NOTAS PRELIMINARES DA REUNIÃO NA PREVI

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

A presidente da FAABB, Isa Musa Noronha, acaba de enviar notícias preliminares da reunião acontecida na Previ na manhã de hoje. O blog do Medeiros mantém sua tradição de sempre publicar as notícias e as informações a tempo presentes. Minha homenagem aos meus 525 seguidores.  Vamos digerir o texto, aguardar as notas da ANABB e AAFBB, e depois passaremos ao ataque.  Pelo jeito eles continuam fazendo pouco caso de nós.

Às Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil
Sr. Presidente e colegas.

NOTÍCIAS PRELIMINARES DA REUNIÃO COM A PREVI
Presentes: O Presidente da PREVI, Dan Conrado, os Diretores Rene Sanda, Paulo Assunção, Vitor Paulo e Márcio (substituindo Marcel que está em viagem a serviço). O Conselheiro Fiscal Aldo Alfano, a Cons. Deliberativa Célia Larichia, Riede e Amaral pela ANABB, eu, pela FAABB, Gilberto e Odilon pela AAFBB.

Nenhum avanço concreto e isso me deixou frustrada. 

A Previ abrirá em sua página o que chamam de “hot site”, onde todas as questões serão debatidas com participantes e assistidos.

Foram passados os dados contábeis que justificaram a suspensão do BET e a volta das contribuições. As Reservas Matemáticas atingiram, em grandes números, 114.600 bilhões, assim, pelas normas legais, a Reserva de Contigência que necessita ser 25% das R Matemáticas deve estar em 28.650 bilhões. O superávit bruto somou 22.200 bi, ou seja, para cobrir a necessidade da Reserva de Contigência são necessários 6.450 bi e os Fundos Previdenciais tinham o saldo de aproximadamente 2 bilhões que, mesmo revertidos, como manda a Resolução CGPC 26, ainda não cobrem a necessidade de recomposição da Reserva de Contigência. 

Pleiteamos, com relação ao Empréstimo Simples que fosse dada opção de que os colegas optem pela suspensão do pagamento das parcelas por um ano. Negaram sob a alegação de que o saldo devedor será corrigido mesmo ao longo do período em que os pagamenos das parcelas esteja suspenso, esse atingiria um valor muito alto e inviabilizaria por longo tempo que, quando voltassem a pagar, os colegas não tenham condições de renovar. Argumentamos que fosse suspenso por pelo menos seis meses, ou seja, que as pessoas pudessem solicitar a suspensão por 3 meses, ou 4 meses, ou 5 meses ou 6 meses. O Presidente Dan Conrado afiançou que uma vez aberto o período de opção pela suspensão pelos três meses já deferidos pela PREVI, avaliariam, pela adesão, o número de interessados na medida para abrir estudos quanto a possibilidade de oferecer essas demais opções, ou seja, até 6 meses.

Foram colocadas as questões do teto, cuja determinação da PREVIC estão em fase de elaboração de um documento a que chamam de Termo de Ajustamento de Conduta; a questão da não cobrança de contribuições para quem já verteu ao longo da vida mais de trezentos e sessenta contribuições para a PREVI. Como esses assuntos não tiveram qualquer solução definitiva vou comentar posteriormente os argumentos da PREVI para todos esses temas. Vou retornar a Belo Horizonte e vou redigir detalhes das discussões. Tão logo termine repassarei aqui no grupo e em mensagens as Associações filiadas à FAABB. A ANABB e a AAFBB também irão redigir as informações e as análises que cada uma fez da reunião.

Isa Musa de Noronha
Nenhum vírus encontrado nessa mensagem.
Verificado por AVG - www.avgbrasil.com.br
Versão: 2014.0.4259 / Banco de dados de vírus: 3658/6985 - Data de Lançamento: 01/08/14

63 comentários:

Anônimo disse...

Resumindo, tudo como dantes. O negócio é apertar o cinto.

Anônimo disse...

Se não tinham intenção de apresentar nenhuma proposta nova para que fizeram essa reunião?

