VAMOS CHORAR DE RIR

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Bem, afinal foi ajuizada a ADI no STF, pedindo a inconstitucionalidade dos artigos 20 e 25 da resolução 26. Ontem vários comentários interessantes foram feitos no blog, entre os quais o do João Rossi Neto, que já leu a petição inicial no site do STF e teceu algumas considerações interessantes, abordando inclusive a questão da retroatividade. Vale a pena ler.

Para voces se descontrairem um pouco e passar o final de semana mais alegre, aconselho a assistir um vídeo muito divertido, intitulado o Vlog do Fernando, que me foi enviado pelo prezado colega Edmundo, presidente da AFABB do Rio Grande do Norte.  Aliás o Edmundo seguidamente posta excelentes vídeos e material de lazer  de primeiríssima ordem. Não sei de onde ele se abastece.  O Lago Neto é outro que sempre nos presenteia com apresentações belas e interessantes.

O vídeo constante no link abaixo merece ser não só visto, como analisado com relação à MENSAGEM QUE TRAZ EMBUTIDA EM SEU PALAVREADO UM TANTO GROSSEIRO.

Faço uma advertência de que existem palavrões bem explícitos.   Quem não gosta ou se melindra com nomes feios, não deve abrir o link.

Eles são usados espontaneamente e se encaixam no texto, dando o tom necessário. Não é falta de respeito. E´ a vida como ela é.

Como afirmou o Edmundo: abram o link, voces vão morrer de rir.  Eu não morri.  Mas chorei de tanto rir. E além disso compreendi a mensagem que passei adiante na família, endereçada aos mais jovens, ou melhor, aos jovens, para que eles saibam que temos razões de sobra para reclamar nesta altura da vida. Inclusive deles. Na verdade, ri mais na segunda vez que assisti ao vídeo, pois na primeira fiquei um tanto surpreso e chocado pela sinceridade do depoimento.

Portanto, cliquem no link abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=p-psoBSN5HY&feature=player_embedded

DELENDA CARTHAGO - A ADI JÁ FOI AJUIZADA, AGORA É A VEZ DO ES MELHORADO E COM PRAZO DILATADO


94 comentários:

carlosdomini disse...

Dr.Medeiros,
Acabo de receber um email vice presidente comunicação Anabb , Sr.Douglas..., temi por virus porém abrir. Será verdade? contém coisas sérias contra a Anabb

Anônimo disse...

Andei lendo a petição inicial e acredito que foi bom não pedir retroatividade, pois se o BB tiver de devolver, logicamente nós também teremos de devolver. Duvido que tenhamos recursos pra isso. Foi inteligente não pedir a retroatividade.

Rubem Tiné disse...

Será que daqui a vinte anos o nosso "atarefado" supremo julgará o pleito?

Anônimo disse...

o gago subiu no onibus e perguntou para o cobrador:
-praprapra oooonde vavai essesse oninibus?
o cobrador não respondeu.
o gago perguntou novamente:
-praprapra oooonde vavai essesse oninibus?
novamente o cobrador não respondeu.
mama que cacaralho ninimguem meme respoponde,
e desceu do onibus.
e o motorista pergunta para o cobrador:
-por que vc não respondeu o moço?
- poporque eele iia pepenssa queque eeu tatava
titirando cocom a cacara dedele.
Vamos rir então paar não chorar.

Juarez Barbosa disse...

Prezado Dr.Medeiros e companheiros,

Eu pessoalmente estimo que nossa ADI será apreciada pelo STF daqui a 1 ano e meio a 2 anos.

No Site do STF, dá para se fazer tal previsão, porque as ADI's que estão sendo apreciadas agora foram ajuizadas em tempo passado acima descrito.

Anônimo disse...

Medeiros otimo para o momento este video do sr.Fernando.
Se tivessemos alguem com este espirito sarcastico fazendo tambem um video sobre assuntos referentes a Previ, iria ser fantastico, imagina alguem cobrando melhorias no ES com esta veia humoristica.
Falando da doaçao do nosso superavit, certamente seria um sucesso.

Abraço Viana

jeanne disse...

Eu também choei de rir.O meu filho ficou horrorizado com tantos palavrões; parecia a avó dele falando e xingando...Adorei rsrsrs.Jeanne

Medeiros disse...

Acho que agora é torcer para que a medida tenha êxito. O importante é que foi ajuizada, terminando uma fase de uma novela que já durava tres anos.

O ajuizamento demonstra, mais uma vez, que é necessário mobilização, ação e pressão.

Eles não tinham mais como segurar a ADI e, outra vez, perderam o momento de glória.

Mas se pensam que com isso vão sufocar as demais reivindicações estão enganados.

Anônimo disse...

Sabe Medeiros, nao havia pensado nisto, ajuizaram a ADIN e sera que vao ficar se achando os maximos?
Entao vao enrolar no ES ou dar aquele MERRECA de melhoria?
SERA?

Guilherme

Anônimo disse...

Diz para o Sasserin e demais conselheiros que agora podem largar um tiquinho da cola do advogado, a ADIN ja foi ajuizada, entao vamos dar atençao devida ao ES, setembro e na semana que vem, estamos aqui com paciencia esperando o silencio DELES ser quebrado.
E nao venham tirar vantagem somente porque ajuizaram FINALMENTE A ADIN.
ES ja e com folga para nos desafogar!!!

Alberto Campos

Anônimo disse...

Carlos Dommini,

Q@ue tal se voce repassasse esse e.mail para nós ? Se não contem coisas pessoais suas é claro.
Gostaria de saber o que está acontecendo.
Um abraço

Anônimo disse...

Dr Medeiros:bom trabalho realizado pelo advogado da Ação Direta de Inconstitucionalidade.Texto irrepreensível, objetivo, erudito. Agora são, no mínimo dois anos de espera. Penso, salvo melhor juízo, que seria o caso de solicitar ao eminente relator, Celso Melo, que, no julgamento da ADIN seja obsevada a preferência procedimental de atendimento oo idoso (Estatuto do Idoso) e conforme preceitua, ainda a Lei 12.008/2.009,(prioridade na tramitação de processos em que figura pessoa com idade superior a 60 anos)uma vez que a questão, envolve, de imediato,e mais diretamente, uma legião de aposentados, muitos beirando os oitenta ou mais.Fica a sujestão. Parabéns pelo luta contínua e destemida.

Medeiros disse...

Parece mesmo que explodiu uma outra BOMBA na ANABB.

Já anda pela rede.

Semana que vem promete.

E´ a semana do aniversário de um ano do blog. Dia 1 de setembro.

Bom final de semana. Tem GRE NAL por aqui e outros clássicos por todo o BRASIL.

Hoje à noite canta em Porto Alegre a Maria Rita, filha da inesquecível Elis Regina.

Está cada vez mais parecida com a mãe.

Anônimo disse...

A retroatividade deve ter sido negociada entre a Contraf e o Banco. Não tendo retroatividade o Banco lança mão dessa "receita" imediatamente e doravante não participa mais de superavit.

O Banco sabendo que não ganharia essa briga negociou com a Contraf e acredito que essa ADIN vai ser julgada rapidamente e o Banco não será obrigado a estornar esses lançamentos e resolve sua situação.

