AMARGURA DE DERROTADOS

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Lendo alguns comentários no meu blog e algumas postagens em blog alheio, sobre a novela do ES, me dou conta de que a vitória da chapa 3 - a nossa vitória - nas eleições da Previ, causou muita amargura , mas muita mesmo, em colegas que apostaram nas outras chapas. A dor de cotovelo, a mágoa, são evidentes e dolorosas demais.

Em vez de reclamar da decisão do ES,, que não contemplou uma parcela dos participantes, talvez a menos numerosa mas a mais necessitada, de apresentar sugestões de aperfeiçoamento, de mostrar as imperfeições, a preocupação dessa turma amargurada e insatisfeita, é chamar atenção para a atuação ou inoperância dos novos eleitos. AH !  Se a chapa em que votei tivesse ganho seria outra coisa !

O que impressiona é a ignorância de colegas (?) que se julgam superiores e até dirigem associação, a respeito das normas que regem a Previ.  Confundem benefícios com salários, transparência com confidencialidade, não sabem o que é colegiado, como se compõe, quais as atribuições, direitos e obrigações, de diretores e conselheiros.

Incrível mas essa ignorância (?) dói na alma, porque ela prejudica os nossos interesses e liquida com nossas pretensões de melhorias, e ainda por cima desvaloriza profissionalmente a nossa condição de funcionários do Banco do Brasil, que parecem nem saber qual a verdadeira função e dimensão do crédito na sociedade e na vida de cada um.

Ignorância e alienação juntas formam um casal insuportável, com certeza.

Os amargurados ainda não entenderam que a chapa tres ganhou a eleição porque fez por merecer. Saiu da zoina de conforto, saiu de trás do computador, tirou o traseiro da poltrona, foi para as ruas,, foi para dentro das agencias do BB, se expôs na mídia, foi atacada violentamente, não se mixou, fez o bom combate,  apresentou propostas honestas, não fez promessas absurdas, e venceu.

Essa história de que vai se acovardar frente a travas legais, que existem em todas as organizações, e que vai se acomodar por passar a receber polpudas remunerações, já está por demais batida, é para boi dormir, não tem mais graça, só a repetem os amargurados e frustrados.

Aqueles que agem em vez de só criticar, escrever e se lamentar, continuam e continuarão lutando por melhorias para os participantes.. E nesse caso o que vale é a disposição para a luta, o esforço continuado, a garra para a disputa.

Quem sabe ?  Quem sabe faz a hora não espera acontecer. E´ com esse espírito que vamos em frente. Sempre. Nunca olhamos para os lados, que é onde os cães ladram, nem para trás, pois significa retrocesso. Os que estão comigo, com esse espírito, de animação, de bom humor e de compreensão, que me sigam. Os que não estão, paciência, que abandonem o barco e fiquem pelo caminho, mas, por favor, não atrapalhem.

Eu estou, como sempre, fazendo a minha parte.  Não me limito a escrever reivindicações nem manifestos. Passo para a ação. No caso do ES, saí do meu conforto aí em Porto Alegre, e vim passar frio aqui no Rio de Janeiro, agindo junto à Previ, desde quarta feira, 23, defendendo arduamente os interesses dos prezados associados da AFABB RS e dos meus queridos eleitores, que confiaram em mim.

Seria muito melhor, com certeza, para obter melhores e mais rápidos resultados em meu trabalho, que contasse com torcida a favor, em vez da descrença, pessimismo  e a amargura dos derrotados.

Vamos que vamos!

63 comentários:

Marco Orlando disse...

É isso aí Medeiros,
Trabalhei pela chapa 3 em diversas agencias e via telefone e não me arrependo. Temos muito trabalho pela frente e muitos objetivos a serem alcançados, com paciência e negociações difíceis mas não insuperáveis. Se no momento a Seguridade está com as cartas na mão, vai chegar uma oportunidade em que eles vão precisar dos votos da Diretoria de Administração e do Planejamento para aprovar propostas/projetos e aí é que podemos fazer valer a força dos eleitos, mesmo em desvantagem proporcional.
Com certeza, como me afirmou a Cecília: "Dias melhores virão."

Vamos que vamos.
Marco Antonio Orlando

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, voce é uma pessoa maravilhosa, digna de admiração, luta efetivamente pelo seu semelhante, nós que votamos com firmeza na chapa 3, estamos muito satisfeitos com a atuação de todos os seus integrantes.

