RUMO AO RIO PARA A POSSE NA PREVI - OBRIGADO A TODOS

domingo, 1 de junho de 2014

Amanhã devo viajar ao Rio de Janeiro para tomar posse na PREVI, em cerimonia que será realizada às 17,00 horas no auditório do Centro de Convenções CBC - Colégio dos Cirurgiões, na Av. Visconde de Silva, 52,  em Botafogo. Voces aí do Rio que votaram em nós da chapa tres, compareçam, são meus convidados. Digam isso na recepção: convidados do Medeiros. Se forem barrados, me chamem.

Estive tres dias isolado numas termas, sem possibilidade de usar o celular e com o sinal da internet muito precário, relaxando, festejando a vitória e meu aniversário de nascimento, 76 anos, e de bodas, 51 anos.  Voltei renovado e rejuvenescido com uma tal de lama negra, pronto para enfrentar essa nova jornada de minha vida.

Agradeço sinceramente todos os cumprimentos recebidos, alguns verdadeiramente me emocionaram, e peço um pouco de paciência para que possa responde-los. Somados precariamente, por enquanto são mais de tres mil emails, fora os comentários do blog.  E´ um prazer imenso sentir que a vitória foi compartilhada entusiasticamente por tanta gente. Delícia pura. Obrigado, obrigado e obrigado do fundo do coração.

No site da PREVI estão os números detalhados da votação por Estado.  Vale a pena examina-los e extrair deles as lições necessárias que possam servir para o próximo pleito que vai acontecer daqui  dois anos, fundamental também porque vai eleger dois conselheiros deliberativos e um diretor.  Torcemos que sejam eleitos associados alinhados com nossas propostas e nossos ideais de autonomia perante o Governo, o BB e os grupos sindicais ligados a partidos políticos. A PREVI é só nossa. De mais ninguém.

O que revela a verdade dos números da eleição ?

Primeiramente o óbvio, na votação do pessoal da ativa, 79% votaram, ganhou a chapa quatro por 1.400 votos. Ela fez 18.867 votos contra 17.408 da chapa tres.  Mas aqui já cabe uma observação. Ao contrário do divulgado na mídia por eles antes do pleito, essa diferença, desta vez, não foi suficiente para ganharem a eleição. Houve um despertar significativo dos colegas da ativa, conforme previ numa postagem, que reagiram de maneira digna não votando na situação, encurtando a diferença, quase empatando.

Dessa forma, quem definiu a eleição a nosso favor foram os aposentados e pensionistas, justamente aqueles que foram desconsiderados como força eleitoral, por causa de sua acomodação e alienação. A chapa tres teve 16.840 votos enquanto a chapa quatro teve apenas 6.240 mil votos, uma diferença gigantesca e decisiva de dez mil votos. Isso que a chapa da situação contava com o apoio financeiro da maior associação de aposentados do país, a AAFBB, que tem quase 35.000 associados e tinha sua  presidente executiva como candidata a diretora da Previ e seu presidente do CODEL como candidato a conselheiro deliberativo.

Interessante é fazer alguns destaques.  O percentual de participação dos aposentados e pensionistas foi de 33, 6%.  Votaram mais de trinta mil. Amazonas teve 42,8%, o Rio Grande do Sul teve 41,6% e o Rio Grande do Norte 40,8% de votantes.  Parabéns. Quem sabe nossa média no próximo pleito será essa de 40% que esses tres Estados conseguiram. Obrigado ao meu Rio Grande do Sul, que correspondeu ao chamamento feito pela AFABB RS. Valeu.

Quanto ao número de votantes de pensionistas e aposentados em nossa chapa tres, o primeiro lugar coube a São Paulo, com 3.225 votos, o segundo lugar ao Rio Grande do Sul, com 2.719 votos, um recorde, esses 19 votos de quebra conquistados por mim no último dia nas termas no grupo da AABB POA, e o terceiro lugar Minas Gerais com 1.988 votos. Obrigado de novo ao meu Rio Grande do Sul. Uma votação verdadeiramente emocionante. Só com esses tres Estados já suplantamos a chapa quatro. Sensacional.


A vida dá voltas. A gente se surpreende. Eu realmente nunca pretendi retornar à Previ depois que de lá me despedi em maio de 2006, na condição de presidente do conselho fiscal. Não compareci na cerimonia de transmissão em sinal de protesto. Já me consideravam carta fora do baralho na época e me aborreci com algumas coisas. Saí chateado, recebi a placa pelo Correio. Ameacei pendurar as chuteiras. Mas, provocado, voltei à luta. Realizei o peladaço, fui um dos líderes da novembrada e criei o blog do Medeiros, voltei à presidência da AFABB RS. Achei que não podia fugir da raia, me recolher, deixar de ser protagonista. A hora era de agir e de resistir. Por isso estou aqui de volta, graças ao apoio e ao voto de voces que comungam dos mesmos ideais e dos mesmos sentimentos de revolta e indignação.

Faço parte de uma chapa homogênea, de pessoas capazes,  bem intencionadas e que pretendem cumprir as propostas de campanha, um grupo cujo único dono é você, o associado ou associada da PREVI. Contem conosco. Nos dêm um voto de confiança. A Previ é nossa. Lutaremos por uma Previ Livre, Forte e de Todos nós.

Me acompanhem como seguidores do blog. Claro que ele continuará. Eu prometi, eu cumpro. Com bingo e tudo.

Meu brado também é o de sempre: VAMOS QUE VAMOS !  (E não é que fomos mesmo ?)





69 comentários:

HELENO PINTO NOBRE disse...


SINCERAMENTE VOU REPETIR ; NEM ME CANSAREI JAMAIS. QUEM DEVE AGRADECER SOMOS NÓS QUE ESCOLHEMOS VOCÊS PARA NOS REPRESENTAREM .
MAS O FEEDBACK QUEM DEU OU O INCENTIVO FOI VOCÊS UNIDOS . TU ; O ARI ZANELLA; A CECÍLIA ; O CARVALHO E TODOS OS QUE SE UNIRAM PARA NOS AJUDAR TENTAR RASPAR A CAMARILHA QUE HAVIA TOMADO CONTA DA NOSSA ; REPITO ; NOSSA PREVI .!

NÓS SEREMOS ETERNAMENTE GRATOS POR ESTA ATITUDE ALTRUÍSTA DE VOCÊS. CONTRADIZENDO A MAIORIA DE MARAJÁS ACOMODADOS . SEREMOS ETERNAMENTE GRATOS .

