PORTUGAL: - FÁTIMA E PORTO ( 1 )

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Minha viagem à Europa começou por Fátima, no dia 13 de maio, data comemorativa do grande milagre do sol.  Fui pela Tap, direto de Porto Alegre a Lisboa, bom vôo, e no aeroporto aluguei um carro, I-30, da Hyunday, mecânico.

Fátima fica a 110 uilômetros de Lisboa, pela auto-estrada, de tres pistas. Imprimi sempre 120 km/hora, velocidade indicada, e fui ultrapassado inúmeras vezes por veículos a 150 ou 180 km/hora, pela faixa da esquerda. Cheguei lá às 14,00 horas e só consegui aportar no hotel Lux Fatima às 16,30 horas.

Fátima estava com trânsito caótico, repleta de ônibus e de peregrinos. Os guardas e fiscais se encarregavam de tumultuar mais a situação e, todos jovens, pareciam se divertir com isso.

Esperava mais de Fátima desta vez. Afinal a Europa está em crise séria e é o ano em que a profecia maia prevê o fim do mundo para dezembro. O terceiro segredo de Fátima ainda desperta curiosidade e incentiva especulações. As manifestações foram tímidas.

Tenho grande fé por Fátima. Em outra oportunidade foi lá que concluí a cura de um melanoma no nariz, cuja cirurgia já estava marcada. Retornei sem mais nenhuma mancha visível.

Ana e eu participamos dos atos que se realizaram no santuário a partir das 17,00 horas e no dia seguinte, pela manhã, com calma, voltamos a visita-lo, pois ficava ao lado do nosso hotel, carregando as nossas energias e nos abastecendo da famosa água que brota da bica ali existente.

Partimos para a cidade do Porto, que fica a 300 quilômetros de Fátima, pela mesma auto-estrada, de alta velocidade.

Em Porto nos hospedamos no hotel Teatro, um hotel temático, com designer imitando um antigo teatro que ficava naquele local.  Interessante e sugestiva a decoração, porém um pouco escura para o meu gosto, que sou mais propício a ambientes claros e ensolarados. Mas o hotel é de categoria e a gerente Suzana me recebeu muito bem.  Havíamos nos conhecido num evento turístico em Porto Alegre. Fiquei bem instalado, em quarto de frente para a rua, com excelentes instalações.

Porto é a segunda cidade de Portugal em importância.  Banhada pelo famoso rio Douro, se destaca pelo centro histórico, pelo cais da ribeira, que figura na foto ao lado, pelo bacalhau e pelos vinhos. Do outro lado do rio, está a Vila Nova de Gaia, onde se produz o vinho do Porto.

Considero que o ponto alto foi a visita guiada que fizemos ao palácio da bolsa, desativado desde que houve a concentração das operações em Lisboa.  O prédio é magnífico e o salão mourisco é deslumbrante. Fizemos passeio de barco pelo rio Douro, que passa por sete pontes e vai até o mar. Fomos tomar vinho do porto em Gaia, onde aconteceu um bonito show de fados, e comemos o famoso bacalhau no restaurante Dom Tonho, à beira do rio e com a ponte metálica emoldurando o horizonte.

Há anos tinha uma curiosidade. Conhecer o palácio Mateus, cujo visual figura no rótulo do vinho Rosé Mateus.  No verão sou partidário do vinho rosé bem gelado. Os entendidos não gostam, mas meu paladar sim. Tomei muito o vinho rosé Mateus, até que sua qualidade decaiu bastante e ele inclusive começou a gerar gastrite pela sua acidez.

Fui de carro ao vale do Douro vinhateiro, onde reinam as cidades de Vila Real, Peso da Régua e Lamego.  Lá visitei o Palácio Mateus, mantido particularmente, devidamente decorado e mobiliado, com jardins maravilhosos, tipo Versailles.  Valeu a pena, assim como passear de auto pelas margens do rio Douro todo bordado de videiras e de quintas maravilhosas.  Próxima vez vou fazer um cruzeiro pelo rio Douro. Adorei a região.  Perto dali fica a cidade de Chaves, dos meus ancestrais.

Houve emoção na visita a Fátima, pela fé que nos inspira, e na visita a Porto.  Nada como comer um bacalhau do Porto na cidade do Porto, mesmo sabendo que é da Noruega, e um vinho do Porto na vila Nova de Gaia, na própria cave onde foi elaborado, ouvindo cantar Coimbra e  Uma Casa Portuguesa com Certeza.

A seguir vou comentar sobre Evora, Caiscais, Sintra, Lisboa, Horta, Lourdes e Bordeaux.



12 comentários:

WILSON LUIZ disse...

