AVALIANDO O NOVO PRESIDENTE DA PREVI EM SUA VISITA Á AFABB RS

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Choveram telefonemas e emails de todo o país para saber a minha opinião sobre o Presidente Gueitiro Genso, tão logo terminou sua visita à AFABB RS.

Respondi e respondo que ainda não concluí minha avaliação a seu respeito. O meu prazo, igual ao de muitos, é de cerca de noventa dias e vai terminar no dia 20 de maio, data próxima à reunião do conselho deliberativo, que acontecerá no dia 22 de maio. Até aí já terei condições de saber se o novo presidente contará ou não com o meu apoio.


Tivemos um encontro reservado na AFABB RS, no qual lhe presenteei com meu livro NO Olho do Furacão, onde relato minha experiência no conselho fiscal da Previ,  trocamos idéias e debatemos alguns assuntos preocupantes do nosso fundo de pensão, de interesse para os participantes e para nossos associados, bem como debatemos a respeito do clima de enfrentamento e das dificuldades que lá encontro para o desempenho de meu mandato.

O Presidente se mostrou bastante receptivo e ficou de examinar alguns pontos mais urgentes, a fim de tomar providências corretivas, se houvesse viabilidade. Como ele tem fama de ser ágil e eu de ser rápido, apesar da idade, aguardo alguma notícia ou decisão até o dia 20 de maio.  Estou realmente esperançoso.  Já me decepcionei com um diretor e com um conselheiro. O raio não pode cair três vezes no mesmo lugar em tão pouco tempo.

Isso não quer dizer que não compreenda o ceticismo de muitos colegas, que estão descrentes e acham que o presidente Gueitiro não tem autonomia para nada na Previ. Está lá só para cumprir ordens superiores. Mas eu sou um eterno otimista...Vou dar crédito, porém repito, que meu prazo é curto como estribo de anão.

Como avaliei a visita ?  Positivamente, em especial sob o aspecto do relacionamento com os participantes, já destacado na matéria publicada no site da Previ. Uma nova postura, mais aberta, com uma oportunidade de diálogo mais franco e direto com o Presidente, não deixa de ser louvável e deve merecer nosso aplauso.


Do jeito que conduzi a visita na AFABB RS e os debates foi possível estabelecer uma via de duas mãos. Ficou para trás o modelo do dirigente ser apenas perguntado, quase sempre só por escrito, e responder o que bem entendia.  Desta vez, o presidente também teve a oportunidade de ouvir e até de ser replicado. Tudo dentro do maior respeito e alto nível.  Além disso, o presidente Gueitiro teve a oportunidade de ver e sentir de perto o público alvo da PREVI, os aposentados e pensionistas, olhar nos seus olhos cansados pela idade, sentir as suas angústias e suas aflições, podendo observar a realidade nua e crua,de quem sofre com as dificuldades financeiras de um orçamento apertado, que é bem diferente daquela que está dentro dos vidros espelhados do Palacio Mourisco no Rio de Janeiro.

E´ preciso dizer que todos os temas que nos preocupam e nos embalam foram abordados. A diretoria da AFABB RS deixou claro algumas questões nas quais fechamos posições, como por exemplo no ES onde defendemos, pura e simplesmente, sem frescuras nem discriminações odiosas com os idosos e os endividados, a fórmula definitiva de 180 x 180, podendo, como intermediária, ser aceita ainda este ano a 160 x 160.

 E na cesta alimentação, embora tenhamos confiança e expectativa de que o Supremo Tribunal possa terminar decidindo pela não devolução para quem ganhou na primeira e segunda instancia, achamos razoável uma negociação de cinquenta por cento para cada lado. Hoje a negociação e a transigência estão na ordem do dia para abreviar e encerrar processos judiciais. De qualquer maneira entendemos que jamais a Previ poderia exigir, como está fazendo, uma cobrança de devolução que não fosse efetivada da mesma maneira que se deu o pagamento mensal por liminar. E´ maldade. Também muito se falou do teto e dos bonus para os diretores. Entretanto a postagem já vai longa demais. E temos muito trabalho pela frente aqui na associação, às vésperas do feriado de primeiro de maio.