SEI QUE É O ÍNICIO ; NEM TUDO ESTA RESOLVIDO ; EMBORA A NOSSA ALEGRIA EM PODER VER ALGUÉM QUE PENSA COMO NÓS NOS REPRESENTAR .
AGUARDAREMOS VOCÊS TOMAREM A INICIATIVA DE NOS FAZEREM DE NOVO FELIZES. VOCÊS SÃO PESSOAS ALTRUÍSTAS JAMAIS EGOÍSTAS ; POIS NEM NECESSITARIAM ESTAR ENVOLVIDOS .

NÓS OS APOSENTADOS ; AS PENSIONISTAS ; POR DEMAIS PREJUDICADAS E ALGUNS COLEGAS DA ATIVA QUE FORAM SENSÍVEIS AS NOSSAS VISITAS E CONVITES DE VOTAREM NA CHAPA 3 .

MUITA SAÚDE PARA TI E FAMÍLIA E A DE TODOS OS COLEGAS ENVOLVIDOS E A DÍVIDA QUE SOMOS DEVEDORES É IMPAGÁVEL . MAS EU TENHO ESTA NOÇÃO E SEMPRE LEMBRAREI DE TODOS OS ESFORÇOS QUE VOCÊS FIZERAM PARA QUE NÓS VOLTÁSSEMOS A RESPIRAR .

QUEM DEVE AGRADEDER SOMOS NÓS . PELO MENOS NA MINHA CABEÇA . BOA ESTADA NO MOURISCO E QUE TODO O PESSOAL QUE PUDER COMPARECER PRINCIPALMENTE OS COLEGAS DO RIO DE JANEIRO E QUE POSSAM FAZER UM "ESTARDALHAÇO" LÁ NO MOURISCO . VOCÊS PODEM . E AGORA ELES SABEM QUEM SÃO OS "VELHOS TRAMBIQUEIROS". PARA ESTA CAMBADA DE CANALHAS QUE JÁ SE ACHAVAM OS DONOS DO PEDAÇO. FAÇAM BASTANTE BARULHO NO TAL D O MOURISCO. POR NÓS QUE NÃO PODEREMOS ESTAR PRESENTES .

OBRIGADO A TODOS É OS MEUS VOTOS E SENTIMENTOS PREZADO COLEGA . JOSÉ MEDEIROS E DEMAIS COLEGAS BRAVOS LUTADORES .!!

HPN; MATRIC. 3984740-3 ; JAMAIS ANÔNIMO E NA ESPERA DAS REFORMAS ; FUTURAMENTE .!!! ESTAMOS NA EXPECTATIVA QUE ALGUMA COISA NOS AJUDE . PARABENS E BOA ESTADA NA EX-CIDADE MARRAVILHOSA . AHAHAHAHAH . TE CUIDA .!!!!!

EU ESTOU SEMPRE LIGADO .!!! NÃO ESQUECEREI JAMAIS DE VOCÊS TODOS .!!! OBRIGADO

Medeiros disse...

Obrigado Heleno a ti e ao Rovere que fizeram um excelente trabalho na campanha. Assim que puder vou fazer uma visita especial a voces de agradecimento, para bater um papo e tomar umas cevas.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Que orgulho me dá de ser gaucho e aposentado quando vejo esses números grandiosos da votação aqui no RS. Você nos animou a sair da poltrona e votar. Vamos chegar a 50% na próxima eleição. Valeu gauchada. Não podemos se entregá pros homens, mas de jeito nenhum. O medeiros nos representa.

Anônimo disse...

Claro que nos representa. Ele é de |Uruguaiana, da fronteira, da Califórnia da Canção Nativa, filho do dr. Cachapuz de Medeiros, gente buena.

Paulo.

HELENO PINTO NOBRE disse...


GOSTEI DESTA PROMESSA E FAÇO QUESTÃO DE ESTAR PRESENTE E TE DAR AQUELE ABRAÇO DE GAÚCHO .
FIQUEI CONTENTE EM SABER DESTA NOVIDADE . QUANDO VIERES FAREI QUESTÃO DE ESTAR PRESENTE .
TE RECEBEREMOS COM A MAIOR ALEGRIA. VOU AGUARDAR ANCIOSAMENTE .

VALEU GRANDE JOSÉ MEDEIROS. BOA VIAGEM AO RIO DE JANEIRO- A EX- CIDADE MARAVILHOSA; EU AQUI NA ESPERA DA VISITA; HPN; MATRIC. 3984740-3 ; JAMAIS ANÔNIMO . NA ESPERA . AHAHAHAHAHAHAHAH

ricardo o.c. albuquerque disse...

Colegas.
Neste momento de alegria quero apenas externar um posicionamento. Parece-me, smj, que o sr.Dan, se vestisse mesmo a camisa BB repensasse sua situação perante os assistidos, ex -associados e ex donos da entidade e abrisse mão de sua recondução. Seria um ato altruístico. abraços e parabéns para todos nós ricardo

Rosalina de Souza disse...

Prezado Dr.Medeiros,

Os que têm fome e sede de justiça.

A fome aqui não é fome que a gente tem antes do almoço, “Estou com fome!”.

É a fome de uma pessoa que não tem absolutamente nada para comer.

É a sede de um moribundo desesperado para beber água.

Quanto desejamos justiça ? É quando um homem morrendo no deserto deseja comer e beber.

Qual é a natureza dessa justiça.

Justiça moral é o caráter e a conduta que deve agradar a Deus, devemos desejar ardentemente um coração que agrada a Deus.

Sede é um sinal de saúde, quando não temos apetite, isso é motivo de preocupação, como é triste ver as pessoas sem a fome e sede de Deus! Apenas em Deus podemos saciar a nossa sede e matar a nossa fome.

Justiça social uma grande peocupação dos profetas menores foi com as injustiças que prevalecem na sociedade, “visto que pisais o pobre, e dele exigis tributo de trigo (Amós 5. 11) , procedendo dolosamente com balanças enganadoras, para comprarmos os pobres por dinheiro, e os necessitados por um par de sandálias” (Amós 8.5,6).

Esta é a bem-aventurança do espírito faminto, porque será farto com a plenitude da vida de Cristo!

Nós pensionistas sentimos bem representadas nesta posse dos colegas eleitos CHAPA 3, PREVI,LIVRE,FORTE E DE TODOS.

