COMUNICAÇÃO DA PREVI DEIXA A DESEJAR

quarta-feira, 2 de março de 2011

O saudoso velho guerreiro Chacrinha dizia que QUEM NÃO COMUNICA SE TRUMBICA.  E tinha sobradas razões...

A comunicação da Previ deixa muito a desejar. E´ deficiente,  pouca, distorcida e sem a transparência necessária.

Daí as dúvidas e inquietações que rondam os participantes. O que é parcela Previ ?  O que é grupo pré 67 ?  Qual a diferença entre cesta alimentação e auxilio alimentação ? Por que as pensionistas só recebem 60 % do benefício percebido em vida pelo aposentado ?

Agora mesmo com relação ao superavit inúmeras foram as questões que não foram respondidas a contento, como as relativas ao imposto de renda, ao benefício mínimo, à exclusão dos que tinham complementos pagos pelo BB, AS ALTERAÇÕES IMPOSTAS PELO MINISTÉRIO DA fAZENDA AO REGULAMENTO DO PLANO 1, etc, etc.

Nesse cenário existe uma pessoa que realmente não assumiu seu papel junto aos participantes. O Presidente Flores. Ele não fala, não ouve, não vê.  A não ser através de escassos editoriais na Revista Previ, bastante insípidos e até contraditórios, não se sabe nada sobre o que pensa a respeito das inquietações do quadro social e do desejo de corrigir algumas injustiças com o realinhamento.

Estou curioso para ver como vai se desincumbir de sua missão nas apresentações dos resultados e das demonstrações financeiras do exercício de 2010.

Toda a expectativa que gerou ao receber uma comissão representativa de associações de aposentados em junho do ano passado ruiu por terra quando não deu satisfações a respeito do ofício que lhe foi entregue e nunca, nunca, respondeu ao mesmo.

Fiz uma postagem especial bem intencionada no blog, respeitosa e amigável, e também, nunca, nunca, me respondeu nadica de nada.

Numa entrevista concedia a uma rádio, quando tomou posse na Previ, parecia uma pessoa aberta e democrática, suscetível de trocar idéias, homem de diálogo e de família.

Quem sabe terminou seu inverno astral, falei inverno não inferno, e agora se disponha a manter conosco um relacionamento mais cordiall, possibilitando um avanço nas negociações e uma esperança de melhorias.

Deus permita !

DELENDA CARTHAGO - REALINHAMENTO JÁ

13 comentários:

Marco Antonio disse...

Caríssimo Medeiros:

1. Já que a Previ não se pronuncia, não nos resta outra alternativa senao aguardarmos, ansiosos, suas explicações detalhadas das questões lançadas nesta trincheira em que se transformou seu blog.

2. Os desvalidos aposentados, pensionistas e viúvas esperam, portanto, com expectativa, suas explanações sobre a parcela previ, o pré-67, o auxílio-alimentação, a cesta alimentação e os 60% do benefício das viúvas.

3. Que venham, por favor, em linguagem acessível e direta, como é de seu feitio, para que todos possamos compreendê-las.

Marco.

Anônimo disse...

Percebe-se forcas que tentam esconder o ninho do quero-quero. Ganhos no INSS pode ficar com a Previ. Eh complemento que a Previ paga. PP tem exlicacao no regulamento. Pode ter contra-peso com ganhos do INSS. Acho que nao eh hora para Isto. Balancos Nem administradores da Previ sabem interpretar. Auditores tem estereotipos OBRIGTORIOS para o parecer. EH brabo sim. Mas em cima dele podemos alertar os acionistas por lucro ficticio pagando IR. Marco tem razao. Mas nao podemos dispensar nada. Eh o que penso. Mario

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Colega Medeiros,

Além de sermos aposentados/pensionistas da Previ, nós somos CLIENTES, e acredito que a maioria de nós se constitua numa categoria muito especial e muito importante para um banco, os seus CLIENTES FIÉIS.
Diante disso, pergunto: pode um presidente de um banco virar as costas para essa categoria de clientes e não dar satisfação a eles sobre um assunto que lhes é da maior importância e sobre o qual o banco tem um claro poder de ingerência? Não seria, então, o caso de, NA CONDIÇÃO DE CLIENTES, exigirmos uma definição e denunciarmos o descaso desse presidente? E mandarmos uma cópia dessa correspondência para o Bradesco e o Itaú, para que saibam o alto nível de nossa insatisfação com o BB? Afinal, diante da postura incompreensível dessa diretoria, muitos colegas já falam em mudar de Banco, se já não mudaram.

