DIA DO ADVOGADO

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Finalmente saiu a nota dos conselheiros deliberativos eleitos.  Ela pode ser lida no blog do Carvalho e em outros locais.  A inconformidade é geral e a incredulidade também.  Até agora eu ainda estou pasmo.  Mas vou reagir.  A Afabb rs vai se mobilizar, com certeza.  Quarta-feira tem reunião de diretoria especialmente para apreciar esse assunto lamentável. E também a situação da Cassi .

Depois de assistir o Grenal e mostrar que o pé continua quente, pois o Inter derrotou por 2x 0 o Grêmio do Felipao, vim para São Paulo e neste instante estou assistindo o Seminário Jurídico da Abrapp.

Hoje é o dia do advogado, 11deagosto, para mim, que estou há 51 anos no exercício da profissão, representa uma data de significado relevante, pois acredito na profissão e no sacerdócio que abracei quando recebi o diploma em 1961.

Nesse momento o Presidente da O A B.  De São Paulo está abordando a ética, o que considero de grande importância no momento. Vou assistir.

Até !

44 comentários:

João Rossi Neto disse...

Caro Medeiros,

Já se falou tanto nas dificuldades financeiras da Cassi e sempre na última hora, como o BB acaba arrumando uma solução improvisada e provisória, os associados não dão muita importância aos fatos e boatos que estão em voga de forma recorrente.

No entanto, desta feita, a coisa é muito séria e preocupante. Se efetivamente ocorrer o calamitoso encerramento das atividades da Cassi, em 2015, conforme antecipado, antes disso, com certa antecedência, a Diretoria da Caixa de Assistência precisa fechar ampla negociação com um ótimo Plano de Saúde para absorver o atual contingente de segurados, a ela vinculado, garantindo-lhe as condições contratadas, em vigor, o qual assumiria os mesmos encargos da Cassi.

É vital realçar que boa parte dos associados está com idade superior a 60 anos, com doenças graves(cardiopatia e outras) que requerem cuidados especiais, tratamento médico continuado e não pode ser jogada às feras desse mercado de planos de saúde, as quais fazem exigências intransponíveis para aceitar esse público alvo idoso, sobretudo na questão do pagamento mensal do prêmio,cujo valor torna-se astronômico e impraticável em face do fator “idade elevada”.

Afora isso, emerge a imposição dos chamados prazos de “carências” que são travas técnicas abissais para quem necessita de tratamentos urgentes, contínuos e inadiáveis.

No meu modo de ver, estes são aspectos fundamentais e imprescindíveis a integrar qualquer pauta de reunião para estudo do assunto.

Anônimo disse...

Vírus, acredito eu. Some a matéria.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Essa aprovação do CD, aumentando, consideravelmente, as despesas administrativas deverá passar pela PREVIC ou não?
Veja o que diz o artigo 7º da Lei Complementar 108/2001:Art. 7o A despesa administrativa da entidade de previdência complementar será custeada pelo patrocinador e pelos participantes e assistidos, atendendo a limites e critérios estabelecidos pelo órgão regulador e fiscalizador.
Essa Lei obriga o patrocinador a ajudar no custeio.
Estou certo?

Rosalina de Souza disse...

Prezado Colega Medeiros,

Resposta da Previc:

Prezada Senhora Rosalina de Souza,

A Ouvidoria da Previc acusa recebimento de sua manifestação e informa:

1- A Diretoria de Fiscalização da Previc só aceita denúncia baseada no Art. 38 do Decreto 4942/2003: formalizada e contendo a identificação do denunciante (nome, CPF, endereço, matrícula na Entidade, assinatura), a identificação do denunciado (nome da Entidade, número de registro da Entidade, endereço, telefone), a indicação da(s) irregularidade(s) e os documentos ou quaisquer outros elementos de prova que sustentem a denúncia.

2- A denúncia deverá ser enviada, por carta e com aviso de recebimento (AR), para a Diretoria de Fiscalização (DIFIS) da PREVIC, no seguinte endereço:

Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC
A/C Diretoria de Fiscalização – DIFIS
Setor Bancário Norte, Quadra 02, Bloco N, Lote 8, 6º andar
CEP: 70040-020
Brasília – DF
3- Outras eventuais suspeitas de irregularidades podem ser denunciadas da mesma forma explicitada no item anterior.