Aguardo que o Presidente Gueitiro Genso tenha levado aqui de Porto Alegre , do contato com nossas queridas pensionistas e dos nossos valorosos aposentados, a energia mais pura e mais autêntica para que possa multiplicar seus atributos de jovem atleta, que corre doze quilômetros por dia, e canalizar todo esse seu potencial, físico e funcional,  em favor de uma gestão profícua e digna em pról de nossa PREVI, para que possamos recuperar a nossa tranquilidade e quiçás o nosso BET.

Bom feriado. VAMOS QUE VAMOS !



71 comentários:

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Você não decepciona nunca! Os incautos que pensaram no canto da sereia como armadilha para te pegar caíram do cavalo. Cê tem muitas horas de praia... Cordial, diplomático, educado, fino, mas com foco.
Quando implantarmos a República Independente do Piauí, na sua posse como Presidente, você será agraciado com uma estátua da sua pessoa.
Saiba que ela já existe no coração de muitos aposentados e pensionistas da Previ.
Esse é o jeito desse cabra aqui dizer-lhe: MUITO OBRIGADO!

Êta Cabra Macho!

Medeiros disse...

Muito obrigado. Tuas palavras me comoveram. Vou dormir melhor está noite. E vou guardar essas palavras no fundo do coração.

Anônimo disse...

Esta situação desesperadora, financeiramente falando, está me levando literalmente à falência física. Agora me apareceram duas úlceras: estômago e duodeno. Horrível! Também com um salário de um pouco mais de 500 reais levaria qq um ao caos físico. Assim sendo, qq adiantamente por parte da Previ será muito bem vindo. Que Deus nos ajude. Saúde Dr. Medeiros.

João Lopes Rodrigues disse...

Prezado Medeiros!

Sensata sua postura em dar um crédito (de 90 dias!) para posterior avaliação do atual presidente da Previ.

Não obstante seu entusiasmo, penso não ser nunca demais persistir no cuidado com tudo o que se diz e fala acerca do assunto. A natureza humana tem se mostrado tão inconstante nos últimos tempos! Vai que amanhã "esquece" o que disse ou prometeu hoje!

Assim sendo, esperemos novos rumos... Vamos dar um crédito ao futuro. Mas sugiro que seja um crédito "não muito longo"; nem tampouco muito "às escuras". Vigiar, pelo menos com um olho só, já faz diferença.

Era isso!

Anônimo disse...

Bravos Medeiros. Era o que esperávamos de ti. Vamos agora ver o que vai vir do novo presidente.

Anônimo disse...

Caro Medeiros,

Estive lá. Vi um presidente jovem, sorridente, ágil é bom de papo. Só isso. Nada concedeu. Prometeu apenas reexaminar alguns assuntos. Pouco. Esperava mais dele. Mas também vou aguardar até final de maio.

Anônimo disse...

os japoneses tem uma caracteristica:sao indecifraveis.o brasileiro fala com a boca,com os olhos, o nariz,as maos,os japoneses sao o contrario,nao passam NADA!

Anônimo disse...

Excelente post. Equilibrado e correto. Não é com sorriso nem com malaqueleques que vão dobrar o nosso líder dr Medeiros. Ser gentil e educado não é ser servil como outros que andam por lá. Respeitem o Medeiros. ele merece. E nós respeitem também. Aguardamos coisas concretas, não apenas um jovem sorridente querendo nos seduzir. Comece melhorando o ES e a cesta. Seria um bom sinal, presidente Gueitiro. Obrigado Medeiros por ser quem és. Nosso voto em ti está justificado.

Vasco

Anônimo disse...

Mas BAH TCHÊ. Deu uma de macho, Medeirao.

Anônimo disse...

Tenho orgulho de ser sócio da Afabb Rs.

Vonei

Anônimo disse...

CUMPRIMENTOS, dr.Medeiros, pela recepção de alto nível que promovestes ao Presidente da PREVI em sua sede da Afabb-RS..!

Quem sabe seja o início de um QUEBRA-GELO nas relações daquela instituição para com seus legítimos beneficiários(nesse evento representado por uma importante Associação). E que, a partir daí, nos traga bons "frutos" que amenizem nossas angústias financeiras...

