O QUE ROLA É A BOLA

segunda-feira, 23 de junho de 2014

O que rola no momento é a bola.  Desculpem o infame trocadilho, mas infelizmente é isso mesmo que está acontecendo.  A Copa do Mundo da Fifa está atrapalhando e atrasando as decisões. Diga-se de passagem que não apenas na PREVI. Inúmeros empresários se queixam que não estão conseguindo trabalhar.  Fábricas estão paradas aguardando o final da Copa.

Hoje, por exemplo,tudo aqui em Porto Alegre fecha às 12,30 horas por conta do jogo do Brasil que vai acontecer às 17,00 horas.  Pode ?  E quarta feira, por causa do jogo da Argentina em Porto Alegre, não abrem as portas o comércio e os bancos. E´ feriado.  Pode ?  Assim fica difícil trabalhar. Temos que admitir esse contratempo.

Estou postando sem ter conseguido fazer a varredura completa com o técnico que me dá assistência. Por causa do meio expediente ele deixou para amanhã.  Portanto, desculpem os vírus.

Sobre a falta de notícias e o trabalho que está sendo feito pelos eleitos da chapa tres, repito o que informei na última postagem.  Está sendo ultimado o site da chapa tres, que será o veículo principal e oficial de informação.  Está em regime de urgência, nas mãos de uma empresa especializada, para que fique em boas condições de acesso. Talvez sela lançado esta semana ainda.

Sobre os blogs particulares dos eleitos não posso falar nada.  Cada um responde pelo seu. Conforme a Cecilia escreveu, cada um é responsável por seus atos.  Sei que o Ari Zanella está com um sério problema de descolamento de retina. Acho que é só entrarem no blog deles e solicitarem atualização. Ou mandarem emails.  Acho que ninguém está se escondendo.

De minha parte, venho agindo do jeito que posso, acompanhando de longe o trabalho da diretoria, mas estou realmente prejudicado pela Copa.  A reunião do Conselho Deliberativo, por causa de problemas de passagens de avião e de hoteis no Rio, este mes será realizada por video conferencia e só tratará de assuntos normais de acompanhamento. Acontecerá no dia 27.  Além disso é a primeira após a eleição e o ingresso dos novos membros.

  De maneira que, para mim, a reunião importante será a do final do próximo mes, que ocorrerá no Rio, para a qual poderemos pautar alguns temas relevantes. E considero de suma importância o encontro de Camboriu que se realizará em 7 e 8 de agosto, com a presença dos diretores eleitos. Uma ótima ocasião de manter contato pessoal e fazer cobranças, críticas ou sugestões, pois o encontro tem primado por ser democrático.  O Carvalho e eu certamente estaremos presentes também.

Assim, caros colegas, torna-se necessário um pouco de paciência.  Sei das ansiedades e das angústias de todos e sofro também com isso, especialmente com relação ao ES.  Mas não fui quem inventou a Copa no Brasil.  Fui contra desde o início.  Falei hoje com taxistas e comerciantes.  Todos me disseram que estão tendo prejuízo. E estão com medo da invasão argentina ára o jogo de quarta.

Por enquanto é isso.  Cada comentário que vocês postam vem em duplicata ou mais vezes. Um veio repetido em sete vezes.  Desse jeito fica impossível operar o blog. Afasto uma ameaça e logo em seguida vem outra.  Estou sendo bombardeado.  Identificaram o blog como ameaça e deu no que está dando. Entenderam, não é ? 

Portanto, vamos acompanhar o que rola e torcer hoje pela seleção se classificar. 

Prá frente, Brasil !

34 comentários:

Anônimo disse...

Coloquem os obstáculos que quiserem. Não arredarão o meu acesso ao seu blog. Já vencemos uma batalha e saímos fortalecidos para vencer a guerra.

Anônimo disse...

Realmente a Copa está travando tudo.
Minha irmã, que mora no RJ e é casada com um colega aposentado, necessita de uma cirurgia cardíaca para resolver uma estenose. Pouco antes do início da Copa, fez um cateterismo, que é o primeiro procedimento da cirurgia principal. O hospital onde ela fez este procedimento enviou no mesmo dia à Cassi toda a documentação para solicitar autorização para a estenose. Até agora a Cassi não deu retorno. Nos contatos, as atendentes informam que o atraso se deve à Copa e aos feriados que estão sendo decretados por conta do evento.
Só resta à minha irmã aguardar.

Cláudio

Fernando Lamas disse...