Anônimo disse...

E agora Josě?????

Anônimo disse...

Medeiros. Para passar ao ataque é necessária uma liderança forte como a sua. È fundamental que todos nós nos unamos em torno de uma única proposta. Vimos um dos comentários em que um colega propõe um abaixo-assinado dirigido à Previ. Ora, ações como estas acabam por enfraquecer o ataque fulminante que voce pretende fazer.

Alcides Maurício disse...

Blá blá a solução e a via judicial mesmo.

Luis-BH disse...

Uai, mas em outubro tinha mais de 27 bi de superávit. Será que já gastaram os 5 bi da BR-040 que a Invepar arrematou em leilão?

José Humberto disse...

Colega ARISTOPHANES, por favor reedite a sua postagem anterior (REFLEXÕES DE UM OCTOGENÁRIO). Ela precisa ser bem digerida por todos que acessam o blog do Medeiros.Aguardo e antecipo meus agradecimentos.

Anônimo disse...

Mas prá que uma reunião prá falar isso? Só prá gastar com diárias. E nem comentaram sobre as propostas (mentirosas) da campanha.

Anônimo disse...

Ao anônimo das 17.07 hs.
Para justificar. Estamos trabalhando.
Marketing do convencimento.

Marco Aurelio Damiano - Guaxupé-MG disse...

Desde o início de 2.013, estava mais do que claro, até para os menos esclarecidos, que os preços das ações da Petrobrás iriam desabar devido à criminosa política do governo federal de obrigá-la a vender combustível abaixo do preço que ela paga no mercado internacional. E o que fez a incompetente diretoria da Previ para defender os interesses dos aposentados/assistidos nesse período? Nada. A verdade é que nós, acionistas da Petrobrás através da Previ, pagamos para que os milhões de carros do país pudessem e ainda possam encher os seus tanques a preços irreais.
Tenho a impressão que só esse prejuízo com a Petrobrás, não considerando o prejuízo também com a Vale, já daria para pagar esse BET por vários anos.
Minha opinião é de que houve uma atitude criminosa por parte de certos elementos. E, nesse caso, ao invés de negociar, não seria o caso de logo ir pedindo a prisão dos responsáveis? Pode ser que não dê em nada, mas pelo menos vai abalar a tranquilidade desses indivíduos e, também, a imprensa vai ser estimulada a se interessar pelo assunto.

Izabel disse...

Que palhaçada!

Anônimo disse...

Eu postei lá blog do Ari Zanella ontem. O anuncio antecipado da suspensão do ES seria a única coisa que PREVI iria conceder após o fim do BET e volta das contribuições. Nada mais do que isso.
Não deu outra.

Anônimo disse...

Um só time coeso.
Uma peça de teatro. Só que teatro
grego. Tragédia.
O prazo de validade está vencendo.
Escarnio!

Anônimo disse...

Caros,

Tudo indica que as cacacas feitas pela turma do poder devem ser muito grandes, para tal atitude.
E cá pra nóis sempre os mesmos...!?

João Rossi Neto disse...

Caro Medeiros,

Ficou provado que o Presidente da PREVI, Dan Conrado, participou da reunião apenas para satisfazer formalidades, mostrar falsa cordialidade e para iludir as entidades representativas de que as portas daquela Caixa estão abertas para receber os que a ela demandam, contudo, o que foi decidido no Conselho Deliberativo, não vai ser mudado, ou melhor, ele não tem poderes para tal.

Assim sendo, esgotadas as possibilidades de resolver o problema no plano amistoso, o jeito é entrar urgente com à ação judicial cabível, porque pior do que está não vai ficar.

Estamos no fundo do poço, perseguidos e retaliados por conta de um déficit que não fabricamos e tampouco ajudamos a fabricar, então, esperar mais o que para procurar o caminho da JUSTIÇA, quando existe falhas técnicas ao arrepio do artigo 28 da famigerada resolução 26/2008.