José Humberto disse...

Prezado Medeiros. Mantenha-se assim! Compreensivo, determinado, coerente e com esta grande desenvoltura para ações produtivas.Que Deus te ajude sempre. Conte comigo. José Humberto

Valdevino disse...

Prezado Medeiros,
Não sou muito de publicar em blogs, no entanto, com esta sua última publicação senti na obrigação de manifestar:
Tenho 63 anos e não fui contemplado no ES, no entanto, meus pais ensinaram que as pessoas devem ser respeitadas ao longo de suas vidas. O senhor, o Ari, o Carvalho e nossa Diretora Cecília têm dedicado imenso esforço para defender nossos interesses junto à Previ. Vamos cair na real, a parcela previ e realinhamento do benefício, mesmo com o início de nossa luta, dependem de estudos e decisões também de outros órgãos envolvidos e carecem de tempo para obtermos êxito. Devemos, agora, depositar nossas esperanças nos senhores no sentido de conseguirem uma alternativa a curto prazo para amenizar o sofrimento financeiro dos não beneficiados pelo ES.
O caráter, a honestidade, a solidariedade e a retidão dos senhores não serão afetados por comentários impróprios de alguns que, no desespero, ultrapassam os limites do respeito mútuo. Peço aos senhores que não levem em consideração e que continuem contando com o nosso irrestrito apoio e respeito.
Obrigado

José Narciso d'Almeida Castro Jr. disse...

Alô, Medeiros!
Essa notícia interessa aos participantes do PLANO 1: https://secure.avaaz.org/po/petition/PREVI_CAIXA_DE_PREVIDENCIA_DOS_FUNCIONARIOS_DO_BANCO_DO_BRASIL_Providenciem_o_cancelamento_da_contribuicao_mensal_C800_d/?shAlgeb

Ademar disse...

Sr. Medeiros,

O m eu apoio à chapa 3(Tres) continua incondicional.
Pode acreditar que se vocês não estivessem compondo a Diretoria da Previ, seria muito, mas muito pior mesmo.
Uma guerra é feita de varias batalhas, com vitorias e derrotas, e a nossa esta apenas começando. Ainda teremos muitas vitorias e derrotas pela frente, o que não podemos é desanimar.

Anônimo disse...

Prezado Medeiros, é o desespero, veja bem, o endividado que apoiou a chapa 3 apesar de tudo alimenta esperanças pois acredita em vitórias futuras , já o endividado que alimentava esperanças em outra chapa fica na ilusão e daí atira pedras, eu continuo acreditando na luta de voces, só peço alternativas para as emergências seja junto ao BB, COOPERFORTE, POUPEX, PAS, ou outros, mesmo que seja aumento de dívida , já que a PREVI não cedeu as propostas da Diretoria de Seguridade, é questão prá ontem , os demais degraus dessa escalada iremos conquistando com a ajuda de voces, claro.

Anônimo disse...

Todos sabem qual é a origem desses ataques.
Adeptos da teoria do caos, do "quanto pior, melhor", posam apenas de críticos, mas são incapazes de dar sua efetiva contribuição para construir propostas que melhorem a nossa condição.
Melhorar não interessa, pois esvazia o discurso daqueles que só crescem na desgraça e no infortúnio.
Chegam ao cúmulo de mexer com sentimentos alheios, de pessoas em desespero, para jogar gasolina na fogueira.
E com isso fazem o jogo da PREVI, que é enfraquecer os nossos representantes eleitos.
No fim todos perdem, nenhum de nós ganha com isso.
Aliás, há quem se beneficie: A PREVI/BB, que basta dificultar as coisas para provocar a ira dos incautos que vão descontar nos eleitos, e o ego dos que apostam no caos para sair do ostracismo e voltar à ribalta.

Anônimo disse...

concordamos plenamente com seus comentários, porque a turma do - “SE HAY GOBIERNO, SOY CONTRA!” - está querendo aparecer e pior, no Blog dos outros, porque não tem capacidade/leitores em seus próprios blogs - portanto ficam "pipocando" no dos outros
Ademir Medeiros Martins
BAl.Camboriú(SC)

Pompeo - Mococa SP disse...