Ilustre Doutor Medeiros, saudações respeitosas.

“Esse Papa não precisa falar mais nada.”

Assim expressou-se o comentarista, Padre Roque Schneider, jesuíta, gaúcho de Cerro Largo, quando São João Paulo II, então Papa, subiu, lentamente, para o avião, na despedida da sua última viagem a Portugal. Ele disse isso, pois o Papa já quase não mais falava, consumido pelo Parkinson. Mas, de fato, não precisava, mesmo, falar mais nada: a sua presença já era luminosa, um discurso vivo, sobre a sabedoria divina.
Lembrei-me disso, após ler esta postagem sua, Doutor Medeiros.
O senhor está, assim vejo, como que explicando-nos do por quê não produzir mais.
Com toda a sinceridade, faço, então, um ligeiro paralelo, desse fato histórico acima, com a sua pessoa.
Pelo que acompanho, a sua história de vida o credencia a um arquivo moral, digno de imitação, como cidadão, profissional, esposo, pai, avô, amigo...
Não significa que eu o prefira, para veneração, apenas. Não!
Sem dúvida, sei que o senhor dará o melhor de si, no cumprimento do seu digno e elevado mandato na Previ, para lá conduzido por votação histórica, em favor de todos, mas, sobretudo, de muitos “irmãos mais novos” seus e das pensionistas, dispensando o merecido descanso maior do último quarto da vida.
Da minha parte, pois, não precisa explicar-se: já basta a sua beneficente luz, para orientar, aconselhar a “juventude” Previ Livre, Forte e de Todos.

Grato por tudo e PAZ E BEM!

“Se você encontrar um homem sábio, madrugue, para visitá-lo e que o seu pé gaste a soleira da porta dele.”
Eclesiástico 6,18-37.

Anônimo disse...

Paguei hoje minha parte da sucumbência por perder o processo judicial contra "Renda Certa- Verba P371 da PREVI".(TJ-RJ- 31ª vARA cÍVEL)

Fizemos com a UNAMIBB,(Belo Horizonte) que contratou Dr. Fernando Tristão Fernandes Advogados
(RJ e SP).
A tese da devolução das mensalidades além da 360º(após 30 anos de contribuição) foi aceita
em primeiro grau, e após reformada, pois entenderam que só devolveram "Renda Certa" aos que estavam na ativa, após 30 anos, não considerando que a PREVI recebeu além dos 30 anos também dos aposentados (ou pensionistas).
Achavam que já tinham suspenso TODAS as contribuições...
E agora ? todos voltaram a contribuir, inclusive os 13 mil beneficiados pelo "Renda Certa" ???
Pela lógica: estão retornando à PREVI os valores que receberam pelo famigerado benefício mal-dado do Renda Certa, beneficiando poucos apaniguados com milhares de reais...
Que lástima !

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Para saber como torcer me diga uma coisa: A Seleção perdendo facilita o ES 180 X 180 ou vice-versa?
Êta Cabra que sabe de tudo

Valim disse...

Caro Medeiros,

Meu computador será concertado,e protegido muito mais, e vou descobrir donde vem esses vírus, mas não adianta quem quer que seja, tentar interromper nossas comunicações.

Aí que me dá mais desejo de neutralizar o inimigo. Não gosto de falar e não ser respondido como já aconteceu no "Blog da Cecília", tenho quase certeza que ela não sabe disso.

De outra feita já tinha dito para Cecília Garcez de reuniões com os aposentados, nem que fosse na porta da PREVI, isso traria legitimidade e..., até criança compreenderia tal atitude e magnitude de tal gesto.

O Banco de Dados, vocês já possuem dos aposentados, mas não vão mandar cartinhas só em épocas de eleições, né ? Se for contra a lei usá-los, todos das antigas chapas usaram: penalidade neles, caso seja proibido...

"Os homens todos se assemelham por natureza. Eles se fazem diferentes pelos hábitos que adquirem" (Confúncio).

Puxa, falei que você era o " Roberto Marinho" das telecomunicações. Droga, chama uma pessoa altamente capacitada da PREVI para desbloquear uma das suas principais ferramentas de trabalho. Você foi eleito, trazendo a CHAPA 3 LIVRE, FORTE E DE TODOS com seu blog.INTERNET E ASSOCIADOS.

E veio do pessoal da ATIVA muitos votos, o trabalho não foi brincadeira, pode colocar AAFBB, ANABB, AABB, BBBB, CCBB, DDBB, que quem fez acontecer fomos nós.