Soa estranho, mas neste caso singular estamos utilizando o veneno (Res. 26/2008) contra os seus próprios fabricantes, como argumento de defesa para contestar esse ato arbitrário do corte fiduciário.

Como a FAABB já impetrou um Mandado de Segurança contra a Resolução 26/2008 e essa mesma resolução é o instrumento ilegal
que respalda o corte do BET e a volta das contribuições a favor da PREVI, vejo esta nova ação judicial como sequência da missão primitiva e uma espécie de adendo com fatos novos, de sorte que a Federação seria a entidade mais indicada para impetrar esse novo procedimento judicial.

O objetivo principal é bloquear os descontos na folha de pagamento de jan/14, a qual não poderá ser fechada enquanto não for liberado o INPC acumulado no dia 10 deste relativo ao período de janeiro a dezembro/13.

Anônimo disse...

Não tem como tirar a questão dos 7,5 que o BB contabilizou e os 4,6 que foram distribuidos para nós. Pergunta que não quer calar ou melhor não quer ser respondida pela PREVI: porque o BB contabilizaou de imediato 7,5 bi e para nós o pagamento foi feito em parcelas para dar nessa diferença de 2,9 bi. O BB vai refazer seu balanço??? ou vão nos pagar a diferença???
Abram o olho pessoal a coisa tá bem pior do que se possa imaginar. Ainda estou na ativa e comenta-se que o BB vai fazer um plano de aposentadoria para os mais velhos pois não vai ficar pagando a paradidade de 1 por 1. Ou seja a PREVI vai ter muito mais ônus em muito pouco tempo com a aposentadoria de milhares de colegas.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros e Sra. Isa,
Parece que a resolução 26 foi desrespeitada até na maneira de distribuição do Superavit. O inciso III do artigo 20 assegura: "melhoria dos benefícios e/ou reversão de valores de forma PARCELADA aos participantes, aos assistidos e/ou patrocinadores.
Ora, se a forma era parcelada porque o BB recebeu de uma só vez?
Com a palavra a PREVIC, ou nossos advogados.
Que o BB devolva os R$ 2,9 bilhões liberados a maior.ç

Anônimo disse...

Meus caros colegas, esperavam alguma coisa?
De onde nada se espera é de onde nada sai mesmo.
E o acordo de 2010. Quem protagonizou?

Pensionista sem voz disse...

Sobre os comentários no Diário do Poder, deixei o meu lá. Segue abaixo o link pra q fique mais fácil entrar no site e, quem quiser tbm comentar:

http://www.diariodopoder.com.br/noticias/previ-corta-beneficio-de-associados-de-surpresa-2/

Sobre o déficit, o resultado de dezembro deve ter sido terrível, pois pelo q consta no site da Previ, a rentabilidade do plano até novembro de 2013 foi de 4,09%, sendo q só a das ações, chegou a 7,63%:

http://www.previ.com.br/lumis/portal/file/fileDownload.jsp?fileId=2C9FBE5A430756E101436DD8D0ED5871

Não estou entendendo nada. Quem souber explicar, desde já agradeço.

Anônimo disse...

Não esquentem.
Em uma semana, um mês no máximo tudo estará esquecido.
Vida que segue .Novas reuniões no porvir.
Não é porvir de pandiqueijii !

Anônimo disse...