Continue sempre no bom combate, porque o GALARDÃO de vocês se agiganta e avoluma na Presença do Senhor.

Fostes abençoado hoje na reunião da nossa igreja da Graça, sede em Goiânia,nas premissas com o nome incluso no livro de orações.

Mais uma vez, meus parabéns.

Atenciosamente

Rosalina de Souza
Pensionista
Matricula 18.161.320-4

Unknown disse...

Votei na chapa 3 não só porque confio nos princípios pelos quais se pautam seus integrantes, mas porque, como bem o disse o Dr. Medeiros, devemos pensar desde já nas próximas eleições, daqui a dois anos. E, com esse naipe de batalhadores dentro da PREVI, teremos melhor possibilidade da escolha adequada dos futuros candidatos -- ou seja, que estejam alinhados com nossos anseios e propósitos.

Luiz Faraco - Florianópolis-SC

Raimundo disse...

Dr. MEDEIROS,
Desejo-lhe e a todos os componentes da nossa chapa, a força, a luz,o dicernimento que só advem com a ajuda do SUPREMO.Sei que vão encontrar obstáculos mas não desistam jamais, na luta do bem pode ocorrer algumas derrotas mas, no fim, a palma da vitória ser-lhe-á oferecida. Tem muito gente ao seu lado, ao lado da chapa 3.

Raimundo disse...

Dr. MEDEIROS,
Desejo-lhe e a todos os componentes da nossa chapa, a força, a luz,o dicernimento que só advem com a ajuda do SUPREMO.Sei que vão encontrar obstáculos mas não desistam jamais, na luta do bem pode ocorrer algumas derrotas mas, no fim, a palma da vitória ser-lhe-á oferecida. Tem muito gente ao seu lado, ao lado da chapa 3.

Barreto disse...

Grande Medeiros!!!
estou emocionado com o que colocastes no post acima.
Sou da Bahia e acompanho seu blog há bastante tempo.
muita PAZ, SAUDE e CORAGEM na nova empreitada.

antonio barreto
Alagoinhas-BA

Pompeo Corradi - MOCOCA SP disse...

Prezado Dr. Medeiros com certeza voce foi o grande vitorioso da chapa 3, pois conseguiu nos estimular a trabalhar em prol de uma mudança. Confiamos em todos voces e com certeza seremos correspondidos. O Salmista deixou nos o ensinamento a seguir para que possamos ter vitória sempre : "Os que confiam no SENHOR serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre." (Salmos 125:1) Que Deus o abençoe grandemente e que possas sempre continuar confiando em Deus. Um grande abraço.

Anônimo disse...

Carvalho e Dr.Medeiros para Presidente/Vice da República, esta será minha NOVA META.

Ademir Medeiros Martins
Bal.Camboriúj(SC)

Medeiros disse...

Ademir,

Quero agradecer aqui o teu esforço e trabalho fecundo em prol da chapa tres, você foi um dínamo. Mas que brincadeira essa, hem ? Forte abraço e até Camboriú.

Medeiros

Medeiros disse...

Caro Ademir,

Acho que me enganei falando até Camboriu, você não vai na nossa posse no Rio ? E´ meu convidado especial, como soldado desde a primeira hora da campanha e tua associação também.

Medeiros

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Dr.Medeiros,
Já disseram que "triste é o povo que necessita de heróis". Mas, infelizmente, é o que acontece no nosso pobre Brasil e na nossa Previ.
Quer dizer, se tudo viesse sendo administrado por pessoas honestas e idealistas, a nossa realidade seria diferente. E nós não precisaríamos que um grupo de verdadeiros heróis, composto pelo senhor e todos aqueles que lutaram por essa brilhante vitória tivessem que se expor a todo esse desgaste. Parabéns a todos. Enfim, "a esperança venceu a acomodação".

Aos colegas que forem assistir à posse sugiro que se vistam de camisetas com a célebre frase do Obama: "YES WE CAN".

José Ferrari disse...

Acho que nós aposentados e pensionistas é que estamos de parabéns pela vitória da chapa 3. Vocês terão uma luta árdua pela frente. Confio plenamento no senhor e na Cecília. Vamos lá. O senhor disse que tomou banho de lama, mas deveria ter deixado para quando for empossado na Previ. Lá sim tem muita lama, mas também muito fedida. Espero sinceramente que vocês consigam, se não acabar com ela, pelo menos amenizar. Um grande abraço.

Anônimo disse...

G.Giongo disse, etc...

Prezado Dr. Medeiros,
Parabéns pela nova investidura e esperamos seja consagrado como nosso Dr. Joaquim Barbosa na Previ.
Abc do g.giongo

Anônimo disse...

Dr. Medeiros

Como nossos eleitos serão minoria na Previ, sugiro a criação de um fundo - FUNDO DE MOBILIZAÇÃO DOS ASSOCIADOS DA PREVI, com o intuito de cobrir despesas de deslocamentos, principalmente dos associados do Rio de Janeiro e proximidades convocados por ocasião de grandes decisões.
De minha parte classificaria as doações como investimento futuro e representatividade.

Um abraço.

Anacleto Lavarda - Sarandi/RS.

rafael campagnoli disse...

Caro dr Medeiros, não podemos nos iludir. A manutenção do Dan tem objetivos bem definidos pelo patrocinador. Ele se mostrou homem de confiança total do patrocinador e não pensou nos verdadeiros donos da Previ: acabou com o BET e retomou as contribuições, explicando da mesma forma que ele fazia nas grandes reuniões de administradores quando era diretor da Disap, em SP.E vimos pela ação civil pública movida pelo MPF que ele não cumpriu a tal Resolução 26 para destinar os R$7,5 bilhões ao BB. Não brinquem com ele. Eu tenho muito medo dele e do Marcel. Eles fizeram e acho que continuarão fazendo muito mal a nós, aposentados. Eles não gostam da gente. Espero que me provem o contrário, se puderem.

Medeiros disse...

Rafael,

Acho que toda caminhada começa com um pequeno passo, que nós já demos nesta eleição. O seguinte é na próxima. Vamos virar o jogo. Basta acreditar que nós podemos.

Diego Lopes Silveira disse...

Com orgulho, digo que meu grão de areia ajudou a formar as dunas que soterraram a chapa pelega! Quando precisar, é só chamar amigo Medeiros!