Sendo assim acredito num desfecho rápido devido ao interesse do Banco em evitar o estorno e a demora foi motivada por essa negociação senão a CONTRAF não irir ajuizar essa ação.

Como dizem, as partes ficam satisfeitas e se encerra a disputa mesmo o nosso fundo perdendo alguns bilhões, não voltando a perder mais, e não jogar em risco a credibilidade do BB e do próprio "governo" na condução do banco estatal.

É, talvez seja melhor assim.

Anônimo disse...

Com esse sobe e desce da bolsa e o excesso de aplicacões em pápéis que extrapolam os normativos que regem essa aplicações, o Banco não vai ter argumento para defender seu posicionamento de que esses bilhões contabilizados advindos dos superavits não vai por em risco o patrimônio da PREVI. Nem um juiz é bobo.

Acordo é acordo. Quem sabe a não retroatividade encerra esse capítulo de forma mais rápida.

Anônimo disse...

Sem a retroatividade, para o BB ficou ótimo,agora ele pode receber de fato os tais bilhões que a Previ garante não terem saído dos seus cofres.Só espero que tenhamos muitos superávits aqui para frente, e que a encantada ADI não fique engavetada por décadas.

Anônimo disse...

Merecemos que a Previ se pronuncie a respeito do ES, estamos todos revoltados com tanta demora, custa nos dar notícias.

Anônimo disse...

DR Medeiros, contamos com sua ajuda para uma definição no realinhamento do ES, a semana que entra já começara setembro, cobre uma resposta da Previ, ou vamos nos organizar para o BEIJAÇO

Anônimo disse...

Que coisa mais torturante.
O que aconteceu na anabb?

Anônimo disse...

Medeiros, semana que vem poderiam acaber com este suspense e nos dar boa noticias sobre o ES, as pensionistas estao no aguardo para ficarem mais aliviadas.
Sua pessoa disse que sabe do porque eles nao dao noticias, estou curioso para saber, pois nao tem sentido este silencio todo.

Mauricio Filho

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Colega Medeiros,
Em um dos comentários da presidenta da Faabb, salvo engano quando da reunião de notáveis havida em Belo Horizonte, foi dito que a ação direta de inconstitucionalidade teria como objetivo principal impedir que, doravante, o patrocinador continuasse usufruindo de metade dos recursos existentes na reserva especial para revisão do plano. Não seria solicitada a volta para os cofres da Previ de tudo aquilo que já foi abocanhado até o momento. O meu sentimento é de alguém que não tem formação superior em direito. Assim imagino também, s.m.j., que os óbices a serem transpostos teriam um menor grau de dificuldade, principalmente se observados os aspectos políticos que certamente envolverão essa batalha judicial.

carlosdomini disse...

Anonimo de 15.01

Nada de pessoal como tenho email na anbb talvez fosse isto, porém repito suspeitei de virus porém é muito grande e vou pedir auxilio para postar. PEÇO AO DR MEDEIROS QUE RESPONDA SE SABE DE ALGUMA COISA SOBRE RENÚNCIA DO DOUGLAS SCARGNA. DESCONFIEI DO EMAIL PORÉM O ROVEDOR OI VERIFICOU O VIRUS

Paulo Beno disse...

Os Protestos Judiciais Para Ressalva de nossos Direitos, contra o BB utilizar parte(7,5 bilhões!) de nossas reservas do Plano 1, que tramitam na 12ª e 13ª Vara Civel do Foro Central em Porto Alegre (RS)de nºs 001/1.11.0194 034-5 (e 022-1) já estão com mandados e contrafé juntados aos autos :
"Decorridas 48 horas, os autos deverão ser entregues à parte autora".

Fizemos o protesto, Dr. Medeiros. Vamos aguardar a ADIn, pois nosso Direito está salvaguardado: Não prescreverá, nem decaíra, poderá ser uma bela herança aos nossos filhos, daqui a uns tempos !

("O TEMPO DIRÁ: fizemos o que estava ao nosso alcance !) Parabéns, Dr. Medeiros .
Muito Obrigado
Paulo Beno e Leda Regina Goellner
Carazinho (RS)

Anônimo disse...

Bom, o ajuizamento da ADIN já é um começo.
Agora, foi-se a semana e continuamos aguardando noticias da Previ sobre o ES.
Somente temos a gentileza da sua pessoa Medeiros informar-nos que vai sair algo ainda em Setembro, mas do nosso Canal que deveria ser o oficial neste comunicado, eles ainda por cima negam que vai haver melhorias no ES.
Lamentavel mesmo.

Daniel Pereira

carlosdomini disse...

scartegagna

Pode ser falso porisso não vou postar agora e é muito grande ele mostrandoa razão da renúncia estou especulando para verificar a veracidade.Repito não acreditei.Estou muito longe do centro de Brasília precisamente na Bahia e é dificil divulgar o que não poddemos comprovar

Luis-BH disse...

Ainda bem que a ADIN foi ajuizada!

Discordo do comentário do Anônimo de 26 de agosto de 2011 11:50. A devolução seria do banco, não dos associados. O problema da famigerada resolução é gerar benefícios ao patrocinador. Se fosse retroativa, teríamos dobrado o valor do BET.

HELENO PINTO NOBRE disse...

DO POUCO QUE ENTENDI A RESPEITO DA RENÚNCIA DO SENHOR DOUGLAS SCORTEGANHA; PARECE QUE A CAIXA DE MÁQUINAS DA ANABB ESTA ENCHENDO D'ÁGUA.
FICOU MUITOS ANOS E SAIU MANDANDO M.... NO VENTILADOR.

PARECE QUE A CASA COMEÇOU A CAIR E ELE MESMO DECLAROU QUE GASTARAM 700.000 NUM DETERMINADO EVENTO E AGORA NÃO HÁ VERBA PARA EDITAR A REVISTA DA ANABB.

EU ACHO QUE O "TITANIC" VAI AFUNDAR. E ESPERO QUE LEVE JUNTO COM ELE TODOS OS IRRESPONSÁVEIS QUE TIVERAM TANTOS ANOS FAZENDO O QUE NÃO DEVIAM FAZER. EU NÃO TENHO MUITO A FALAR POIS JÁ TINHA ME RETIRADO DELA HÁ UM BOM TEMPO.

VADE RETRO SATANÁS; E JÁ FOI TARDE ; EXPLOROU E CONTINUA PASSANDO OS INCAUTOS PARA TRÁS.
AGUENTE QUEM PUDER; EU FELIZMENTE JÁ SAI FORA HÁ UM BOM TEMPO.

VOU ESPERAR O COMENTÁRIO DO COLEGA MEDEIROS QUE DEVE SABER MUITO MAIS A RESPEITO DE TODO ESTE BAFAFA.
AQUI HPN ; MATRICULA 3984740-3; NO AGUARDO DE MAIORES INFORMAÇÕES .!
SOMENTE SECANDO NA TORCIDA.

Anônimo disse...

NÃO ESTOU PREOCUPADO SE O BANCO NÃO DEVOLVER OS 7,5 BI. SÓ NÃO QUERO QUE CONTINUEM NOS ROUBANDO.

Anônimo disse...