Gente, a grande verdade é que a maioria de nós (até pelos reajustes minguados dos últimos anos) já incorporou o BET ao orçamento mensal. S.M.J., já não podemos viver sem ele. Então, se não é possível a manutenção - ou transformação em BEP - , devemos lutar para que a PREVI nos dê uma outra solução.
Estive fazendo simulação de financiamento imobiliário e vi que, no prazo de 240 meses, a prestação de R$ 100.000,00, por exemplo, ficaria em valores próximos de R$ 1.000,00. Como os encargos devem ser parecidos, minha sugestão: ALONGAMENTO DO PRAZO do Empréstimo Simples (inclusive Finimob) para 240 meses, mesmo que, de imediato, não houvesse aumento do limite de empréstimo. Uma solução simples, que faria com que as prestações caíssem para uns 55 ou 60% do valor atual, compensando, em parte, a perda do BET e a volta das contribuições. Beneficiaria a maioria dos associados - os que recebem entre 1.000 e 5.000 da parte PREVI (exclusive INSS) e que têm E.S. (inclusive FINIMOB) e também os que ganham mais e não tem E.S., pois poderiam levantar capital em condições vantajosas. Para a PREVI também seria uma boa, pois, além de dar um refresco para os associados (no meu caso, de uns 700 reais, perante um BET de 890), estaria aplicando recursos no investimento que lhe dá o SEGUNDO melhor retorno (perde apenas para o aluguel de imóveis), muito melhor que a aplicação na BOVESPA, por exemplo.
Por favor, vamos fermentar esta ideia. Diante do inevitável, pode ser um bom paliativo.
8.675.451-3 - Nascimento

Elenita disse...

E não perguntaram sobre o valor a mais destinado ao Banco do superavit? A gente fica sem e pq o Banco tb? Recuperava alguma coisa do valor necessário para a Reserva de Contingência.
E pq suspenderam as contribuições do pessoal da ativa em 2006?
Quem se aposentou entre 2006 a 2013 não completou o tempo de contribuição. Não consigo entender isto.
Quanto a este HOT SITE da outra vez que teve, quase ninguém conseguiu perguntar nada.
Obrigada pela atenção.

Diogo disse...

Me parece que alongarão um pouco mais o período de suspensão de cobrança das prestações do ES. De resto, não sei se abrirão mais do que isso.
Porém, vejo alguma chance se insistirmos em negociar o não pagamento das prestações para quem já pagou 360 prestações. Deve-se insistir nisso.
Quanto ao BET, me parece que a única forma de haver alteração seria a reserva contingência passar de 25 para 15%.
As demais questões referentes à notória gestão temerária, deve-se levar para a Justiça. Essa diretoria é ruim até no esclarecimento dos fatos, quando se lê o site da Previ.

Jairo Guedes disse...

Dr. Medeiros. Fui um dos que passei a ser seu seguidor desde o ano passado, por volta de março ou abril, nem me recordo. Sou e estou muito grato por tudo o que faz. Sou pensionista pois minha esposa bancaria faleceu e assim, passei a receber juntamente com minha filha. Não me encontro à altura de um de um legítimo pensionista. Tenho meu emprego. Essa renda me é santa pois com ela consigo manter minha casa com as contas pagas e também ajudo algumas pessoas. A diminuição da renda é uma coisa triste pois certamente terei de diminuir a ajuda que dou . Mas , vivo com pouco e com o que Deus me provém. Escrevo para dizer que admiro demais a sua luta e para dizer a quem está desesperado , que tenha fé. Tenham fé. Nunca se desesperem. Mas se pudesse dar um conselho , diria a vocês que se unam. Que nos unamos. Uma andorinha só não faz o verão. Mas um bando delas....elas todas, podem sim trazer ou levar o verão! Hoje, cancelei o seguro de meu carro no BB , transferi a poupança para o Santander, cancelei os cartões de crédito/débito e só mantive a conta pois não há como receber da Previ em outro banco. Estou solidário a qualquer movimento, qualquer luta. Estou solidário a quaisquer gentes que se movimentem no sentido de exigir justiça. Como disse anteriormente, me sinto um nada perto de vocês pois não fui um de vocês a lutar nessa instituição. Mas me sinto no dever de lutar junto pois em memória de quem passou 30 anos servindo exemplarmente me coloco à disposição. Para o que der e vier. Um abraço e um beijo fraternos em todos .

Jairo Guedes disse...

