ENCONTRO DE CAMBORIÚ DIA 8 DE AGOSTO

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

O Encontro de Camboriú, que acontecerá na próxima semana, no dia 8 de agosto, sexta feira, é de suma relevância.

Como sabem, esse encontro já está definitivamente marcado no calendário dos aposentados e pensionistas do BB, pois já vem acontecendo há vários anos, originalmente promovido pelas AFABBs do sul do país, AFABB RS, AFABB SC e AFABB PR, atualmente tem a adesão também da AFABB de Joinville e da AFABB de Itapema.

O local do encontro é a AABB de Camboriú, cuja sede ampla e agradável permite um ambiente perfeito para os debates e também para o congraçamento.

O evento está aberto para todos os aposentados e pensionistas que desejarem participar. No encontro do ano passado estiveram presentes cerca de cem colegas.

Na parte da manhã, com início às 9,30 horas haverá o debate sobre a CASSI com a presença da diretora Mirian Fochi.

Na parte da tarde será a vez da PREVI com a presença dos diretores Cecilia Garcez e Marcel Barros.

E´ uma excelente oportunidade para colher informações, esclarecimentos e clarear dúvidas junto aos diretores, bem como o de apresentar sugestões e propostas.  O clima é diferente da época das apresentações dos resultados.  Os temas abordados são os que estão presentes nas preocupações de todos, como o ES, o TETO, as Contribuições, os benefícios.

Trata-se de uma iniciativa vitoriosa das AFABBs no sentido da aproximação dos participantes com os diretores e conselheiros da CASSI e PREVI, de maneira a tornar possível ouvir deles as informações pertinentes sobre as diversas questões que nos preocupam.

Portanto, saiam do conforto das poltronas, por favor, saiam de trás dos computadores, venham para o lado de fora, para o protagonismo, venham debater cara a cara com os diretores, venham esclarecer suas dúvidas, venham se informar sobre tanta coisa que rola na CASSI e na PREVI e nos interessam, para depois não condenar ou criticar sem os fundamentos necessários. 

Eu estarei presente. Dia 8 de agosto é aniversário do meu neto. Mesmo assim irei a Camboriú e lá estarei debatendo e confraternizando com os colegas.

Vamos que vamos.

11 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia caro Medeiros, que bom voce comentar isso com todos os detalhes, já era tempo, um encontro desse é importante a presença de todos que depositam suas idéias aqui no blog.Estou impedida de ir por falta de recursos , ficarei torcendo por vcs e por favor grava um pedacinho da fala do Marcel e manda prá nós, nada como "ouvir da boca dele" o que terá para nos dizer.

Cláudio Almeida disse...


Dr.

ES, 29.10.2014.

A revisão feita em 15.07.2014, segundo Cecília, foi feita de forma temporária e os parâmetros são válidos até 29.10.2014.

Após esta data, voltam os parâmetros anteriores.

Mas, nada impede de voltarem outros parâmetros, melhorando a revisão temporária de 15.07.2014.

Em novembro/14 será feita a revisão regulamentar e atualização de parâmetros.

O limite de R$ 145.000,00 pode então chegar a R$ 150.000,00 ou mais e o prazo pode ser aumentado.

Novembro é véspera do Natal.

Pouco melhor que nada.

Abraços

Anônimo disse...

Será vírus ainda? Pede que se atualize o antivírus Java, mas não é o pedido original!

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

A critica, desde que construtiva e bem intencionada, pode e deve ser exercida por todos aqueles que têm os seus interesses envolvidos ou contrariados dentro do “PB-1”. O ideal é o cidadão criticar e apresentar alternativas que possam contribuir para melhorar o que está sendo objeto de discórdia. Não vejo com bons olhos aquelas criticas contumazes, que transparecem intenções no mínimo duvidosas embutidas no seu conteúdo. Esse encontro de Camboriú servirá para que todos aqueles que se encontram descontentes com o “status quo” se manifestem e apresentem, “in loco”, suas sugestões para resolver ou minimizar os atuais problemas vivenciados. Entendo que o não comparecimento, principalmente dos responsáveis pela direção de associações representativas de funcionários, significará o desinteresse ou até mesmo a fuga de um bom e saudável “embate”, olho no olho, com aqueles aos quais são dirigidas determinadas criticas, em especial aos recém-eleitos membros da chapa “3”, algumas vezes carregadas até demais nas tintas.

Adaí Rosembak disse...

