Homenageados pela Previ no dia do aposentado. Tô FORA :

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Fiquei, mais uma vez, fora  das homenagens que a Previ presta a aposentados pela sua data, no ICSS.


Há anos isso acontece e não me surpreende.  Sinal de que não sou merecedor aos olhos dos diretores da Previ. Ou que não gostam da minha pessoa. Paciência.

Todos os dirigentes meus contemporâneos já foram homenageados. Gilberto Santiago, João Maia, Odali Cardoso, Ubaldo Evangelista, Isa Musa, Graca Machado, etc, etc. Só eu não fui. Vem ano, sai ano, e eu de fora. Uma vez a diretoria da Afabb Rs se indignou e reclamou. Nada adiantou.

Sei que alguns diretores da Previ não morrem de amor por mim. Fazer o que ? Em  Sergio Rosa, Sasseron, Paulo Assuncão, Vitor Paulo, Henrique Pizzolatto, Marcel Barros percebi sinais inequívocos de malquerença. Ou estarei enganado ?

Quem mandou liderar o peladaço e a novembrada ?  Quem mandou denunciar as despesas secretas da Previ ?  Quem mandou reclamar da garfada no  IGPDI ? Quem mandou criar e manter um blog  que não tem medo de enfrentar os poderosos ? Quem mandou derrotar a chapa da situação ?  Quem mandou criticar os novos critérios do ES, especialmente com relação à margem consignável ?

Mas tirante essas colocações e elucubrações, acho que não sou mesmo merecedor dessa homenagem. Ainda não fiz o suficiente por merece la. Afinal, eleito para a Previ como suplente do CD,  não consigo conquistar as melhorias que se fazem necessárias, não importando que seja minoria. Afinal, ajudei a criar e sustentar uma associação meramente estadual, a AFABB RS, da qual sou presidente atualmente e participo de sua administração só  há mais de vinte anos. Afinal, tenho apenas defendido na Justiça os direitos e os deveres de alguns milhares de aposentados e pensionistas. Afinal. tenho ajudado vários aposentados endividados e doentes, uma categoria que não conta muitos pontos para a láurea.


Homenagens no final da vida são perigosas. Desconfio delas. Parece que acham que já estamos no fim da linha.

A parede de meu escritório em casa está repleta de cartões de prata e medalhas. Não desgosto, sem ser vaidoso demais. Servem , apenas, para me estimular a continuar trabalhando pela  causa legítima e sacrificada dos aposentados e pensionistas.

Parabéns aos homenageados pela Previ hoje, dia 26, no ICSS.  Sigo meu caminho com ardor redobrado e sem ressentimentos.

A minha satisfação e alegria no dia do aposentado sempre tem sido a  de distribuir alguma ajuda financeira para alguns colegas reconhecidamente necessitados. Este ano dividi os meus honorários da Previ por dez aposentados/pensionistas. Deu cerca de R$ 450,00 para cada um dos dez. Não é muito, mas sempre ajuda. O sorriso deles foi a melhor homenagem que poderia ter recebido. Senti me revigorado das pauladas que tenho levado.

Vamos que vamos !

30 comentários:

ewerton disse...

Pelo que vejo tu tens muitas qualidades mas a que mais se destaca é a HUMILDADE.

Nei Vaucher disse...

Dr. Medeiros. Gostaria de lhe lembrar aquele velho ditado "ANTES SO DO QUE MAL ACOMPANHADO"´. E Fique muuuito tranquilo, pois o Sr. jamais estará so. Lhe digo mais, voltei a sentir firmeza
, quando num comentário dias atrás, o Sr.encerrou o texto, usando aquelas palavras, que ao menos para mim, trazem um que de esperança em dias melhores, "VAMOS QUE VAMOS". Grande abraço. nei. vaucher

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Esperando sensibilizar a Diretoria da PREVI e, quiçá obtenha êxito, para a felicidade nossa, aposentados e pensionistas alijados da renovação do Empréstimo Simples, posto, a seguir, mensagem encaminhada à PREVI, através do "Fale Connosco":