Dr. Medeiros. Fui um dos que passei a ser seu seguidor desde o ano passado, por volta de março ou abril, nem me recordo. Sou e estou muito grato por tudo o que faz. Sou pensionista pois minha esposa bancaria faleceu e assim, passei a receber juntamente com minha filha. Não me encontro à altura de um de um legítimo pensionista. Tenho meu emprego. Essa renda me é santa pois com ela consigo manter minha casa com as contas pagas e também ajudo algumas pessoas. A diminuição da renda é uma coisa triste pois certamente terei de diminuir a ajuda que dou . Mas , vivo com pouco e com o que Deus me provém. Escrevo para dizer que admiro demais a sua luta e para dizer a quem está desesperado , que tenha fé. Tenham fé. Nunca se desesperem. Mas se pudesse dar um conselho , diria a vocês que se unam. Que nos unamos. Uma andorinha só não faz o verão. Mas um bando delas....elas todas, podem sim trazer ou levar o verão! Hoje, cancelei o seguro de meu carro no BB , transferi a poupança para o Santander, cancelei os cartões de crédito/débito e só mantive a conta pois não há como receber da Previ em outro banco. Estou solidário a qualquer movimento, qualquer luta. Estou solidário a quaisquer gentes que se movimentem no sentido de exigir justiça. Como disse anteriormente, me sinto um nada perto de vocês pois não fui um de vocês a lutar nessa instituição. Mas me sinto no dever de lutar junto pois em memória de quem passou 30 anos servindo exemplarmente me coloco à disposição. Para o que der e vier. Um abraço e um beijo fraternos em todos .

Anônimo disse...

Não sei pq essa reunião me fez lembrar do filme Tropa de Elite, quando os polícias passam pra pegar o "arrego".

Anônimo disse...

MEDEIROS, estou vendo que, estes eleitos incompetentes, que deram 3meses de suspensão das parcelas do empréstimo simples vão adoçar a boca de todos! Vamos lembrar da AERUS... Infelizmente nós,na reunião de hoje, estávamos representados somente pela batalhadora Isa Musa. Esta reunião só serviu pra baixar a poeira, jogo de compadres.

Anônimo disse...

Caso confirmado a suspensão do es e somente, pessoal aperte o cinto vem chumbo grosso!!!

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Os resultados já eram os esperados. Nenhum.

A reunião foi uma encenação daquelas da cartilha petista, que chegou a ser assegurada como uma "pequena vitória". Me engane que eu gosto. Faz parte do jogo deles?

Os "homes" da Previ e do Governo ficaram satisfeitos. Essa discussão do BET, ES e Teto de benefício foi uma vitória para o governo.

É o que eles querem. Querem que nós continuemos a cobrar isso e esqueçamos do principal problema da PREVI: a gestão temerária. Investimentos, sob ordens superiores, que cabem suspeições.

Consultorias para investimentos que merecem uma auditoria externa ampla e irrestrita. Vejamos o caso do Magazine Luiza, WTorre e outros investimentos direcionados.

Estamos entrando no jogo deles e não nos damos conta. Quanta ingenuidade. Perdendo tempo em debate inócuo.

Vale o que esta escrito.

O BET era temporário, o empréstimo simples segue as regras existentes, boas ou más mas elas existem. O teto de benefício só se vai resolver na justiça.

Regras essas que afetam a todos e a mim também.

A única forma possível de provocar alterações nessas situações é a judicial e, lógico, uma auditoria externa.

Bater em ferro frio p'ra que?

Em vez de discutirmos BET, ES e outras milongas, vamos partir para o finalmente para não entrar no jogo deles.

Auditoria externa será a solução para nós e uma temeridade para eles.

Não podemos continuar fazendo parte da brincadeira. Vamos tomar medidas sérias e reais. Para mudar o jogo só existe uma tática realmente contundente: a auditoria.

Temos conhecimento mas nos falta ação.

Boa sorte a todos.





Anônimo disse...

É o seguinte. Participo, desde o inicio, do seu blog. Tá tudo dominado. Dr Dr Medeiros, esta é a última mensagem, que envio para o Sr. Dr Dr. O Sr é uma ALMA viva entre nós. Apesar do seu salário, claro por merito, nunca abandonou s gente, nem no dia de natal. Mas, acabou. Já mandei minha proposta a previ para receber via orpag/Scr.
Obrigado Dr Dr Dr Dr Dr Dr

Anônimo disse...