Caro Medeiros,
Ainda estou em fase de recuperação de cirurgia dos olhos mas farei o possível para ir a Camboriú.
Vai ser um prazer lhe rever pessoalmente. Eu vi você, a Cecília Garcez e o Carvalho na Novembrada.
Também desejo ver a Miriam Fochi.
A palestra sobre a CASSI que ela fez no SEDAN-Rio foi sensacional.
Um abração
Adaí Rosembak

Marco Orlando disse...

Medeiros,

Publico abaixo, resposta da ANABB ref. meu pedido de LIQUIDAÇÃO PROVISÓRIA POR "Valores Incontroversos" de minha ação IR 1/3 PREVI.
Amigos me informaram que os advogados não tem muito interesse em interpor tal medida, uma vez que só vão receber a "sucumbência" na liquidação definitiva da ação". É verdade?
Sugiro que todos os colegas solicitem a ANABB a adoção da medida de liquidação via valores Incontroversos, como forma de aliviar as dificuldades que passamos no momento.
Marco Antonio Orlando

Sua resposta foi postada para o seu tema de interesse no Sistema de duvidas do site ANABB.

Pergunta:
Solicito resposta aos protocolos abaixo: 203884 de 18.07.2014 as 11:31 e 203885 de 18.07.2014 as 11:37 Grato. Marco Antonio Orlando

Resposta:
Prezado Marco, em atenção a seu contato, informamos que respondi seu mensagem de protocolo de nº 203885, com o seguinte teor"informamos que sua ação de IR 1/3 Previ, processo nº 200834000197007, já houve o trânsito em julgado da decisão do acórdão da apelação. Dessa forma, a ação entrou na fase de execução, momento processual em que são realizados os cálculos para apuração do valor e liquidação da sentença. Informamos ainda, que a União ajuizou a ação de Embargos à Execução, a qual se presta para discutir cálculos, como por exemplos os juros aplicados, o índice de correção, entre outros. Sendo assim, a execução será suspensa até o julgamento em definitivo dos Embargos. Por fim, esclarecemos que já enviamos solicitação ao advogado da ação para que analise a possibilidade de solicitar a liquidação provisória de valores incontroversos. Portanto, orientamos aguardar." Agradecemos seu contato.

Atenciosamente, Joyce Barbosa
Atendi mento ao Associado
ANABB/VIREF

Roberto Martines 8670089-8 disse...

Dr. Medeiros farei o possível para estar presente mesmo como pré-aposentado. Rio Brilhante MS

Valim disse...

Medeiros,
C/C Cecília Garcez.

texto 1

Meu bom guerreiro do bem, leia essa mensagem mesmo sem idade para tal, como se fosse de um filho para um pai, com coração aberto e crente de supostamente tratar-se do que pensa um suposto parente seu.
Estou com a CHAPA LIVRE, FORTE E DE TODOS.
Talento é um por cento de inspiração e noventa e nove por cento de transpiração. Que a inspiração chegue não depende de nós. A única coisa que possamos fazer é garantir que ela nos encontre trabalhando.
O Governo possui 45 bilhões para injeção no sistema financeiro para incrementar o crédito, imitando a PREVI, este endividando mais com meu dinheiro, que é de todos nós. Basta, já presenciei muito super endividados, o sistema financeiro é cruel, eu sei, fomos bancário 30 anos. O que outrora foi o grande erro ao emprestar acima de 30% do salário, pois não adianta emprestar se não houver INVESTIMENTOS COMO UM TODO, oferecendo empregos. Mas ELES continuam emprestando pois estão trabalhando para as eleições, compreendamos...
Bolsa Família eu cortaria com a obrigação de oferecer 2 salários mínimos ou talvez 3 SM, esse seria o Bolsa Emprego, crédito para que em cada fábrica aberta trabalhassem essa multidão que estão deficitando a Previdência em 76 bilhões de reais com o Bolsa Família, incluindo o seguro-desemprego.
E com estas várias fábricas implantadas com estes recursos, pelo Brasil a fora, o mundo nos traria muito mais recursos que 30 bilhões da Copa, o povo não seria mais escravo. Exportariamos “compotas com nossas frutas” veja que coisa simples, vontade política.
Só Portugal e Espanha comprariam à vontade bananas, isso mesmo, compotas de bananas pois lá é produto raro devido ao clima e eles gostam. Imaginem as nossas frutas em escala nacional. Só aí eu pagaria o Bolsa Família transformando em Bolsa Emprego obrigatório a todos os brasileiros.