Ninguém acredita em mais ninguém neste país. Não é desespero nem raiva. Quero ganhar não só a partida (batalha) quero o campeonato (GUERRA).

Staff existe para isso, caso contrário Lula não seria eleito e nem governaria. Vamos deixar esta falsa competência para lá. Agora é política pura, prioridades nas vontades e escolhas.

" A velocidade é a essência da guerra".

Se existe Copa, que tragam sonhos, projetos, e a reunião com os aposentados, na praia de Botafogo. Eu, nesse momento de paralização, até o CHILE, se estivesse na chapa percorria as agências agradecendo o apoio dos da ATIVA e que esperassem tudo de mim, em troca da confiança. Que diferença em ?

Medeiros, arregimente as massas, não pense que não quero colaborar,ao contrario. Ninguém duvidará de minhas palavras, o terreno está sendo perdido emocionalmente, será que me fiz entender ?

Limpeza no Blog do Medeirão é sua força de trabalho, que os capacitados da PREVI o façam.

Por favor Medeiros, você é formador de opinião, não me fale bem da CASSI, basta presenciar o que queriam fazer os planos de saúde, no pagamento de multa Medida Provisória), porquê ?

Porque sabem que negam procedimentos e protelam.

Valim.

OBS: Voltei, e não pedi para ninguém escrever que estava com saudades minhas, pois sei que estou bem com minha consciência.
Favor: REUNIÃO COM OS APOSENTADOS.

Anônimo disse...

De todos os problemas existentes, creio que o mais grave é sobre a cesta alimento. Temos que impedir que a PREVI nos cobre, pelo menos os atrasados. E que pare de continuar creditando, pois só agravará o problema lá na frente.

Anônimo disse...

Estou em Montevideo, Uruguai. Perguntamos ao dono de um restaurante se haveria atendimento normal amanhã, visto que o jogo Uruguai x Itália será às 13:00 h. A resposta dele: claro que o atendimento será normal, temos de trabalhar, ou morreremos de fome. E assim será por todo o Uruguai, que tem um povo,
que assim como o nosso, adora o futebol, mas que sabe eleger suas prioridades.

caos e ordem disse...

Sábias e belíssimas palavras do colega Fernando Lamas. O Medeirão, figura que tive o prazer de conhecer pessoalmente na NOVEMBRADA, certamente merece todos os elogios e respeitos, e por mais que seja enaltecido, sua pessoa sempre merecerá mais. Todos os que o conhecem estão confiantes de que com a CHAPA 3 virão dias muito melhores para os associados da PREVI. grande abraço ao Medeiros.

Anônimo disse...

Dia 20 de julho esta chegando. Coitado de nós...

Anônimo disse...

O discurso dos eleitos da chapa 3 mudou após a posse.Me sinto enganado mais uma vez.Depois de muitas cobranças a Cecilia mudou o post e o bla bla bla e o mesmo.
DECEPÇAO!!!!!

Anônimo disse...

A partir do mês de Julho, não pago mais nada, inclusive o IR que parcelei.Pela primeira vez na vida ficarei inadimplente e acho ate que meu nome ficara SUJO por culpa dos bandidos de plantão na previ/governo/bb......

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:

Solicito Vossa permissão, para postar a mensagem que coloquei em 23/junho/2014, no blog do ilustre Professor Zanella. Muito obrigado. Atenciosamente.


Acredito que à COOPERFORTE, nessa hora de angústia e incerteza, bem que poderia, URGENTE/URGENTÍSSIMO, "dar uma mãozinha". O prazo operacional está razoável, não necessita ser mudado, no entanto poderia ser aumentado o limite de quem precisar ou quiser, em pelo menos 5% (cinco por cento), até NOVEMBRO/2014 e/ou JANEIRO/2015, voltando em seguida, aos parâmetros atuais.

Anônimo disse...

Como ficarão os aposentados no mês de julho, com a volta da cobrança do empréstimo simples e nada do BET voltar. E agora Medeiros nos ajude por favor...

Anônimo disse...

Dr Medeiros, até o final da copa, nada poderá ser feito, entendemos a situação, mas esperamos algum alívio, já que as parcelas do ES voltaram a ser cobradas e muitos de nós sobrevivemos desse valor.
Peço para solicitarem a cooperforte algum auxilio nesse sentido.

Anônimo disse...

