FALTA DE MEMÓRIA

domingo, 17 de junho de 2012

A falta de memória do povo brasileiro é célebre.  E´ cantada em prosa e em verso. 

Dentro desse contexto fico impressionado é com o que acontece conosco, com os aposentados do BB, que não se recordam de acontecimentos básicos de nossa história recente.

Dessa  maneira  estamos lidando com um grande contingente de pessoas desligadas e desmemoriadas, o que torna difícil a compreensão de temas básicos.

A maioria de nossos colegas não se lembra do que ocorreu em 1997, quando houve a grande mudança estatutária da Previ e o BB idealizou uma engenharia financeira se apropriando de 11 bilhões de reais do nosso fundo de pensão.

Essa circunstância me faz lembrar de uma historinha engraçada.

Um homem de 82 anos se casou com uma mulher de 27.

Ela, em respeito à idade avançada dele, sugere que durmam em quartos separados, com o que ele concorda.

Terminada a festa do casamento cada um vai para o seu quarto.  Ela se prepara para deitar quando escuta batidas insistentes na porta. Ela vai abrir e quem está lá é o marido pronto para a ação. Os dois então consumam o casamento com muita energia. Findo o ato ela se despede e vai para o seu quarto.

Meia hora depois a mulher ouve novas batidas na porta. E´ o marido novamente pronto para a ação. Ela se surpreende mas corresponde e eles novamente se amam. Depois ele despede-se dela com um beijo e volta para seu quarto.

Pouco menos de uma hora depois o marido está novamente batendo à porta da mulher.   Ela vai recebe-lo ainda mais surpresa e diz: -

- Estou impressionada com voce. Já estive com homens com um terço de sua idade e eles se contentavam apenas com uma vez. Voce é um grande amante !

Desconcertado o marido, que sofria do mal de Alzheimer, pergunta:

- Eu já estive aqui hoje ?

-----------------------------

Acho que o mal de Alzheimer está afetando violentamente os aposentados do BB.

Vamos tomar ginko biloba.

Dia 9 de julho , no auditório do hospital Mãe de Deus, estarei fazendo palestra sobre os problemas jurídicos que costumam acometer os portadores do mal de Alzheimer, às 14,00 horas. Compareça.

9 comentários:

Anônimo disse...

Mederão,

Acho que esse véi passou pomada para calo: ENDURECE MAS DEPOIS CAI

Profº Ari Zanella disse...

Isto me remeteu a boas risadas. Obrigado por fazer-me desopilar o fígado!
É assim que se faz! Mostrar as mazelas com humor! Não é privilégio dos aposentados da Previ, o povo brasileiro tem memória curta. Esquecem facilmente todas as lambadas que recebem, acreditam ingenuamente nas promessas de nossos carrascos e ainda, de inhapa, os reelegem nos diversos cargos. Êta mundo cão!

Anônimo disse...

Adorei a piada...rsrsrs

Anônimo disse...

Quem? Que véi? Que calo?

Anônimo disse...

Boa, Medeiros.

Uma postagem bem humorada porém verdadeira.

Nossa memória dos acontecimentos que nos dizem respeito é precária.

Anônimo disse...

O mal de Alzheimer é um problema para todos nós que envelhecemos.

Parabéns porque o doutor se dedica a esclarecer os familiares dos problemas jurídicos.

Já assisti palestra sua e foi de muito proveito.

Dilma - RS

Medeiros disse...

O Ibovespa reagindo às notícias do exterior, tais como as eleições na Grécia, está chegando quase aos 57.000, que é o nosso ponto de equilíbrio na PREVI para garantir o BET. Quem comprou ações a 53.000 pode vender a 57.000 que terá um bom lucro. Há quem ache que vai subir mais. Mas eu sempre vendo antes. Depois vamos ver como é que ficam as medidas anti-crise tomadas na Europa.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Como o senhor analisa a situação dos aposentados admitidos antes de 67, cujo encargo seria de responsabilidade do Banco?

Caso se confirmem essas previsões pessimistas, terão eles assegurado seu direito adquirido, ou estarão todos no mesmo barco?

Assis

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, gostaria de desviar um pouco o foco neste momento. Já escrevi sobre esse assunto mas ele voltou a ser notícia. Trata-se da escolha feita pela revista mais famosa de nu feminino para ser a capa da sua próxima edição. O estigma que havia sobre a feminilidade da mulher paraibana, em razão de uma música, outrora sucesso nacional, interpretada por Luiz Gonzaga, cuja letra e o principal refrão estão abaixo transcritos, se já não havia acabado, com certeza cairá totalmente por terra daqui pra frente. A bela Mariana Andrade Costa, natural de Campina Grande, jogadora de vôlei de vinte e seis anos, também conhecida como Mari Paraíba, será protagonista fora das quadras e fará a alegria dos marmanjos de todo o Brasil.

Paraíba Masculina
Quando a lama virou pedra e mandacaru secou
quando ribançã de sede bateu asas e voou
foi aí que eu fui me embora carregando a minha dor
hoje eu mando um abraço p'ra ti pequenina
Êta pau pereira que a princesa já roncou
êta paraíba mulher macho sim senhor
êta pau pereira meu bodoque nem quebrou
hoje eu mando um abraço p'ra ti pequenina
Paraíba masculina mulher macho sim senhor (bis)
Saí p'ra lá peste!