Diante das medidas implementadas pela PREVI relativamente à metodologia de apuração da Margem Consignável com vigência a partir de Janeiro/2015, inviabilizando a renovação do Empréstimo Simples para a grande maioria dos aposentados e pensionistas, fato inédito no histórico do produto, é de se esperar que os responsáveis pelo estudo da reformulação das novas regras revejam-as, pois são nocivas às finanças já bastante debilitadas da maioria dos aposentados e pensionistas, em razão da perda prematura do BET e da retomada das contribuições em favor do Fundo de Pensão, fatos ocorridos a partir de Janeiro/2014. Por considerar que essas medidas foram tomadas em momento inoportuno, pois os mutuários desse produto já contavam com os valores oriundos dessa renovação para fazer face às despesas inadiáveis de início de ano, sugiro que a diretoria estude a viabilidade de postergar a implantação da nova metodologia de cálculo da Margem Consignável para o final do mês de Fevereiro/2015, dando oportunidade àqueles que podiam renova-los, em se considerando a metodologia antiga,
Outrossim, caso essa medida seja considerado inviável, sugiro estudar proposta no sentido de suspender o pagamento das prestações do empréstimo simples pelo prazo de 6 (seis meses), prorrogável por mais 6 (seis), a critério da Diretoria. Acreditando no espírito humanitário dos atuais dirigentes desse Fundo de Pensão, espero que uma das sugestões ora apresentadas seja aprovada, desde já agradeço e estou cônscio de que a maioria dos aposentados e pensionistas também agradecerão.
Filomeno José Linard Costa
Funci Apos. Matr. 3.288.840-6

Anônimo disse...

Parabéns! Não deixe que outros apaguem o seu brilho. Cada um sabe do seu valor próprio!

Anônimo disse...

Caro Senhor Doutor JBMMedeiros,

Hoje, receber medalha, troféu ou outra coisa que o valha, das mãos dos que tripudiam sobre os aposentados, aqueles que o Sr. ajuda, e o faz bem, se pode, é no mínimo constrangedor ou para ter maior contundência : Falso!
Infelizmente caro DR. que Deus me livre, algumas pessoas que fazem o bem, só recebem homenagens quando já foram...
Regale-se em fazer o bem caro doutor, dando-lhes um tapa-de- luvas, de ótima pelica se possível.
Continue seu trabalho e ajude todos, com seus argumentos, junto à direção que tanto pune os participantes, e nós sabemos os quais Sr. defende, sem pedir reconhecimento.
Abraço


Anônimo disse...

Tenho a impressão que o Doutor gosta mais de um sorriso de gratidão.

Anônimo disse...

E quem precisa de homenagem da PREVI?
Seu trabalho tem o nosso eterno reconhecimento.
O Dr. Medeiros jamais será esquecido.
Cabe lembrar aqui que apesar de não cumprir os requisitos, D. Marisa Letícia, quando primeira dama, recebeu a Medalha de Honra ao Mérito Santos Dumont, outorgada pela Aeronáutica.
E que relevantes serviços ela teria prestado? Nenhum.
Em decorrência dois pilotos gaúchos devolveram suas medalhas.
Em um blog ocorreu o comentário certo: "Medalha sem honra enferruja a alma".
Então, caro doutor, não se amofine.

Anônimo disse...

Dr Medeiros...

O colega que se assustou com o aumento do seguro de vida, e com razão, assim como eu, se deve ao fato de alteração na faixa etária.
Como o "ouro vida" que com tal metodologia, obrigou-me a cancelar o seguro que havia pago mais de 20 anos, a PREVI também modificou o regulamento porquanto por muito tempo pagávamos somente a alteração do índice de inflação. Infelizmente seguro não será mais viável para assalariado... (Aposentado então, nem pensar).

Anônimo disse...

Dr Medeiros...

O colega que se assustou com o aumento do seguro de vida, e com razão, assim como eu, se deve ao fato de alteração na faixa etária.
Como o "ouro vida" que com tal metodologia, obrigou-me a cancelar o seguro que havia pago mais de 20 anos, a PREVI também modificou o regulamento porquanto por muito tempo pagávamos somente a alteração do índice de inflação. Infelizmente seguro não será mais viável para assalariado... (Aposentado então, nem pensar).

Anônimo disse...

Obrigada, anônmo das 20:16h! Que Deus dê entendimento aos dirigentes da PREVI neste nosso momento de aflição!

Anônimo disse...

- Caro Dr Medeiros,

Aguardo ansiosamente a reportagem sobre o Seguro Ouro Vida que o Sr vai esclarecer no Blog, pois o meu Seguro Ouro Vida Especial que pago há mais de 25 anos, na iminência da esposa utilizá-lo, com a minha partida, o prêmio de seguro já esta no valor de R$880,00 e deverá sofrer aumento em abril-15 não sei se vou, aliás já há muito não estou podendo pagar, estou pensando em cancelá-lo, pois o meu benefício é de aposentadoria de um caixa executivo, é MOLE? já estou com 67 aninhos.O QUE FAREI POIS AINDA TENHO 2 FILHOS ESTUDANTES SOB A MINHA RESPONSABILIDADE/DESPESAS. Aguardo seus conselhos Dr Medeiros

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:


O Mestre está querendo MANCHAR SUA ILIBADA REPUTAÇÃO, juntando-se a uma MALTA, SEM QUALQUER QUALIFICAÇÃO?
São homenagens,QUASE SEMPRE, para INGLÊS VER.
Caro Doutor, o Sr. NÃO PRECISA PROVAR MAIS NADA, e SE CADA MANIFESTAÇÃO NO BLOG FOSSE UMA MEDALHA, o Sr. IRIA SUCUMBIR SOB O PESO DELAS. Queremos o Sr. inteiro, como um dos líderes nas lutas que virão.

