ES, INPC, IGPDI, INSS, CASSI.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

No post anterior, onde falo em planejamento e flexibilidade para  o ano que se inicia, diversos comentários abordaram assuntos concretos de nosso dia a dia, com dados interessantes. Vale a pena ler.


Já sabemos de quanto vai ser a correção de nossos benefícios pelo INPC, de quatro por cento e mais alguma coisa, 4,48%.Se fosse pelo IGPDI seria de sete por cento. Uma correção pífia.

O debate versa em torno do ES, como se calcula, qual a correção, prazo adequado, etc.

Na semana passada tive a informação de que até agora o BB não injetou os recursos comprometidos na CASSI. Por que a demora ? A liminar não caiu ?  A CASSI divulgou nova listagem de medicamentos. Consulte a lista. É mais restrita.

A mídia noticiou mais uma vez que o Greenfield está processando 29 dirigentes de fundos de pensão, inclusive da Previ, sobre o rombo bilionário na Sete Brasil.  Um assessor do Paulo Guedes entre eles.

E sobre privatizações a bola agora tocou para a CEF. O governo contratou empresa para estudar a privatização da CEF. Com isso, o BB sai da linha de frente, apesar das declarações de seu presidente Novaes.

O ano se inicia palpitante. O acidente aéreo em Teerã é um absurdo erro humano. 

Tem eleição na CASSI e na Previ. De nossas escolhas dependem nossos pleitos. Temos que eleger pessoas honestas, competentes e que não se esqueçam dos associados ao assumirem. E que sejam sobretudo corajosas, sendo até capazes de renunciar mandatos pagos regiamente se não concordarem com decisões e não puderem fazer nada para reverte-las, denunciando publicamente as razões da renúncia. 



24 comentários:

Unknown disse...

Medeiros,
Realmente temos um ano com muitos desafios.
E você tocou em ponto crucial que faço questão de repetir sobre as eleições da Cassi e Previ.
“Temos que eleger pessoas honestas, competentes e que não se esqueçam dos associados ao assumirem. E que sejam sobretudo corajosas, sendo até capazes de renunciar mandatos pagos regiamente se não concordarem com decisões e não puderem fazer nada para reverte-las, denunciando publicamente as razões da renúncia.”
Será que ainda existem tais pessoas? Das que eu conheço pelos blogs listaria você, o Ari... quem mais?
Me desculpem os colegas mas há pouco tempo elegemos uma diretora para a Previ que antes da eleição era uma pessoa, depois que tomou posse preferiu se submeter a mordaça da Previ. Fez uma gestão com muita competência, mas precisamos de algo mais. Precisamos de pessoas com os predicados que você Medeiros citou e é muito difícil para muitos abrir mão de um salário próximo a R$ 50 mil mais um adicional devido à participação nos conselhos de Vale, Petrobras, etc. Antigamente os conselheiros tinham o adicional limitado a R$ 2 mil, justamente para evitar que fossem corrompidos. Mas hoje tudo mudou.
Medeiros, que tal você se candidatar? E o Ari Zanella? Se não, nos indique alguém.
Não precisamos mais de chapas na eleição, precisamos de pessoas comprometidas com a causa antes que seja tarde demais. Vejam o que ocorre com os planos de previdência da Caixa, dos Correios e do BNDES.
E neste quesitos somos muito desunidos. Cada um pensa só em si.
E o coletivo? Ora, o coletivo poderá estar como está hoje: temos representantes que não nos representam.
Tomara que em 2020 seja diferente.
Celio Vilela

Anônimo disse...

Vai ser difícil encontrar candidatos com o perfil colocado pelo Dr. Medeiros, principalmente esses que estejam dispostos a renunciar, caso as decisões sejam contrárias ao que prometeu na campanha.

sss disse...

Dr. Medeiros, como confio muitíssimo no seu taco, vou esperar sua indicação nos Homens com os adjetivos pelo senhor citados para os cargo na Cassi e Previ.
Saudações.