Meus Parabéns!!!

Abs.

Janone

Medeiros disse...

Oi prezado Janone,

Você anda meio desaparecido do blog. Compareça mais. Obrigado pelos cumprimentos.

Anônimo disse...

Que linda a foto das pensionistas com o Presidente Gueitiro. Ele tem que ter ficado sensibilizado pelo carinho e pela recepção em Porto Alegre. Se tem coração, não pode decepcionar esse público fraterno que o recebeu. O contrário, a la Marcel, seria o fim do mundo. Estou torcendo por ele.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Voce é nosso líder. Sabe nos conduzir. Para o bem ou para a guerra. Indique o lado e nós o seguiremos. Mais uma vitória alcançada em sua trajetória. Haviam os que achavam que a visita seria tumultuada e com clima ruim como foi a do Sasseron. Mas voce sabe das coisas. Os violentos não compareceram porque lhe respeitam. O pessoal do sindicato tambem lhe respeita. Não estavam.

Alfredo Engels

Anônimo disse...

Só melhorar o relacionamento é pouco. Esperava mais do Gueitiro.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Me emocionei no evento. O hino riograndense cantado a capela já mexeu comigo. A declamação gauchesca do João Rodrigues foi sensacional. As gurias falaram bem. E o dr. Krieger deu o recado ao Gueitiro. Estaremos com ele se ele estiver do teu lado. E´ isso aí. Parebens redobrados. Valeu mesmo.

Mario G.

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:


NÃO É À TOA QUE O CHAMO DE MESTRE! Como essa postagem o MAGNÍFICO SE SUPEROU! (não estou nem aí se me chamarem de puxa-saco).

Marco Orlando disse...

Parabéns Medeiros!
É com diálogo, paciência, perseverança e OTIMISMO, principalmente, que se alcança os objetivos.
Como você mesmo afirmou: dia 20 de maio é o dia "D". Acredito em alguma coisa positiva, apesar do Presidente não poder decidir sozinho.
Um grande abraço e muita saúde!
Marco Antonio Orlando

Anônimo disse...

Dr.Medeiros!

Para minorar o sofrimento dos aposentados e pensionistas seriam bemvindas a suspensão das prestações do ES por três meses e das contribuições pessoais para a PREVI.

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Dr. Medeiros -

Parabéns e muito obrigado pelo feito. Também penso como o Sr. no quesito otimismo, senão o que nos restaria.

Torço muito para que venham notícias boas no decorrer do próximo mês.

Agora, uma coisa é líquida e certa: Já houve um incrível avanço.
O Sr. lembra da Novembrada, ou seja, foi um parto para conseguir uma audiência com o ex-Rei senhor Dan Conrado e que infelizmente, apesar de todo esforço, não deu em nada.

Acho já uma grande vitória a vinda do Presidente até nós. E acho muito bonito uma carreira como a Dele, de ex-menor para Presidente.

De qualquer forma, já temos uma vitória. Agora esperemos, como mesmo o Sr. diz, para ver no que vai dar.

Abraço e obrigado, mais uma vez.
Carlos - Rio Pardo(RS)

jurandir waltrich disse...

Dr Medeiros!

Se tivéssemos mais pessoas como o Sr. na defesa dos aposentados na Diretoria e no Conselho da Previ, com a mesma garra, certamente nosso destino seria outro, para melhor naturalmente, agradeço de coração a sua luta e seu engajamento nesta causa, sinceros parabéns, muito obrigado.

Anônimo disse...

Estou curioso para saber quem é o diretor e o conselheiro que decepcionaram o dr. Medeiros. Dou um doce para quem acertar. kkkkks.

Anônimo disse...

Prezado Dr.Medeiros!

ANDO desaparecido de postagens, mas não deixo de acompanhar diariamente..!

Abs.

Janone

Russel Furtado disse...