Prezado Dr. Medeiros,
Concordo plenamente com tudo que escrevestes.
Lendo alguns comentários publicados chego a ficar indignado de ver tanta ignorância ai relatada. Chego a pensar: será que estas pessoas realmente foram aprovados num concurso do BB? pois o que expressam demonstram total desconhecimento do funcionamento e finalidade da PREVI.
Mas Dr. Medeiros e demais eleitos da CHAPA 3 sabemos do total comprometimento de todos voces em nos bem representar dentro da PREVI. Temos total certeza que estão lutando para que a PREVI volte a ser forte e possa sempre nos garantir uma aposentadoria digna. Sabemos também que voces são minoria dentro do colegiado e sofrem todos tipos de pressões. Mas fiquem firmes e continuem lutando por todos nós. Ainda bem que temos voces, pois até a poucos dias não tinhamos ninguem. Um grande abraço

Anônimo disse...

Prezado Dr. Medeiros, eu também não tive condições de renovar o ES, devido a MC negativa, mas era sabedor que não daria, há não ser que aumentasse bastante o prazo do ES.
Mas, posso lhe afirmar de que não me arrependo de ter votado na chapa 3, e sei que tentaram com muito empenho as mudanças desejáveis, mas, não deu. Portanto Dr. Medeiros, assim como o colega, os diretores Carvalho, Cecília, Décio e Zanella e os outros componentes da chapa 3, continuam gozando da minha confiança, e se tivesse hoje que votar e trabalhar, votaria novamente na chapa 3. Abraços, bastante saúde e vamos que vamos.

Rogério Luiz Carvalho Pelotas .RS.

Medeiros disse...

QUeridos colegas e apoiadores,

Tenham a certeza de que nunca vamos abandonar vocês. Continuamos lutando para vencer resistências e contemplar os que ficaram a margem. Vamos que vamos, sempre. A desesperança e uma péssima companheira.

Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tarcisio augusto bulhoes martins disse...

Dr. Medeiros, boa tarde. A PACIÊNCIA é a sua maior VIRTUDE; como se diz; A PACIÊNCIA É MÃE DE TODAS AS VIRTUDES. Daí se explica a sua tenacidade no bom combate, em busca de objetivos maiores que contemple á todos nós associados da previ. Trabalhei, votei e continuo votando e confiando no trabalho do Senhor e de todos componentes da chapa 3 - PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS. Enquanto os CÃES ladram a caravana passa. Que DEUS o proteja. Tarcísio.

Raimundo disse...

Concordo plenamente com suas palavras Dr. Medeiros.De todas as vezes que votei nas eleições da PREVI jamais houve uma chapa formada por pessoas tão gabaritadas e comprometida com o bem estar dos participantes. Sei que há muitas pedras no caminho mas minha confiança na luta é inabalável. Siga em frente, muitos estão ao seu lado.

Anônimo disse...

Medeirão, gosto muito do seu modo de agir, um olho aberto... outro fechado, demonstra muito equilíbrio! Ouve a Chapéuzinho Vermelho e também o Lobo Mau! Isso que estamos fazendo é política pura! Vosmicê com toda inteligência que Deus lhe deu, não acha, que deveríamos pressionar essa laia de deputados federais ávidos por nossos votinhos para reverter muita coisa que tem nos atormentado nessa Previ??? O caminho mais curto para nossos reclamos chegarem à mandatária maior desse país bagunçado é via deputados doidos para serem reeleitos! Se escrevi baboseira me perdôe porém insisto em dizer: que agora, pressionar essa classe, estaríamos no ataque contra os cabeças de bagre da Previ. Vamos que vamos Medeirão! Vosmicê é que nem algodão doce de São Severino: Gosta homem, mulher e menino! Grande abraço.

João Rossi Neto disse...

Sua mensagem foi recebida com sucesso.

De : atend@previ.com.br
Para:jrossineto1@uol.com.br
Assunto: O OVO DA SERPENTE E O ES, TUDO A VER.
Data: 25/07/2014 14:33

Senhor(a) JOAO ROSSI NETO

A PREVI confirma o recebimento da mensagem abaixo.
Aguarde nosso retorno em breve.

Gerência de Atendimento
PREVI

Tipo: Reclamação

O OVO DA SERPENTE E O ES.

