ROEDORES NO CONGRESO IMPEDEM CPI

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Cena insólita, cinco roedores foram soltos no momento do depoimento de Vaccari na CPI da corrupção. O ato simbolico foi corajoso e teve repercussão internacional.


Nesse ínterim seis senadores retiraram seu apoio ao pedido de CPI dos fundos de pensão, após terem assinado o requerimento roeram a corda.  Pode ?  O Governo não quer que se instale a CPI.

Coisas estranhas, portanto, vão acontecendo no Congresso Nacional e nos deixando de orelhas em pé.

Comigo também continuam as coisas estranhas. Ontem foi minha senha na Previ. Não conseguia acessar o site de atendimento. Tive que trocar de senha. Sorte, como já afirmei, que na Previ tem funcionários solícitos e funcionárias bonitas. Mais uma vez comprovei. Sorte mesmo.

Conforme ja havia anunciado, está confirmada a vinda do novo presidente da Previ a Porto Alegre no final do mês. Estou concluindo os arranjos com o chefe de gabinete, Marcelo, outro funcionário sempre atencioso e eficiente da Previ. Na próxima semana darei detalhes.

Polêmica a respeito se a Previ deu ou não deu superavit. O senador Aloísio respondeu a contestação da Previ de que se baseou numa matéria que saiu no Valor Econômico sobre perdas de 7,8 bilhões em função da desvalorização da Vale e da Petrobrás.

Tecnicamente a PREVI  tem toda a razão. Mesmo que fruto da reserva acumulada, a Previ deu, em 2014, superavit de 12 bilhões. O que houve foi uma perda na reserva de contingência, colchão de liquidez do fundo, que de 24 bilhões baixou para 12 bilhões.

Superavit é quando há um excedente acima da reserva matemática, o que existe ainda , graças a Deus, na Previ, não ocorrendo o mesmo no Postalis, na Funcef e na Petros, que dão déficit há três exercícios.

Por isso é recomendável fazer os cursos rápidos e eficientes, como o que o Zanella acabou de participar, sobre noções de previdência complementar e análise de balanços de fundos de pensão. São baratos, curtos e necessários, promovidos pela Abrapp. A questão sobre avaliação a valor econômico ou a mercado são relevantes e são esclarecidas também. Questiona se na Previ sobre a avaliação da Vale, feita pelo dobro do seu valor de mercado, que, caso fosse utilizado, absorveria toda a reserva de contingência.

Eu não ia participar do protesto de domingo. Era mais um. Mas agora vou, depois dos seis senadores que roeram a corda. Não sou um entusiasta das CPIs. A maioria vira em pizza. Mas entendo que a Previc está muito passiva em seu papel e precisa ser sacudida com uma CPI que demonstre justamente as falhas de sua fiscalização e atuação. Pode se conceber que um conselho fiscal rejeite onze anos seguidos as contas de um fundo de pensão e não aconteça nada ?

Bom final de semana. Proteste. Faz bem à saúde, ao espírito e a cidadania. Assim como está não pode ficar.

52 comentários:

Pr.guima disse...

-Existe um ditado na minha terra: "deveríamos marcar na paleta" estes senadores que retiraram a assinatura da CPI, bem como os demais que são contra. Qual será a posição de um traidor, o tal Pimentel (que um dia se disse colega)? Sempre que possível devemos divulgar o nome dos inimigos de dezenas de milhares de aposentados/ativos do BB,Correios, C.Federal, petros, Eu não vou cansar de meter o pau nessa turma.

SETE NEGADORES, disse...

Os senadores Aloysio Nunes Ferreira e Ana Amélia Lemos haviam conseguido 32 assinaturas de senadores para criar a CPI dos Fundos de Pensão. Haviam 5 assinaturas a mais do exigido. O Prazo para retirada das assinaturas (só la se "retiram assinaturas"rsrsrs) era até a meia-noite de ontem (9 de abril), pois to então todos senadores do PSB cairam fora: São eles
ROMARIO (RJ)
LÍDICE DA MATA (BA)
ROBERTO ROCHA (MA)
JOÃO CAPIBERIBE(AP)
FERNANDO BEZERRA COELHO (PE)

até aqui restavam 27 assinaturas regulamentares, então a surpresa veio com a negação de
antonio carlos valadares (SE) e
ivo cassol do PP de RO.

Que lástima ! Políticos que não querem a nossa CPI e cedem ao Michel Temer.

