DIONE MORAES, O GRENAL E OUTRAS NOTÍCIAS

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Decidididamente não foi o melhor dia dos pais. As vezes, justamente quando nos preparamos para festejar, a vida nos apronta surpresas amargas.


De manhã chegou a notícia triste do falecimento da nossa querida amiga Dione Moraes, esposa do meu colega de BB Carmino Moraes, associado da Afabb RS, que trabalhou no antigo CTRIN, lembram ?

Dione era uma pessoa de bem com a vida, alegre, culta, viajada, artista consagrada, escultora, com obras em praças públicas, como o busto do jornalista José Antônio Daudt no Parcão, gostava de receber as amigas em Gramado, na sua casa, com belos jardins cultivados com carinho por ela, jogava cartas toda a semana com a Ana, minha esposa, um tal de mexe mexe.  Sofreu com uma doença degenerativa insidiosa e finalmente descansou, virando mais uma estrela brilhante no céu. Era casada com o Carmino há mais de cinquenta anos e era a respeitada e muito querida matriarca de uma família muito unida.

De retorno do crematório, me deparo com a goleada de cinco a zero no Grenal. O Inter náo jogou. Passeou em campo, cometeu erros grosseiros, comandado por um aprendiz de treinador. E nós deixou uma lição essa goleada histórica, que não acontecia desde 1916. Qual ?  A de que pode acontecer um desastre catastrófico, um patrimônio conquistado com suor e lágrimas pode se desmanchar como um castelo de cartas, pode se desintegrar como uma manteiga derretida, quando os dirigentes só pensam em seus interesses pessoais, em negócios lucrativos para eles, em bônus e em vantagens, e esquecem o quadro social. Foi o que ocorreu no Inter e essa cicatriz da goleada ficará marcada para sempre.

Dormi amargurado as duas da madrugada, acordei às cinco, peguei o avião das 6,40, e estou aqui no Rio de Janeiro para participar do décimo encontro dos advogados das empresas fechadas de previdência complementar, promovido pela Abrapp e patrocinado por dez importantes escritórios de advocacia que prestam serviços para os fundos de pensão, inclusive o Bothomé, responsável pelas cobranças das devoluções da cesta alimentação.

Amanhá eu conto sobre o evento, que se realiza num luxuoso hotel localizado na Barra, defronte a praia, o Windsor. Afinal os fundos estão passando dificuldades, mas os escritórios de advocacia não. Estou exausto. Vou dormir.

17 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo dia do advogado que hoje se comemora. Lamento pela perda da amiga e pela vergonhosa derrota do Inter. Não podemos perder todas. A reunião do Delib é dia 24.

Anônimo disse...

Parabéns pelo dia do advogado.

Ruben

Anônimo disse...

Qual derrota doeu mais para os irmãos colorados? A do Brasil para a Alemanha, pelos inesquecíveis sete a um, ou o cinco a zero imposto pelo Grêmio no Gre-Nal 407?

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Medeiros,
Já passei por essa experiência ruim de ver o meu time do coração ser goleado por um tradicional rival. Fui testemunha ocular da história já que estava no Maracanã, acompanhado de um amigo botafoguense, naquele 15.11.1972 quando o Botafogo ganhou do Flamengo por 6 x 0. Durante alguns anos nós, rubro-negros, tiveram que aturar as gozações dos botafoguenses. Eles não cansavam de dizer que “nós gostamos de Voseis”. O lateral esquerdo do Botafogo, Marinho, já falecido, toda vez que fazia um gol contra o Flamengo colocava a mão nas costas fazendo referência ao número de sua camisa que era a seis. Pois é, essa “sina” durou nove anos. Até que, na tarde de 08.11.1981, time que tinha Zico & Cia., o Flamengo devolveu os 6 x 0. O primeiro tempo terminou 4 x 0. A torcida frenética nas arquibancadas & cadeiras exigia a “vingança”. Quis o destino que o sexto gol fosse marcado pelo Andrade, camisa 6, e esse que vos escreve estava sentado nas cadeiras que ficavam bem embaixo da torcida do Flamengo, no gol que Valdir Amaral chamava de “gol da estação ferroviária”. Foi uma emoção indescritível vivida no Maracanã. Não sei se vai demorar um pouco mais ou um pouco menos do que nove anos mas, com certeza, o seu Colorado irá devolver esse placar de 5 x 0 e o lado vermelho de Porto Alegre poderá novamente andar de cabeça erguida pela cidade.

Goulart disse...

Grande Dr. Medeiros, e advogados honestos, incluindo o Sr. Dr. Medeiros, PARABENS PELO DIA DO ADVOGADO, muita disposição, competência, o que o senhor tem de sobra, boa vontade, e tudo o mais, colega Goulart, simples aposentado aqui de Cambé-PR, na esperança de dias melhores. Tudo de bom...

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, por favor, informe-nos como podemos fazer o empréstimo consignado do INSS. Obrigado.

Nei Vaucher disse...

Dr. Medeiros,
São tantos os PARABENS recebidos pelo Sr., merecidamente,
é claro,e aos quais eu me associo pela passagem do Dia do
Advogado. Quanto ao resultado do Gre-Nal, são coisas raras
de acontecer e que no fundo, salvo algumas flautas que
denotam certa grosseria, logo, logo serao superadas. Difi-cil, mesmo, é superarmos perda de amigo/as que nos sao ca-
ros.
Grande abraço. Vamos que vamos.
nei g.b.vaucher

Fernando disse...