Dr Medeiros a solução seria entrarmos na justiça pedindo que descontem 30% apenas de tudo o que devemos inclusive da PREVI .Sei que muitos colegas já ganharam essa ação O mes de julho vai ser pessimo para a maioria

João Rossi Neto disse...

Caro Medeiros,

CONTRAPONTO:Não há paciência, amor e paz onde impera a fome. Faltando o dinheiro para o pão, remédios e gêneros de primeira necessidade, a tolerância passa a ser zero, implanta-se a discórdia e esta salta pela janela se for para morar debaixo do viaduto.

Pincei os tópicos 1 e 2 do texto publicado no blog da Diretora de Administração eleita, Sra. Cecília Garcez para tecer os seguintes comentários:
A- Realmente a posse é muito recente (02/06/14) e não é justo e nem razoável fazer exigências descabidas e nem esperar soluções definitivas no curtíssimo prazo para problemas que se arrastam a bastante tempo, sendo preciso ter paciência.
B- Contudo, é bom lembrar que os associados premidos pelas suas péssimas situações financeiras não têm tempo e muito menos reserva financeira mínima para isso, já que estão com a agua pelo pescoço. Que na Diretoria Executiva as decisões são por maioria simples, nós sabemos, todavia, cada Diretoria executa apenas as diretrizes estratégicas traçadas pelo Conselho Deliberativo, órgão máximo da instituição, o que equivale dizer que o Voto de Minerva é a palavra final, permeia e define todas as decisões do Fundo de Pensão. Importa dizer que seremos eternos escravos dos patrocinadores, enquanto vigorar os ditames da Lei Complementar 108/2001.
C- O item 2 da colega Cecília também não traz novidade alguma e simplesmente repisa o discurso da Diretoria Executiva e a redação exarada no artigo 8º da Resolução 26/2008 que determina o seguinte: “Após a constituição da reserva de contingência, no montante integral de 25% do valor das reservas matemáticas, os recursos excedentes serão empregados na constituição da reserva especial para a revisão do plano de benefícios”. Obviamente, sobre o excesso dos 25% incidirá os 50% do patrocinador BB, conforme reza o ardiloso artigo 15 da mesma resolução.
D- Como a Bolsa de Valores teve melhora significa no seu índice, com resultado positivo, estranha-se a posição deficitária do balancete da PREVI fechado até o mês de maio passado, noticiado pela Cecília, o que nos leva a concluir que houve aumento muito expressivo na Reserva Matemática para elevar a Reserva de Contingência a tal nível negativo, cujo fenômeno para essa majoração merece explicação detalhada.
E- Havendo excessos na reserva de contingência, automaticamente, sem a interferência exógena, teremos a constituição de reserva especial e a revisão do plano de benefícios de acordo com o artigo 20 da LC 109/20001, entretanto, parece pouco provável que, em médio prazo, teremos superávits no nosso Fundo, salvo se houver atualização atuarial do Ativo mais consentânea com a realidade do mercado, sem o conservadorismo exagerado aplicado no balanço de 2013.

(...) 1- A gestão da Previ é compartilhada e as decisões são colegiadas na Diretoria, tendo que haver maioria. No Conselho Deliberativo, o Banco tem o voto de minerva. Logo, é preciso que as propostas sejam fundamentadas e negociadas o tempo todo. Só o nosso voto não vai fazer com que essas propostas sejam aceitas.

(...) 2- Qualquer discussão de melhoria de benefício dependerá de um melhor resultado no Plano 1 que supere os 25% da reserva de contingência, o que até o mês de maio, os valores ficaram bem abaixo.

Por fim, fiz o “contraponto” em relação ao pensamento do Santo Agostinho que explicita com toda propriedade e legitimidade: “Não há para sabedoria onde não há paciência”, para explicar e suavizar a posição de que estamos sendo apressados e rigorosos, quando os pedidos são amenos, educados, nobres e justos. A falta de paciência é apenas aparente e vista por olhos melindrados e cheios de razão.

Anônimo disse...

Muito bem senhor Medeiros! Agora à sombra de uma boa bolada no fim do mês, os problemas dos outros foram empurrados para final de julho e agosto!Bem disse o Rossi: assumiu, sumiu...

Medeiros disse...

Caros colegas,

Estava testando o blog porque o técnico estava inserindo um novo anti virus. Vamos ver se funciona. Por causa desse teste alguns comentários foram liberados.