Anônimo disse...

A LUTA É DE TODOS!!!

Mesmo quem esta numa situação de tranquilidade é necessário solidariedade com os menos favorecidos porque a médio prazo vai sofrer também com a crise que esta se alastrando pelo país afora. No caso da Previ penso que é a grande maioria QUE SOFRE no momento e alguma coisa precisa ser feita URGENTE e o Superavit existe e com certeza é fruto também da volta das contribuições, corte precoce da BET, endividamento em excesso no ES "cada um sabe da sua necessidade" e tem o caso das pensionistas no esquecimento. ACEITAR SER PRESIDENTE, VICE E DIRETOR PARA DEFENDER SOMENTE interesse do Governo é pura covardia.

Anônimo disse...

Teriam que soltar ratos dentro da Previ em plena reunião dai que eu queria ver kkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Já determinei que quando o Piauí se tornar independente você será o Presidente. Resolvi também, que para o cargo de Vice, a Senadora Ana Amélia é a pessoa mais indicada. Coincidentemente ambos são gaúchos. Em menos de uma década o nosso PIB será superior ao da república sindicalista do Brasil.

Neste exato momento a Senadora se encontra em Pernambuco conforme transmissão ao vivo da TV Senado

Nei Vaucher disse...

Dr.Medeiros, enquanto os gatos,digo deputados.se mostravam indignados com a presença de ratinhos inofensivos,soltos no plenario, o GATO ANGORA trabalhou,digo comprou, na surdina os senadores que retiraram suas assinaturas dos requerimentos das CPIs propostas. Notem o Estado e Partidos Politicos,destes senadores que abandonaram o barco. A meu ver a soltura dos roedores,foi orquestrada e com isso desviaram a atenção do depoimento do tesoureiro do pt, que a meu ver, s.m.j. dos entendidos, é o maior Pinóquio que já pisou por estas "plagas" Bom domingo. Boa passeata. Grande abraço.
nei vaucher
























Anônimo disse...

Dr. Medeiros o sr. poderia quando da visita do presidente Gueitiro aí em Porto Alegre na AAFBB RS pedir que ele nos conceda um adiantamento do INPC para ser pago depois conforme comentado aqui neste blog do Dr. Seria um pequeno alívio para nós. Obrigado.

Anônimo disse...

Dr.Medeiros,

Complementando o anônimo de 10.04-15:46, propor lá na PREVI, a prorrogação de , no mínimo, 3 parcelas do ES a ser descontada neste mês. Assim, iria substituir o adiantamento do 13 sal., que, já que falavam de roedores, foi corroído pelas consignações.

Anônimo disse...

Medeiros! O Romário, mesmo novo na Casa (o senado),está aprendendo rapidamente, a oração de S.Francisco, em "é dando que se recebe". Veja bem, ele que costumava arranjar encrencas por onde andava, agora está ficando manso e bem adestrado! Assinou o pedido da CPI e depois "quiabou".

Anônimo disse...

Educadíssimo e Dileto Dr. Medeiros,

Peça ao Honorável Presidente a suspensão de pelo menos 3 meses da cobrança do ES.
Se algum diretorzinho encrencar, respeitosamente, ele enfia a porrada.

Atenciosamente

Anônimo disse...

DR. MEDEIROS,


Perguntar não ofende, por isso indago: Que destino está tomando a prestação do meu ES, uma vez que o saldo devedor dele só aumenta?


Estaria sendo desviado a crédito da conta de algum diretor da PREVI?

Nesse governo de sindicalistas, tudo é possível!

Anônimo disse...

Amigos não se iludam, para quem tirou o emprestimo simples em 120 meses basta olhar o contracheque do mes de fevereiro e do mes de março/2015 e verifiquem que o saldo devedor ao inves de diminuir, aumentou, então não tem a menor possibilidade dessa suspensão por 3 meses. ESTE NOSSO EMPRESTIMOS SIMPLES É POS FIXADO, PORQUE A CORREÇÃO MONETARIA É VARIAVEL DE ACORDO COM O INPC QUE ESTÁ EM ALTA.

Anônimo disse...

Nunca tantos deveram tanto a tão poucos mais atual do que nunca Sr. Churchill

Anônimo disse...