Jair Bork disse...

Bonito teu gesto de distribuir teus honorários entre 10 pessoas carentes. Faço coisa parecida, porém bem mais modesta: na época de Natal, distribuo 3 cestas básicas para esses catadores de papel e latinhas das ruas. O sorriso e ar de felicidade deles é gratificante. Dizem que esmola não resolve o problema, pode ser, mas proporciona pelo menos uns minutos de alegria para esses pobres miseráveis.

João Rossi Neto disse...

Nobre e valoroso Medeiros,

A vassalagem não é da sua índole e você, com absoluta certeza, não se submeteria a subserviência de rasgar elogios à gestão desastrada dessa Diretoria Executiva incompetente que está aboletada na PREVI.

Lógico que falo dos diretores indicados pelo patrocinador e do Marcel, aproveitador de ocasião, que para lá se bandeou, motivo pelo qual não será convidado para essa insignificante homenagem, vez que o seu passado de luta em defesa dos associados vem de encontro com essa vergonhosa hipocrisia.

Esse tipo de evento é destinado a incautos que recebem o pirulito da PREVI como crianças alegres e inocentes úteis.

Como foi o Marcel que entregou o diploma ao aposentado, se fosse o seu caso de recebê-lo, acho que o “canudo” iria conter um escorpião negro chamado de “Perseguidor da Morte”, originário do Norte da África, aracnídeo mais venenoso do mundo e que mata em segundos.

Demais disso, comemorar o quê? Os aposentados estão vivendo na maior penúria, angustiados, desanimados, ansiosos, doentes e sempre esperando o tiro de misericórdia desses gestores insensíveis que dificultam ao máximo até o acesso a empréstimo na única linha de crédito (ES) disponível.

Caso tivessem poderes para tal, o que esses crápulas da Diretoria Executiva aprovariam seria morte dos mais idosos!

Anônimo disse...

Causou-me espanto e também estranheza essa sua preocupação demasiada por ter ficado fora das homenagens que a Previ presta a alguns aposentados. Num momento em que a grande maioria dos associados passa por dificuldades oriundas do fim prematuro do BET, da volta das contribuições e da configuração recém-disponibilizada que restringe cada vez mais o acesso ao ES-Previ, o colega se manifesta sobre uma coisa fútil como essa.

Anônimo disse...

Vou tentar resumir o relato.
Mário Quintana não foi eleito para a Academia Brasileira de Letras.
Um jovem, que viajava de trem lá pelos anos 60 escutou um gaúcho, de chapéu e bombacha declamando Mário Quintana.
Quando o trem parou, o jovem quiz cumprimentar o declamador. Não conseguiu, a multidão que se reunira não deixou, um "aglomerado de gente". Além disso, era bem na chamada "baldeação", onde se trocava de trem, ali em Cacequi, cidade perto de Santa Maria-RS.
Que fazer ? Que importa ABL ? Muito mais importante é viver junto ao povo, por méritos próprios.
Foi pensando nisso que seguiu viagem o jovem da história, nada mais nada menos que Luis Fernando Veríssimo.
Abr.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Atente para o que diz o livro de Provér ios: "Louve-te o estranho, e não a tua boca, o estrangeiro e não os teus lábios" Pv 27:2
A humildade ainda é a maior virtude.

Anônimo disse...

Prezado Medeiros,

Não foi fútil o seu relato, como falou um colega. Foi importante. Eu entendi a sua mensagem como uma demonstração que você não é considerado por eles como gente deles. Está comprovado que você é oposição. Se não fosse seria aquinhoado. Parabéns justamente por não ter recebido a homenagem.

Anônimo disse...

Concordo com o João Rossi Neto em gênero e número.

Anônimo disse...

Concordo com o João Rossi Neto em gênero e número.

Anônimo disse...

O melhor que está no seu texto, Medeiros, é o presente que você deu para dez colegas necessitados.nse todos fizessem assim, se todos fossem iguais a voce, como diz a canção.

Rubens

Anônimo disse...

Eu sou um dos felizardos que receberam o auxílio do Medeiros pelo dia do aposentado. Não foi a primeira vez. Essa ajuda foi fundamental para quebrar uns galhos e permitir a minha sobrevivência e da minha família. Sou eternamente grato. Ele sabe que dou a minha vida por ele.