Medeiros.futebol, PREVI,CASSI, tudo tem conserto, mas a perda da sua amiga de família, Dione, não tem volta. Compartilho a dor dos seus familiares. Força, Saúde e União, parceiro.

Anônimo disse...

Acabaram-se os problemas para os aposentados da Previ, foi criado o Programa Integração BB

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Já mandamos confeccionar para você, uma camisa personalizada do Barra da Pomba. O time já ganhou de 33 x 30. Parece basquete, mas é futiba mesmo.

Você será nosso torcedor mais ilustre e terá direito ao melhor lugar no barranco que fica na beira do campo. Pare de sofrer pelo Inter. Venha para o Barra da Pomba do Piauí

Êta Cabra do pé quente

Anônimo disse...

A "centenária" e vergonhosa derrota do Inter deixa uma marca na história do clube. Coisas como estas não podem acontecer, embora aconteçam. Só os torcedores do clube esmagado sabe o que sente. É apenas futebol, mas se fizermos uma comparação, algo parecido aconteceu com o Brasil de 2009 em diante. Uma degringolada geral. É apenas futebol, diriam muitos, mas...como dói, sabemos disso.
Quanto a perda de uma amiga querida, é algo muito mais doloroso, porém inevitável. A dor é profunda, mas sabemos que não pode ser evitada, apenas adiada(se não formos antes, quando aí a dor é de quem fica).
A derrota acachapante de um clube de futebol serve de referência para os fracassos EVITÁVEIS. Ou seja, devemos sempre EVITAR que deixemos nos comandar(seja em que esfera for) pessoas INCOMPETENTES. É o que ocorre na PREVI, no governo e(mesmo sendo apenas futebol, a mais importante das coisas desimportantes) no grande Internacional de Porto Alegre.
DEVEMOS SEMPRE COMBATER A INCOMPETÊNCIA E EVITAR AS COISAS EVITÁVEIS.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.

EXCLUSÃO, COM CONSEQUÊNCIAS
Ilustre Doutor Medeiros, com a sua licença, segue um comentário, para o colega(12:05h) anterior.
Colega(12:05h), somente, com o seu Benefício Inss excluído do contracheque da Previ, poderá contratar o Consignado Inss.
Essa exclusão inicia-se, com a solicitação, para a Previ, do Ofício, para tal fim, cujo remessa dá-se, em cerca de dez dias.
Recebido o Ofício, leve-o à Agência da Previdência Social(APS) de sua preferência e junte o contracheque Previ e comprovante de residência, além do comum, RG e CPF.
Se desejar receber o Benefício Inss em c/c, leve, primeiramente, no Banco onde a mantém, um formulário que a Previ enviará, junto como Ofício.
Como eu, caso não deseje mais envolvimento com c/c, poderá solicitar, na APS,o recebimento, simplesmente, com cartão magnético, sem qualquer vinculação com c/c.
O serviço na APS tem efeito imediato e você poderá procurar o Consignado, também, imediatamente.
IMPORTANTE: essa exclusão tem como consequência a fortíssima derrubada, de difícil recuperação, da sua margem consignável, para o ES. Mais: o seu Benefício Previ poderá ser insuficiente, para todas as consignações, com possíveis indisposições com credores(Cooperforte, Poupex, etc.).
Caso tenha Previ/Carim e esta não caiba no contracheque, o boleto da prestação virá separado, comodamente, via endereço eletrônico.

"Irmão mais velho", grato por tudo e PAZ E BEM!

"Disse Jesus: 'Ora, a vida eterna é esta: que todos conheçam a ti, o único Deus verdadeiro e aquele que tu enviaste, Jesus Cristo."
João 17,1-5

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:


Será que até 24/AGOSTO/2015, sairá alguma PAUTA-BOMBA na PREVI?

Jair Mário Bork disse...

Notícia alarmante que li hoje no DIARIO CATARINENSE: dos cerca de 300 planos de previdência existentes no Brasil, 250 estão deficitários. Em destaque o CELOS, da CELESC, com deficit de 336 milhões dos quais 50% será coberto pela patrocinadora e 50 pelos funcionários, com desconto de 10% sobre seus salários durante os próximos 11 anos. Embora a nossa PREVI, pelo menos aparentemente estar em situação melhor, mas considerando a crise instalada no país e a bolsa em queda livre (até ontem estava negativa em 1,87% no ano), creio que aquela tal de antecipação de 7% de aumento está definitivamente sepultada. Qualquer outro benefício, então, nem falar.

Anônimo disse...

Meus colegas aposentados,
Alguem pode orientar de como funciona a utilização da margem de 5% consignado do INSS e se já está disponível ?
Agradeço a ajuda. A situação tá preta. Estou guardando o almoço para jantar.
obrigado

Anônimo disse...

- Alguém sabe informar se vamos receber nesta folha - agosto-15 - 50% da aposentadoria do INSS. COISA HOORROORROSSAA.

Anônimo disse...

15:24

Pelo andar da carruagem nada deveremos ter de antecipação, pois ao impactar os cofres do INSS, automaticamente desagua nos ajustes pretendidos pelo (des)governo federal.