Entretanto, quero avisar que, assim como era antes, o blog vai continuar não permitindo a publicação de críticas a outros blogs, de maneira que a partir de agora nenhum comentário que se refira a publicações em outros blogs será publicado. Sempre foi essa a minha linha e vai continuar. Desculpem e compreendam. Nada de confusões. Cada um com seu blog. Nada de ataques para o lado, nosso adversário é outro. Está na frente. Essa estratégia de fogo amigo foi muito prejudicial na campanha e não conta com o meu apoio. A moderação começa neste instante.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Realmente a partir desta data meu sistema de defesa quando em navegação (antivírus, antispam, etc.) deixou de assinalar problemas com seu blog. Fico contente que seu técnico tenha resolvido o problema, pois suas informações são muito importantes para todos nos.

Everton disse...

Aneel autoriza reajuste de 35,05% nas contas de luz no Paraná
Olha o que devemos esperar após as eleições se antes dela as agências reguladoras aplicam isso ao consumidor. Imagina gasolina, pedágio, passagens e tantos outros preços controlados pelo governo

Anônimo disse...

Dr. Medeiros

Urge também ver e rever a posição das aposentadorias do PB1 chegarem ao limite de 30/30 avos e a isenção em caráter definitivo das contribuições. Fundo de pensão não foi criado para gerar lucro para patrocinador e sim para pagar benefícios, então precisa-se buscar a solução 'URGENTÍSSIMA' para estas duas situações. Acho que o único lugar no mundo onde aposentado paga contribuições é no Brasil. Ah diga-se de passagem que a própria previdência pública não cobra contribuições de aposentados. Se é por falta de inspiração, a PREVI já tem onde se espelhar.
CONCLAMO A TODOS OS COLEGAS A FAZEREM CORO COMIGO.
Abs.
CELSO BERNARDES
FORMIGA-MG

José Admir Paula disse...

Dr. Medeiros,

Acabo de receber em minha casa Relatório Anual 2013 da CASSI.

O assunto é mostrado em revista bem elaborada, feita com material de alta qualidade e de excelente impressão.

Por achar que nossa CASSI tem despesas vultosas com esse expediente, despesas perfeitamente evitáveis, gostaria de sugerir que a distribuição dessas publicações fossem feitas apenas entre associados que manifestassem interesse em recebê-las.

Um abraço.

Anônimo disse...

Uma sugestão: Aproveitar o tanto da imprensa internacional que esta no Rio e fazermos uma manifestaçao na porta da Previ mostrando o que acontece com os fundos de pensão sob o "comando do PT". A situação dos verdadeiros donos da Previ que e desesperadora apesar dos bilhões de patrimônio.

Anônimo disse...

Apoio o colega Celso para que seja criado um grande movimento pela implantação do 360/360 que inclusive foi uma das propostas da chapa eleita.O regulamento da Previ exige 30 anos de contribuição não 30 anos de trabalho.

Anônimo disse...


- Prá nós aposentados da PREVI SÓ NOS RESTA O DESCANSO, EMBORA O AVANÇADO DA IDADE, ATRAVÉS DO "ATO EXTREMO", valha-nos DEUS.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
A Previc, instada a se pronunciar no processo movido pelo MPF do Rio de Janeiro contra a Resolução 26/2008 não o fez.
O mais recente despacho é: "Ao MPF. Nada requerido, venham conclusos para sentença."
Será que jogaram a tolha?

Anônimo disse...

Mensagem: Face às dificuldades financeiras geradas pelo término antecipado do pagamento do BET, a volta da contribuição para a PREVI, o aumento dado em janeiro de 5,56% quando todas as categorias profissionais estão tendo aumento em redor dos 10%, solicito que em carater excepcional a PREVI prorrogue a suspensão do pagamento do Empréstimo Simples até o mês de DEZEMBRO DE 2014.
Saudações

João Rossi Neto disse...

Caro Medeiros,

É duro dizer a verdade, mas pior é a falta de esclarecimentos e de alerta dos eleitos que estão a par de tudo e não agem com franqueza e nem expõem os fatos concretos.

Cada associado deveria ser orientado a buscar remédio em outra farmácia, porque a PREVI não vai examinar e aprovar nada.

Não aguardem o dia 20 de julho. Antecipem a procura de outra saída financeira para equacionar os seus problemas, sobretudo, em novas fontes.

A inércia significa colocar passivamente o pescoço na guilhotina, haja vista que o desconto da parcela do ES é líquido e certo.