Quando a situação é macro, com elevado número de devedores, alguma coisa, em determinado momento foi responsável pelo descontrole financeiro geral. Casos isolados, aqui e acolá, não seriam dignos de preocupação, todavia, quando o estrondo da boiada supera a casa dos 30.000 associados, significa que, efetivamente, tem algo podre no reino da PREVI.
Existem algumas lógicas axiomáticas que merecem ponderações, análises e aprovação.
a)- Pelo lado dos DEVEDORES, alguns fatores negativos forçados por esse Fundo contribuíram decisivamente para a penúria dos participantes e assistidos:

1 - Ninguém se endivida e esgota a sua capacidade de pagamento, exaurindo os seus benefícios com débitos consignados por simples capricho; Obviamente, são as circunstâncias (carência de dinheiro) que obrigam tais sacrifícios; Achatamento real nos valores das aposentadorias; Poder de compra reduzido pela inflação alta; Reveses nas Bolsas de Valores; Queda vertical nos superávits; Manutenção perigosa e suicida de recursos (+ 60%) em Rendas Variáveis (ações, fundos de ações) e para fechar, corte de 24,8% nos benefícios, que foi o tiro de misericórdia, aquele desferido na nuca do moribundo.

b)- Pelo lado do CREDOR:
2 – Estando um devedor com dívida praticamente impagável, credor algum, com absoluta razão, vai querer aumentar a sua exposição, fazendo novo empréstimo. Neste caso, para tentar recuperar o capital emprestado, em jogo, o correto é criar alternativas para viabilizar o retorno, sendo de fundamental importância, aumentar o prazo para quitação e com isso reduzir o valor das parcelas, sejam elas, mensais, trimestrais, semestrais ou anuais. Em linhas gerais, isso é prática corriqueira nas instituições financeiras e no mercado como um todo.
Os associados dessa Caixa estão cientes de que qualquer aumento da dívida é impraticável, bastando apenas nivelar o limite com o saldo devedor para viabilizar uma operação mata-mata, alongando o perfil do débito através de prazo maior – no mínimo 180 meses – e alguma redução nas prestações.
Essa providência é vital, imprescindível e inadiável. Como foi essa própria Caixa quem chocou o ovo da serpente, criando o imbróglio financeiro com o corte do BET e volta da contribuição, na qualidade de EFPC sem fins lucrativos, tem responsabilidade e obrigação moral de ajudar a equacionar as pendências geradas nas suas entranhas.
Em resumo, o que os associados querem: Maior prazo e prestação menor no Empréstimo Simples, o qual poderia, para quem aderir ao saneamento proposto, ter a sigla de ES-SAN, onde o adesista ficaria impedido (alijado) de contrair novo ES normal, de forma definitiva.
Essa Diretoria Executiva precisa ser mais maleável e compreensiva, porquanto até os bancos privados, do capitalismo selvagem, elaboram esquemas especiais de pagamento para os péssimos pagadores e piores clientes, oferecendo-lhes descontos e outras vantagens para manter lubrificados os canais de negociação e recebimento.
Nós, associados e verdadeiros donos do Fundo, de idoneidade comprovada e conceito ilibado, não temos o respeito e tratamento diferenciado pelos anos de trabalho sério e honesto dedicado ao BB.
Só não estamos inadimplentes porque, com mão de ferro, bloqueiam as prestações na fopag, desfalcando o dinheiro dos remédios, da alimentação, das contas das concessionárias de serviços, etc.
Refutam as nossas reivindicações sob o pretexto das normas e como os empréstimos estão em curso normal, esquivam-se de ouvir as nossas lamentações e dificuldades. Essa Diretoria Executiva nos trata e nos enxerga com visão colonial e imperialista. Necessitamos de fórmula de longo prazo para equacionar a dívida que já ganhou rito de bola de neve.

Anônimo disse...

Medeiros,
O seu recado tem endereço certo. Acho até que Você gastou muita vela pra pouco “defunto”. Faça como eu, com relação ao cidadão para o qual, repito, a sua mensagem foi endereçada: “Fiz um bom negócio”.

Anônimo disse...

Medeiros,

Também sei que seu recado teve o endereço certo. Mas acho também que a "peça" não vale a vela queimada, acho que a dita pessoa, tem é muita dor de cotovelo e é mal resolvida.
Tenho certeza que sei quem é!!!
Abs.

Jurandir Waltrich disse...

Dr. Medeiros!