ALÔ GRANDE MEDEIROS:

O povo PB1 ainda não está vencido. Apesar de triturado por uma engrenagem de poder maquiavélica e perversa,resiste, luta e não se cala.Grande parte dessa resistência está calcada na doação admirável de alguns notáveis que contribuem grandiosamente e sem interesses pessoais. Dentre eles, enumero o João Rossi, O Luiz Dalton, o Márcio Cordeiro e o inquebrantável Aristophanes. Penso que devemos organizar um movimento nacional de resistência apoiado por todos. Semana que vem estarei em Goiânia e irei procurar o João Rossi. Como fico entre BH e Fortaleza, procurarei o Luiz Dalton. Depois, vou até Paulista-PE, onde terei a honra de procurar o Aristophanes. Alguns podem achar estranho eu não ter incluido o Medeiros na pleiade acima. Pois bem: vou contar uma história que nem o próprio Medeiros sabe.

Após participar do peladaço na porta da Previ, dirigi-me ao aeroporto para
pegar o vôo de volta a BH.No saguão de espera notei uma pessoa que estava no peladaço.Puxei conversa e o mesmo disse que era gaúcho do interior, no qual sempre morou e trabalhou até se aposentar e que estava ali por honra e apoio ao Medeiros. Perguntei porquê? Ele disse: eu tinha uma casa financiada pela Carim e a estava perdendo. Todas as tentativas de solução só levavam ao caos. Seria o desequilibrio financeiro e familiar.Foi ai que descobri o Medeiros. Procurei-o em Porto Alegre
e iniciamos uma negociação com a Previ, a qual resultou em meu estado atual: moro na casa, e bem,estou aposentado, minha situação financeira é saudavelmente estável e, o principal, minha familia amparada e feliz. Finalizando, ele disse: por isso, apesar de ser Inter,eu parodio os gremistas: estou com o Medeiros, onde o Medeiros estiver.

Concluindo, falar da importância do Medeiros para o povo PB1, é o mesmo que falar que Deus mora no céu. É redundância.

Russel Furtado
Belo Horizonte

Anônimo disse...

No Olho no Furacão ou a cartilha do governo, quais ditames vão predominar?

Anônimo disse...

SENSACIONAL. Vou guardar essa postagem.

Anônimo disse...

Essa última foto diz tudo. O Gueitiro não pode nos decepcionar. Não vai.

Anônimo disse...

Mimoso!!!! Que um dia eu possa chegar aos pés do que tu és como advogada!! Genes bons não me faltam!!
Beijos da sua netinha maravilhosa Luiza

Anônimo disse...

Me desculpe, Dr. Medeiros, não quero ser desrespeitoso, mas esperar mais 90 dias para conseguir melhorias no ES (endividamento) e uma solução meia boca para as ações da cesta alimentação é muito pouco para o universo de assistidos da Previ.

A Chapa 3 e as associações, cadê?

E essa rasgação de seda...pelo amor de Deus!!!

Santa embromação.

Anônimo disse...

Nem tanto ao céu e nem tanto à terra.
Sobre a recepção cordial não se esperava diferente do Dr. Medeiros, eis que faz tempo provou ser um cavalheiro.
E, como todos sabem disto, os mais inflamados resolveram deixar passar o dia em bom tom.
De outro lado não duvido que os petralhas tenham sido compelidos a ficar em seus redutos, de modo a evitar maior desgaste da imagem da PREVI.
Eu continuo cético sobre alguma mudança que nos seja favorável, mesmo louvando todos os esforços e dedicação do Dr. Medeiros.
Dia 20 virá ou os 90 dias passarão e teremos mais do mesmo.
Infelizmente.

Anônimo disse...

Lamentavelmente o anônimo das 16:58 de 30.04.15 está certo.Enquanto o PT for sinônimo de Brasil,vamos continuar a contar carneirinhos...
João Trindade

Anônimo disse...

O INPC alcançando, agora em Abril, o índice de correção que tivemos em Janeiro, por que não reivindicar a correção semestral das nossas aposentadorias em Julho?

Não seria o caso de termos no regulamento uma proteção contra a volta da inflação, ou isso seria possível administrativamente?

Anônimo disse...

Vamos ter que esperar mesmo para verificar se as palavras correspondem aos atos, teremos que verificar o que vai aparecer de novo para atenuar o inferno que a PREVI criou para uma multidão de aposentados.

Anônimo disse...

Você nos representa Dr Medeiros. Vamos que vamos.

André

Anônimo disse...