Seria sensato e coerente que a Diretoria Executiva desse a mão à palmatória e dissesse: Erramos e fomos excessivamente duros em cortar o BET que seria pago até o final de 2014, bem como falhamos em voltar à cobrança das contribuições, por isso mesmo, em compensação, para amenizar esse golpe baixo desferido contra os associados, efetivado em percentual absurdo, equivalente a um quarto dos proventos (25%), em uma única vez, vamos postergar as parcelas das prestações do ES por doze meses, como ação mínima para tentar reparar o rombo financeiro que lhes impingimos.

Claro está que a ação multiplicadora dos juros, em que pese o ES ter a menor taxa de encargos financeiros do mercado (5% a.a mais o INPC), logicamente vai acarretar elevação no saldo devedor dos empréstimos vigentes, todavia, forçar os associados a contrair dívidas em financeiras e agiotas, com juros extorsivos é o mesmo que empurrá-los para o abismo negro e para a insolvência total.

A Diretoria Executiva repetiu inúmeras vezes que o Fundo de Pensão está superavitário e isso é verdade, que é correta a sua estratégia em manter o grosso dos recursos em Rendas Variáveis, acreditando que em breve teremos novos superávits, então, porque a virulência e rigorosidade em negar uma simples dilação no prazo por mais seis meses.

Tudo que os associados podem contar, com segurança, sem depender de terceiros, sejam eles eleitos ou não, é com a 2ª parcela do 13º salário em novembro/14 e com o reajuste nos benefícios, em janeiro/15, cujo índice acumulado deverá girar em torno de 7 a 7,5%.

O Diretor de Seguridade se quisesse poderia ser peça chave nessa decisão, uma vez que as prorrogações e elevações no limite do ES são da sua alçada e não dependem da chancela do Conselho Deliberativo, entretanto, mantêm a perseguição e castiga sem piedade os devedores.

Anônimo disse...

DR MEDEIROS VAMOS BINGAR AÍ POR QUE A COISA AQUI TÁ FEIA.

RESOLUÇÃO 26/2008 , no Senado Federal disse...

Quarta-feira, Dia 02/07/2014 as 14 horas:
Audiência Pública na Comissão de Assuntos Econômicos (C.A.E.) do Senado Federal.

Isa Musa e Ruy Brito vão expor a todos a Resolução 26/2008 através do Projeto PDS 275/2012 do Senador Paulo Bauer e outros, que deu ao BB R$ 7,5 bilhões do Plano 1 da PREVI.

Estarão à mesa o Secretário de Políticas de Previdência Complementar, Dr.Jaime Mariz de Faria Jr. o Diretor Superintendente da PREVIC, Dr. José Maria Rabelo, o Representante da ABRAPP e da Advocacia Geral da União.
A TV SENADO vai transmitir a audiência .(Não haverá jogo da Copa)

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

O "bicho" esta pegando novamente. Meu sistema de navegação voltou a informar que seu blog é suspeito (no caso o alerta partiu do SiteAdvisor do McAfee Security Center).

WILSON LUIZ disse...

Já começam a aparecer comentários cobrando dos diretores e conselheiros recém-empossados benefícios imediatos aos associados. Em política, quando alguém assume cargo pela primeira vez, costuma-se dar “100 dias de graça”, período em que ele deverá mostrar suas intenções, acho que deveríamos dar este prazo de confiança a nossos eleitos, afinal eles tomaram posse há apenas 3 semanas. Penso, apenas, que o problema mais premente é o reinício da cobrança das prestações do empréstimo simples, a partir do próximo mês, e que eles deveriam tentar conseguir que a suspensão fosse prorrogada por mais 4 meses (julho/outubro); em novembro, sai o 13º, e em janeiro o reajuste anual, que deverá ser de, mais ou menos, 6,5%, isto aliviará um pouco nossa situação.

Fernando Lamas disse...

Ilustre Doutor Medeiros, saudações cordiais.

De fato, Dr. Rossi, é incompreensível essa resistência, provocada pela Diretoria: os técnicos, são dos melhores, sabem de tudo por que passamos e a raiz disso e possuem um vasto banco de dados, para agir que dispensa qualquer explicação nossa e, somado a isso, o público alvo, os associados, é uma "clientela" segura, um seguimento tranquilo, para lidar, pelos benefícios recebidos e pela manutenção de Fundos garantidores.
P O R É M, penso que, quando a técnica é submetida à política, ah, meus caros colegas, muda tudo, tudo, concordam?

Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Quem recebe a vocês, recebe a mim e, quem me recebe, recebe aquele que me enviou."
Mt 10,40.