Sem mais para o momento, subscrevemo-nos

Atenciosamente,

Claudia Varella Barca de Miranda
Ouvidora Substituta
Superintendência Nacional de Previdência Complementar - PREVIC
Setor Bancário Norte - Bloco N - Brasília/DF - CEP: 70040 – 020
previc.ouvidoria@previc.gov.br
Tel.: (61) 2021 2029

Anônimo disse...

Parabéns pelo seu dia,o dia do advogado!!
acompanho seu blog sempre,obrigada por nos manter informadas, mesmo quando as noticias não são as melhores, bem que poderia dar uma variada hehehehe...

Anônimo disse...

Parabéns doutor Medeiros pelo dia do advogado e pelo amor a profissão, ética, coragem, competência. ......Deus lhe abençõe e a sua família. Um beijo no coração.

Anônimo disse...

PREZADOS SENHORES,

POR ORA, ALÉM DE AGUARDAR MEDIDAS ENÉRGICAS PARA OBSTAR O PAGAMENTO DO TAL BÔNUS, GOSTARÍAMOS DE SABER O SEGUINTE:

OS CONSELHEIROS ELEITOS QUE VOTARAM CONTRA A CONCESSÃO DO BÔNUS DEVOLVERÃO/DOARÃO ESSES RECURSOS DE ORIGEM IMORAL/ILEGAL ??? MESMO PORQUE TAL ATITUDE CONSTRANGERIA OS DEMAIS.

AGUARDAREMOS INFORMAÇÕES.

tarcisio augusto bulhoes martins disse...

Ao anônimo das 14:36. A pergunta feita no final da postagem, soa como provocação, e , quando se provoca alguém, se identifica. Salta aos olhos de qualquer imbecil, se votaram contra o referido bonus, não o receberão. É isso..... Tarcísio.

Anônimo disse...

João Rossi,13:09 hs. acorde
Qual é o ótimo plano de saúde que aceitaria assumir os associados da Cassi cobrando os encargos que pagamos agora? Eles iam dar risada, quando fosse proposto que o novo plano assumisse 2 velhinhos de mais de 60 anos, com doenças crônicas, recebendo mensalidade de R$ 100,00 de cada um.

mariano branquinho disse...

É a Cassi está quebrada mesmo, haja vista a mal administração aqui em João Pessoa, onde os associados não foram informados, que terão que adquirir medicamentos, pois a Cassi não fornece mais.A pessoa renova a consulta, o médico autoriza o medicamneto, mas ninguem informa que teremos que adquirir os medicamentos. Soube hoje depois de esperar por mais de 10 dias, que os medicamentos chegassem a minha residencia.Vamos trabalhar com mais competencia pessosal. Mariano Branquinho

Quanta Burocracia ! disse...

Colega Rosalina,
Ao denunciar para a ouvidora substituta da PREVIC, tenha o cuidado de apor o número de registro do PLANO 1 da Previ, pois nossa EFPC mantém 3 planos inscritos na Superintendência (Capec, Plano Futuro e Plano Um (1), senão arquivarão a denúncia...

Veja nos sites (PREVI e Previc) as informações solicitadas.
Que beleza de burocracia....Dá vontade de fazer um B.O. e mandar para o Ministério Público.

Lembre-se: Previc é criação do PT, logo...

João Rossi Neto disse...

Anônimo 17:05,

Acorde você que fala coisas sem nexo e bisonhas . A mensalidade da Cassi é de 3% sobre o valor dos benefícios. De onde você tirou essa asneira de que cada associado paga R$100,00 de mensalidade.

Boa parte dos colegas paga mais de R$500,00 à Cassi, por mês, e eu sou um deles, de modo que na média o valor das contribuições é expressivo e pode despertar, sim, o interesse de outros planos de saúde, ainda mais levando em consideração que o universo objeto de negociação abrangeria a captação mais de 100.000 segurados, de uma só vez.