Gente, antes de ficarem alegrinhos com a ADI, vamos ver do que ela trata realmente. Vamos lê-la?
Falam de acordo.
Sou tão velha que sei que acordos sempre beneficiam um lado. Nunca os dois. São feitos apenas porque um dos lados é mais fraco.
Qual será o lado fraco?

Anônimo disse...

O caos da anabb eram favas contadas. Desde o momento em que ela usa das contribuições dos associados para se voltar contra eles na questão mais importante de todas; só não viu quem não quis ver. E mais, permanecer pagando mensalidade para esta excrescência começa a ter conotação suspeita, independente das ações em andamento que ela faz questão de eternizá-las. Abram o olho, está mais do que não hora.

Anônimo disse...

Vamos pessoal em frente, qualquer coisa o Beijaço.
Mas quero deixar claro não culpem somente as Pensionistas que estão querendo o ES e sim os Aposentados também.
Facil colocar a culpa nelas, né?

Anônimo disse...

O Douglas Scargna pediu demissão.
E os nossos seguros,na realidade,não estão "seguros".
Senhor Medeiros, poderia nos responder a respeito disso? Tenho todos os seguros da ANABB e tenho os comprovantes das seguradora. ESTOU EM PANICO E INSEGURA QUANTO AOS MEUS BENEFÍCIARIOS.

Como anda isso seu Medeiros?
ANABB não esclarece,PREVI não esclarece,e outros blogs também não. Todos nos aterrorizando?

obrigada.

Anônimo disse...

O blog do Fernando é um barato!!
quase fui fazer xixi também...

EU PERGUNTI: ele mentiu? claro que não!!
O QUE MAIS ADOREI E ME FEZ RIR MUITO FOI O VELHO PREGANDO UM PREGO. É ASSIM: toctoctoc rsrsrs igualzinho papai rsrsrs

Sionara. RIO. URCA.

Antonio P. Fonseca, aposentado e advogado disse...

Li a petição inicial e me pareceu, salvo melhor juízo, bem fundamentada. A devolução seria um complicador que colocaria o STF sob os olhares do Planalto e sofrendo pressão, pois é sabido que o BB quebra se tiver de devolver o que foi contabilizado. Acredito que os advogados da ADIN tenham sido prudentes em pelo menos estancar a sangria. Não apostaria um tostão no sucesso da ADIN se fosse pedida a reversão de valores apropriados pelo BB acobertado pela Resolução 26.

Anônimo disse...

Ë Medeiros, meu velho de guerra, agosto se foi, vamos a setembro, compartilho com a ansiedade e preocupaçao de algumas amigas minhas pensionistas a respeito da melhoria do ES.
E ai, quando finalmente teremos noticias sobre este tema?
Qual a desculpa para a enrolaçao sabendo que a maioria esta ansiosa por novidades no ES?
Outra coisa, como o colega é conhecido mesmo dentro das agencias do banco, dias destes um colega da ativa citou o seu blog falando positivamente.
Estas ficando famoso Medeiros.
Isto é otimo, ELES VAO TER QUE TE ENGOLIR, como diria Zagalo.
ES melhorado já, chega de dramas!!

Abraço Daniel Pereira

Anônimo disse...

Douglas Scortegagna - é o nome correto do renunciante(?) do Conselho Deliberativo da Anabb.

O colega Carlos Domini grafou erradamente o sobrenome, mas foi preciso na informação.

Profº Ari Zanella disse...

O nobre colega advogado Antonio P. Fonseca em seu comentário das 11:16 deste sábado diz que "não apostaria um tostão no sucesso da ADIN se fosse pedida a reversão de valores apropriados pelo BB acobertados pela Resolução 26."
A ideia reinante é sempre essa em nosso meio. Se tal acontecer o BB quebra. Outro dia o Dr. Medeiros num congresso no nordeste ouviu o Dr. Salomão (STJ) dizer: "Estou farto de ouvir os advogados da Previ pedirem isso e aquilo senão a Previ quebra." Ora, se é a inconstitucionalidade da Resolução 26 que está sendo pedida, tem que ser nulos os atos dela advindos desde a sua criação, em 2008. Não há meio termo. Se houver, será a legalização de um roubo explícito já consumado. O BB não irá quebrar por não receber os 7,5 bilhões. Só terá menos lucro. Numa petição (ADI é uma forma de petição) deve-se pedir tudo. O STF tem a prerrogativa de dar provimento parcial. Eles são soberanos. Mas daí é uma outra história.

Anônimo disse...

Doutor Medeiros, qual é a sua avaliação sobre a ADI impetrada?
Este é um momento crucial e não nos é permitido ficar "em cima do muro".
Li no Blog do Marcos Cordeiro que é uma falcatrua e que estariam agindo contra nós com o apoio da Faabb.
Peço sua abalizada opinião e, se for o caso, o indicativo de possíveis alternativas contra o fato de estarem agindo, mais uma vez, contra o interesse de 120.000 famílias.
Atenciosamente,

Roberto - RJ

Medeiros disse...

Não queria comentar no blog, só a partir de segunda. Mas pedem insistentemente que diga alguma coisa.

Calma, gente.

Sobre a ADI ou ADIN, a discussão é sobre a retroatividade. Não tendo sido pedida, o BB fica com os 7,5 bilhões do superavit já distribuido. Alguns acham que isso facilita a procedencia da ação no Supremo.

Minha opinião é de que deveria ser retroativa e que o BB tem que devolver o que é nosso, dos participantes. Não vai quebrar por causa disso. Seu lucro será diminuido apenas, conforme menciona o Professor Ari Zanella.

Também sou da opinião que a FAABB deve esperar um pouco para ajuizar sua petição de amicus curiae, a não ser que seja para se posicionar a favor da retroatividade.

Por último, sobre a carta renúncia do Douglas. Acho que ele tem a obrigação de ser mais explícito. Por exemplo, com relação à operação que menciona de troca de corretora e de seguradora.

O silencio da Vice Presidente Elaine também é incompreensível.

Dia 1 de setembro sai o edital das eleições da ANABB. Tem gente falando que as eleições não saem, que vai acontecer uma intervenção.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
De acordo com a Lei 9868 de 10/11/1999 não é necessário solicitar a retroatividade(s.m.j). Cabe ao STF a decisão. Veja o que diz o § 1º do artigo 11.

Art. 11. Concedida a medida cautelar, o Supremo Tribunal Federal fará publicar em seção especial do Diário Oficial da União e do Diário da Justiça da União a parte dispositiva da decisão, no prazo de dez dias, devendo solicitar as informações à autoridade da qual tiver emanado o ato, observando-se, no que couber, o procedimento estabelecido na Seção I deste Capítulo.

§ 1o A medida cautelar, dotada de eficácia contra todos, será concedida com efeito ex nunc, salvo se o Tribunal entender que deva conceder-lhe eficácia retroativa.

Não é isso mesmo?

Medeiros disse...

E´ isso. Mas para não deixar dúvidaS A RESPEITO DO PROPÓSITO DO AUTOR DA ADI NÃO CUSTA DEIXAR CLARO QUE SE PRETENDE QUE A MEDIDA SEJA RETROATIVA E NÃO DEIXAR PARA O TRIBUNAL ESSA DECISÃO

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Será que a petição está correta?
Invocaram uma Lei (9882) que trata da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental, ao invés daquela (9868) especifica das Ações Diretas de Inconstitucionalidade e outras providencias.

