CPI NOS FUNDOS DE PENSÃO

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Alguns acham que eu personalizo demais o blog. Gostariam que fosse mais impessoal ou que desse mais espaço para os comentários dos outros. Entretanto, o estilo escolhido para o blog e sua característica marcante desde o início foi fazer dele o blog do Medeiros.  E sigo esse caminho para não descaracteriza lo. Desculpem os que não concordam e me acham individualista demais. Tenham a certeza de que não é narcisismo. E´ o modelo escolhido, após pesquisa.


Já falei da razão do meu pé quente não estar funcionando na Previ, já mostrei que meu lenço colorado é sinal de que estou firme na batalha em prol dos participantes, já expliquei porque me independizei da chapa três. Aliás, em seu blog, a Cecilia Garcez afirma, com bastante clarividência, que a eleição já acabou, que a chapa três não existe mais, que o que existem são gestores querendo fazer o melhor.

Agora dou curso à programação que tracei, após a atualização e o aprendizado sobre previdência complementar nos cursos e seminários de que participei em 2014. Começo a atuar e analisar os pontos que considero frágeis e vulneráveis em nosso fundo de pensão, para que sejam objeto de exame e correção.

Nesse sentido, tenho em mente dois princípios fundamentais: o da verdade e o da alegria. Não dispenso ambos. Tenho que atuar sempre dentro da verdade dos fatos e dos números. Sou contra a comunicação tendenciosa e pouco transparente, bem como a contabilidade dita criativa; E tenho comigo que é necessário trabalhar com satisfação buscando sempre a alegria do convívio, conforme prega o ilustre cirurgião Ivo Pitangy em seu livro auto biográfico.

Dito isso, vamos ao que interessa. Foi protocolado ontem no Senado o pedido para uma CPI nos fundos de pensão estatais, com ênfase para a Previ, Postalis, Funcef e Petros. As assinaturas dos senadores superaram o número mínimo exigido. Existe a expectativa de que a CPI será aprovada.

O caldeirão dos fundos de pensão começa a ferver com os maus resultados alcançados no exercício de 2014. No requerimento fala que a Previ teve um deficit de 7 bilhões em 2014, o que foi imediatamente contestado pela comunicação do nosso fundo de pensão.

Eu avisei na novembrada, em meu discurso para a diretoria da Previ, que havia percorrido o Congresso Nacional e lá havia sentido que existia um ambiente carregado contra a Previ, inclusive com senadores querendo até uma intervenção. Adverti eles da ameaça de uma CPI. Minha bola de cristal continua funcionando.

Vamos aguardar e ver se vai ser ou não aprovada a CPI.


41 comentários:

Anônimo disse...

Correto, Dr. É por aí mesmo.
Qualificadíssimo está o prezado Dr. para estudar e analisar a Previ.
Uma sociedade que tem preocupado é a INVEPAR - Previ/OAS/Petros/Funcef/Acsa -no GRu Airport ( Guarulhos ). A OAS vai se desfazer de sua parte na Invepar. Recursos necessários ao empreendimento virão de onde, se o outro sócio é a INFRAERO e o governo está sem caixa ?
Sobrará para os fundos. E o retorno ? É para quando ?
Quanto a Novembrada, me parece que os últimos que a ela se achegaram, a usaram na chapa 3 para fins eleitoreiros. Certo está o senhor ao se declarar independente dela.

antonio americano do brasil borges disse...

Prezado Dr. Medeiros,
Uma boa notícia, só esperamos que não demore muito a instalação dessa CPI. O Sr. acha que poderíamos encaminhar mensagens para os Senadores pedindo urgência na medida?
Abraços
Antonio Americano
Goiania (GO)

Anônimo disse...

Medeiros!
Penso que a CPI será aprovada, sim! A onda de repúdio á má atuação de Instituições governamentais está crescendo e, no momento, o Congresso tenta mostrar que não é "vaca de presépio" da presidente. Vide caso das recentes derrotas que o governo está sofrendo lá!

Anônimo disse...

Diferença entre PJ e PF:

Dono da OAS, Cesar Mata Pires não é citado na Lava Jato e sim na lista de bilionários da Forbes em 2014 pela fortuna pessoal de R$ 3,6 bi.

Fonte:http://www.diariodopoder.com.br/coluna.php

A empresa está na bancarrota, mas o seu sócio majoritário, na banda rica.

Será que a CPI dos fundos de pensão terá o mesmo desdobramento da CPI do BNDES (natimorto)?

Anônimo disse...

Prezado Medeiros,
Ainda ontem passei e-mail para o senador Aloysio Nunes Ferreira, parabenizando-o pela iniciativa da CPI dos Fundos de Pensao.Muitos outros colegas deveriam fazer o mesmo, a titulo de incentivo.