Não me fale meu velho amigo que isso é UTOPIA, acabaria com esta malandragem e traria divisas para o país, com valor agregado. Qual político vai falar isso ?
A célula mater da sociedade é a família, que querem acabar. E a economia começa com aprendizado em casa (microeconomia) e daí tudo é igual com simples vontades políticas, o resto é balelas.
Eu !!! quem não é político? Todos nós somos na boa acepção da palavra, mas quem busca interesses para si, não sabe o que faz, esquece da morte e tem medo dela.
Essa liberação de 45 bilhões foi uma decisão política para que o país se mantenha de pé até as eleições. Nada conseguirão. Foi determinação do LULA só pode, ele já havia comentado numa de suas reuniões constrangendo um agente do setor econômico da presidente Dilma.

Valim disse...

texto 2

Estranho e não cobro, atitudes diferentes da PREVI, não esperaria o contrário ao quererem endividar mais, e ganhar mais dinheiro. Quero a volta do BET, e quero a resolução 26 no caixão, no momento exato.
O fato é que ganham com o tal empréstimo e não melhoram de maneira alguma com a vida passageira como te todos nós. O dinheiro é dono deles. (Frejat/cantor e compositor). O que me estranha, é que vocês estão perdendo o timing como esclarecerei abaixo.
Não prefiro as suposições de acreditar ou não, palavras são palavras. Amigos diz as coisas certas nas horas incertas. Se vocês querem tirar a PTTRALHA ou LULADEMOCRACIA, ou seja, tirar o PT do governo, levem para as reuniões as nossas reivindicações e mostrem quem votou a favor ou contra.
Se destituírem alguém, todos saem. Que escândalo bom neste tempo perto das eleições. E vocês retornariam por causa das próprias eleições, costurando isso em matéria de publicidade.
É difícil ? É, mas frutos advirão – POSSIBILIDADES – 1) Tirariam vocês? Não. Precisam de calma nas eleições e quem cala consente, e a poeira já estaria jogada no ventilador com as suas proposições humanas, e duras sem ser bonzinho ; 2) Deixariam vocês onde estão? Claro, pois não fariam após as eleições se não vencessem e caso vencessem seria caracterizado oportunismo e abuso de poder sendo altamente judicializável.

É tudo ou nada...
Sinceramente nunca pensei que não possuísse sabedoria, essa vem de dentro, a inteligência de um determinado assunto vem de fora.

Não vamos desqualificar ninguém, pois cada um na sua área. Cada um se prepara para um objetivo e META, principalmente os aposentados.
Já solicitei aqui uma aclamação de uma nova NOVEMBRADA NA PREVI, poderia ser em setembro, mas partindo só de mim que não tenho Federação a me apoiar e nem blog, não conseguirei. Agora nesse momento, com a CHAPA 3 LIVRE, FORTE E DE TODOS no poder seria muito fácil. Não tenham receio, eles ficariam atônitos.

Quantas vezes somos vitimas de injustiça, além de causar tristeza é revoltante, mas a justiça dos homens nem sempre é justa... Por isso saiba que por toda injustiça sofrida, DEUS ira compensar-se de outra forma... Não esmoreça, não se curve pois o MUNDO DA VOLTAS.
Hudson Pessini
Se souberes que foste colocado uma missão na sua vida. Deus não dá o fardo maior que não possamos carregar. Deves ter coragem de publicar, pois a minha parte diante disso foi feita.

Agora a coragem é sua ? Sim, e de deixar aberto o link abaixo.

Acabo de receber a Revista PREVI (agora maiúscula) onde vejo tentando fingir a participação dos aposentados, se vierem da parte DELES. Ainda bem que comentei isso, essa forma de chamarmos os aposentados como trazermos a sua dignidade e relevância, para Cecília Garcez.
Valim.
/www.youtube.com/watch?v=Ixi3gXt8S5M&list=PLTVnaKMUD4LmZ8bDgt9CZ-6ClWohszQx3&index=7

Rosalina de Souza disse...

Prezados Eleitos da Chapa 3 Previ Livre Forte e de Todos,

E agora que o período eleitoral terminou como superar todo possível mal-estar que possa ter surgido entre eleitores aposentados e pensionistas do PB-1 e do Previ Futuro? Certamente creio que nesse momento, todos nós, devemos voltar nosso olhar para nossos reais problemas e as propostas de campanha, superando todo espírito de crítica, de divisão e recomeçar nossa vida a partir da dura realidade, com a perca do Bet, a volta das contribuições e o fim da Esperança nas melhorias do Empréstimo Simples, que apenas acertou as prestações que ficou sem ser debitada entre janeiro a junho de 2014.