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Mais outra da JBS (Friboi). Todo cuidado é pouco. É preciso saber o que se passa nos bastidores da PREVI ou que já passou e não sabemos. Corre a boca solta que o Ex-Presi tem uma relação muito próxima com esse grupo.


JBS-Friboi faz mudança relâmpago em estrutura de controle acionário

Alexa Salomão e Josette Goulart - O Estado de S. Paulo

01 Junho 2014 | 06h 00

Posição de Bertin e Blessed, sócio em paraíso fiscal, foi alterada após‘Estado’ buscar informações sobre elas com Bolsa, CVM e J&F

A companhia global de alimentos JBS, dona da marca Friboi no Brasil, tem entre seus principais sócios uma empresa chamada Blessed - ou “abençoado”, em inglês. Ela está lá desde 2010. Divide com o Bertin, outro sócio, um fundo que sempre teve uma fatia expressiva da JBS. Na sexta-feira, porém, esse fundo sofreu uma mudança relâmpago dentro da estrutura acionária da JBS, afetando drasticamente a posição das duas empresas.

Ao amanhecer de sexta-feira, a Blessed detinha 13% do JBS - algo como R$ 2,8 bilhões, considerando seu valor de mercado no dia. Ao anoitecer, passou a ter 6,6% - R$ 1,4 bilhão. O mesmo ocorreu com o Bertin, cuja participação também caiu pela metade. No jargão do mercado, elas foram diluídas. Mas ganharam pequenas fatias de outras empresas do grupo da família Batista, que controla a JBS, como a Eldorado Celulose.



Pessoas próximas ao Bertin, que pediram para não serem identificadas, contam que a mudança pegou a direção da empresa de surpresa. De fato, uma reestruturação está em curso, mas o processo exige estudos que não foram concluídos. De acordo com o diretor executivo de Relações Institucionais da JBS, Francisco de Assis e Silva, a mudança foi feita “a pedido da CVM”, a Comissão de Valores Mobiliários, o xerife do mercado de capitais. Mas o executivo não soube informar quando e por que o pedido foi feito.

Silvana disse...

Parabéns, Dr. Medeiros, pela linda vitória. Faço parte dos 40,8% de votantes do Rio Grande do Norte que votaram na chapa 3, com muita esperança da vinda de dias melhores para as pensionistas.
Um forte abraço e boa sorte nas nossas questões futuras.

Paulo Beno disse...

Lendo o Parecer Atuarial do Plano 1 na "Demonstração Atuarial" 2013, que a atuária Cleide transmitiu à Previc em 20/3/2014 e publicada no site da PREVI recentemente, lamentamos profundamente as REVERSÕES dos Fundos de Destinação da Reserva Especial (R$ 6,123 Bilhões)para a recomposição da Reserva de Contingência (art.18 da Resolução CGPC nº26/08), principalmente:

R$ 2.865.128.038,49 dos Participantes e,
R$ 698.481.969,10 do Fundo de Contribuições.
Notamos que são quase R$ 700 milhões que poderíamos estar usando no recolhimento de nossas contribuições mensais à PREVI (Plano 1) e que nem cócegas fazem no atual "superavit técnico" que baixou em R$ 4,162 bilhões no 1º trimestre de 2014, caindo para R$ 20,597 bilhões (17,64% das Reservas/provisões matemáticas), que subiram em R$ 2,502 bilhões, atingindo R$ 116,723 bilhões neste 1º trimestre/2014.

Fonte: "Painel" no site da PREVI.


Julgamos que a primeira batalha deve ser a suspensão das contribuições, pois até o BB é a favor e todos agradecem.
As demais melhorias estão elencadas nas propostas da Chapa 3 e da Chapa 4.



Boa posse. Felicidades e
BOM TRABALHO A TODOS.

Paulo Beno - Carazinho (RS).

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Vide abaixo.

Comentário encaminhado por mim ao blog da Cecília Garcez em sua última mensagem das 10:34 de 29/05/2014.

Dna. Cecilia,

Fiquei muito constrangido e não gostei ao ler essa mensagem quando a senhora utilizou em uma frase "nosso grupo".

A cultura no meio das associações dos funcis do BB esse termo de grupo é muito utilizado para designar pessoas que dominam essas associações chefiadas por pessoas sem compromisso com os objetivos delas, o bem estar dos seus associados.

E esses grupos só usam as instituições em proveito próprio e sempre subservientes ao poder central, prejudicando em muito seus associados.

Então, para mim, grupo significa reunião de pessoas com objetivos escusos.

Nós não somos grupo somos associados da Previ.

Parabéns pela vitória, capitaneada pelo ilustre Medeiros, e que sejam os gestores de um novo tempo e que promovam mudanças que todos esperam.

Boa sorte

Antônio Eustaquio

Fernando Lamas disse...

Ilustre Doutor Medeiros, saudações cordiais.

Caros colegas, especialmente, o prezado Rafael(19:20), o Presidente da Previ, Dan Conrado, reconduzido ao cargo, sempre falou da sua obrigação de cumprir Leis, Normas, Resoluções, etc.
Penso que, de fato, o desempenho de toda a Diretoria e do CD deva ser exercido sob todo esse ordenamento QUE SUBMETE A TODOS. Com isso, penso que este ou aquele dirigente nunca deverá atropelar o ordenamento e, se o fizer, deverá ser interpelado, sob pena, até, de perda de mandato, além de outras possíveis consequências penais.

Todavia, como já expressei, antes, confio na COMBATIVIDADE dos eleitos, claro, no zelo, pela segurança e perenidade dos Planos, sendo eles vigilantes no cumprimento do Estatuto e de toda a legislação previdenciária.

Grato por tudo e PAZ E BEM!

"Antes de tudo, recomendo que façam pedidos, orações, súplicas e ações de graças, em favor dos homens, pelos governantes e POR TODOS OS QUE TÊM AUTORIDADE, a fim de que levemos uma vida calma e serena, com toda piedade e dignidade."
1Tm 2,1-8

Medeiros disse...

Paulo Beno e demais colegas,

Obrigado pela confiança e apoio. Vamos iniciar por aí certamente. Vou fazer o que prometi. Não vou dar moleza para eles. A colaboração de voces com idéias e propostas será muito útil. Breve teremos o encontro de Camboriu, primeiros dias de agosto, ótima ocasião para debatermos a Previ com toda a transparencia possível.
O Inter empatou com o Flu e vou arrumar a mochila para a viagem ao Rio. Boa noite. Até terça, quando estarei de volta a Porto Alegre. Podem continuar postando.