Compartilho minhas idéias e minhas angustias, com os comentários do Valdevino, não por acaso estamos na mesma faixa etária e, ambos não fomos contem-
plados com os novos parâmetros do ES, nem por isso, vamos deixar de
lutar por melhorias no plano 1.
Abraços!

antonio americano do brasil borges disse...

Caro Dr. Medeiros, felizmente temos o seu blog para nos manifestarmos, nós aposentados que praticamente somos órfãos em relação à PREVI, graças à sua pessoa temos alguém com quem contar.
Gostaria que inserisse sempre em suas publicações a seguinte frase.
"COLEGAS APOSENTADOS, LEIAM TODOS OS COMENTÁRIOS POSTADOS" ou algo equivalente.
Parabéns pelo seu excelente trabalho em nossa defesa.
Abraços fraternos,
Antonio Americano
Goiânia (GO)

rafael campagnoli disse...

Dr. Medeiros, concordo com praticamente tudo quanto postou no brilhante texto. Mas a nossa angústia e sensação de derrota, depois de mais de 32 anos trabalhando no BB é muito grande. Motivo de insônia e outras consequências: perda do gosto de viver, ansiedade exacerbada, medo do futuro etc. Tudo isso porque acreditávamos que tudo de bom que falamos da Previ ia acontecer conosco quando aposentássemos. Ledo engano! Terrível engano! O que mais me atormenta é ter aposentado para ficar assim: muitos dizem, ah, mas se ficasse no Banco ia morrer por conta da pressão por metas ... E agora? parece que não mudou nada, porque o mesmo diretor agora é o Presidente reeleito da Previ. Veja onde chegamos: queremos apenas que aumentem o prazo do ES para pelo menos 180 parcelas, de modo que diminua o impacto da perda de 24,8% nos proventos! Dia 20 é um fato! As contas vencem e estamos recebendo menos! Agora é fé em Deus e na ação de vocês a nosso favor. Mandem notícias boas de vez em quando, para que não percamos a esperança!

Lucia disse...

Concordo que vcs estão tentando ajudar a maioria, sim a maioria que ficou sem os benefícios do
ES.O seu post Medeiros é muito bom, mas lembro tbm que em todos, eu disse todos os e- mails enviados pela chapa 3,antes das eleições, nunca citou que a ajuda imediata que dariam, dependeria daqui ou dali de dentro da Previ. É essa a questão de que muitos estão decepcionados agora depois das eleições.Acredito sim que vcs vão conseguir muita coisa...mas precisamos de algo de concreto de imediato, mesmo que lógico, por ser tão rápido, não seja a mais viável.Obrigada.

Anônimo disse...

O momento não para mágoas ou dor de cotovelo. Tanto a chapa 3 como os diretores da Previ, representantes do patrocinador(BB), são nossos representantes também. O BB sempre foi reduto do PT e a esmagadora maioria dos funcionários e aposentados votaram no Lula e na Dilma.

Será que alguém na hora H vai ter coragem de votar no Aécio?

Portanto, todos que estão na Previ são nossos representantes e a hora é de reinvindicarmos a volta da suspensão das contribuições e mantermos a unidade de um governo de esquerda.

Anônimo disse...

Dr Medeiros, me ajude a entender a lógica da Previ. Eu fiz o empréstimo de 130 mil. Depois da suspensão paguei uma prestação, - agora, devo 139.000 e pago pouco mais de 2.000 - Fui tentar renovar e não consigo. Ora, a Previ deveria liberar para mim os 145 mil, deduzir o saldo devedor e assim me sobraria um troco de uns 6.0000 com parcelas quase iguais ao que eu pagava, ou seja, pouco mais de 2.0000 ---- Como não tenho margem ? Se eu tinha pra pagar os poucos mais de 2.0000 esticando o prazo é lógico que a prestação irá reduzir.
Me explica pq eu não consigo entender.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Durante todo o tempo em que trabalhei no BB encontrei colegas que nunca estavam contentes, nem com o trabalho, tampouco com o salário, são os eternos insatisfeitos com a vida. Os endividados sempre existiram e continuarão a existir em todos os segmentos da população, à exceção dos casos justificados por fatos incontornáveis, doenças por exemplo, no mais o que sempre existiu é falta de controle mesmo. Vi colegas de bons salários que nada possuíam, outros de nível menos elevados tinha sempre a vida equilibrada. Vi gerentes de agências com filas de cobradores a cada dia 20. Pensar que o ES pode ser solução é muito simplista. Não se incomode com as críticas, só as recebe quem faz alguma coisa.

carlos são thiago disse...