Medeiros,

Lindao, te amo de paixão?é adoro teu blog. Estou viciada nele. Fazer o que ? Meu marido, teu fã, aposentado do banco, briga comigo. E tem ciúmes de ti. Continua. Esse post é o máximo. Demais !

Nei Vaucher disse...

Dr. Medeiros
-Assunto que perdi(emos) de abordar com
o Presidente na reunião em nossa Sede - Situação da Costa do Saúipe, já que continua deficitária. Se na época da negociata, Fernando Henrique precisava do apoio do Toninho Malvadeza para aprovar matéria de seu interêsse, no Congresso, a PREVI entrou de gaiato. Aporte de capital, PREVI 99(NOVENTA E NOVE POR CENTO) ODEBRECHET proprietária do terreno,no valor correspondente a um (um por cento), tornou-se sócia no empreendimento.É meus amigos, o esquema para sugar recursos da PREVI vem de longos anos. Mas o acima exposto só aconteceu porque na época, Presidente e demais membros da Diretoria, não deram ouvidos pra aquele "gaúchinho" lá das bandas de Uruguaiana, que na época, Presidente do Conselho Fiscal, já previa o insucesso do empreendimento. Com todo o respeito, eu me refiro ao nosso ilustre Dr. Medeiros.
Sugestão - quem sabe,se a PREVI com preço de diárias mais acessiveis e associada a agencias de viagens confiáveis no mercado de turismo, não poderia surgir uma luz no fim do túnel.
Bom feriado. Minha bola de cristal, aponta, com absoluta certeza, que um de nós será campeão no domingo,eheheheh.
Grande abraço.
nei vaucher

Aristophanes disse...

Prezado Russel Furtado.
Obrigado, por me incluir na sua Seleção. Sou, apenas, um indignado que exerce o dever de não calar, sem ultrapassar a fronteira da sensatez e do acatamento ao diálogo respeitoso. Antecipo meu e-mail, para eventual esclarecimento prévio.:jaripe31@gmail.com. Cordialmente, Aristophanes

Adaí Rosembak disse...

Caro Medeiros,
Parabéns pela sua iniciativa bem sucedida de levar o presidente da PREVI ao Rio Grande do Sul.
A propósito, você é bem citado no artigo AAFBB-IV em meu blog. Leia. Acho que vai gostar.
Não sabia que você lançou um livro com o título "No Olho do Furacão". Desculpo-me por ter redigido um artigo com esse título.
Ele está à venda em livrarias? Em alguma editora? Ou posso fazer a encomenda pela AFABB-RS? Estou ansioso para o ler.
Um abração.
O amigo Adaí Rosembak

Anônimo disse...

Colega Nei Vaucher, Dr.Medeiros e Leitores,

A SAUIPE S/A é toda do Plano 1. Por mais que aumente seu faturamento e lote seus apartamentos e pousadas, sempre dará prejuízo, pois sempre seus diretores e conselheiros nomeados aumentaram as despesas maior que as receitas, sempre foi assim e sempre será.
Taí um exemplo de "investimento" em que poucos ganham e o dono SEMPRE PERDE.
Solução: O Dono (Plano 1) tem que vender para parar de acumular prejuízos e parar de enriquecer os que estão lá dentro. Simples né?, mas a pressão para não vender é grande, pois a teta secará.

Medeiros disse...

Prezado Adaí

Terei imenso prazer em presentes lo com um dos últimos exemplares. A edição se esgotou. Obrigado pelas referências. Você sempre generoso comigo.

Anônimo disse...

E que quero saber de presidente da Previ sorrindo? sabe o que acho, Medeiros...que você é uma pessoa SUBJETIVA. Eu sou do tipo objetivo. Ok...você foi visitado, você foi abraçado...mas eis que o que se questiona é o SISTEMA. Vou ser curto e grosso: se derem apenas o índice de inflação nos reajustes(mesmo o ES considero uma enorme sinuca de bico...quanto mais se deve, pior..mas vá lá..se nada mudar, ou pouco mudar no ES) enfim...se as coisas não mudarem para o CONJUNTO DOS APOSENTADOS, E NÃO PARA SEU RELACIONAMENTO PESSOAL, EM EGOLATRIA PRESUMÍVEL...se nada for alterado em termos de $$$$$$$...nada feito. Há muito tempo não visitava o seu blog...e achei-o encantado demais com o Poder...cuidado. Toda aproximação com o Poder aprisiona. Já estive em tribuna de honra do Maracanã...para nunca mais. Aquilo leva a gente a pensar que é grande coisa nesta vida...é tudo farsa. Cuidado com as bajulações...e FORÇA GREMIO!(não podia faltar...kkkkk)apesar disso. Abraços(de quem não é presidente da Previ..kkkkkk)

Nei Vaucher disse...