10.5. Dessa forma, atendidos os pressupostos legais do
fumus boni iuris e o periculum in mora, requerem as autoras, com fulcro no artigo
5°, caput e § 3° da Lei 9.882/99, a concessão de medida liminar com eficácia erga
omnes e efeito vinculante para:

Eis o que diz e Lei 9882
Art. 5º. O Supremo Tribunal Federal, por decisão da maioria absoluta de seus membros, poderá deferir pedido de medida liminar na argüição de descumprimento de preceito fundamental.

§ 3º A liminar poderá consistir na determinação de que juízes e tribunais suspendam o andamento de processos ou os efeitos de decisões judiciais, ou de qualquer outra medida que apresente relação com a matéria objeto da argüição de descumprimento de preceito fundamental, salvo se decorrentes da coisa julgada.

E aí?????
Desculpe a consulta mas, como ficamos? Estaca zero?

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Concordo totalmente com o Sr. e com o colega Prof.Ari. É preciso ficar bem claro no pedido da ADI, que queremos os 7,5 bi ou seja o total dos valores que o BB já levou. Se a situação fosse inversa, vocês acham que o BB deixaria que ficássemos com os 7,5 bi de reais que lhe pertenceria? Never, never. Esses recursos são das familias do PB1 da Previ, muitas em situação difícil. Vamos continuar bem atentos!

Antonio P. Fonseca, aposentado e advogado disse...

A ADIN está correta. Quem a ler verá que não foi feita de encomenda para resolver os problemas da PREVI, mas tem alcance geral, para todos os fundos de pensão. Assim, não caberia referência expressa à retroatividade de seus feitos. Sabe-se que se considerada inconstitucional pelo STF, cessa seus efeitos para todos os fundos de pensão, patrocinadores participantes e assistidos. Por outro lado, houvesse o pedido de retroatividade, quem nos assegura que o STF não mandaria que fossem revertidos não só o que o BB já levou, mas também os 20% que temos recebido? Notem que a tese é a de que excedentes não devem ser devolvidos, distribuídos a patrocinadores ou a participantes e assistidos... Alguém está disposto a apostar que o STF poderia nos mandar devolver? Considero a ação perfeita exatamente porque não toma as dores dos participantes e assistidos da Previ. Combate a Resolução em defesa da segurança, liquidez e proteção do patrimônio de todos os fundos de pensão. Já li comentários condenando essa ADIN, mas salvo melhor juízo são opiniões de leigos. Seria interessante que o advogado de reconhecida competência e integridade como o Dr Medeiros opinasse sobre a inicial, com detalhes. Mas sei que não o fará, pois a ética não lhe permite questionar o trabalho de um colega advogado.

Anônimo disse...

E a Dona CECÍLIA GARCEZ continua se fazendo de boba. Agora está se dedicando aos problemas das aposentadorias pelo INSS.

Esperar o que de um fantoche criado pelo Valmir Camilo? E a sua ANABB não merece nenhuma linha no seu Blog Cecília?

Everton disse...

Afinal essa Adi, Adin ou etc é contra a previ e bb ou todos os eu fundos?
Eu acho que não temos que nos preocupar se o BB quebra ou não mas na credibilidade dos fundos de pensão. O governo tenta aprovar a todo custo um fundo de pensão para os servidores públicos. Com a insolvencia de alguns fundos por conta da ingerência do governo será que ele ira convencer os funcionários públicos ou não seria a hora de botarmos a boca no trombone e fazer um barulho danado.
Vamos mostrar para todos que se aventuram em entrar em uma poupança dessa é jogar o dinheiro no fundo do poço e o único que tem o balde com a corda suficiente é o governo psra pegar esse dinheiro.

Anônimo disse...

SINCERAMENTE:
AOS SRs. ADVODAGOS:

AGORA....DEPOIS DA PETIÇÃO....ADI..
SUAS SUGESTÕES NÃO VALEM NADICA DE NADA.
FAVOR SOH FALAR "DE ACORDO COM O ANDAMENTO DO PROCESSO".
QUAISQUER OPINIÕES SOBRE A "INICIAL", NESSA ALTURA,...´CONSIDERO TERRORISMO JURIDICO...... .PONTO.

/lui

ernandez2008 disse...

Quem quizer ler a peça juridica denominada ADIN 4644, basta acessar o link e baixar. São apenas 55 paginas.
http://www.stf.jus.br/portal/geral/verPdfPaginado.asp?id=1406197&tipo=TP&descricao=ADI%2F4644

Anônimo disse...

O negocio agora é darmos atençao ao ES, pois ainda penso que nao vai vir grande melhoria no ES, se for aquela que dizem de 125 mil X 100 meses, vai ser um duro golpe para a maioria.
Medeiros, nao vamos cessar a luta, temos que tentar os 150 X 150, isto é uma questao de honra para desafogar nossas pendencias.
A ADI ja esta encaminhada, temos que ir atras nestes primeiros dias de setembro e do ES.

Alvacir Vieira

Anônimo disse...

Voce me disculpe Carlos Dominni mas pelo amor de Deus que terrorismo é esse?
Se voce recebe um e.mail e não quer postar, por que fala dele?
O que voce tem na cabeça?
Que neurônios lhe regem?
Se não queria falar por que postou?
Por que não fica quieto em casa?
Agora, se quer realmente falar conosco, diga do que se trata.
Terrorismo não!

Anônimo disse...

Colega que postou em 27/0/11 às 22:29.
Não vejo terrorismo nenhum na mensagem do Carlos. Entendi que ele recebeu um email que ele gostaria de compartilhar com os colegas, mas teme divulgar porque ele não tem como comprovar o conteúdo do email. Só isso. Onde você vê terrorismo? Não acredito que ele poste o email porque ele acha que pode ser um vírus ou spam ou qualquer outra coisa não verdadeira.

Anônimo disse...

Quanto ao que disse o Antonio P.Fonseca ref.a ADIN: Que se fosse retroativo também teríamos que devolver o BET. Poderia ser que o Juíz mandassem incorporar ao nosso salário, já que o tal Superávit a rigor seria para a redução/suspensão das contribuições ou melhoria dos benefícios dos participantes e assistidos...

Anônimo disse...

Carlos Domini,fica sossegado.O que vc recebeu,eu também recebi. Não é vírus Carlos!! É um "vírus" a menos no nosso pé. Só isso colega.

Esse DOUGLAS está querendo voto somente. VC ACHA, QUE O TAL VAI SE PREOCUPAR COM A GENTE?

Se vc não abriu ainda, e está com receio, passe premeiro no anti-vírus.

Se já abriu, e não sumiu nada seu,não deu pani no computador fica frio,nada aconteceu.rsrssr

Arrume um bom anti-vírus(aviso para todos) o negócio está feio.

Começam dizendo: que é fotos de sacanagem,aí o "neguinho" entra rsrsr rsrsr, e se ferram!!!rsrsr



NÃO DÁ PARA SER FELIZ TOTALMENTE CARLOS....
RELAXA E COZA.
DA UMA OLHADINHA NO SEU FERNANDO(FLOG DO FERNANDO)TÔ RINDO ATÉ AGORA!!

NÃO CONSIGO PARAR DE RIR...rsrssrs ESSE SEU FERNANDO...