Claro que estou dando uma sugestão para tentar equacionar a nossa situação, isto, se porventura acontecer a extinção da Cassi em 2015 consoante foi alardiado.

Deixe de deboche fora de propósito e se for capaz, apresente uma ideia exequível e faça alguma coisa útil em prol da classe.

De braços cruzados não podemos ficar, mesmo porque depois do corte de 24,8% em nossos proventos, à adesão a qualquer novo plano seria praticamente impossível pelos preços proibitivos do mercado.

A idade avançada e doenças crônicas são fatores negativos para novas adesões, de sorte que o fundamental é negociar que na eventualidade de encerramento das atividades da Cassi, outra empresa tome o seu lugar, mantendo intacto o tempo de filiação vigente na nossa Caixa de Assistência.

Anônimo disse...

Lemos e imprimimos para mostrar aos colegas a Nota conjunta dos 3 Conselheiros Eleitos e seus suplentes, acer5ca do bônus de remuneração variável aos 6 diretores, retroativo a 2011, 2012 (4 salarios) e mais 6 salários no ano de 2013.

Como ninguém sabia e ninguém divulgou que tal discusão já estava no Conselho Deliberativo desde 2011 ???

E a aprovação do Convênio de Cessão em 05/01/2010, que traria GRANDES PREJUÍZOS, pois em 2011 o BB alterou seu sistema de remuneração dos seus estatutários e ninguém se manifestou ???

Ainda bem que vazou a decisão( votação com voto de minerva do Robson) de 31/7/2014, decorrido SETE ou OITO DIAS ( o que é muito tempo, por tratar-se de dinheiro de nossa Entidade).

Vamos à luta ! administrativa e judicial.
Que tal iniciarmos pela PREVIC ?
(Parabéns Rosalina, você começou a se mexer, não esmoreça que vamos te ajudar !

Alô ANABB !!! muitos associados (aposentados do Plano 1) aguardam o início da movimentação contra o BB e seus estatutários...estão esperando o quê?

Anônimo disse...

Eu pago R$ 250,00 à CASSI.

Anônimo disse...

João Rossi Neto, meu filho de 29 anos paga quase R$300,00 num Plano Master Nacional da UNIMED, minha mãe de 85 anos paga quase R$900,00 num Plano da AMIL/RJ convênio com a BRASLIGHT, eu com 53 anos pago R$250,00 à CASSI que equivale ao Plano Master Nacional da UNIMED.
Acho que nenhum Plano de Saúde aceitaria as mesma condições da CASSI.

Anônimo disse...

Caro Rossi,

O sr. paga a CASSI em torno de R$ 500,00/mês, presumo que seja para 2 pessoas.

Acredito que no plano particular o dependente também paga o mesmo valor que o titular, se houver titular.

Anônimo disse...

SUS para todos

Anônimo disse...

E eu que nem sabia que a Cassi fornece medicamentos!!!Com meus 65 anos de vida sempre paguei do bolso despesas com remédios, a exceção daqueles oriundos de internamento.

Wanderley

Elenita disse...

http://www.previ.com.br/menu-auxiliar/noticias-e-publicacoes/noticias/detalhes-da-noticia/previ-esclarece-remuneracao-variavel-da-diretoria-executiva-1.htm

Tirado do site da Previ. A gente continua pagando contribuição e eles distribuem o dinheiro com os diretores. Eles são pessoas que merecem ganhar bem, a gente não.
--------------------------------------------------------------------

11/08/2014
PREVI esclarece remuneração variável da Diretoria Executiva
Tendo em vista a utilização inadequada de informações com relação à política de remuneração variável da Diretoria Executiva da PREVI, esclarecemos que:

1) A PREVI compõe seu quadro de dirigentes e técnicos com funcionários oriundos do Banco do Brasil, por reconhecer a excelência desses profissionais para o desempenho das funções na Entidade e por entender os benefícios de ter participantes cuidando do próprio patrimônio.

2) Tal opção estratégica tem amparo legal (parágrafo único, do artigo 7º da lei complementar 108) e é regida, desde 2005, por um convênio de cessão que contempla a equivalência de salários e benefícios praticados pelo BB, a fim de garantir a atração e retenção dos talentos para a PREVI.