Também foram incluídas na MP, com o voto favorável do governo, emendas que ampliam de 30% para 40%, e até 50%, o percentual que o trabalhador da iniciativa privada pode comprometer de seus salários com empréstimos, na modalidade de crédito consignado. As mesmas regras valerão para aposentados e pensionistas do INSS, ampliando o teto de desconto na folha de benefícios.

Fonte/ o Globo. 10/04/2015

Anônimo disse...

Dr Medeiros,

Sei de sua ligação com a senadora Ana Amélia. Ela cumpriu sua missão.

Anônimo disse...

Eu gosto desse blog porque além de informar nos dá iensinamentos preciosos em linguagem simples e compreensível. Fiquei sabendo que não houve déficit de 12 bilhões como alguns falam e escrevem. Houve superávit de doze bilhões, embora acumulado. Obrigado Medeiros.

Anônimo disse...

Eu também aprendi muito com o post. Por isso temos que ter gente preparada na Previ.

Adverbial RS

Anônimo disse...

Há uma grande diferença entre perda patrimonial e atuarial e deficit. Sabido que só há déficit quando abaixo da reserva matemática, quando nada mais existe na reserva de contingência. Não é o caso ainda da Previ, sujeito a controvérsias por critérios adotados na contabilidade.nsuperavit a ser distribuído só quando há reserva especial que só existe quando a reserva de contingência for ultrapassada.

Anônimo disse...

Medeirao,

Grande frase, você é genial. Roedores roeram a corda na CPI dos fundos.

Anônimo disse...

Caro Dr Medeiros,

Me responda por favor, quer dizer que a Previ está bem com o superávit acumulado de doze bi ?

Mario

Medeiros disse...

Tecnicamente está superavitaria.

O que preocupa é a expressiva redução da reserva de contingência que baixou de 24 bi para 12 bi. Estamos consumindo as reservas acumuladas tanto na Previ como na Cassi. Isso nos obriga a ficar alertas.

Jair Mário Bork disse...

Contra todas as previsões catastróficas, parece-me que 2015 promete ser um ano auspicioso para a PREVI,pelo menos até agora, senão vejamos. Índice Bovespa em alta de 8,51%, Taxa Selic em 2,82%, Aposentadorias defasadas em 4,21%, e olhe que estamos no início de abril. A seguir nesse ritmo, a PREVI poderá ter um superavit substancial no decorrer do ano.Estou certo ou estou errado?

Anônimo disse...

Pelo andar da carruagem,vamos ter que nos inscrever no bolsa-fome da dona Dilma,pois tudo acaba em pizza neste país,de políticos pilantras.No tocante a PREVIC,é mais uma criação do sr.Luiz Inácio,para fazer de conta que há interesse no povo.Ainda continuo esperando achar político sério e comprometido,neste país.Penso que vou morrer esperando...
João Trindade

Anônimo disse...

A Senadora Ana Amélia é linda! Por dentro e por fora. Que mulher maravilhosa .

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Poderia fazer um post com a foto das belas da Previ? De preferência com fotos bem próximas para verificarmos que realmente existe beleza em alguma coisa na Previ.
Você sabe, o Piauí é longe, a passagem cara daí o pião fica só na imaginação

Êta Cabra Porreta!

Anônimo disse...

Permita o Dr. Medeiros um comentário jocoso: os ratos estão tão agressivos que comeram um S do título de seu artigo. Perdoe, mas como bem o sabe o caro doutor, isto faz parte do famoso senso de humor inglês. E pode até ter sido proposital, o que não duvido (gargalhadas).

Anônimo disse...

O doutor sabe das coisas. Deu show de superávit e está sempre nas paradas. Sou teu admirador de carteirinha.

Anônimo disse...

Grande Medeiros !

Anônimo disse...

O rato roeu a roupa do rei de Roma, do PSB, dos senadores e daputadas todos

Anônimo disse...

http://www.portalcafebrasil.com.br/artigos/meu-dedinho/

Anônimo disse...

A Previ está superavitária ?
Então pode pagar o bônus para toda a Diretoria indicada e eleita.
Os eleitos -agora sem chapa 3- não precisam devolver.

Anônimo disse...

Não sei não...mas quanto aos 6 senadores retirarem as assinaturas( frustrando a instalação da CPI dos Fundos de Pensão) além de propina, não poderia estar havendo ameaças de morte?

Tudo é possível nesse momento conturbado na política?economia..!

Anônimo disse...

Senador pipocar por causa de ameaça de morte? Então está na profissa errada. Bota o avental e vira dona de casa

Medeiros disse...