O MAIS ENGRAÇADO,Medeiros, FOI ELE DIZER QUE OS VÉIOS PREGAM O PREGO


ASSIM: toquetoquetoque rsrsr

Abração rsrrs

Anônimo disse...

Carlos Domini,leia NOTÍCIAS RELEVANTES no Marcos.

Acho que seja o que recebeu no seu e- Mail. Nesse caso,não se preocupe com vírus

Abraços.

Anônimo disse...

Como o Sr. Antonio P. Fonseca está preocupado em defender a ADIN da forma que foi ajuizada, heim?
Quer por que quer, que acreditemos na Contraf-CUT/ANAPAR. Ora, veja bem! O superávit tem dono, é nosso, após 3 anos deve ser usado para melhoria dos benefícios. Quem tem que devolver os valores já contabilizados é o BB que não é participante da Previ e mesmo assim, mediante um acordo fajuto assinado por falsos representantes, levou 50%, no valor de 7 bi e meio de reais, alem de outras contabilizações, que inflaram seus balanços. Nós não temos de devolver nada, o dinheiro já nos pertencia. Queremos os outros 50%,mesmo que seja para nossos netos, certo?

carlosdomini disse...

qUERIDO ANÔNIMO DE 22.06. Qual a razão de ofensas disse que iria postar porém é muito grande e estou esperando uma pessoa entendida para postar. Ofensas não leva a nada.Olhe bem que até o Dr.Medeiros lá em cima lá leu a mensagem porém é uma carta muito grande.Se tiver disposto a orientar-me como colo aqui o farei.De um velho ainda com NEURÕNIOS em forma , um forte abraço

carlosdomini disse...

o ANÔNIMO DAS 22:06 ME FEZ QUEMAR OS RESTO QUE ME RESTAVA DE NEURÔNIOS, MAS COMO PROMETI CONSEGUI O CAMINHO DA MESAGEM, NÃO SEI SE COPIA E COLA, SOU NOVATO EM INFORMATICA POREM SEMPRE APRENDENDO EM QUASE 71 ANOS DE VIDA:

http://mail.mailoi.oi.com.br/mail/?ui=2&ik=8e1ff070e7&view=att&th=132063f8aac53884&attid=0.1&disp=vah&zw

Anônimo disse...

PAROU? PORQUE?

Anônimo disse...

O Everton. perca um tempinho lendo a petição inicial e verás que não é contra Previ, contra BB, contra Fundos de Pensão e sim, contra artigos da Resolução 26 que permitem que patrocinadores fiquem com metade dos superavits. Vamos ler gente, antes de escever besteira!!!!

Anônimo disse...

Olá pessoal -

Amanheci muito feliz ....
Fogão Glorioso virou para cima do Nense - 2 x 1 .

Atuação de gala do time alvinegro.

Hoje vamos torcer para o Colorado
ganhar do Grêmio.

Assim Dr. Medeiros fica entusiasmado com seu Internacional
e solta um BINGO para nós amanhã.

Branquinho Botafoguense

Anônimo disse...

CARLOS DOMINI, PORQUE VC NÃO ME OUVE?

VAI LER LÁ NO NOSSO AMIGO MARCOS: NOTÍCIAS RELEVANTES. ESTÁ LÁ O QUE VC TEM AÍ.

VAI....AGORA!

Abraço.

Marco Antonio Orlando disse...

CARTA RENÚNCIA DO DOUGLAS/ANABB
Primeira Parte
Brasília (DF), 25 de agosto de 2011



Prezados(as) colegas,

Há 19 anos fui eleito para o Conselho Deliberativo Estatuinte da ANABB.

Há pouco mais de 18 (dezoito) anos fui convidado para compor a Diretoria Executiva.

Muito me orgulha ter sido um dos protagonistas de grande parte da maravilhosa história dessa grande instituição.

Durante esse período enfrentei três graves crises que se abateram sobre esta entidade.

Em 1993, em poucos meses de mandato, vi acontecer a primeira delas: o impeachment do presidente que me convidou para vir a ser Diretor. Em momento algum titubeei em tomar posição contra ele, tão logo os fatos mostraram que agia de forma antiética e em desacordo com os bons princípios da governança.

Em 1998, depois de retornar de uma campanha para Deputado Federal, no Rio Grande do Sul, me deparei com o início daquele que seria o maior período negro da história da ANABB, culminando em uma intervenção judicial atabalhoada.

E enfrentei os piores dias da minha vida. Muitos de vocês são testemunhas do que estou dizendo. Restou a alegria de ver, ao final, restaurada a normalidade pela própria justiça.

E agora, em 2011, lamentavelmente, outra crise se instala. Agora causada por denúncias graves do Corretor dos Seguros Decesso Complementar e Máster, da ANABB.

Seria bom se os Conselheiros da entidade procurassem analisar por que nos últimos anos a ANABB tem enfrentado importantes desavenças com aqueles que sempre foram considerados seus grandes parceiros.

Primeiro foi com o escritório de advocacia do Dr. Ivo Evangelista de Ávila que, de uma hora para outra, passou de parceiro a inimigo. Que razões levaram a isso? Ele realmente é um incompetente ou mal intencionado? Falta ou displicência nos nossos controles? Uma coisa salta aos olhos: certamente faltou maior controle da entidade para evitar, tempestivamente, as alegadas falhas que tanto prejuízo tem trazido à entidade e seus associados.

Marco Antonio Orlando disse...

CARTA RENÚNCIA DO DOUGLAS
Segunda Parte

Depois, a insana briga com o escritório de advocacia do Dr. Édino Franzio de Souza que, prestes a ver sacramentada a liquidação das ações de IR Kilometragem, foi desconstituído como patrono da Ação e brigou até recentemente para receber valores que alegava ter direito. Foi por falha da instituição que aditivou mal os contratos e não resguardou adequadamente os interesses da entidade ou houve falhas gritantes do advogado?

Mais recentemente, vieram à tona as graves denúncias do Corretor dos Seguros Decesso Complementar e Master e o rompimento com aquele que, até bem pouco tempo, parecia ser um grande parceiro da entidade. De repente virou inimigo, também?

O que leva grandes parceiros a se tornarem grandes inimigos de uma hora para outra? Faz-se necessário refletir e analisar muito bem o que pode estar acontecendo que nossos olhos não alcançam ou não querem alcançar. Não podemos agir cegamente.

A Comissão de Ética deveria ter sido instalada para apurar as graves denúncias a fim de elucidar os fatos e dar maior tranqüilidade a todos.

Por outro lado, todos vocês são testemunhas de meu trabalho e minha dedicação enquanto dirigente desta entidade.

Durante 4 desses 18 anos fui servir à CASSI, eleito por uma votação extraordinária, com total apoio da ANABB, a quem sempre honrei em todas minhas intervenções enquanto dirigente daquela Caixa, onde julgo ter feito um bom trabalho.

