Bônus de R$500mil?

Braço,

Marcelino MAUS

Anônimo disse...

Não estranho nada a defesa dos colegas do voto no Aécio. Muitos anteriormente votaram no Collor que nos massacrou e no FHC que além de reduzir os funcionário do BB a meros empregados, ainda nos tirou o direito de conduzir os destinos das instituições que criamos com muito sacrifício. Dizer que não se pode ligar Aécio ao FHC é muita inocência. Basta ouvir seu discurso neoliberal e ver quem será seu Ministro da Fazenda para imaginar o que será o novo governo do PSDB, caso Deus nos dê mais este castigo.

Anônimo disse...

Esquecem que o PT votou contra o Plano Real e se este não tivesse sido aprovado hoje estaríamos na rua da amargura com inflação altíssima e ajoelhados no FMI.
Não existe opção: Aécio, Presidente do Brasil.

mariano branquinho disse...

Voces estão achando pouco 12 anos de PT. Amigos vamos mudar. Sds Mariano Branquinho