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Aqui nos Estados Unidos do Piauí existiu um coronel muito brabo que matava cobra na unha. Era um sujeito muito mau, mas inteligente. Quando ia tomar uma atitude consultava as pessoas mais experientes. Era mau, porém não era burro.
Trazendo para Previ os cabra são maus e burros.
Por que não consultam o Dr., O Ruy Brito antes de fazerem as cagadas?
Deixaram o rastilho da sujeira que nem é necessário CPI para encontrar os esquemas.
Já pensou o Pizzô amarrado na árvore igual o Genuíno? Não foi necessário levar nem um tapa e entregou todo mundo.
Imaginem rosas, flores, exalando tudo que sabem?
Haja nariz...

Anônimo disse...

Essa CPI vai dar em pizza. Lembrem-se que o nosso "colega" senador Pimentel está sempre disponível para fazer o serviço sujo para os donos do poder.

Anônimo disse...

Não querendo ser pessimista, mas a CPI do BNDES parece que não vai sair. Hoje li que 6 parlamentares que tinham assinado o pedido de abertura da CPI retiraram suas assinaturas. Com isso o pedido foi retirado de pauta para não ser sumariamente arquivado pelo congresso.
Só espero que a dos Fundos de Pensão não siga pelo mesmo caminho.

fernando disse...

Medeiros, seria a PREVI o Joãozinho do passo certo? . Acho que perdemos na bolsa, com Petrobrás e Vale. Só não entendo, como a reserva matemática, de semestre em semestre, dá pulos inexplicáveis. Não sou da matéria, não sei de cálculo atuarial, mas em se tratando de plano fechado, a PREVI se programa para pagar benefícios até 2090? Qtos beneficiários existirão? E o saldo o que farão? Enquanto isso, essa parcela PREVI é a grande causadora dos pre-97 e pos-97. Acredito que uma vontade política do Banco do Brasil e PREVI, poderiam eliminar , essa verba que é uma das tantas diferenças que existe no nosso plano PB1.

Anônimo disse...


Emérito Mestre MEDEIROS:

Espero que a CPI, quando investigar a PREVI, começe pela Diretoria de Seguridade.

Anônimo disse...

Tem que começar pelo Planejamento e pela Administração direta.
Mas, não só as atuais. As administrações de há muito tempo.
Desde as ultimas dinastias eleitas.

Anônimo disse...

O vice Temer já conseguiu impedir a CPI do BNDES. Será que vai impedir a dos fundos de pensão ? Rufam os tambores.

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:

Embora a TERCEIRIZAÇÃO seja péssima para todos nós, servirá, caso se aplique a Lei EM CIMA da DIREITORIA e dos FUNCIONÁRIOS da PREVI, para vermos as despesas do Fundo CAÍREM DRÁSTICAMENTE.

Anônimo disse...

Dr Medeiros, verifiquei que o saldo devedor do meu emprestimo simples tomado em 01.08.2014 em 120 meses pelo valor de R$ 145.000,00 teve agora em 20.03 ou 31.03 O SALDO DEVEDOR AUMENTADO AO INVES DE TER DIMINUIDO, fazendo uma simulação verifiquei que se o INPC for maior do QUE 0,91% O SALDO DEVEDOR AUMENTARA, trazendo serios problemas ja que o INPC ESTA COM TENDENCIA DE ALTA. SE A SITUAÇÃO DOS TOMADORES JÁ ESTAVA RUIM , AGORA É QUE FICARA PIOR AINDA.

Anônimo disse...

QUEM TOMOU O EMPRESTIMO SIMPLES ANO PASSADO SE PREPAREM PARA O AUMENTO DA PRESTAÇÃO PELO INPC ACUMULADO QUANDO COMPLETAR 12 PARCELAS PAGAS, OU SEJA, O EMPRESTIMO SIMPLES TERA A PRESTAÇÃO REAJUSTADA ESTANDO O INPC COM TENDENCIA DE ALTA.

Anônimo disse...

Medeiros,
Em seu comentário anterior sugeri um possível contacto da v. preside com o sr.Presi da PREVI na visita a PA. Assunto um adiantamento compensável no mês de janeiro, já que os índices estão estratosféricos. 4-5% para serem compensados posteriormente. Gostaria de uma opinião sua.abraços.

Anônimo disse...

Infelizmente a pressão do Governo fez que todos senadores do PSB (6) retirassem as assinaturas e o número mínimo não foi atingido. São necessárias 27 assinaturas no Senado.
Continuamos aguardando.

Anônimo disse...