Ao colega anonimo das l9,45h.
A formação do complexo da Costa do Sauipe, inicialmente foi nas condições descritas, por mim. Mais tarde houve necessidade de novos aportes financeiros por parte da PREVI e é neste período que o Dr.Medeiros,presidindo o Conselho Fiscal se manifestou contrário ao investimento.Sim, hoje, a PREVI







mantém cem por cento da Costa do Sauípe e so causa prejuízo.
Um abraço.
Nei Vaucher

Anônimo disse...

Tanto suspense por tal encontro e nem a suspenção do ES por três meses saiu....

Anônimo disse...

VOTAÇÃO CASSI - agora que fiquei sabendo que há uma votação do relatório da Cassi cujo prazo termina dia 04/05/2015. Não sei se é eu que estou por fora, mas não vi divulgação disso.

Wanderley

Anônimo disse...

Pelo que li na Revista Previ a Costa do Sauípe foi desvinculada da mesma (Previ) através da criação de uma empresa para gerir exclusivamente esse imóvel, e pelo menos o que consta ali é que estão conseguindo equacionar seus problemas e já estão revertendo os constantes prejuízos.
Tomara que isso seja verdade.

Wanderley

Anônimo disse...

URGENTE:suspensão do pagamento das prestações do empréstimo simples, até que se resolva as novas regras, para renovação. estamos com a corda no pescoço.não da mais para esperar. Que seja para 20 de maio.Deus seja louvado.

Anônimo disse...

Caro Wanderley,

Diferente dos outros anos, a CASSI desta vez resolveu oficialmente esconder o jogo. Realmente a divulgação deixou a desejar, pois mandam tantas mensagens falando disto e daquilo, mas da votação nada. Talvez medo da não aprovação, fato que considero altamente provável, não fosse a sempre expressiva abstenção.

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Dr. Medeiros - Depois desse encontro com o Presidente da Previ, podemos ter alguma esperança de novidades no ES e na Cesta, como suspensão de prestações e uma amenizada na cobrança por parte da Previ quanto aos valores pagos a título de cesta alimentação?
Imagino que são dúvidas de muitos colegas e agradeceria se o Sr. nos pudesse adiantar algo.
Abraço, Carlos - Rio Pardo(RS)

Anônimo disse...

Caros colegas,

Não fomos informados da votação da CASSI, a não ser pelo terminal do Banco. Não houve interesse da CASSI na divulgação

Então meu voto já esta definido pela não aprovação.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Vou bater na mesma tecla.

Não vai existir mudança no empréstimo simples e nem em outra pendenga.

Tudo gira contra nós.

Mesmo que nos desagrade os normativos da PREVI devem ser observados em toda sua extensão.

Então vou repetir mais uma vez: SEM ALTERAÇÃO DOS NORMATIVOS a atual situação não tem como mudar.

Estamos direcionando nossas forças de forma equivocada, solicitando mudanças impossíveis pois contrariam os normativos, leis, legislação ou coisa que o valha.

Vamos atacar o cerne da questão.

Mudar os normativos ou morrer.

Então vamos mudar os normativos.

Não sei se cabe, no caso, uma ação pública.

Recentemente eu li algo em que ação pública é uma prerrogativa que atende as associações.

Com a palavra os colegas causídicos.

Vamos a luta.

Anônimo disse...

DR. MEDEIROS,
VOTAR SIM NO RELATÓRIO DA CASSI, É O MESMO QUE DIZER SIM E APOIAR SACANAGEM QUE O GOVERNO ESTÁ FAZENDO COM APOSENTADOS DA PREVI. PORTANTO, VOTEI NÃO!