Medeiros disse...

Silvana,

Que bom que votaste conosco. Vou pelear pelas pensionistas. Começarei exigindo que sejam mencionados os votos das pensionistas separados dos aposentados. Precisamos saber mais sobre a participação de voces na eleição. Voces são vinte mil, uma força eleitoral considerável. Podem e devem exigir melhores condições na Previ. Sabes que meu avô era de Caicó, tenho um carinho especial por esse povo daí.

Anônimo disse...

Grande guerreiro, vai com Deus. Agora é hora de assumir e de festejar. Logo depois vem a guerra. Cada etapa no seu tempo. Assume no nome da vergonha e da indignação dos associados que viraram assistidos. Voce é o meu heroi.

Anônimo disse...

Medeiros,

Tu és o heroi das pensionistas. Nós te adoramos. Sabemos que vai nos representar.

Grupo de pensionistas do RS

Anônimo disse...

E é gato, de meia idade. Vai ter charme assim lá na Previ. Não parece que tem setenta. Essa sim é mentira. Vamos que vamos Medeirão.

Carmen

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Depois de tantos prejuízos para os aposentados, nós que apoiamos a chapa 3 estamos cheios de esperanças que dias melhores estejam pra chegar. Impossível continuar na miséria que estamos, e pior do que isso, na insegurança que a nossa Previ se acabe.
Parabéns!

Anônimo disse...

Buenas.

Mas que pena "índio véio".
Vim para Porto Alegre sábado com o objetivo de ir na segunda feira na nossa AFABB-RS tomar um chimarrão e te dar um abraço de volta e meia pela vitória de nossa chapa 3.
Mas como promessa de gaúcho é dívida e das sérias, vou ficar aguardando tua ida a Pelotas, quando juntamente com o Heleno e mais alguns amigos que fizeste por lá, comermos um churrasco na Churrascaria Lobão.
Vai com Deus meu amigo.

Rovere

Rubens Carlos de Freitas disse...

Parabéns, a mudança começou quando acreditamos nela, e arregaçamos a manga para concretizar. Sou carioca, moro no Rio, devo comparecer a sua posse, obrigado pelo convite.
Rubens

Anônimo disse...

Parabéns, mais uma vez.

Anônimo disse...

Caro dr. Medeiros,

A votação dos aposentados e pensionistas no RS é sensacional e revela o trabalho da AFABB RS e da diretoria atual. Além de superar a marca dos 40# teve uma vitória espetacular sobre as outras chapas. Parabéns pela sua liderança e parabens aos gauchos.

Anônimo disse...

O Rio Grande do Sul foi fantástico nas eleições. QUase empatou no pessoal da ativa, o que já é um grande feito. Mas nos aposentados e pensionistas foi o campeão do país, foi o Estado onde a diferença foi a maior. A chapa tres teve 2700 e a quatro 300, ou seja 2.400 de diferença. Ninguem obteve essa performance. Viva. Foi uma vitória realmente fantástica. Pra ficar na história. Me emocionei.

Vasco.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Sucesso na posse. Vá bem bonito. Eu vou estar lá aplaudindo, depois quero um beijo. Babem gurias.

Anônimo disse...

Parabens, os velhinhos trambiqueiros deram a vitoria.

Anônimo disse...

Prezado Dr. Medeiros, como já tinha compromisso assumido para o horário da posse não poderei estar presente mas receba um abraço deste leitor do seu blog, que teve o prazer de conhece-lo durante o "pedalaço", e que sempre estará à sua disposição aqui no Rio.

Paulo Carnevale Rogerio

Anônimo disse...

Cara Rosalina(01 de junho de 2014 13:35),

Seu depoimento foi emocionante, bonito demais. Quanta verdade você expressou e reproduziu ali.

Abraço fraterno prá você e que Deus a abençoe sempre, a você, sua família e a todos nós, aposentados.

Também ao Medeiros e demais eleitos, muita força e que a Luz de Deus esteja sempre com vocês.

Se eu tivesse grana suficiente, iria ao Rio, mas fica para a próxima vitória daqui a dois anos.
Lydio

Lydio

Anônimo disse...

Prezado Dr.Medeiros,

Boa Sorte em sua Posse no Rio de Janeiro..!

E sucesso nessa nova empreitada..!

Abs.

Janone

rafael campagnoli disse...

Caro Dr. Medeiros, parabéns pela demonstração de tranquilidade e equilíbrio. Apenas queria dar o alerta quanto ao Presidente da Presi, ora reconduzido ao cargo para mais um mandato, porque nós estivemos sob a mão dele na Disap em SP por uns 3 anos! O discurso dele é convenientemente assustador. Acredito que ele foi reconduzido com a missão de TENTAR fazer com a nossa chapa vencedora o mesmo que fez com o atual diretor de seguridade (M.): repetir o discurso esfarrapado de que não tinha mais saldo etc e por isso deu no que deu ... Mais ou menos assim o discurso do patrocinador: "Vamos deixar você lá mais um mandato ... mostre a eles que tudo o que você e nós fizemos estava correto ... e traga eles todos para o nosso lado ..." Acho que a meta dele, nesse particular, deve ser essa, para o que o BB jamais seja obrigado a usar o VOTO DE QUALIDADE. Afinal de contas, a oposição teve mais de 65 mil votos! contra apenas uns 25 mil da situação! Boa sorte e que Deus esteja sempre ao lado de vocês, porque vocês foram eleitos para ficarem do lado daqueles que ficaram mais fracos, por enquanto.

Anônimo disse...

DR. Medeiros eu sou pensionista aqui em João Pessoa PB, também votei na Chapa 3.Boa Sorte nessa batalha,confiamos em sua competência e fidelidade no que prometeu. Estamos todos ansiosos por dias melhore. Que Deus te ilumine e te de Muita saúde força . Vamos que vamos. Pensionitassss.

Anônimo disse...

Colegas,

ELEIÇÕES NA PREVI
Hoje é o dia da posse!!!