Ingrediente da PIZZA do tipo "CALA A BOCA CPI":

Fonte:http://painel.blogfolha.uol.com.br/2015/04/09/dilma-pede-a-temer-que-agilize-nomeacoes-para-acalmar-aliados/





Anônimo disse...

CPI nos fundos de pensão?
Esperem um minuto, que tem alguém batendo na minha porta. Oh! é o papai noel, querendo saber o que vou querer no final do ano...
Por favor, vamos acordar pessoal. Qual CPI que funcionou a contento?

Anônimo disse...

Será arquivada, infelizmente, a CPI dos Fundos de Pensão, pois alguns senadores retiraram as suas assinaturas ontem, 08.04, a noite.

Anônimo disse...

Ao anonimo das 11.04 hs de 09.04, já vi que este ano de 2015 vai ser o maior inferno para os aposentados da PREVI:A PRESTAÇÃO DO ES vai subir quando completar 12 parcelas e pelo andar do INPC vai ser no minimo de 10%e só vamos ter aumento em janeiro de 2016, se a CASSI conseguir aumento na contribuição dos associados teremos outro buraco a cobrir, resumo da opera, este ano nós vamos ter decrescimo no valor a receber todo dia 20. Estamos literalmente ferrados.

Anônimo disse...

Dr Medeiros, infelizmente os favores trocados pesou mais alto, 6 senadores retiraram o apoio a CPI na calada da noite, cinco do PSB E 1 DO PP.

Medeiros disse...

Vejam como minha bola de cristal continua funcionando. Coloquei no final do post uma interrogação bem sugestiva. O fato deles terem impedido as CPIs dos fundos e do BNDES é bastante preocupante e representativa. O que terá que eles não querem a CPI ? Sinal de alerta explícito.

Anônimo disse...

Até os ratos ficaram assustados com os "colegas" que estavam interrogando um "cumpanhero" sobre os desvios no caso petróleo.
E a insistência chega a ser irritante: nada sei, nada vi, nada ouvi. Quem é esse doleiro? Nunca falei com ele. Só estive uma vez no escrito. Brincadeira tem hora, senhores politiqueiros.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

O poderoso Super Herói o Homem da Mala voltou a proteger os fracos e oprimidos que esvaziaram os cofres do BNDS e dos Fundos de Pensão.
Sempre que os bandidos estiverem em perigo basta gritar pelo Homem da Mala que ele os socorrerá comprando o silêncio de quem for necessário.
Morro de medo dos meus netos pedirem o boneco do Homem da Mala de presente. O maior já me colocou na parede me perguntando porque não trabalhei na Petrobrás para pegar um monte de dinheiro . Só tem 6 anos...

Anônimo disse...

Hoje estava vendo a Senadora Ana Amélia (RS) tecendo comentários sobre a CPI do BNDES e FUNDOS DE PENSÃO (ela apoia e se diz estarrecida com seus pares que retiraram a assinatura do pedido de CPI), um outro senador que não me lembro o nome pediu a palavra e fez um comentário que achei bastante pertinente:
Ele disse: "UÉ!, MAS ELES(APOSENTADOS E PARTICIPANTES) NÃO TÊM NINGUÉM LÁ DENTRO DOS FUNDOS PARA MANTÊ-LOS INFORMADOS SOBRE AS APLICAÇÕES FINANCEIRAS". Bem Sr. SENADOR, ter nós temos, mas "ELES" dizem que não podem falar nada. Afinal, para que mesmo elegemos a chapa 3?

Anônimo disse...

E agora, o que nos resta? Uma atiradeira? Lembrei-me do conselho: "relaxa e goza"

Anônimo disse...

A SOLUÇÃO COLOCAR GENTE NOSSA NA PREVI NA PROXIMA ELEIÇÃO , CONTO COM O DR MEDEIROS

Anônimo disse...

Usemos a tática do rapaz que foi exonerado da Câmara dos Daputados. Vamos soltar ratos no mourisco e quem sabe eles espantem os outros que lá estão

Anônimo disse...

A oposição está se articulando para conseguir novas adesões à CPI dos Fundos de Pensão.
Pelo menos estão botando a boca no trombone.....

Anônimo disse...

Ao comentário das 11.47 de 09.04. Com a permissão do Dr. Medeiros.
Sugeri a Previ/Diseg exatamente o q. comenta.
Um reajuste extemporâneo excepcional de 4,2073 que é o INPC acumulado no 1. trim.2015, aplicável sobre os proventos de aposentadoria, mensalmente.
Viria esse reajuste na forma de adiantamento que seria compensado/ressarcido a partir do reajuste de 2016 da mesma forma em que creditado isto é 8 parcelas, pois seria creditado de maio/15 a dez/15.
A Gerencia de Atendimento, ( não se sabe se chegou ate a Diseg,) respondeu: " não há previsão regulamentar".
Ora, se houvesse não seria sugerido como excepcionalidade.
Mas, se tudo precisasse da "previsão regulamentar", muita coisa não teria sido efetivada.
Enfins...