Estou com os amigos da chapa 3.

Anônimo disse...

Chega de chororo.
Vamos tentar algo antes das eleições.
Associações, sindicatos, pessoal da ativa, aposentados, amigos e inimigos, endividados e abastados, TODOS, pela volta da suspensão das contribuições.

Anônimo disse...

Meus votos de confiança, temos que compreender que mudança da diretoria da Previ não pode resolver todos os problemas, principalmente tudo logo na posse. Importante a iniciativa de buscar soluções e isso demonstra sensibilidade com a situação dos associados. O trabalho dedicado e bem intencionado há de mostrar os seus frutos ao longo da gestão. E olhe que a minha situação é difícil.

djpga disse...

Ao colega José Narciso d'Almeida Castro Jr., assinei e divulguei a petição para toda minha lista. E continuo tendo confiança no Dr. Medeiros e na Chapa 3. Estão apenas começando, tenho a certeza de que irão vir muitas vitórias.

Anônimo disse...

Para o Anônimo das 17:10.
Amigo, parece que você leu o meu pensamento! É isso mesmo. Tudo o que você disse é a pura realidade. Não vamos desanimar e sim confiar nos nossos eleitos dando-lhes todo o nosso apoio. A choradeira que estamos vendo, com raríssimas exceções, não é justa e sim choro de perdedores. Confiemos na chapa 3!

Anônimo disse...

Parabéns Dr. Medeiros!
Excelente Postagem.
Votei e continuo dando total apoio a Chapa 3, pois foi nela que reconheci os verdadeiros representantes dos aposentados junto a nossa Previ. Tenho total esperança de que ainda teremos dias melhores, pois o grupo tem e sempre terá o compromisso de buscar sempre o melhor que for possível para todos os beneficiários da Previ.

Medeiros disse...

Lúcia

Sinto muito te contradizer. Leia as propostas de campanha. Está claro que nosso propósito era o de mostrar inconformidade e lutar por melhorias. Era sabido que a eleição não era majoritária. Ninguém quis enganar ninguém. Você infelizmente não compreendeu. Sugiro que se informe melhor.


Anônimo disse...

É isso ai Dr. Medeiros, estou com o senhor, vamos lutar pelo que realmente pode ajudar a todos, REALINHAMENTO DO PLANO E RECUPERAÇÃO DOS BENEFÍCIOS. E vamos que vamos...

Roberto Martines 8670089-8 disse...

Dr. Medeiros sou chapa 3 desde criancinha. Rio Brilhante MS

Lucia disse...

Medeiros em nenhum momento eu disse que vcs queriam nos enganar,eu disse que vcs estavam tão certos que conseguiriam algo de imediato pela perda do Bet e volta das contribuições, que todos, todos nós acreditamos.Eu tenho guardado e relí todos os e-mails,tanto os da chapa qto cada um individualmente.Eu disse e repito,sei e tenho certeza que vcs vão conseguir melhorar nosso salário.Mas de imediato precisamos de algo, pela diminuição dos nossos salários. Como sempre respondí nos e-mails, obrigada pela atenção em responder.

Anônimo disse...

Uma das poucas coisas lúcidas que li a respeito do ES

Anônimo disse...

Dr. Medeiros, entendemos que o ES é página virada não se fala mais nisso, a esperança está no fechar de 2014, ou seja vamos torcer para mudanças do governo, em outubro, até aqui tudo entendido, porém precisamos que nossos eleitos intercedam por nós administrativamente no sentido de pedir liberações tais como essa liberação do PAS-DESEQUILÍBRIO FINANCEIRO para os aposentados e pensionistas, ou será que devemos pedir isso a políticos? aí deixaremos de ser oposição.Por favor Medeiros consulte essa questão ,pois eu já tentei telefonemas para GEPES-Brasília , lá ninguem conhece a fundo a modalidade, mas foram gentis ao me atender, sinto que se for para atender os 2000 que ficaram fora do ES, não teremos tanta dificuldade. Aguardo obrgda

ana disse...