Onde dan Conrado, sem sem ser o cantor, chega o diabo tá.

Anônimo disse...

Esta Isa não tá com nada. Muda dr assunto para teu blog sair do marasmo.

Anônimo disse...

Resumindo o que acabei de ler desta reunião...

Somente resta a UNICA opção:

A VIA JUDICIAL

(e ponto final)

Daniel Pereira

Aristophanes disse...

Prezado José Humberto.
Agradeço a atenção e a potencialização que Vc. dispensa ao meu último comentário. Fiz a inserção
Dampla em quatro blogs(Medeiros, Zanella, Marcos e meu homenageado Edgardo). Os blogs são muito dinâmicos, mormente nesse momento crucial, de tanta indignação. Por isso, em vez de reeditar as "reflexões", prefiro remeter o leitor interessado para as páginas daqueles blogs, onde elas foram inseridas, originalmente. Agradeço a sua compreensão. Cordialmente, Aristophanes.

Aristophanes disse...

Prezado José Humberto.
Agradeço a atenção e a potencialização que Vc. dispensa ao meu último comentário. Fiz a inserção
Dampla em quatro blogs(Medeiros, Zanella, Marcos e meu homenageado Edgardo). Os blogs são muito dinâmicos, mormente nesse momento crucial, de tanta indignação. Por isso, em vez de reeditar as "reflexões", prefiro remeter o leitor interessado para as páginas daqueles blogs, onde elas foram inseridas, originalmente. Agradeço a sua compreensão. Cordialmente, Aristophanes.

Unknown disse...

Colega, se entender apropriado e ético, favor publicar o texto a seguir:

Ao Dr. Medeiros.
Artigo Extraído do saite:
http://tribunadaimprensa.com.br/?p=79273
Diz no Título do artigo:
“””
Confira o impressionante diálogo do cacique Aurélio Tenharim com o comandante militar da Amazônia
Postado em janeiro 8, 2014 por Tribuna da Internet 2 comentários
José Maria Tomazela O Estado de S. Paulo
“””
Colegas,
Vale a pena ler o artigo do saite acima e refletir, sobre como o governo brasileiro age com seus cidadãos, com suas crianças, com os idosos, os aposentados e o povo indígena.
No artigo, o cacique lembra que eram 30.000 índios, hoje são 800.
Atentemos,pois, para esse detalhe!
Fica então a pergunta, quais são as reais intenções do BB e dos “dirigentes “ da PREVI, com relação aos aposentados e participantes do nosso fundo de pensão, que existe desde 1904, e também quais são as reais intenções e os planos do governo, inclusive com os demais aposentados do INSS ?
O diálogo do cacique Aurélio, com o comandante militar da Amazônia, General Eduardo Villas Bôas, nos dá uma pista alarmente e triste, que indica o nosso futuro, penso nada promissor, como cidadãos brasileiros, se não lutarmos pelo Estado Democrático de Direito, no Brasil.
O governo do Brasil, tudo indica, tem sua sede administrativa num outro país qualquer.
Brasileiros , vamos nos unir e agir enquanto ainda há tempo... espero!
José Luiz Pereira Lamas.

Anônimo disse...

Éhhh, está provado, que lugar de sindicalista é do lado de fora fazendo piquete e distribuindo panfleto e não do lado de dentro se fazendo de administrador.
A Previ, como o resto do Brasillll, está fazendo água.

Anônimo disse...

Por favor me passem o site do jornal para que possa deixar o meu comentario também. Não consegui entrar nesse que a Pensionista sem voz deixou.

CArlos-Rio Pardo(RS) disse...

A Anabb, em seu site, disse que assim que encerrasse a reunião de ontem, daria notícias para nós. Nâo deu porque está com vergonha do vexame que foi a reunião ou porque ela está tentando conseguir algo para nós e anunciar algo com Nexo,,,não coisas tipo a Previ recebe associações e blá,blá,blá...Grande M......não faz mais que a obrigação,,,,,mas e adianta para que,,,isso que eles falaram na reunião,,,,é a mesma coisa que ler aquelas revistinhas com papo furado....Isso não é reunião,,,,pois é unilateral.....Abr.