3) A Política de Gestão de Pessoas da PREVI prevê que os valores relativos a honorários e benefícios, a qualquer título, tem como parâmetro, para seu presidente, os valores definidos para o vice-presidente do Banco do Brasil e, para seus diretores executivos, os valores definidos para o diretor executivo do BB.

4) Em 2008, o Banco do Brasil alterou a remuneração dos membros de sua Diretoria Executiva, estipulando uma nova forma de cálculo, o que levou o Conselho Deliberativo da PREVI, à época, a aprovar que os membros da Diretoria Executiva da Entidade tivessem o mesmo tratamento dos dirigentes do BB.

5) Em 2011, atendendo a resolução CMN 3921/2010, o Banco do Brasil passou a pagar parte da remuneração variável de seus dirigentes com ações da própria instituição, resgatáveis em até 4 anos.

6) Em função dessa nova sistemática e com o intuito de preservar a equiparação dos benefícios, anteriormente aprovada, fez-se necessária a definição de critérios para o acionamento do programa de remuneração variável dos dirigentes da PREVI, com base em indicadores de gestão voltados à realidade de um fundo de pensão.

7) Em 31/07/2014, o Conselho Deliberativo aprovou a utilização de indicadores do desempenho da gestão para o acionamento do programa de remuneração variável, tais como a evolução dos ativos e o acompanhamento orçamentário. Reiteramos que esta reunião não deliberou a respeito de ter ou não remuneração variável para a Diretoria Executiva da PREVI, pois essa questão já estava prevista na Política de Gestão de Pessoas da PREVI, desde 2005.

8) Caso sejam atingidos 100% desses indicadores, o valor máximo a ser pago para cada dirigente corresponde a até quatro salários nos anos de 2011 e 2012 e a até seis salários no ano de 2013, sendo esta remuneração diferida em quatro anos, a exemplo da metodologia adotada pelo BB.

9) Face ao exposto, não procedem as especulações sobre valores a serem pagos aos dirigentes da PREVI nem mesmo a afirmação de que a Diretoria Executiva tenha definido bônus de remuneração aos seus membros. A competência para tal matéria é do Conselho Deliberativo e o pagamento de remuneração variável aos dirigentes, conforme aprovado pelo Conselho, já estava previsto.

10) Finalmente, ressaltamos que a política de gestão de pessoas da PREVI está em linha com as necessidades da Entidade e as boas práticas de mercado. O investimento e a valorização dos funcionários que aqui trabalham não comprometem a capacidade da PREVI em honrar seus compromissos junto aos participantes.

Elenita disse...

Anônimo de 11 de agosto de 2014 22:48
A Cassi não fornece medicamentos prá todos. Ela fornece prás pessoas que tem uso contínuo, estes as vezes sem custo pro doente. Era assim, hj não sei como é.

Anônimo disse...

João Rossi, 19:20 hs., é bom saber que boa parte dos aposentados paga mais de R$ 500,00 mensais para a Cassi, isto quer dizer que o benefício deles é de mais de R$ 16.700,00. Deve ser por isto que muitos aposentados recebem 1.000, 2.000 ou 3.000 reais, pois o benefício médio da PREVI está em mais ou menos 7.000 reais.
Eu não escrevi que o associado paga R$ 100,00 à Cassi, disse que, no caso do casal hipotético cada um paga R$ 100,00, ou R$ 200,00 para a utilização do plano pelos dois, isto bate com a informação do colega das 21:24 hs.
A única idéia exequível para o nosso caso é lutar pela sobrevivência da CASSI.

Anônimo disse...

Porque esta facilidade tão grande em aceitar a quebra da CASSI, pelo que consta quando entramos no BB constava que o plano de saude FAZIA PARTE DO CONTRATO DE TRABALHO, COM A PALAVRA O DR,MEDEIROS ?

Anônimo disse...

Colega Wanderley

A CASSI só fornece medicamentos dentro de um programa específico (PAF), destinado a doentes crônicos. Lá no site tem todas as explicações sobre tal assistência.

Anônimo disse...