UM ABRAÇO.

Marly disse...

Soube e votei contra o relatório da Cassi, pelo telefone através de um colega do Banco. Claro que não aprovo, recebi o relatório em casa, um papel grosso, brilhante, um luxo, prá que isso?? Um desperdício de dinheiro, sendo que na minha cidade quase todos os médicos se descredenciaram, estou indo fazer exames de rotina pelo SUS, e pago cassi família para meus filhos, quase 800,00, pode isso????

Anônimo disse...

Cuidado com o lobo em pele de cordeiro. Não sejamos inocentes.

Anônimo disse...

Dr Medeiros, peço que o sr olhe com mais carinho a situação insuportável que financeiramente estamos passando, no meu caso já me falta alimentos e remédios, meu nome já foi para o SPC pela primeira vez na minha vida com 58 anos, estou com muita vergonha e já não durmo noites e noites.
Não podemos esperar mais, por que tanta demora para nos dar um alivio suspendendo pelo menos três prestações do ES?
Se depender da boa vontade de alguém na Previ morreremos todos porem, acho que e o que eles querem.
Não e so um pedido, e uma suplica!!!!!!!

Anônimo disse...

senhores, não podemos ficar esperando pela PREVIC/STF ou qualquer outra coisa, temos sim é que exigir nossos direitos antes que nosso patrimônio e consequentemente nossas aposentadorias vão para o espaço.
BASTA !!!
- temos que tomar providências," panelaço,peladaço/ e, até acho melhor "UM PEDALAÇO " pois sou adepto de pedalar em minha bike aqui em Balneário Camboriú(SC), mas não podemos ficar eternamente "DEITADOS EM BERÇO EXPLÊNDIDO" - VAMOS exigir NOSSOS DIREITOS na PREVI e mais urgente na CASSI

Ademir Medeiros Martins
Bal.Camboriú(SC).

Anônimo disse...

O qu vou dizer muitos já disseram.O tal encontro não teve, como já era esperado nenhum efeito prático para nós, a não ser troca de gentilezas que não enche barriga de ninguém.Sugiro que o tempo gasto com visitas seja usado resolvendo as nossas pendências.

Nei Vaucher disse...

Dr. Medeiros,
Parabéns pela conquista do penta. Como a morte sempre tem uma desculpa, não podemos negar que o Felipe Bastos deu uma baita mão no segundo gol do Inter
Um abraço.
Nei Vaucher.





Anônimo disse...

Olha o lobo em pele de cordeiro. O cara é político.

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Não poderia deixar de parabenizá-lo pelo Internacional. E uma curiosidade: Por que o mascote é o Saci Pererê?
Outro diretor da Previ pediu as contas? Os cabra ganham num mês o que muitos de nós recebem num ano e não tão nem aí para a grana ou a batata tá assando?

Êta Cabra Porreta bem informado!

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:


Quando propugnamos VEEMENTEMENTE pela SUSPENSÃO por TRÊS MESES e/ou TRÊS PARCELAS, o MAIS RÁPIDO POSSÍVEL do ES, é porque não nos foi dado TEMPO DE SE ADAPTAR aos MALÉFICOS NOVOS PARÂMETROS para sua CONCESSÃO e principalmente, RENOVAÇÃO.
A Norma da PREVI foi emitida em 05/DEZEMBRO/2014, para viger em 20/JANEIRO/2015, pouco se importando se nós, os MENOS AFORTUNADOS (não importa o motivo do infortúnio), que já realizavam o ES há mais de 40 (QUARENTA) ANOS, ficassem numa SITUAÇÃO CALAMITOSA, ante a sua NÃO-RENOVAÇÃO, restando para nós o famoso "TE VIRA"!!!
Para os caríssimos blogueiros e outros, que VIVEM INVEJANDO e se LAMENTANDO DE NÃO TEREM UM SALÁRIO de DIRETOR ou CONSELHEIRO, vai aqui um aforismo do filósofo grego ÉSQUILO: "NÃO DIGA QUE UM HOMEM É FELIZ ENQUANTO ELE NÃO MORRER"!.

Anônimo disse...