Batalha vencida, com fé e a ajuda de todos. Falta vencermos a guerra, mas para atingir o topo, devemos subir degrau por degrau com firmeza, sem tropeços, mas com a urgência que o tempo nos dita.
Cabe agora, aos escolhidos, fincar a bandeira, no topo da PREVI, marcando nosso terreno e ditando: aqui os verdadeiros donos estão espalhados pelo nosso Brasil, muitos sem voz e sem vez, mal atendidos pela Previ.
Urge que os novos diretores e correlatos, comecem a melhorar a nossa vida, que ultimamente, tem sido muito sofrida: tais como: empréstimo simples, correção de benefícios, volta do BET, pagamento aos autopatrocinados dos outros 20% que o banco nos tomou e dignidade.
Nunca se esqueçam desta frase: “Façamos tudo, como se tudo dependesse somente de DEUS, mas ao mesmo tempo, façamos tudo, como se tudo dependesse unicamente de nós!!!”
Eis a chave do sucesso: nosso DEUS imortal!

MUITO OBRIGADO A TODOS. PROVAMOS QUE: QUEBRA-SE UM GRAVETO, MAS UM FEIXE DE GRAVETOS É MAIS DURINHO.
Celso Bernardes
Um grande abraço no coração de cada um de vocês.
Formiga-MG

Anônimo disse...

Prezado Dr. Medeiros,
Imaginamos as atividades que vocês eleitos terão para saber a real situação da Previ, mas só quero lembrar, quando concluírem essa etapa de trabalho, lembrem-se dos
aposentados e pensionistas que continuam na mesma situação dos anos anteriores.
Qualquer ação positiva, financeiramente falando será muito bem vinda, tendo em vista
a urgência de uma atitude em pró de nós todos, volto a escrever, não esqueçam do ES 180x180, que foi uma bandeira de lutas a meses atrás. Por favor, não me leve a mal, só escrevo porque a situação não está fácil prá nenhum de nós, inclusive vocês.
Boa sorte a todos,
Deus seja com todos.

Josué Jorge Junior
Castro PR

caos e ordem disse...

Oi Medeirão, a vitória foi uma festa, a posse hoje é outra festa. PARABÉNS por tudo. FORÇA, SAÚDE E PROTEÇÃO DIVINA. abração do Citeli do blog CAOS E ORDEM.

Ademir Martins disse...

Blogger Medeiros disse...
Caro Ademir,
Acho que me enganei falando até Camboriu, você não vai na nossa posse no Rio ? E´ meu convidado especial, como soldado desde a primeira hora da campanha e tua associação também.
Medeiros
1 de junho de 2014 16:37
=================================
Caro Dr.Medeiros,
Agradeço até emocionado suas palavras, porém sem o BET não estou me permito gastos extras, mas estarei em pensamento - assim como tantos outros que batalharam pela Chapa 3 - abraços de todos nós e, principalmente da turma aqui de Balneário Camboriú(SC)
Conte conosco sempre e vamos escolher mais 1 para 2016 (??)
Abraços
Ademir MEDEIROS Martins
0.126.261-0

José Humberto disse...

Bravo Medeiros! Que esta marcante vitória seja motivo para que todos aposentados, associados da Previ, reflitam sobre a seguinte mensagem de Mahatma Gandhi: "Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer". Medeiros, o seu exemplo nos contagia. Vamos ampliar nossa mobllização. Grande abraço.

Anônimo disse...

Prezado Dr. Medeiros,

O amigo(de tanto ler um blog acabamos considerando bem a pessoa que escreve) sabe que uma coisa é ser oposição, outra é ser situação. Como lidar com as enormes expectativas, inclusive mantendo o blog(pra mim, uma surpresa) se só se pode fazer o possível na governança(mesmo que as decisões caibam ao governo, no final das contas)?

Como será lidar com as limitações do possível, diante de tantas injustiças já cometidas? enfim...acho que teremos agora um outro Dr. Medeiros, comprometido com a realidade. É a hora do "vamos ver quem é o Dr. Medeiros de verdade". Não precisa ter raiva de mim. Não sou um espíão. Acho que represento o sentimento de qualquer eleitor quando se vota em alguém hoje em dia para qualquer coisa...

Abraços

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, vencemos uma etapa de nossa luta, ganhamos com a chapa 3, mas analisando os números, a disputa foi bem mais acirrada entre as oposições. Como falei em outros comentários o importante é termos um pé dentro da previ, como o Sr. mesmo falou, "a previ é nossa", dos que votaram e dos que não votaram na chapa 3. Então é hora de unir e não de separar, pois estamos todos no mesmo barco. Acho que quando houver um convite para a posse dos vencedores desse pleito, deve ser feito para todos e não só para os que votaram na 3, pois muitos, apenas, apostaram na outra oposição. E vamos que vamos...

Anônimo disse...

Como são as coisas, foram alvo de desdém dos Diretores da PREVI, quando da novembrada, eis que não responderam as questões que foram objeto do movimento. Agora, um novo expediente, cujo protocolo entra goela abaixo dos arrogantes: a posse dos eleitos, entre os quais, os que participaram da novembrada.
É, o mundo dá voltas...

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, seja feliz nesta nova empreitada. Gostaria que desse uma atenção especial para a SELEÇÃO DE CONSELHEIROS EM EMPRESAS PARTICIPADAS. Este certame sempre foi muito nebuloso. A maioria dos selecionados sempre foi composta de sindicalistas e apaniguados. Não há transparência. Nunca ficamos sabendo qual foi nossa classificação. Obrigado.

Alcides Maurício disse...

Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Uma remessa de US$ 3 milhões do Brasil para o presidente de Cuba, Raul Castro, chamou a atenção de agentes do Drug Enforcement Administration (a agência anti-drogas dos EUA) que acompanham o desenrolar da Operação Lava Jato no Brasil. A DEA suspeita que o dinheiro possa ter a ver com alguma operação de tráfico de drogas, supostamente tolerada pelo governo cubano. Agentes admitem que as verdinhas também podem ser um mero investimento de integrantes do governo brasileiro em parceria com a família Castro.

O dinheiro foi repassado ao mandatário cubano através do esquema do doleiro Alberto Youssef, investigado pela Polícia Federal e processado pela Justiça Federal, no Paraná. O caso de remessa de dólares aos cubanos pode ganhar contornos politicamente explosivos. Segundo as investigações, a ordem para o envio dos recursos teria partido de Gilberto Carvalho, Secretário Geral da Presidência da República – e um dos ilustres membros da chamada “República de Londrina” – cidade paranaense onde Youssef tinha uma de suas bases. A grana para Raul teria vindo das Ilhas Seychelles.