Em uma das corridas de Fórmula 1, do ano passado, não lembro qual, Felipe Massa corria tranquilo, uma posição à frente de seu companheiro de equipe, Fernando Alonso. De repente, pelo rádio, chega mensagem do chefe da escuderia:"Felipe, o Fernando está mais rápido que você.VOCÊ ENTENDEU, FELIPE?". Massa disfarça por algumas voltas, e deixa Alonso ultrapassá-lo.
Semana passada, no programa do Ratinho, o ex-presidente Lula, em dado momento, falou: "somente serei candidato a presidente em 2014 se a Dilma não quiser".Complemento meu: VOCÊ ENTENDEU, DILMA?

WILSON LUIZ disse...

Caro Medeiros,
Concordo com você, visitar a Europa é maravilhoso. Mas, na situação atual, compensa ir para lá,gastar dinheiro, para sermos humilhados pelos nativos, tratados como pessoas de segunda categoria, além de estarmos sujeitos a ser barrados ainda na alfândega e repatriados como criminosos, como aconteceu na Espanha com velhinhas de mais de 70 anos?
Pelo que me diz respeito, até que esta situação mude radicalmente, vou fazer apenas turismo interno, o Brasil tem tantos lugares lindos para serem visitados. O problema é que aqui os setores ligados ao turismo estão se "europeizando", está virando uma exploração danada...

Anônimo disse...

Ola Dr. Medeiros, acabo de ler uma noticia no outro blog, o da AApprevi plano 1, no qual tem uma noticia, muito alertadora, da qual gostaria, se possivel que o senhor nos comentasse. O assunto parace de extrema necessidade, e envolve nossos interesses. Gostaria que o nobre colega comentasse e averiguasse o assunto, se veridico, de extremo cuidado. aqui, aposento de Cambé-pr,

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Poderia nos orientar sobre a CONSULTA PÚBLICA CNPC N° 1 de 28 de Maio de 2012. Já corre o buxixo na internet que é pior que a Resolução 26

Anônimo disse...

Medeiros, gostaria que você falasse sobre esta consulta de retirada de patrocinio.Você já teve oportunidade de lê-la? Obrigada

Anônimo disse...

aDORO AS SUAS VIAGENS mEDEIROS. aSSIM COMO APRECIO MUITO AS MINHAS. mAS GOSTARIA QUE VOCE ENTRASSE NO BLOG DA aAPREVI PARA NOS DIZER, ADVOGADO QUE É, O QUE ESTÁ ACONTECENDO. é PÂNICO GERAL?

WILSON LUIZ disse...

Chegou a hora da verdade. Se as entidades que dizem defender os interesses de seus associados não se unirem(ou pelo menos algumas delas) nesta luta, que transcende interesses mesquinhos ou vaidades pessoais, será um embate muito desigual, com associações isoladas cada uma remando para um lado, sem qualquer chance no confronto com o patrocinador, a PREVIC, o CNPC e o próprio Ministério da Previdência.
Acho até que o assunto é tão importante, que deveria ser tentada a união de participantes de todos os grandes fundos, como PREVI, PETROS, FUNCEF, CENTRUS, e qualquer um que queira se unir para enfrentar esta que pode ser "a mãe de todas as batalhas”.

Medeiros disse...

Caros colegas,

Como advogado e aposentado do BB estou acompanhando o assunto da retirada do patrocínio com relativa tranquilidade.

Primeiramente porque desde o início temos um grande especialista cuidando do assunto para nós, que é o Mestre Ruy Brito. Ele sabe das coisas e está envolvido diretamente no caso, cuidando da defesa de nossos interesses e no meu ponto de vista estamos em muito boas mãos.


Segundo, acho que essa medida atinge mais de perto outros fundos de pensão e não a Previ. O BB jamais terá interesse em largar a boquinha que tem garantido para ele excelnetes resultados nos últimos anos.

O terrorismo faz mal e só consegue levar pânico a colegas que se preocupam com o nosso futuro.

Creiam que acompanho de perto o assunto . Só acho que não merece espaço maior em nossas preocupações, que são muitas.

Anônimo disse...

é, mas onde tem fumaça há fogo e esteja certo de que se o BB pretende retirar o patrocínio do Plano 1 e nos jogar para um plano privado (dele mesmo, a brasilprevi) ele o fará, doa a quem doer.

Medeiros disse...

Muito mais importante é a crise mundial que está derrubando as bolsas, hoje a nossa está em 52.000e derrubando todas as expectativas boas do início do ano com relação ao Bet e suspensão das contribuições.

Essa questão de saida de patrocínio é mera cortina de fumaça e, volto a dizer, se aplica a um universo de 360 fundos de pensão, no qual a Previ é a que menos é afetada.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Obrigado por suas palavras de tranquilidade, pois com certeza tem fundamentos, não são meras opiniões/deduções!

Agora não seria possível, solicitar à PREVI que se manifeste a respeito ?

Algum colega não poderia entrar em contato com algum dirigente ?

Eduardo Targa disse...

Gostei muito do seu blog, tem um template exemplar e criatividade em suas postagens está de parabéns, se tiver um tempinho de uma puladinha em www.variedades1.com um grade abraço de seu novo admirador brasileiro Eduardo Targa