Após não ter recebido a oportunidade de concorrer a um novo mandato na CASSI, acatando resignadamente a decisão da ANABB, fui convidado a retornar a esta casa, que me acolheu como Conselheiro Estatuinte, em 1992 e como Diretor Administrativo e Financeiro, (atual VIFIN) em 1993. Depois de 9 anos à frente daquela diretoria mais um grande desafio me foi colocado ao ser eleito para a então Diretoria de Relações Funcionais, Aposentadoria e Previdência (hoje VIREF), que considero o coração pulsante da entidade e razão de seu enorme crescimento nos últimos 16 anos. Pouco antes de ser candidato, e vencer as eleições da CASSI, fui eleito para a Diretoria de Comunicação e Desenvolvimento (atual VICOM), missão que foi interrompida para honrosamente servir a nossa Caixa de Assistência.

Ao retornar, em 2010, encontrei uma ANABB muito diferente daquela que deixei em 2006.

Aqui encontrei um clima quase beligerante entre diretores, aliado a um enorme vazio de poder onde há um presidente de direito e um presidente de fato.

O presidente de direito não se envolve, como era de se esperar de um gestor que tem a missão de coordenar um grupo, e se submete as decisões quase que monocráticas de outro (ou outros), que exerce a função de presidente de fato.

Reuniões não são convocadas regularmente, contrariando determinação estatutária, e quando o são deixam a desejar na organização de pautas e assuntos a serem debatidos.

Marco Antonio Orlando disse...

CARTA RENÚNCIA DO DOUGLAS/ANABB
Terceira Parte

Decisões importantes são tomadas sem ampla discussão no colegiado da Diretoria, como a recente rescisão de um contrato de grande porte e contratação de nova Seguradora e nova Corretora para administrar os seguros de cujas apólices a ANABB é estipulante, entre outras. Tudo feito de afogadilho e ignorando a existência de outros dirigentes, talvez entendendo que, por já deterem a maioria dos votos não se fazia necessário o importante debate e até ouvir ou conhecer o contraditório, configurando-se em um ato autoritário e antidemocrático.

Enfim, o clima de boa governança corporativa não existe na atual gestão, na Diretoria Executiva.

Por outro lado, e talvez consequência dessa falta de boa governança, constata-se um péssimo clima organizacional entre os funcionários, muitos dos quais acatam seus superiores muito mais por temor do que por respeito.

Tudo isso certamente marcados pela falta de orientações claras e objetivas e, quem sabe, contaminados por acontecimentos recentes que provocaram situações de constrangimento muito negativas à entidade e a seus colaboradores, chegando ao ponto de funcionários demitidos ingressarem com ações de Assédio Moral e Sexual, contra dirigente da entidade.

Informações básicas que deveriam estar à disposição de todos os membros da Diretoria são sonegadas ou seus atendimentos retardados propositalmente provocando um clima de desconfiança e de falta de transparência.

Tenho solicitado, e não tenho obtido sucesso, acesso a vários documentos. Em junho passado, por exemplo, vendo frustradas minhas solicitações verbais, solicitei formalmente ao Senhor Presidente, e reiterei algumas vezes, cópias das atas da Diretoria, do Conselho Deliberativo e do Conselho Fiscal e respectivas respostas, no período compreendido desde meu retorno para essa Diretoria. Simplesmente não me foram fornecidas e, pior, não me foi dada qualquer explicação pelo não atendimento, em total desrespeito com o cargo de Vice-Presidente que exerço.

O Conselho Fiscal analisa balancetes e respostas aos seus relatórios sem sequer terem passado pela análise da Diretoria Executiva. Provavelmente os nobres conselheiros desconhecem a ausência desse procedimento. Não quero crer que aprovem esta atitude.

Os Relatórios trimestrais, com suas constatações e respectivas respostas da Diretoria jamais foram apresentados, desde meu retorno, para análise da Diretoria e sequer são dados a conhecer aos demais dirigentes, assim como balancetes mensais que só recentemente, após muita insistência minha, passaram a ser enviados pelo Contador, que certamente cumpria ordens superiores de não enviá-los regularmente.

Há indícios de forte descontrole de processos e informações gerenciais e contábeis, embora o esforço feito pelo contador da entidade em colocar tudo em dia. Assim foi com relação aos pagamentos de indenização e sorteios referentes aos seguros, que gerou forte polêmica, recentemente. Se existissem os devidos controles, nada de polêmico teria acontecido e nenhum associado teria sido prejudicado.

Preocupa-me, também, que não são adotadas medidas sistemáticas que visem reduzir despesas, evitáveis, como consumo de energia, contratação de funcionários, entre outros, a fim de evitar gastos desnecessários ou desperdícios.

Cito como exemplo os gastos realizados com os Encontros de Mulheres, realizados em março/abril deste ano quando foram despendidos cerca de absurdos R$ 700 mil, sem ter a aprovação formal da Diretoria, extrapolando, em muito, a verba estimada para esse tipo de evento. Surpreendentemente, alegam agora não ter recursos para imprimir o livro histórico comemorativo aos 25 anos da entidade que, aprovado pela Diretoria em 2010, levou quase um ano para ser elaborado e concluído com muito carinho e dedicação de todos que emprestaram seus conhecimentos para fazer um registro mais fiel possível da magnífica história desta entidade.

Gastos elevados e sem controle para uns eventos e nada para outros, talvez, ainda mais importantes.

Marco Antonio Orlando disse...

CARTA-RENUNCIA DO DOUGLAS/ANABB
Quarta Parte

A gota d’água veio no dia 15.08.2011: após o jornal Ação nº 212 estar concluído e remetido à gráfica para impressão, depois de um exaustivo trabalho da área de Comunicação para incluir o material da entrega do Prêmio Cidadania, fui surpreendido pelo dono da Gráfica ao me informar que o Presidente da ANABB havia sustado a impressão, sem meu conhecimento. Motivo alegado: falta de recursos financeiros, em vista da situação precária por que passa entidade. Essa é uma meia-verdade. A outra parte considero boicote ao meu trabalho.

O boicote se confirma quando fiz nova proposta, no dia 19.08, agora praticamente sem custos, que consistia em enviar o jornal, com caráter excepcional, via digital para todos associados detentores de e-mail no cadastro da entidade para não se perder o trabalho feito e as despesas já realizadas. Na reunião do dia 22, também foi vetada essa alternativa. Os argumentos agora eram políticos e não financeiros.

Porque não houve essa preocupação com a tempestividade de evitarem-se os gastos, a esta altura já consumados?

Para o evento das mulheres, liberados mais de R$ 700 mil, com alcance de pouco mais de 2.000 pessoas, sem questionamentos, e para levar a informação aos associados, corte radical, com suspensão de sua mais importante publicação.

Por outro lado, a ANABB é a única entidade, com exceção da Previ, que disponibiliza carro e motorista para os Diretores. A ANABB disponibiliza, inclusive, carro de luxo para uso exclusivo de seu presidente e outro para os demais dirigentes. Ora, se a situação inspira cuidados, porque não se desfazer desses gastos supérfluos, dispensando inclusive motoristas que ficam à disposição, muitas vezes ociosos, para eventual compromisso externo de seus dirigentes? Além disso, existem outros 3 carros para serviços gerais da entidade. Os cortes deveriam começar por aí.

Outro exemplo são os gastos feitos com a COOPANABB onde já foram alocados mais de R$ 6 milhões. São os recursos de mais de 100 mil associados bancando menos de 1.000 cooperados atendidos, nem todos, necessariamente, associados da ANABB.