Anônimo disse...

Colega das 18:37.
Nós,velhindos previanos,somos tratados como crianças (ou palhaços).Nossos representantes(?)dizem o que queremos ouvir e,assim,vamos vivendo na esperança de que Papai Noel exista.
João Trindade

Nei Vaucher disse...

Dr.Medeiros ,não tem jeito mesmo,Fomos as ruas, cantamos o hino nacional, planfetamos e quando surge uma luz no fim do tunel,CPIs Fundos de Pensao e BNDES surgem novos vendilhoes no templo dos corruptos, agora comandados diretamente pelo Temer. A vontade que tenho é de mandar a...da e a puto que ...riu, toda essa calhorda que rouba e afrontam descaradamente as instituiçoes deste Pais. Um abraço. nei.vaucher

Anônimo disse...

É...
O CIRCOBRASIL e seus novos donos,fazendo o povo de palhaço.O Sr.Michel Temer seguiu fielmente as instruções superiores,de inviabilizar a CPI do BNDES,FUNDOS DE PENSÃO e vai inviabilizar tudo,até nossa vida..,
João Trindade

Pr.guima disse...

-Existe um ditado na minha terra: "deveríamos marcar na paleta" estes senadores que retiraram a assinatura da CPI, bem como os demais que são contra. Qual será a posição de um traidor, o tal Pimentel (que um dia se disse colega)? Sempre que possível devemos divulgar o nome dos inimigos de dezenas de milhares de aposentados/ativos do BB,Correios, C.Federal, petros, Eu não vou cansar de meter o pau nessa turma.

Medeiros disse...

Olhem, eu até não ia sair no protesto de domingo dia 12, porque estava achando dispensável. Mas com o que aconteceu, agora acho indispensável. Vou pra rua domingo. Ficou evidente que algo não está correto. Quem não deve não teme. Estão brincando com fogo.

Medeiros disse...

Olhem, eu até não ia sair no protesto de domingo dia 12, porque estava achando dispensável. Mas com o que aconteceu, agora acho indispensável. Vou pra rua domingo. Ficou evidente que algo não está correto. Quem não deve não teme. Estão brincando com fogo.

Medeiros disse...

Olhem, eu até não ia sair no protesto de domingo dia 12, porque estava achando dispensável. Mas com o que aconteceu, agora acho indispensável. Vou pra rua domingo. Ficou evidente que algo não está correto. Quem não deve não teme. Estão brincando com fogo.

Napoleão Tenório de Albuquerque-Recife (PE) disse...

Meu caro Medeiros.

Lembro que o DÉFICIT da PREVI 2014 foi de R$ 12 bi e não de R$ 7 bi. As reservas de 2013 eram eram de R$ 24 bi ficaram reduzidas a R$ 12 bi.
Lembro da importância de se alterar a legislação sobre a contabilidade de REAVALIAÇÃO DE ATIVOS. Esses valores não devem compor eventuais Superávits. Continuarei...

Napoleão Tenório de Albuquerque-Recife (PE) disse...

Continuando...
Tenho séria desconfiança da real situação da PREVI. Venho observando, nos últimos 10 anos, elevados superávits baseados em reavaliação de ativos (ações da Vale, Petros, imóveis, etc). Esses valores não são realizados -não entram no Caixa-, no entanto são repassados ao Patrocinador, em espécie. É um ralo por onde os nossos recursos estão indo embora.PENSE NISSO COM CARINHO.

Anônimo disse...

Com uma olhadela de leigo no Demonstrativo do Ativo Líquido do PB I, observei que o a Provisão Matemática de 2014 e 2013, foram de R$ 122 bi e 114bi, respectivamente, havendo um incremento, em 2014, por volta de R$ 8 bi, remetendo a meta da Reserva de Contingência para mais de R$ 30 bi, smj. Daí depreende-se, salvo melhor entendimento, que a perda em 2014 foi efetivamente em torno de R$ 4 bi, e não de 12 bi, eis que R$ 8 bi foram remanejados da Reserva de Contingência para a Reserva Matemática. Comparando o ativo líquido (plano 1) de 2013 e 2014, os saldos de 138 e 134 bi, respectivamente, espelham a perda/redução supramencionada de 4 bi. O mesmo ocorre, se compararmos os saldos dos Ativos totais de 2014 e 2013, 162 e 166 bi, respectivamente. Concluí, tbém, que a reservas de contingência e especial ficam mais ao sabor de "políticas" atuariais superconservadoras e não em função dos resultados financeiros, efetivamente.