Dr. Medeiros,

Continuo confiando no senhor e em todos os componentes da chapa 3. A minha MC também está negativa e não pude renovar o ES, mas estou confiante que dias melhores virão. Deus lhe abençoe e lhe dê muita saúde pois precisamos muito do senhor.

ANTONIA disse...

Dr. Medeiros,
O pessoal, na sua impaciência, está fazendo o jogo "DELES". O que eles querem é que se incie uma desconfiança e descrédito em nossos guerreiros da Chapa 3 para nas próximas eleições, que nós precisamos emplacar um DIRETOR DE SEGURIDADE do nosso lado, nós estejamos desgastados a ponto de perder a oportunidade e eles retomarem novamente o comando.Gente, lembre do ano passado como foi a negociação do ES, foi bem pior, não conseguimos nada.Deem um voto de crédito ao pessoal que já demonstrou que está do nosso lado e LUTANDO por nós. As coisas vão mudar, mas não poderá ser de imediato. Sei que a situação está terrível para muitos de nós, mas, não há GLÓRIA SEM SACRIFÍCIO. Vamos ter fé e já tentar escolher um nome para Diretoria de Seguridade que aos poucos iremos conseguir nossa VITÓRIA.
VAMOS QUE VAMOS!!!

Roberto Martines 8670089-8 disse...

Dr. Medeiros eu sou pelo vale-refeicão para todos os aposentados, seria uma justiça já que o pão de cada dia já começa a faltar para muitos aposentados. E se os comandantes da NOSSA PREVI indicados pelo BB fosse menos burro já teriam visto que isso ajudaria muito o BB visto que muitos da ativa não se aposentaram ainda por causa desse vale. Rio Brilhante MS.

Anônimo disse...

Dr.Medeiros,leio todas as postagens e comentarios do seu blog e admiro cada vez mais a forma educada e humana que aborda cada assunto.Quando foi suspenso o Bet, fiquei desesperada .Foi buscando informaçoes na internet que descobri o seu blog, apesar de não dominar quase nada deste meio de comunicação tão importante.Tudo que aprendi sobre a Previ foi acompanhando o seu blog.Sendo pensionista ainda com muita esperança de dias melhores peço-lhe, não desista nunca, agradeço sempre a Deus por ter colocado pessoas como o senhor para defender os nossos direitos.Que Deus o abençoe muito e vamos que vamos...

Anônimo disse...

As medidas anunciadas nesta sexta-feira pelo Banco Central (BC) para estimular a oferta de crédito foram elogiadas pelos presidentes das maiores instituições financeiras privadas do país, normalmente avessos a falar com a imprensa.
Dr. Medeiros, sendo assim, a Previ não pode rever as bases do ES maroto que nos enfiaram goela abaixo? É muito feio o que esses diretores fizeram com a maioria dos aposentados e pensionistas. Olhe por favor, o que eles estão comemorando: Nos quatro primeiros dias foram recebidas 5.053 propostas, número 51,3% maior do que no mesmo período após a revisão de novembro de 2013. Número muito baixo pois milhares não puderam renovar por conta da MC negativa gerada pela suspensão do BET. Como o ES é um lucro certo para o fundo, eles podem muito bem realizar o que todos pedem: 180/180. A hora é essa, depois da eleição, adeus maria preá!
Read more: http://oglobo.globo.com/economia/negocios/bancos-aprovam-medidas-do-bc-para-estimular-credito-no-pais-13376316#ixzz38aYy8A4b

Anônimo disse...

Esse comentário do anônimo de 25.07, às 12:26 h. resume tudo:... “E com isso fazem o jogo da PREVI, que é enfraquecer os nossos representantes eleitos.
No fim todos perdem, nenhum de nós ganha com isso.
Aliás, há quem se beneficie: A PREVI/BB, que basta dificultar as coisas para provocar a ira dos incautos que vão descontar nos eleitos, e o ego dos que apostam no caos para sair do ostracismo e voltar à ribalta.”
Votei na Chapa 3 e continuo confiando nela, pois vocês são pessoas gabaritadas e comprometidas com os participantes. Sigam em frente, vamos que vamos; a maioria confia em vocês.
Rita

Lucia Fatima Lopes disse...