Superávit acumulado não pode dar direito a bônus. Houve perda. De patrimônio e acPrevi não alcançou a meta atuarial. Portanto houve resultado zero para o fundo embora mantenha se superavitaria só por conta de reservas acumuladas. Só poderia se pensar em bônus em caso de haver reserva especial. Mesmo assim sou contra.

Anônimo disse...

Esse é odr. Medeiros.

Medeiros disse...

É o Romário alegando que retirou sua assinatura da CPI porque os senadores estão com muito serviço. É piada ?

Anônimo disse...

O baixinho arrepiou. Como fez em alguns jogos.

Medeiros disse...

Estou me preparando para ir na passeata de protesto. Acabei de pintar meu cartaz. CPI para os fundos de pensão. Vamos descobrir o que eles não querem mostrar.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Depois de debruçar anos a fio estudando profundamente os fundos de pensão com toda sua complexidade, cheguei a douta e excelente conclusão do objetivo proposto:
Diretoria de fundo de pensão pode ser comparada a um vigia noturno. Você contrata na esperança de que seu patrimônio seja vigiado, mas ele sempre dorme no ponto.

Dr. Jacy Ferrô

Anônimo disse...

Foi fraca a passeata no Rio, doutor.

Anônimo disse...

BÔNUS PARA A "DIRETORIA".
FOI IRONIA.

Medeiros disse...

Estou voltando da passeata. Aqui ela foi muito boa. Cerca de cinquenta mil. Um pouco menor que a outra, mas mais vibrante, mais qualidade. Voltei de alma lavada de novo.

Anônimo disse...

Parabéns doutor. Você nos representa.

Anônimo disse...

Grande Medeiros.

Anônimo disse...

Assisti sua entrevista na RBS TV sobre a CPI dos fundos. Parabéns. Teve ótima repercussao. Obrigado pelo apoio. Sou do Postalis. Adriano Fuentes

Paulo Beno disse...

"Na quarta-feira passada, dia 08/4/2015, Dilma recebeu Renan no Planalto. Depois da conversa, Renan comandou por telefone uma operação para arquivar a CPI dos Fundos de Pensões, por interesse do governo"

A dilma sabe porque não quer a nossa CPI.

Leiam em VEJA, Pág.53 da edição 2421.

edsomn disse...

Alguém sabe alguma notícia referente a suspensão do empréstimo simples, porque do superavit não vamos receber nadinha
por causa da reserva de contingência.

Anônimo disse...

12/04/2015 21:08

Caro Edsomn, julgo que não adianta malhar em ferro frio. O Marcel vai fazer de tudo para impedir qualquer concessão da área que ele administra. O melhor, para evitar esse estresse, é partir para outra solução, se é que ela existe.
Volta-se ao dito do Barão de Itararé: "de onde menos se espera é daí mesmo que nada sai".

Anônimo disse...

Enquanto formos governados por gente descomprometida com os interesses da população,não podemos esperar nada de bom.Palavras,troca de favores e outras artimanhas com único objetivo de se darem bem,à custa do suor e sangue dos que construiram uma história,uma entidade,um país.Realidade dura,mas realidade.
João Trindade

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:


O problema do ilustre Senador ROMÁRIO, é que, essa POBRE ALMA SOFREDORA,estava ficando MUITO CANSADO e SEM TEMPO, para JOGAR FUTIVOLEI COM EDMUNDO e outros CUPINCHAS.
Quanto ao BALANÇO (BALANÇA-MAIS-NÃO-CAI) DA PREVI, deve ter tido uma mãozinha do escritório contábil do Dr. GUIDO MANTEGA, ex-MAQUIADOR OFICIAL DAS FINANÇAS DO BRASIL.



Fernando disse...

MEDEIRÃO, Tenho certeza que sua pauta de assuntos com o Presidente da Previ está extrapolada. Comento com colegas, e outros blog que um item que se pode mexer, com vontade política e administrativa , é a Parcela PREVI.Criada em 97, é um dos ítens que mais afeta o pessoal que se aposentou após 97 e ganha na faixa de 3 a 5 mil reais. Não custa tentar. Abraço e sucesso.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Emprestando seu vasto cabedal jurídico, poderia dizer se já existe jurisprudência no pagamento de cesta alimentação para aposentados por invalidez?
A ação é entrar e correr pro abraço, ou não?