Durante um jantar sábado à noite, na residência de um executivo de transnacional no Rio de Janeiro, o affair cubano foi revelado por um deputado federal filiado a um dos principais partidos da base aliada do governo. Descontente com o governo Dilma, e praticamente pronto para saltar fora da coalizão com o PT, o parlamentar cometeu outra “inconfidência empresarial” que pode abalar a cúpula petista. Os EUA monitoram uma atípica troca milionária do volume de ações de uma megaempresa do ramo alimentar. A operação foi feita por um bilionário brasileiro em favor da família de um ilustre político petista.

O assunto é acompanhado por uma força-tarefa de 150 funcionários norte-americanos do FBI, SEC (Securities and Exchange Comission) e do Departamento de Justiça. Desde final de abril, eles investigam como membros da cúpula do governo brasileiro interferem na gestão de grandes empresas brasileiras cotadas na Bolsa de Nova York. O alvo dos americanos é entender a atuação de apadrinhados políticos (principalmente petistas e peemedebistas) nos maiores fundos de pensão de estatais, que gerenciam mais de US$ 600 bilhões em ativos de várias companhias listadas na Nyse. A atuação do BNDES, seu braço de investimentos BNDESpar, Banco do Brasil e Caixa é monitorada pelos “pesquisadores” do Tio Sam.

Depois da Copa do Mundo, com a Seleção Brasileira ganhando ou perdendo, bem no meio da campanha reeleitoral, o governo Dilma pode ter uma surpresa muito desagradável com o resultado dessa “pesquisa” feita pelos norte-americanos. A confusão promete ser impactante política e economicamente, porque um dos alvos analisados é a BM&F Bovespa, onde os negócios se consolidam. Oficialmente, os auditores norte-americanos tentam obter mais informações para embasar pelo menos três processos sancionadores abertos na SEC, um outro aberto na Nyse, além de inquéritos tocados pelo FBI – a Polícia Federal dos EUA.

Anônimo disse...

Menos, Ademir. Menos.

Rubem Tiné disse...

Parabéns e bom trabalho em nossa defesa. Sei das dificuldades, o tal voto de minerva e outras coisitas mais, mas no mínimo, bote a boca no trombone e passe a nós o que realmente está acontecendo.

Marco Antonio disse...

Caro Medeiros,

Parabéns pela posse e esperamos,com expectativa, seu relato acerca da cerimônia, se possível com fotos, pois é uma data marcante para todos nós, além de ser o início de uma nova fase no relacionamento entre a PREVI e os associados, plena de confiança e sobretudo transparência.
No mais, aguardamos notícias sobre o conteúdo da tal de "caixa preta", tão mencionada neste blog.

Anônimo disse...

Prezado Dr.Medeiros,
Fiquei satisfeito por ter dado meu voto à chapa vencedora. Parabéns a todos. Apesar da felicidade não me iludo, o Banco tem o poder de desempate e nunca concordará com medidas que nos beneficiem com exclusividade. Sempre exigirá sangrar nossos recursos em seu benefício. Pelo menos teremos algumas vozes em nossa defesa. Concordo com quem diz que o objetivo imediato deve ser a suspensão das contribuições, pois é a medida que trará benefícios aos associados e ao Banco. Outra medida que deveria ser prorrogada é a suspensão do pagamento do Empréstimo Simples. Isto nos daria algum alívio.
Mais uma vez parabéns.

Anônimo disse...

Para eles os aposentados foram taxados como velhinhos trambiqueiros e as pensionistas estavam fora do baralho. Mais pode Deus. Feitiço virou contra o feiticeiro.
E vamos que vamos

Unknown disse...

Parabens, eu acredito no teu trabalho e na tua competência para iniciar um processo de mudanças.
Peço ao Grande Arquiteto do Universo que ilumine a você e aos colegas da nossa chapa (permita-me, eu votei em vocês), trazendo-lhes a saúde e a força necessárias para os combates que se aproximam.
tfa
candu

Anônimo disse...

FOLHA DE SÃO PAULO
Opinião

Editorial: Mais maquiagem
03/06/2014 02h00

O governo federal não para de surpreender na área da chamada contabilidade criativa. Em 2013, receitas extraordinárias obtidas com o leilão de um grande campo de petróleo e o refinanciamento de dívidas de empresas foram cruciais para que se cumprissem as metas de economia do Orçamento.

Ou seja, em vez de demonstrar responsabilidade com os gastos públicos, mantendo-os suficientemente abaixo da arrecadação corrente, a administração Dilma Rousseff (PT) preferiu, ou precisou, recorrer a fontes adicionais (e inconstantes) de recursos para fechar as contas em equilíbrio.

Neste ano, esse tipo de expediente continua a ser utilizado. Os truques da vez incluem avançar nos dividendos de estatais e adiar despesas em tese obrigatórias.

Em abril, registrou-se superavit primário (saldo das receitas e despesas antes do pagamento de juros) de R$ 16,6 bilhões; no acumulado dos primeiros quatro meses, são R$ 29,7 bilhões, o equivalente a 36,7% da meta do ano.

Na superfície, o resultado é sem dúvida elogiável. Ocorre que ele se deve em boa parte ao recolhimento frenético de dividendos, que atingiram R$ 8,2 bilhões no período –no ano passado, na mesma época, não passavam de R$ 1 bilhão.

Há, além disso, um represamento insustentável de algumas despesas. O cronograma de pagamento de precatórios, por exemplo, foi alterado. Ao final do ano, calcula-se que a rubrica consuma R$ 18,5 bilhões; se tomados os primeiros quatro meses, contudo, o desembolso não passou de R$ 3,3 bilhões, o menor desde 2010 para o período.

Tudo somado, nada menos que R$ 11,9 bilhões (40% do saldo) decorreram de eventos pouco ligados às boas práticas administrativas.

O governo não deixa de ter razão quando afirma ser natural receber dividendos das empresas das quais é sócio. A questão, todavia, diz respeito aos montantes envolvidos.

Nos primeiros três anos da gestão Dilma, 37,9% dos lucros das cinco principais estatais foram repassados ao Tesouro, muito acima do mínimo de 25% determinado por lei. Excluída a Eletrobras, que teve prejuízo nos últimos dois anos, a média chega a 49%.

Para o Tribunal de Contas da União, os altos repasses ao Tesouro podem comprometer a saúde financeira das empresas –os recursos poderiam ser investidos em suas próprias atividades.