Anônimo disse...

Medeiros.
Estamos aguardando as ações para desencadearmos o ataque. Escreva alguma coisa hoje. Ficamos na expectativa.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Tenho uma dúvida e gostaria de contar com seu vasto conhecimento para dirimi-la:
"O pagamento do BET e a dispensa de contribuições ao funcionários da ATIVA foi uma decisão política, ou baseada nos estatutos ?

Anônimo disse...

Quando a P. TEJANO emitiu comentários aqui no blog, um monte de colegas, ficou a retrucar os seus comentários.
Ninguem reconheceu a P. TEJANO.
Porisso a razão de tantas reuniões e a tanto tempo com os mesmos protagonistas, ora de um lado ora de outro.
Cuidado. Vem aí novas eleições.
Vê se desconfia, pô!

Carlos- Rio Pardo(RS) disse...

ES - Já está liberada no site da Previ a opção para postergar as 3 prestações do ES.Abr

fernando disse...

Dr Medeiros, acho que a devolução das contribuições após 360 contribuições, tá caindo de maduro, o acordo de 2007, a PREVI assinou embaixo com o famoso Renda temporaria de Renda certa,com meia duzia recebendo acima de R$ 1 milhão.Ou paramos de contribuir ou nos devolvam o excedente das 360 contribuições. NO mais, pelo que li, a PREVI nos enrola sempre com o cálculo atuarial, que teriamos que contratar um especialista para recalcular esses valores.

Anônimo disse...

Esta reunião é uma afronta às associações menores. Quiseram apenas valorizar dois PAQUIDERMES, que pouco ou nada fazem pelos associados. Ao contrário, hoje uma delas apenas defende o BB em detrimento de seus mais ou menos 100 mil associados, que deste forma são solenemente traídos. Só não vê, quem não quer, ou não conhece a natureza humana.

Anônimo disse...

Suspender as prestações do empréstimo simples é apenas prolongar o sofrimento dos aposentados e estimular o pedido de novos empréstimos para aqueles que ainda não os possui. Resumindo: é a pior das soluções.

Anônimo disse...

Também acho que só auditoria externa pode resolver.Chega de dar tapinha com luvas de pelica.
Precisamos saber como se faz esse processo com urgência.

Pensionista sem voz disse...

Anônimo das 6:54 de hoje,

O link q cai direto na notinha q cita nosso querido Dr. Medeiros é:

http://www.diariodopoder.com.br/noticias/previ-corta-beneficio-de-associados-de-surpresa-2/

Copie e cole o endereço todo q vc já vai cair lá. Até agora só tem 11 comentários.

O endereço do site é http://www.diariodopoder.com.br

O problema é q fica meio difícil achar a notinha no meio de tantas outras. Pode facilitar se vc entrar na busca do site e procurar por "Previ corta benefício de associados de surpresa".

Tem tbm o "Bronca Geral", no mesmo site:

http://www.diariodopoder.com.br/broncas/

Espero q agora dê certo.

Anônimo disse...

Uma vez que o BET não tem mais solução, acredito que o deveria ser levantada a bandeira dos aposentados que já verteram mais de 360 contribuições ao longo da vida, como muito bem propôs a Sra. ISA NORONHA.
Não faz sentido um plano fechado voltar a cobrar contribuições dos aposentados.Abs

Anônimo disse...

Dr.Medeiros,
Pelo amor de Deus não nos abandone pois só o Sr. trava uma batalha incansável e aborda assuntos realmente importantes.No meio da situação crítica que estamos vivendo alguns blogs parece que estão em outro mundo.

Anônimo disse...

Dar. Medeiros já nem estou tão preocupado com a falta do BET estou preocupado com o futuro de minha família! Com mais de 70 anos vou tentar voltar a trabalhar, a Previ não está em boas mãos, estou muito preocupado.

Anônimo disse...