A ANABBPREV é outro caso a ser analisado: em cerca de dois anos, tem menos de 1.000 participantes e a ANABB destina mensalmente mais de R$ 100 mil para manutenção dos gastos administrativos daquela entidade. Inicialmente aportou ali mais de R$ 1 milhão. Qual o retorno desses investimentos, exceto meia dúzia de novas filiações.

Ora, se estamos em dificuldades, tenhamos coragem de tomar algumas decisões que visem salvar a “galinha dos ovos de ouro” e não correr o risco de matá-la, para atender aos interesses de poucos.

Isso tudo me fez pensar e sofrer muito nos últimos meses.

Marco Antonio Orlando disse...

CARTA-RENUNCIA DO DOUGLAS/ANABB
Final

Acho que o poder na ANABB não vem mais sendo exercido com os olhos voltados para os exclusivos interesses de seus associados.

Entendo que a situação é preocupante e os associados começam a se movimentar e mostrar ansiedade com relação ao futuro desta entidade.

A decisão que ora tomo não o fiz antes porque tinha alguns compromissos com a entidade e particularmente com seus associados: a) Reconstruir a área de Comunicações da ANABB, como me foi recomendado ao ser convidado para retornar. Muitas medidas foram ou estão sendo implantadas para dar melhores condições à área. Passamos a oferecer aos associados o jornal Ação em formato digital, acompanhando as evoluções do mercado; b) Resgatar a história da ANABB nesses seus 25 anos de existência, deixando-a registrada para o futuro, em um livro histórico, muito embora diversos documentos tenham desaparecido ou se deterioraram por absoluta falta de preservação desse material. Para isso foi dado inicio à implantação da digitalização dos documentos da Comunicação, a fim de facilitar o acesso por todos e resguardar documentos históricos, entre outros; c) Retomar as campanhas de apoio aos Comitês de Cidadania e voltar a realizar o PRÊMIO CIDADANIA que, por razões que desconheço, não foi realizado em 2008, a fim de manter a tradição de realização a cada três anos, como fora definido pela entidade, anteriormente.

Encareço a todos que olhemos para esta entidade com olhos de quem quer ver, a tempo de protegê-la e dar-lhe vida longa para o bem dos que nela sempre acreditaram.

Assim, concluo que cumpri com minhas missões mais prementes nesta entidade. Bem ou mal, o tempo e os associados encarregar-se-ão de julgar.

Finalizando, por discordar, profundamente, da forma como vem sendo administrada a ANABB nesta gestão, diante de tudo o que relatei e do que mais desejaria registrar, é que tomo uma difícil decisão, talvez a mais difícil de toda a minha vida e que jamais sonhei ter de tomá-la.

Especialmente diante dos últimos acontecimentos, não mais encontro motivação para continuar. Por mais boa-vontade que eu possa ter não me resta alternativa.

Comunico, neste momento, aos associados da ANABB que entreguei ao Conselho Deliberativo, nesta data, através de sua presidente, carta de RENÚNCIA ao mandato de Vice-Presidente de Comunicação da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, retornando à condição de membro efetivo daquele Conselho, eleito que fui pelos associados.





DOUGLAS SCORTEGAGNA

Vice-Presidente de Comunicação

Anônimo disse...

No dia 13 de março, tomei conhecimento informal de que havia uma denúncia do Sr. Jadir Gomes da Silva, proprietário/representante da Guard Adm e Corretora de Seguros, empresa que é a corretora do seguro complementar e complementar máster da ANABB, na qual informava que estava cansado de ser chantageado pelo Sr. Valmir Camilo, presidente do Conselho Deliberativo da ANABB, com relação a pedidos de recursos financeiros que este estaria fazendo ao Sr. Jadir, como fruto do contrato da seguradora Tókio Marine com a ANABB. Segundo o Sr. Jadir, o Sr. Valmir teria criado uma empresa chamada Just Life Corretora e Adm de Seguros, com seus filhos, para a qual o Sr. Jadir fazia transferências de recursos.

fuzinelli disse...

Senhor DOUGLAS/ANABB
É muito fácil, quando o barco está afundando, dar algumas desculpas, pegar a unica bóia e tentar se livrar das tempestades. São muitos anos convivendo com a inverdade, aproveitando-se de cargos indicados e apoiados pela ANABB, e agora, um chorôrô só. É lamentável.

Anônimo disse...

Colegas da ativa,
Meus parabéns pelo seu dia, 28 de agosto! Recebi um torpedo do sindicato me parabenizando pelo dia, mas, não sou mais da ativa.

Anônimo disse...

É sr. Douglas, quando o barco começa a afundar vem aquela velha máxima: salve-se quem puder.

O sr. esta utilizando do mesmo artíficio do seu chefe Lula, que mesmo participando de tudo não sabia de nada.

Venha com outra história. A história verdadeira.

O que o sr. escreveu não espelha a realidade e os fatos realmente ocorridos.

Com essa carta o sr. espera o que?

Que nós vamos aceitar como verdade única. Participando de tudo por 18 anos o sr. acredita que alguma linha dessa carta vai sanar tudo o que de errado fez nesses 18 anos.

Tenha santa paciência. Não subemestime nossa capacidade. Chega.

Um dia o sr. vai pagar pelo que fez de errado, de alguma forma ou de outra, na terrena ou na espiritual, mas pagará.

Um simples carta não o redime de nada.

Anônimo disse...

Caro dr. Medeiros,

Parabéns pelo seu blog e pelo dia do bancário.

Esse episódio da ANABB vai render.

A corretora do Valmir e seus filhos é a grande vilã da história. A tal de Just life ou coisa que valha.

O Valmir se demitiu de conselheiro só para tentar enganar os incautos e demonstrar que não tinha conflito ético em nomear sua corretora de seguros como a corretora da ANABB no seguro decesso e complementar.

Mas não é ele que manda na ANABB ?


Não é ele que o Douglas se refere como o presidente de fato da ANABB ?

Pensa que somos bobos mesmo .

Mas isso não vai ficar assim.

Vamos responsabilizar ele e quem permitiu esse golpe.

Anônimo disse...

Colega Marco Antonio,

Desculpe se estou confundindo você com outra pessoa, mas você é aquele colega que se aposentou em 2007 como gerente de agência?

Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Desculpem todos os colegas de Blog, mas francamente agora ADIN foi finalmente ajuizada, eu somente tenho OLHOS para uma grande melhoria no ES, fim do ano vem ai, e muitos como eu, estamos precisando de um ES que alivie nossas dividas.
Quanto aos outros assuntos, francamente nao levem-me a mal, mas meu interesse ultimamente tem sido por melhorias reais no plano ou a larga ampliaçao do ES.
Com as promessas que nao foram cumpridas estamos novamente QUASE na estaca zero.
Estou deveras preocupado, mas nao com renuncias de dirigentes, estes nao precisam de melhorias, ja ganham ou ganharam o suficiente para cumprirem suas funçoes administrativas, preocupado estou com a situaçao de penuria que encontra-se muitos aposentados e pensionistas.
Tambem estou um tanto incluido nesta penuria, nao que passe necessidade, mas gostaria de poder pelo menos nao estar com algumas dividas atrasadas.
Espero que o ES venha muito melhorado, mas sendo realista, nao tenho grandes esperanças disto.
Acho que devemos continuar fortemente a pressao do ES, que adianta depois que a Previ vier com noticia sobre o ES que nao atenda as nossas necessidade nós protestarmos.
Medeiros, é agora ou nunca!!!