A prática não põe em risco apenas as estatais. Medidas como subterfúgios contábeis, uso de receitas atípicas e represamento oportunista de gastos até podem ajudar a fechar as contas, mas prejudicam a já combalida credibilidade do país –um preço que nenhum governo deveria aceitar pagar.

Cláudio disse...

Dr. Medeiros.
Mais uma vez parabéns a todos os componentes da Chapa 3 e, principalmente a todos os que se envolveram de alguma forma na campanha que culminou na vitória.
Repito, caso estes Dirigentes nomeados pelo Banco não Administrem de forma correta para com a PREVI e seus "sócios", denunciem e, se for o caso, acredito que um abaixo assinado, com mais de 100.000 assinaturas é força suficiente para colocar ordem na casa, afinal a PREVI é NOSSA e NÃO DELES.
Cláudio

Anônimo disse...

Olá Sr. Medeiros, boa tarde. Felicíssima por vocês e por nós pensionistas. Creio que agora as coisa andem. Estava lendo o blog do Ari, onde ele diz que os que saíram estavam muitos desolados. Coisa chata essa de deixar um cargo tão importante. Fiquei chateada por eles. Tadinhos...

Parabéns Sr. Medeiros! Que Deus o ajude sempre.
Cuida de nós, as pensionistas.
Beijocas.

Anônimo disse...

IMPRESSIONANTE !!!! dia 03.06.14, 15:15 hrs , e nenhuma nota sobre a posse dos novos diretores eleitos no site da NOSSA Previ.....
Oscar Bach Jr

Alcides Maurício disse...

Fundos perdidos

Sindicalistas ligados ao PT tomaram uma surra na estratégica eleição da Previ – o bilionário fundo de pensão dos empregados do Banco do Brasil.

A Chapa 4, que reunia os petistas-sindicalistas, obteve apenas 22,7% dos votos.

A vencedora, chapa 3, obteve 31% - sendo que a soma das chapas de oposição (1, com 9,6%, e 2, com 18,4%) representou 59% de esmagadora derrota para os aparelhadores petistas.

alertatotal.net

Anônimo disse...

Medeiros e demais colegas,

Pelo blog do Ari tomamos conhecimento das primeiras informações a respeito da posse.

Suspeita-se que a permanência do atual presidente da PREVI (juro que não gosto de citar o nome daquele pessoal) indica a manutenção das ações que eles vêm praticando.

Tudo deixa transparecer que a pressão sobre os nossos eleitos será grande, os algozes são persistentes e continuarão com as suas mazelas.

Entretanto, há uma grande verdade no ar e incontestável. O Medeiros se tornou a real e forte liderança entre nós, aposentados, pensionistas e os da ativa. Ouso dizer que ele foi o grande responsável por parcela expressiva de votos favoráveis à chapa 3.

Eu há estava convencido dessa participação do Medeiros, mas o interessante é que em conversa com alguns colegas hoje, na porta da agência, eles também falaram isso.

Outra liderança que surgiu nessa campanha foi o Ari, também um catalisador de votos de primeira linha. Ambos foram os grandes cabos eleitorais da chapa 3.

Falo dessa liderança dos dois porque é mais um trunfo prá nós.

Agora são novos tempos, a nossa briga na PREVI terá mais força, porque nos embates com os nossos algozes, basta o Medeiros e o Ari fazerem um chamamento a todos nós, aposentados e pensionistas. Iremos firmes nos postar ao lado de todos os nossos eleitos, se necessário, bater na porta da PREVI com a nossa união.

Não será mais como no tempo da Novembrada, a coisa agora se tornou mais sólida pro nosso lado.

Qualquer convocação será atendida em massa por nós, quero repetir isso.

Conte conosco prá qualquer briga na PREVI.

Muita força e determinação para os nosso legítimos representantes e que Deus os ilumine sempre.
Lydio

Anônimo disse...

Olhem o que achei no Facebook::::::::PERDA DE HEGEMONIA NOS FUNDOS DE PENSÃO E DEVASSA EM FORTUNAS E NEGÓCIOS DE ALIADOS QUEBRAM PETISTAS.

O Presidentro Lula da Silva vai convocar uma reunião de seu “gabinete de crise” (os amigos e sócios que o cercam no Instituto Lula) para avaliar que medidas milagrosas podem ser tomadas, urgentemente, para conter a avalanche de ações psicológicas contra o governo Dilma Rousseff. O inferno despenca sobre o PT. O processo de desmoronamento político parece irreversível. O volume tsunâmico dos ataques tende a aumentar quando a campanha reeleitoral começar oficialmente.

A apavorada cúpula petista avalia, reservadamente e muito a contragosto, que nunca Dilma esteve com sua reeleição tão ameaçada como agora. A previsão é de que tudo pode ficar pior na véspera do que promete ser uma desastrosa “Copa do Jegue” – marcada por desorganização e protestos que podem descambar para a baderna e violência, com negativa repercussão internacional. Tecnicamente, com a carestia, os juros altos, o pibinho e o crescente endividamento das pessoas e do setor público, o governo petista acabou.

A lista de problemas parece não ter fim – e muito menos solução no curto prazo. O pavor petralha é real. Familiares e aliados próximos de Lula têm seu patrimônio investigado por um refinado esquema de espionagem transnacional. Já foram detectadas operações atípicas de transferência de controle acionário de empresas. A jogada pode se transformar em processos na Corte de Nova York, em cuja bolsa de valores as companhias negociam ações.

Ao mesmo tempo, a banda sindical petista começa a sofrer derrotas em áreas financeiramente estratégicas, como nas eleições para os conselhos dos mais importantes fundos de pensão, como a Previ (Banco do Brasil) e Funcef (Caixa). O tempo também fecha para eles na Petros (Petrobras) que é alvo de ações judiciais por suspeitas de má gestão.
http://www.alertatotal.net/2014/06/perda-de-hegemonia-nos-fundos-de-pensao.html

CurtirCurtir ·

Anônimo disse...

Caro Medeiros. O assunto abordado pelo "anônimo" de 2/jun, 11:58,é relevante. A solução para a escolha de CONSELHEIROS P/ EMPRESAS PARTICIPADAS, a meu ver, seria selecionar os candidatos através de provas objetivas que envolvessem auditoria, contabilidade, matemática financeira, direito administrativo, etc. Ai, sim, o candidato comprovaria suas competências.