Anônimo disse...

Acredito que dentre os candidatos teremos pessoas honestas, dispostas a trabalhar pelo engrandecimento tanto da CASSI como da PREVI.
Contudo, revendo situações que passaram o Dr. Medeiros e o Prof. Ari, que mesmo eleitos abriram mão de seus mandatos, penso que o tal Código de Ética é uma muralha intransponível.
Com ele impera a Lei da Mordaça, então os eleitos seriam sufocados caso se atrevessem a dizer aquilo que as Entidades não querem que se propale.
Mas isto não significa que eu abra mão de votar nas pessoas que acredito possam bem me representar.

Anônimo disse...

Ótimo início de ano; ideias boas e tempestivas! Enfim, estamos acordando. Que se transformem em sinergia. Vamos que vamos!!!!!!!!!

Anônimo disse...

De acordo com os adjetivos pelo Senhor citados, entendo, s.m.j., que o Doutor é o nome mais indicado para concorrer nas eleições Previ.

Anônimo disse...

Eleições de novo? Esse povo só vive de eleição. Trabalhar que é bom, nada! Só querem garantir o seu e o de seus puxa sacos. Cansei!!!

Anônimo disse...

Concordo que o Dr. Medeiros é o melhor candidato.

Anônimo disse...

Eleições na PREVI ?
A solução é o PLP 268. Embora a nova resolução do CNPC(Previc) ajuda um pouco.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o anon 21.08. A escolha dos candidatos não deveria ser tão importante. O que deveria existir é a avaliação semestral ou anual como fazem com os funcis da ativa feita pelos associados e aqueles que não tivessem uma avaliação mínima deveriam ser afastados.

Anônimo disse...

https://www.euqueroinvestir.com/bb-bbas3-exige-saida-de-funcionarios-aposentados-pelo-inss/

Anônimo disse...

https://valor.globo.com/financas/noticia/2020/01/14/previ-reestrutura-sistemas-de-informacao.ghtml

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

No app da Previ já está disponível o espelho de jan-2020.

Francisco disse...

10:55

Desculpe, prezado colega, mas a escolha de candidatos através do processo eleitoral é o meio mais democrático que temos para exprimir nossa vontade.
O importante, na verdade, é tirarmos a bunda do sofá e pesquisarmos sobre quem realmente pode melhor nos representar.

Anônimo disse...

Recebi email do representante regional da Anabb informando que o BB vem negociando junto ao INSS a manutenção do crédito dos benefícios no banco e na mesma conta que recebe os proventos da PREVI. As negociações estariam bastante avançadas e o acordo deve ser anunciado em breve.
lembrando que o convênio Prisma foi extinto, ou seja, não haverá mais o adiantamento do INSS na folha da PREVI. O acordo em negociação visa apenas manter o benefício no BB, com o crédito ocorrendo na data a ser determinada pelo INSS.

Anônimo disse...

O espelho da previ ainda não esta disponivel no site da previ as 23,30 hs de 14.01.2020, mas esta disponivel no site do banco do brasil.

Anônimo disse...

Colega anônimo de 18:27

Acredito que isso já seria um grande avanço em nosso favor.
Obrigado por compartilhar a informação.

MAUS disse...

"O importante, na verdade, é tirarmos a bunda do sofá e pesquisarmos sobre quem realmente pode melhor nos representar.
14 de janeiro de 2020 17:53 "

Histórico de bons representantes:

1989:

- G1 pintou Collor como Salvador da Pátria;
- Collor não cumpriu "acordo;
- 1 Elba impcheamou Collor;

2002:

- G1 PinTou Lulla como Salvador...
- G1 o mantém como Salvador dos Pobres (e dela).

Nas Estatais e Fundos é diferente?


Anônimo disse...

Olá, bom dia! A folha da Previ já está disponível, todavia, a margem do ES ainda não foi atualizada. Alguém sabe quando isso vai ocorrer?