DR.Medeiros,

SUSPENDER O ES POR 3 MESES - VAMOS TODOS PEDIR PARA A PREVI SENTIR COMO ESTAMOS ESFOLADOS.(PODERÃO PRORROGAR POR MAIS TEMPO)

SUSPENDER AS CONTRIBUIÇÕES DE QUEM JÁ PAGOU POR 360 MESES.(UM VERDADEIRO ABSURDO CONTINUAR A SE COBRAR DE QUEM JÁ PAGOU POR 30 ANOS)

É O MÍNIMO DE IMEDIATO, DIANTE DA FALTA DE PODER QUE TEM A PREVI.

Anônimo disse...

MEDEIROS, VEJAM O RESULTADO DA REUNIÃO DE ONTEM NO SITE DA ANABB. AGORA UMA PERGUNTA: O QUE QUE A ANABB FOI FAZER LÁ? O SENHOR SÉRGIO RIEDE, PELO JEITO FOI LÁ SÓMENTE PRA TOMAR SUCO. NÃO FEZ NADA!

Anônimo disse...

Medeiros,

Temos direito à diferença do que o BB já contabilizou, como ele leva de uma só vez os 7,5 bi e o nosso à conta gotas acaba nos 4,6 bi.

ONDE FOI PARAR OS 2,9bi RESTANTES

Anônimo disse...

NÃO TEMOS AUMENTO NEM IGUAL AO DO INSS E AINDA QUEREM NOS TIRAR O BET.

Anônimo disse...


As grandes reversões do mercado de ações que marcaram a história econômica de fato são imputadas ao “paradoxo da liquidez”: se a liquidez dos investimentos (PETRuska, VALEska) é uma possibilidade para cada ator, considerado isoladamente, é impossível obte-la para a comunidade de investidores tomada como um todo, ou seja, quando todos querem se livrar de seus títulos ao mesmo tempo. Como sem hesitação diz Frédéric Lordon, "a liquidez como possibilidade permanente de saída, como uma garantia de reversibilidade é uma mentira coletiva: ela se esquiva quando todos simultaneamente tentam exerce-la (...), há algo do suplício de tântalo na liquidez financeira: ela se esquiva mais inexoravelmente a medida que ela é mais intensamente procurada”.

Izabel disse...

Medeiros, pelo amor de DEUS, temos que entrar na justiça IMEDIATAMENTE!!!

Anônimo disse...

Sabem aonde foram parar os 2,9bi RESTANTES? Em lagostas , camarões... para os dirigentes da PREVI. Ainda duvidam?Abram a caixa preta

Anônimo disse...

Também acho.

Só entrando na justiça e colocando auditoria externa (com auditores incorruptíveis, sem nenhum vínculo com quem quer que seja da Previ).

Temos que tomar medidas efetivas e não ficar só no blá, blá blá.

Anônimo disse...

Aposentados,

As associações que se reúnam e contratem uma auditoria externa, para inspecionar a contas da Previ e de seus diretores, bem como os do BB.
Façam denúncias para todos os organismos possíveis.
Crime hediondo para com os idosos nas Nações Unidas, Basiléia, outros.

Anônimo disse...

Volto a enfatizar : para buscar a reversão de nosso prejuizo com os incomPTentes = ações judiciais contra a Diretoria Executiva, contra o Conselho Fiscal e contra o Conselho Consultivo do Plano 1. O que esta cambada fez para, com esse patrimonio, apresentar déficit ??? Respondam por seus atos administradores incomPTentes, sindicalistas planfetários ...

Anônimo disse...

Um diretor do BB ou PREVI que se aposenta, não existi carreira de diretoria, eu quero saber quanto tempo ele contribuiu para levar um salario de aposentadoria no valor de mais de 50 mil, não existi matemática para chagar nesse valor esta tudo errado. É pura politica de nomeações de partido de governo. Auditoria isso não vai existir nunca.

Anônimo disse...

Quem vai julgar as ações para impedir a suspenção do BET e volta das contribuições?????
Ahahahahah............