Nadir Souza Lima

Anônimo disse...

Nadir,

Não é meio triste termos que lutar por melhorias no ES em vez de termos melhorias nos nossos benefícios? Sempre que faço um empréstimo, me dá uma tristeza! Não tenho ES na PREVI há mais de 5 anos, porém, infelizmente, terei que contratar um empréstimo agora. Eu já era pra ter feito, mas estou esperando melhorias para fazer. Enfim, empréstimos nunca são uma boa opção. Empréstimo é bom quando é para adquirir um carro, quando só falta uma parte do dinheiro para a aquisição ou para comprar um outro bem. Pena que terei que fazer o ES pra cobrir despesas mensais.

Anônimo disse...

É triste que não haja mais espaço pra reivindicar melhorias em nossos benefícios. Afinal, onde estão os 4 bi que seriam usados para melhoria de benefícios até junho de 2011???? Não estou a par do que está acontecendo.

Marco Antonio Orlando disse...

Ao colega anönimo das 14:24.

Realmente me aposentei pelo PAA como Gerente de agencia em julho de 2007

Anônimo disse...

NO MEU CASO:

A corretora do meu seguro è a JUST LIFE. A seguradora é a ICATU, com apólice "bunitinha" emitida pela mesma, após 10 meses de solicitação, fui atendido. Se derem-me o cano, já instruí minha mulher, entre na justiça e busque seus direitos. Senta a PUA.
Ainda veremos muito mais desta caixa preta da ANABB, é pior do que a da PREVI. Esperem e verão, brevemente. Segundo a mídia, já tem outro peido podre soltando por aí.
Nada fica encoberto aqui nesta terra. Os dirigentes pagarão. A Mão Divina vê tudo. Nada Lhe passa despercebido. Podem acreditar.
A PREVI já está sofrendo minhas ações, se bobear a próxima será a ANABB.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Ao senhor como advogado, pergunto:
Em virtude das últimas notícias negativas envolvendo o nome ANABB, não seria de bom senso, pedirmos a intervenção do Ministério Público na entidade ou outra atitude judicial, para proteção aos associados que detem seguros etc?
Aguardo sua preciosa resposta.
Um abraço

Anônimo disse...

Espero que o ES, venha melhorado para alívio das nossas dívidas,a Previ poderia dar notícias sobre o assunto, conhece a situação dos assistidos, estamos sendo lesados por todos os lados, Termo de Ccompromisso que não foi cumprido, Cesta Alimentação que a Previ recorre até o último suspiro para não nos pagar, associações que nos traem descaradamente, como ficamos?
A ADIN saiu,muito bem, mas nossos 7,5BI ficaram agora legalizados para o BB, e nós com o que ficamos? só com a esperança de que a situação melhore, que sejam justos com os integrantes do PB1, que nos dêem o que é nosso, por direito, quando isso acontecerá? muitos de nós, com certeza já não estaremos aqui, portanto,hoje precisamos de um ES, que segure o comprometimento dos nossos benefícios, tão esmagados e defazados. PREVI LIBERE O ES 150/150, por humanidade e respeito aos aposentados e pensionistas que dependem da vossa consciência e boa vontade, se faz necessário esse socorro a grande parte dos assistidos do PB1 da Previ.

Anônimo disse...

Dr.Medeiros, Sr. Rossi e todos os colegas do Blog, vamos cobrar da Previ o Empréstimo Simples de R$150mil e 150 meses ou em 180 meses, espero que seja anunciado esta semana, a espera nos revolta demais, para nossa idade e dificuldade financeira é muita penúria passar por tudo que está acontecendo.

Anônimo disse...

Medeiros, seus contatos ventilam alguma novidade quanto ao ES?

Anônimo disse...

Medeiros e os seguros da ANABB?
DECESSO COMPLEMENTAR? ROUBARAM MESMO?
TENHO TODOS ELES.
PODERIA ME DIZER COMO ESTÁ?
AGUARDO UMA RESPOSTA.
SE ROUBARAM,QUAL O CAMINHO A SER TRILHADO PARA QUE OS MEUS BENEFICIÁRIOS NÃO SEJAM PREJUDICADOS APÓS MINHA MORTE?

Pensionista.

Anônimo disse...

Marco Antonio,

Não sou anônima. Posto como "Krystal" porque é essa a minha conta no gmail. Meu nome é Telma Saraiva, de Campinas. Eu também saí no PAA em 2007 e admito que às vezes (somente às vezes) me arrependo, sabe. Naquele ano foi muito bom eu ter aderido ao PAA pois pude fazer várias coisas que eu não poderia fazer se não tivesse saído.
Abraços

Anônimo disse...

Dr Medeiros, a Previ prometeu varias melhorias, não é mesmo? Eu acho que deveria cumprir com a palavra pelo contrario ficará muito feio, não achas?

Anônimo disse...

CURTO E GROSSO

PASSARAM A MÃO NO DINHEIRO DA ANABB

TEM RATO SAINDO DE TUDO QUANTO E CANTO

PERIGA TER DESTAS COISAS TAMBEM NA PREVI

ESTAMOS IMITANDO A QUADRILHA NO PODER

POLICIA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
OPS! ESTA TAMBEM E PETISTA !

Anônimo disse...

Em minha opinião, a ADIn sairá vitoriosa e eu acho que o banco nem vai ligar muito já que será pouco provável haver futuros superavits devido à constante queda das bolsas e à desaceleração mundial da economia.

FERNANDO disse...

MEDEIROS, sobre o post COLORIU AGOSTO - HOJE REALMENTE COLORIU O RIO GRANDE DO SUL, DE AZUL ,BRANCO E PRETO - MESMO COM ROTH. MEDEIROS, DESCULPE, TEM O TROCO. NUMA BOA.

Anônimo disse...

Caro Dr. Medeiros, permita-me usar este espaço tão bem frequentado, para uma nota de falecimento, especialmente dirigida aos colegas católicos, das regiões de Campinas, São Carlos e Bragança Paulista, em SP: faleceu, hoje, Dom Bruno Gamberini, Arcebispo de Campinas.
Recomendo, aos que o conheceram, a sua memória, pois deixa profunda marca de amor e fidelidade a Deus, na condução do povo a ela confiado.
Homem a ser imitado, por todos os queremos fazer desta vida terrena um tempo de justiça e paz.
Obrigado, Dr. Medeiros, pela oportunidade.
PAZ E BEM

Fernando Lamas
Valinhos(SP)

Anônimo disse...

Colega das 18:17

KKKKKKKKKKKKK
Rachei o bico de rir.......
Parabéns......

Anônimo disse...

VIVA O VALMIR CAMILO, DEIXEM O HOMEM TRABALHAR. AH COITADO...

Anônimo disse...

Nesse nosso Brasil só vemos CORRUPÇÂO!!!!!!!
CADEIA NELES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Colegas, vamos agora lutar pelo aumento do ES 150 x150 Todos estamos precisando.

Anônimo disse...

Colega anonimo do dia 28.08 às 15:31, a JUST LIFE é do Valmir Camilo (filhas e filhos), O que nós queremos mais.