Medeiros disse...

Obrigado pelas manifestações. Muito obrigado mesmo.

Alguns não entenderam o porquê da postagem ou não quiseram entender. Foi um simples registro e a oportunidade foi a data e a homenagem correspondente. Fiquei contente que muitos compreenderam a mensagem embutida na postagem. Isso também me gratifica e me faz tocar o barco pra frente.

Anônimo disse...

Esta homenagem da PREVI somente terá sentido quando um homenageado comparecer, recusar-se a receber a homenagem, e fazer um pronunciamento contando a situação de penúria de muitos assistidos.

fERNANDO disse...

MEDEIRÃO, DEIXA AQUELE NINHO DE COBRAS . CLARO QUE NÃO VÃO HOMENAGEAR UMA PESSOA QUE TACA O PAU NELES. SEGUE EM FRENTE , MEU AMIGO. ESTOU CONTIGO.

Anônimo disse...

Todos entenderam, quem postou deve ser lá da previ, que não se lembra que já foi do lado de cá. Tudo passa, tudo passa... Quem não conseguiu tirar o empréstimo simples, deve pensar seriamente em desvincular o benefício do INSS do contra cheque. Primeiro vamos comer, comprar os remédios,pagar as mensalidades escolares, depois negociamos com a Previ e o BB.

Anônimo disse...

Os Diretores nomeados morrem de inveja do senhor que criou este blog e com a sua luta ajudou de maneira contundente a eleger a CHAPA 3. lÓGICO QUE ELES OS NOMEADOS LHE CONSIDERAM COMO INIMIGO DO QUE ELES PRETENDEM FAZER COM OS ASSOCIADOS.

Anônimo disse...

Sem a sua coragem e sua luta constante nós estariamos em situação muito mais dificil do que ja estamos. Esta Diretoria nomeada não tem o minimo de ética e nenhum compromisso com os aposentados. Só estamos vendo infelizmente é o avanço deles contra nós, o Diretor de seguridade infelizmente se colocou contra os aposentados totalmente, é de uma tristeza e vergonha vermos alguem eleitos para nos representar e fazer o que está fazendo.

Anônimo disse...

É de pessoas com o coração generoso como o sr que faz com que Deus ainda acredite na sua maior obra , felizes os que veem a Deus no próximo , seu blog e os demais blogs co-irmãos dr. medeiros não pode acabar pois é nesse espaço que temos voz !!! ainda acho que podemos mudar esse ES com gestão diretamente ao presidente interino atravéz quem sabe do sr que ocupa a presidencia de uma associação com alto grau de participação nas eleições da previ , quem sabe pelo menos que essa mudança de regra abrupta e sem tempo para nos prepararmos pode ter um solução mais humana e sensível , continue sendo esse amigo que nos une e nos faz ter voz pelos mais distantes cantos do Brasil.

Valim disse...

Medeiros,


Consigo entender perfeitamente esta sua observação de lhe darem a oportunidade de lembrarem de seu nome. Você no subconsciente gostaria mesmo é de falar, ter voz para dizer para alguns porque se candidatou e elegeu com sua força a CHAPA 3.

Infelizmente você não topou a NOVEMBRADA.

Medeiros, velho é a vovozinha, você é guerreiro. Guerreiro são crianças são fortes são frágeis, guerreiros são meninos no fundo do peito.

Chega, não abri reticências na música do Fagner porque estou com saco cheio de escrever. Meu amigo, vou continuar correndo atrás do meu. Não gosto de pessoas que pensam que são espertas, você está fora disso.

Vamos ganhar a Cassi e dizer que ela possui dinheiro sim, quem por um acaso fez alguma besteira, que pague no mármore do inferno.

Você só "aparecerá" com uma nova NOVEMBRADA. Seu blog só possui anônimo no momento atual. Cadê o chamamento para AFABB - RS e ditarmos posicionamentos.

OBS: Não estou gostando nada da chapa 3, poderia se desapegar de algo sem medo de lutar pelos aposentados. Tudo favorável, ainda mais com esta corrupção estragando o país, daí o silêncio não justifica.

Pergunto, adianta falar..., medo, receio não tenho. Como disse o Papa se morde aqui, mordo lá, com certeza.

Desculpem-me a quem a carapuça servir, mas parece que só há interesse pessoal ou frouxidão.

OBS: Chega de solução humana, carinho e coisas e tal. Estamos lidando com SFN. Ninguém aqui é criança, pelos eufemismos estamos num meio de alto nível, basta ver a quantidade de anônimos medrosos.

Valim.