11 de agosto de 2014 14:36

11 de agosto de 2014 16:41

Ambos estão fazendo confusão. A decisão é do Conselho Deliberativo e os beneficiários são os Diretores Executivos.

mariano branquinho disse...

Colega anonimo das 17:05, quem é que paga R$ 100,00 de mensalidade a Cassi eu e minha dependente (esposa) pagamos a bagatela R$ 737,59 + R$ 21,00 e R$ 36,65 (Participação e co-participação. Acorda.
Colega das 22,48: a Cassi não fornecia o medicamneto gratis não, ela cobrava um percentual nosso.Mas aqui em João Pessoa deixaram de fornecer sem avisar. Sds Mariano Branquinho

Anônimo disse...

PREVI esclarece remuneração variável da Diretoria Executiva. Medeiros o que você pode falar sobre esta nota???

João Rossi Neto disse...

Anônimos 22:02 e 22:06,

Como não tenho dependentes atualmente, pago mais de R$500,00 apenas para mim, como titular, isto porque o benefício do INSS também é computado no cálculo da mensalidade a favor da Cassi.

Todavia, o cerne do raciocínio é outro. Acho que depois de quase meio século de filiação para a maioria e o restante com mais tempo, não é justo se a Cassi chegar de fato a sair do circuito simplesmente dizer para todos: "Até logo, muito obrigado, foi bom enquanto durou".

É preciso que a Diretoria que apagar as luzes tenha consciência da sua responsabilidade moral e arranje alguma solução eficaz para impedir que os seus associados fiquem na rua da amargura nos estertores das suas vidas. Com isso, encerro este assunto.

Anônimo disse...

Referente a comparação feita dos valores da Cassi com outro Plano:
Na Cassi os associados não pagam o mesmo valor porque a contribuição corresponde a 3% da renda total, inclusive sobre 13º, tantos para os da ativa como para aposentados.Quem ganha mais paga mais.Isso não ocorre em outro plano.
No Cassi Família a tabela atual (cfe. site) é a seguinte:
Faixa Etária Mensalidade - (R$) Agosto/2014
00-18 266,17
19-23 272,37
24-28 287,92
29-33 378,28
34-38 403,79
39-43 454,15
44-48 651,96
49-53 745,95
54-58 952,70
59 em diante 1.596,42
O colega disse que na Unimed o filho com 29 anos paga menos de R$300,00 e a mãe com 85 anos paga menos de R$ 900,00 em outro plano.Os associados realmente pagam menos mas todo convênio de empresa cobra muito menos que os individuais.

Anônimo disse...

Espero que seja encontrado uma solução para a Cassi, caso contrário será um problema muito maior do que o endividamento do ES e análogos. Sem plano de saúde na faixa etária que a maioria se encontra, grande parte (como eu) com doenças crônicas qual outro plano se interessará e a que preço? Nos aspectos relacionados com compra de medicamentos e até consultas ainda dá para se virar, e quando for internamento? Será que no final de nossa vida vamos ter de valer apenas do SUS?
A quebra da Cassi será um desastre para nós, ainda mais com a perda que estamos tendo em nossas aposentadorias.

Wanderley

Anônimo disse...


Infelizmente, nada é tão ruim que não possa piorar! Parece pessimismo mas é realismo.O que está prestes a acontecer com a CASSI extrapola e muito o que ocorreu com o ES, que deixou de atender uma parte dos aposentados pobres, e por isso pareceu algo de pouca importância. Agora não,se de fato houver o encerramento da CASSI, todos nós - aposentados e da ativa, pobres e abastados - seremos prejudicados, juntamente com nossos familiares diretos.
Sempre que penso nos nossos proventos defasados, ainda me lembro, que apesar disto, temos
a nossa CASSI, plano de saúde que nos onera menos e nos presta ótimos serviços e por isto é diferenciado dos planos particulares.
A quem interessa o encerramento da CASSI?
Penso também que "chegou a hora de a onça beber água", não podemos assistir a tudo isto de braços cruzados, precisamos, todos juntos, reagir e mostrar nossa força e indignação e cobrar pelos nossos direitos. Chega de tanta injustiça e ganância! Temos que nos mobilizar enquanto é tempo.Não podemos esperar apenas pelos nosso representantes na PREVI. Cada um de nós precisa fazer sua parte.
vamos cobrar realinhamento da plano de benefícios já para salvarmos nossa CASSI.
Que tal nos manifestarmos na porta da PREVI? ~Sei que não é a solução,mas isto dará visibilidade para o que está ocorrendo com nossa PREVI e a CASSI.
Vamos lá colegas,tirar a nossa CASSI da UTI.