Dorinha disse...

Dr Medeiros,

Com referência a cesta alimentação, hoje qual o melhor caminho para pleiteá-la, uma vez que muitos colegas ja recebem? Ficarei grata se tiver uma orientação da sua parte.

Anônimo disse...

Dei uma lida rápida no Regulamento d aPrevi e não lí nada sobre BENEFÍCIO MÍNIMO TEMPORÁRIO que corresponde a 70% da Parcela PRevi, alguém tem algoa dizer?

ANTONIO AMERICANO DO BRASIL BORGES disse...

Caro Dr. Medeiros,
Será que é possível acionarmos na justiça nossos representantes na Direção da PREVI que foram eleitos por nós? Podemos alegar incompetência, falta de respeito aos idosos (Estatuto dos Idosos)e até malversação de nosso patrimônio.
Se nós os colocamos pelo voto, acredito que também podemos tirá-los, ou pelo menos criarmos um fato que venha a ser comentado, tanto pelos associados, quanto pela mídia.
Abraços
Antonio Americano

Anônimo disse...

Caros colegas, Nobre Medeiros

A Isa Musa já enviou dois ofícios ao Banco e à PREVI solicitando abertura das negociações.

E as demais entidades ?

Luis Eustáquio de Castro - Araxá-MG

Anônimo disse...

Nao vai haver nenhum aumento ou melhoria REAL nem para os aposentados e muito menos para as pensionistas no ano de 2011.
Somente aquilo que ja esta programado para acontecer, conforme anos anteriores.
Voces nao podem por enquanto mudar nada, quem sabe no ano que vem.

Bom Carnaval.

Anônimo disse...

Medeiros, por favor pesquise pelo amor de Deus:

A Previ retirou o Beneficio minimo Temporário (70 por cento da PP)? Sinceramente eu pensava que eles tinahm palavra.

Mas, se fizeram isso? Fomos enganados né? E ai? podemos brigar na justiça por isso que foi prometido e não foi cumprido, pelo menos eu votei SIM baseado nisso e no Bet, tbm.

MEDEIROS disse...

Sobre o início das negociações já informei que logo depois do carnaval será anunciada a data, antes que comecem as apresentações do balanço. Sobre a cesta alimentação farei uma postagem especial mais na frente. A matéria não está pacificada a nosso favor, muito pelo contrário. Essa ação nasceu conosco aqui no Rio Grande do Sul e se espalhou pelo Brasil, mas restam atualmente sérias interrogações sobre o futuro tendo em vista a discussão a respeito de qual o juízo competente, se o trabalhista ou o cível. Aqui, até clarear o horizonte, suspendemos o ingresso dessas ações.

Anônimo disse...

Colega das 11:11,

O Benefício Mínimo Temporário não existe, considerando que os 20% foram aplicados antes. Acontece que o texto da PREVI e do "Valor Econônico" sugerem que os 20% incidiriam depois de aplicada a diferença entre o que vc. ganha e o benefício mínimo temporário (1.377,00).

Anônimo disse...

AO ANÔNIMO DE

3 de março de 2011 11:05 que acima postou uma infeliz imbecilidade.

.....vá logo para o seu carnaval de incredulidade visto que sua demência já está em alto grau de severidade...............

Anônimo disse...

Vous avez de bons points il, c'est pourquoi j'aime toujours verifier votre blog, Il semble que vous etes un expert dans ce domaine. maintenir le bon travail, Mon ami recommander votre blog.

Mon francais n'est pas tres bon, je suis de l'Allemagne.

Mon blog:
meilleur taux puis Rachat de Credit pass