DR. MEDEIROS,

E A BOLSA, CHEGANDO A 60.000 PONTOS
MELHORA ALGUMA COISA PARA NÓS ???
CESSARIA O DESCONTO PARA A PREVI COM
A DEVOLUÇÃO DO QUE FOI PAGO ALÉM DO
PLANO ???, VOLTARÍAMOS A TER UM BET ??? OU UMA CORREÇÃO EM NOSSOS BENEFÍCIOS ???
POR FAVOR, FALE ALGUMA COISA A RESPEITO !!!

Anônimo disse...

Concordando com o colega de 3 de maio de 2015 18:51, e por não ter tido tempo de avaliar os números divulgados pela CASSI, não me restou outra opção, a não ser votar pelo NÃO!

Marco Orlando disse...

Medeiros,
Já que temos vários colegas pedindo a suspensão das contribuições para quem já contribuiu mais de 360 vezes (justo),porém não beneficia a todos, acho que podemos também pedir(perfeitamente viável e justo) o fim da PARCELA PREVI, que também não beneficia a todos. As duas decisões devem vir em conjunto. Uma beneficia os pré/97 e outra beneficia os pós/97.
Só assim poderemos deixar o egoismo de lado e pensar em todos, evitando assim rachas desnecessários entre os participantes.
Um grande abraço.
Marco Antonio Orlando

Anônimo disse...

Caros colegas,

Hoje votei NÃO para o Relatório Anual da CASSI.

Votar no desconhecido relatório só pode ser com um NÃO.

Anônimo disse...

O colega as 19:07 de 03.05.15 resumiu toda a agonia dos previanos e as mentiras que temos ouvido ao longo de décadas.
João Trindade

Anônimo disse...

Com referência a mensagem anônima de 03/05/2015 das 19:07.

Consultar o endereço que se segue:

http://www.processoscoletivos.net/1210-legitimidade-ativa-e-passiva-em-materia-de-acao-civil-publica-e-acoes-coletivas

Anônimo disse...

Viram no jornal "o tempo"?
Pizzolato falou que prefere morrer do que vir cumprir pena no Brasil.

ALBANO disse...

Vamos ser honestos! A Parcela PREVI não deveria existir! Esse "mimimi" de que, se extinta, prejudicaria quem ganha mais do que R$2.700,00 do INSS é um argumento muito egoísta. Quando ela foi instituída a gritaria foi geral, todos sabem que é um absurdo, agora defender essa ilegalidade só porque recebe aposentadoria acima do seu valor, é defender um CRIME contra os demais, que recebem menos do que isso e tem suas aposentadorias glosadas.
Defendê-la é a mesma coisa que defender um assassino que tirou a vida de um desafeto nosso (Não deve ser preso porque o morto não prestava em nossa avaliação?). A extinção da Parcela PREVI não prejudica ninguém, apenas corrige uma IMORALIDADE, acaba com divisões, já que não existirá mais os pré e os pós 1997, e poderemos todos passar a lutar pelos mesmos objetivos e corrig.e uma injustiça com os que recebem menos

Everton disse...

espero que não venha cair no colo da Previ
Justiça suspende operação de aquisição de sondas entre Petrobras e Sete Brasil
A decisão decorre de uma ação popular que afirma que a licitação vencida pela empresa para fornecimento de sondas é "lesiva ao patrimônio público"
Desde janeiro, bancos privados, públicos e o BNDES tentam desenhar uma saída financeira para que a empresa não quebre. A Sete dependia de um empréstimo de 3,8 bilhões de dólares concedido pelo BNDES para dar seguimento à construção das sondas. Contudo, após a delação de Barusco, a linha de crédito se tornou inviável. Atualmente, banqueiros e governo tentam criar uma solução para que a empresa consiga, ao menos, pagar as dívidas já contraídas, que alcançam 12 bilhões de dólares.

Anônimo disse...

Ué, não era esse o arrogante diretor do BB-guloso?
Agora está com medo do negão Tripé que habita na Papuda?

Anônimo disse...

Todo mundo pegou dinheiro. Todo mundo com saldo devedor de R$ 145.000,00. Pergunto fizeram o que com o dinheiro?