"O Senhor é meu pastor e nada me faltará".

Alcides Maurício disse...

Diário do Poder (Cláudio Humberto )
WhatsApp
61 9999 5299

Anônimo disse...

Caros Colegas,

Por que as ações para corrigir abusos precisam ser tempestivas.

Hoje o governo é comandado por um grupo ideológico, tipo Chavez (Venezuela), Fidel Castro (Cuba), Putin (Russia), Cristina (Argentina), Morales (Bolívia) e tantos outros, em que o principal interesse de cada é de permanecer no governo de forma permanente.

Tentam de todas as formas e meios alterar a constituição, as leis, para que as mesmas se enquadrem ao regime totalitário que buscam permanecer no comando desses países e não primam pela forma democrática.

Atropelam as leis que não conseguem mudar e usam de artifícios escusos para alcançarem seus objetivos.

Contaminaram tudo, até o STF.

A luta vai ser árdua e as ações iniciais (vai ser mais de uma) terão que ser bem fundamentadas.

A pressão vai ser enorme.

A luta vai começar dentro de casa com nossas associações contaminadas

As mais contaminadas vão querer assumir o comando com intuito de tumultuar o processo, com petições mal elaboradas com fundamentos falhos e de pouca sustentação.

Não basta apenas ser causídico, mas profissionais competentes e incorruptíveis pois os assédios vão acontecer.

O gargalho esta nos normativos e os pontos primordiais, para mim, estão no voto de minerva, que deve ser banido, e o retorno do corpo social para decidir os destinos da PREVI.

Não podemos ficar sob o jugo de uma vontade acima da vontade coletiva onde os próprios beneficiários, motivo da existência da previdência complementar, deveriam decidir os rumos de fundo de pensão.

As cifras sempre falam mais alto.

São R$ 160 bilhões de motivos para isso. Não podemos deixar a nossa poupança em mãos alheias.

Vamos a luta.



Valim disse...

Medeiros,


No texto que estou preparando, gostaria que você publicasse.

Ele comentava antes da notícia da Cassi, que eles entram na nossa casa e roubam uma flor e depois roubam tudo.

Vou esperar a reação necessária e corajosa da CHAPA 3, LIVRE, F_ _ _ _ E, E DE TODOS,que se faz necessária, sem pestanejar. Vocês representam muitos eleitores. Caso contrário perderão o tempo de vencer o inimigo para a próxima.

Nem ligo para esse dinheiro, isso é pouco. Veja a caminhada na Cassi, já querem doá-la para eles mesmos, antes de a tomarmos. Eles não dormem à noite mira bolando planos. Este está muito claro, doam para eles mesmos. Vão enganar outros imbecis.

Nós não somos bobos, somos 100.000 cassisistas e faríamos dinheiro sim. Falta gestão. Claro que este é o objetivo deles. Não preciso deixar de dormir pois eu não quero só dinheiro, eu só quero amar. Não brinque comigo que eu não ando só.(Bethânia).

Valim.

tarcisio augusto bulhoes martins disse...

Dr. Medeiros e demais componentes de nossa vitoriosa, chapa 3 - PREVI, LIVRE, FORTE E DE TODOS. Desde já, peço desculpas, e por não ser versado em previdência, se falar alguma besteira. 1- Diz a referida nota que, os funcionários cedidos pelo banco, são executivos profissionais altamente qualificado; o que não se contesta. 2- Que se estivessem à serviço do banco, seriam gratificados por seus desempenhos e produtividades. 3- Que nenhum de seus executivos deixariam o banco, onde teriam premiado o seu trabalho, em detrimento de nada receberem na previ. Sobre a ótica laborativa, estão cobertos de razão. Porém esquecem de normas e regras que regem um Fundo Previdenciário, que não foi criado para gerar lucros como um banco, e sim, para pagar benefícios e pensões. Finalmente, perguntaria: Não seria hora de abraçarmos a causa da saída do patrocinador? Unificar os planos PB1 e Previ Futuro? Ter colegas nossos associados(olha que tem gente boa sobrando) administrando a nossa Previ? Juridicamente, não sei se seria possível, ou qual caminho tomar; LIBERDADE, INDEPENDÊNCIA, É A HORA. Sonhar....pretendo, nos meus 73 anos, ver este sonho realizado, antes de dar BAIXA DO CPF. Tarcísio.