É lógico que o espírito de críticas, de divisões é algo próprio da cultura atual, cultura essa formada principalmente pelo que nos dita uma parte dos nossos problemas, endividados, não endividados, pré ou pós, formula 170, agora os pós 87, sabemos bem que esses, na maioria das vezes, só conseguem passar uma imagem pessimista da realidade, pois só se interessam em transmitir escândalos, tragédias e futilidades.

É algo evidente que em certos meios de comunicação social há uma exclusão voluntária do bem, bem esse que é real, feito pela minoria dos nossos dirigentes ou blogueiros, na maior parte da nossa vida e que, infelizmente, não fazem uma notícia boa para os nossos problemas, Infelizmente, nos nossos dias, muitas vezes o sensacionalismo sufoca a verdade e nossos aposentados e pensionistas,em especial do PB-1 da Previ, pode ceder à tentação ao pessimismo, ao espírito de crítica e divisão, que por si mesmo é estéril e incapaz de transformar a realidade.

Gostaria que um porta voz neste encontro em Balneário Camboriú, olhando essas opções, talvez possamos entender que a escolha dos nossos Eleitos não é algo simples e automático.

Dessa forma vemos que se um dirigente eleito se pronuncia, é criticado, se não se pronuncia, também é criticado.

Em uma ou outra situação esse corre o risco de ser impopular e de decepcionar um grupo ou vários grupos que existe dentro da nossa Previ.

O Renda Certa era para ter sido pago em 110 meses, mas em um ano e meio foi pago valor integral a todos os BENEFICIADOS OU MILIONÁRIOS, e nem por isso a Previ quebrou.

Somos sempre roubados a luz do dia, e não podemos ter uma revisão justa nem mesmo em um dos melhores investimentos que a Previ faz, a volta das contribuições e as aplicações da Previ não rende o suficiente para equacionar o deficit que muitos dizem ser passageiro, ou nossos eleitos estão escondendo muito mais informações que a própria lei da confidencialidade pode sub julgar a nossa inteligencia.

benefícios para os associados:

a) Redução da Parcela Previ
b) Suspensão das contribuições
c) Aumento do teto de benefícios de 75% para 90%
d) Revisão da proporcionalidade da Parcela Previ
e) Criação do Benefício Especial Temporário (BET) de 20% sobre os complementos de aposentadoria e pensão.

Entre 2006 e 2010, o teto de concessão de empréstimos simples aumentou de R$ 25.000 para R$ 100.000 e o prazo máximo aumentou de 48 para 96 meses,na gestão do Marcel J.Barros passou para 145.000 em 120 meses, com a formula 170 que exclui os mais idosos de ter os mesmos direitos dos mais jovens, pode se verificar que para os que tem mais de 60 anos piorou as condições de contratação do empréstimo simples.

As propostas apresentadas até o momento não atende um segmento do PB-1 mais endividado, não resolve os problemas e cria insegurança jurídica, porque mais e mais aposentados e pensionistas vão buscar enquadramento na limitação dos 30%, garantidos na lei que é ignorada dentro da DIREÇÃO E DOS CONSELHOS DA PREVI.

Ainda estamos em tempo de consertar esta situação que vai aumentar a insatisfação dos assistidos da Previ.

Por fim sugiro mudanças urgentes, uma solução deve ser encontrada para os colegas em situação de penúria total, os eleitos nos deve uma solução imediata e conclusiva para por fim a esta situação criada com o voto favorável dos integrantes da chapa 3.

Atenciosamente

Rosalina de Souza
Pensionista
Matricula 18.161.320-4

Anônimo disse...

Se não vai modificar mais em novembro que pelo menos deixem os mesmos prazos para quem tem mais de 60 anos. Os caras estão pirados. Pior, estão querendo assassinar financeira e moralmente os que já estão entregues. Pisam na cabeça, o cara prende o fôlego até 29 de outubro para pegar uma merreca maiorzinha e aí outra bomba!!!
Arre égua!!! Vão ser burros assim no OHIO QUE O PARTA, dr. Medeiros, como disse um colega nosso que se meteu a besta ao chegar dos Estados Unidos, lá pelos idos dos anos 79 quando funcionário do BB era "otoridade"!!! Dividíamos a mesma mesa, com juiz, promotor, delegado diplomado, médico e prefeito. Hoje em dia, contam que um colega foi dizer ao guardinha de trânsito que era Gerente não sei o que lá do BB: o guarda olhou pro cabra e disse cinicamente: deveria ter estudado mais meu rapaz!!!