Trader anônimo disse...

Medeiros disse...


[...] Ano passado investi na Via Varejo a cinco, está onze. Na Metalúrgica Gerdau a a cinco, está nove. Na Marcopolo a três, está quatro e meio. Na Cielo e na AcoMinas, BB e Petros. Este ano ainda não fiz a minha carteira. Espero ter respondido.

9 de janeiro de 2020 10:31

- Dr. Medeiros,


Se o "Via Varejo" está onze, significa tão somente que onze é o preço determinado pelo especulador do "Via Varejo". O "valor fundamental" é outra coisa. Neste sentido, sugerimos ler o fragmento de texto abaixo:

[...] Taking speculative strategies into account dramatically reduces the optimism that neoclassical theorists are justified in entertaining with regard to either the stability or the efficiency of financial markets, for it requires that the familiar negative- feedback model be abandoned and a positive feedback model substituted in its place. BECAUSE THE SPECULATOR TAKES THE PRICE OF A SHARE AS HIS POINT OF REFERENCE, RATHER THAN ITS FUNDAMENTAL VALUE, everything that has been confidently asserted about the countervailing forces exerted by competition on swings in price ceases to hold. (18) (maiúsculo nosso)

Traduzindo:

Ao levarmos em consideração as estratégias especulativas reduzimos drasticamente o otimismo que os teóricos neoclássicos têm ao justificar aquilo que diz respeito à estabilidade ou à eficiência dos mercados financeiros, pois exige que o modelo de feedback familiar negativo seja abandonado e seja substituído por um modelo de feedback positivo. PORQUE O ESPECULADOR TOMA O PREÇO DE UMA AÇÃO COMO SEU PONTO DE REFERÊNCIA, EM VEZ DE SEU VALOR FUNDAMENTAL, tudo o que foi confiantemente afirmado sobre as forças compensatórias exercidas pela concorrência das oscilações de preço deixa de existir. (18) (maiúsculo nosso)

(18) digamo.free.fr/empirval.pdf;

Anônimo disse...

Parece que o INSS prorrogou o Convênio Prisma até Junho/20 e vamos continuar recebendo o benefício na folha PREVI. Acredito que até lá chegarão a um consenso para manter o convênio ativo.
Graças a Deus!!

Jair Mário Bork disse...

Parece que o INSS prorrogou por seis meses a vigência da separação dos pagamentos via FOPAG da Previ. Até junho, continua tudo como era. Soube através de um colega, mas não tenho certeza se é verdade. Vamos aguardar.

Anônimo disse...

Dr Medeiros,

Sinceramente eu não acredito que existam mais pessoas do seu quilate e do Professor Zanella que renunciem por discordarem de coisas erradas. As que são similares, não se candidatam. Perderam a esperança de que haja alternativa para vencer o mal.
Na ocasião da sua renúncia, tentaram inutilmente desqualificar a sua pessoa. Logo com quem ...
As denúncias gravíssimas caíram no esquecimento. Envolvimento de bilhões no caso daquele banqueiro que admitiu só ter problemas no Judiciário, na Primeira Instância.
Estou tentando levar a canoa até conseguir que todos filhos estejam formados. Depois eu entrego os pontos. A primeira coisa será desistir do Plano de saúde. Vou para o SUS. Administram mal e eu que tenho de pagar a conta me dando por feliz, porque o outro plano é mais caro.
Palocci e Greenfield confirmam que fomos e continuamos lesados e a culpa é da falta de educação financeira.
Tô cansado de viver nesse faz de conta que as organizações são sérias. São até premiadas sabe-se lá a que preço.
"Que a terra nos seja leve"

Anônimo disse...

Ao anônimo de 15 de janeiro de 2020 09:26

Apesar de disponível ela só sensibiliza o ES quando do efetivo crédito, ou seja, no dia 20 ou primeiro dia útil.