Elenita disse...

Sr Medeiros
Entrei na sua página, e rapidamente meu avg pegou uma ameaça:

Exploit Fake Flash Player (type 1734)

como informa ser de alta severidade achei melhor informar, já que devem ter muitas pessoas que não tem antivirus instalado.
Um abraço
Elenita

Valim disse...

Medeiros,

Caro colega,

Minhas postagens estão quase sempre sendo postadas após a sua atual postagem. Julgo esse lapso prejudicial daquilo que exponho. Favor corrigir essa demora.

Obrigado.

Valim.

Medeiros disse...

Cheguei a Porto Alegre. Vou me organizar. Tentar enfrentar os vírus. Amanhã cedo vou postar. Aguardem. Cumprimento por excelentes comentários, outros se confundiram e agrediram, mas o assunto é polemico e cabeludo. A reação virá, com certeza.

Anônimo disse...

Benvindo de volta, dr Medeiros. Duvidaram do doutor e tiveram que amargar a bomba. Se o doutor não larga acho que a nota não sairia. Gaúcho de coragem esse.

Anônimo disse...

Esses bônus vão conseguir unir todas as associações. Eles não esperavam por isso. Boa dr. Medeiros. Os conselheiros eleitos cumpriram sua missão. Quem não reconhecer isso é por puro despeito. Parabéns.

luiz carlos disse...

Era bom que a PREVI explicasse como será feito o cálculo atuarial dessa tal parte variável (bônus)e também do super-teto dos estatutários.

Jurandir Waltrich disse...

Dr. Medeiros!

Hoje, caminhando pela orla aqui em Balneario Camboriú(SC), com mais um colega, encontramos outro colega de nome Ademir que trabalhou no BB em Chapecó, e fiquei estarrecido com a noticia, de que houve um bloqueio na conta dele de 3.750,00, valor devido a sucumbência para o escritório Botome, sendo que le nunca recebeu cesta alimentação ´por liminar, simplesmente foi a julgada IMPROCEDENTE.

Anônimo disse...

Ola Jurandir e Ademir.

Também recebi NOTIFICAÇÃO para devolver "valores incontroversos do processo cesta-alimentação".R$ 26 mil cada um... Somos em 6 no processo e NÃO vamos pagar/devolver à PREVI, larápia, pois trata-se de verba para alimentação e "comemos o que recebemos".

Obs.: estamos aguardando que bloqueiam tais valores em nossas conta-correntes, para acionar a PREVI por perdas, danos morais, má-fé e fraude processual.

Anônimo disse...

Sra Elenita das 15:15 de 12.08.14, o mesmmo está aconteceu comigo, todas as vezes que acesso o blog o computador trava depois aparecem mensagens de coisas estranhas e a seguir vem a mensagem abaixo :

Infecção Bloqueada
URL
hxxp://z2.zedo.com/asw/fmr.js?c=1077&a=0&f=&n=1468&r=13&d=9&adm=&q=&$=&s=799&ct=&z=0.9021087434552176&tt=0&tz=-3&pu=http%3A%2F%2Fanuncios.egrana.com.br%2Fcpm%2Fcpx%2F300x250.htm&ru=http%3A%2F%2Fanuncios.egrana.com.br%2Fcpm%2F&pi=1407758081384&ce=UTF-8|{gzip}
Infecção
HTML:Iframe-inf

Anônimo disse...


Dr. Medeiros,parabens pelo dia do
advogado profissão que o Sr exerce
com muita competência. Abraço
Rui Gonçalves