Votei na Chapa 3, estou muito feliz com a vitória. Acredito em você e em todos que se dispõe a lutar um bom combate. Precisamos entender que não existe mágica e que de repente sai da cartola um ES 180X180. Ânimo pessoal! Buscamos acima de tudo,consideração e respeito. Chegaremos lá. Foi dado um passo muito importante. Vitória da Chapa 3! Paciência e compreensão! Saúde e Paz!

Marco Antonio disse...

Caro Medeiros e amigos de blog,
O ES é página virada, temos de entender essa dura realidade. Venceram os técnocratas de plantão. Não temos meios, sequer, para conferir os números contábeis que nos apresentam para justificar a volta das contribuições e a interrupção do BET. Temos de lutar pelo que está a nosso alcance, ou seja, pela melhoria dos benefícios, ainda que através da reforma do estatuto. Não podemos nos olvidar que somos o corpo social da previ é nessa qualidade, podemos colocar em votação qualquer matéria de nosso interesse. Precisamos apenas saber como colocarmos isso em prática. Com a palavra, nossos líderes, nos quais votamos e continuamos a apoiar, dentre os quais ressalta-se o preclaro e augusto Dr. Medeiros. Aguardamos suas orientações.

Fernando Lamas disse...

Reedição do meu comentário, na postagem “O que rola é a bola”, de 23 de junho de 2014


lustre Doutor Medeiros, saudações respeitosas.

“Esse Papa não precisa falar mais nada.”

Assim expressou-se o comentarista, Padre Roque Schneider, jesuíta, gaúcho de Cerro Largo, quando São João Paulo II, então Papa, subiu, lentamente, para o avião, na despedida da sua última viagem a Portugal. Ele disse isso, pois o Papa já quase não mais falava, consumido pelo Parkinson. Mas, de fato, não precisava mesmo falar mais nada: a sua presença já era luminosa, um discurso vivo, sobre a sabedoria divina.
Lembrei-me disso, após ler esta postagem sua, Doutor Medeiros.
O senhor está, assim vejo, como que explicando-nos do porquê não produzir mais.
Sem adulação, faço um ligeiro paralelo, do fato histórico acima, com a sua pessoa.
Pelo que acompanho, a sua história de vida lhe credencia a um exemplo moral, digno de imitação, como cidadão, profissional, esposo, pai, avô, amigo...
Não significa que eu o prefira, para veneração, apenas. Não!
Sem dúvida, sei que o senhor dará o melhor de si, no cumprimento do seu digno e elevado mandato na Previ, para lá conduzido por votação histórica, em favor de todos, mas, sobretudo, de muitos “irmãos mais novos” seus e das pensionistas, diminuindo o merecido descanso do último quarto da vida.
Da minha parte, pois, não precisa explicar-se: já basta a sua beneficente luz, para orientar, aconselhar a “juventude” Previ Livre, Forte e de Todos.

Grato por tudo e PAZ E BEM!

“Se você encontrar um homem sábio, madrugue, para visitá-lo e que o seu pé gaste a soleira da porta dele.”
Eclesiástico 6,18-37.

Anônimo disse...

Não me arrependo de ter votado e apoiado a chapa 3. O principal que foi prometido na campanha era que haveria luta por melhorias. A luta existe mas convém lembrar aos desavisados que temos somente duas vozes (dois diretores eleitos) num conjunto de seis. Ainda somos minoria. A luta é árdua e não podemos é criar animosidades entre nós. Sei que é difícil ver o quadro da forma que vou colocar. Estamos em um processo de recomeço de busca de melhoras, de termos por parte de quem manda na PREVI (o BB) um mínimo de atenção (sob o aspecto até humanitário para as dificuldades que a grande maioria está passando). O mais difícil na vida não é lutarmos por coisas novas e sim lutar por coisas que tínhamos e perdemos. Perdemos o direito de sermos tratados com dignidade que a nossa dedicação ao BB e nossos cabelos brancos merecem. Vamos continuar dando um voto de confiança a quem elegemos.

Anônimo disse...

....qdo me vejo sem dinheiro,com salario arrochado, lembro dos investimentos da previ em Belo Monte (?),e muitos e muitos outros .......

paraguassu disse...

renovo minha plena confiança nos eleitos da chapa 3. fizeram o que puderam e tenho certeza de que a luta continuará por parte dos mesmos.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

A melhor resposta que podemos dar aos críticos é estar ao lado de vocês neste momento.

Unidos vencemos e unidos venceremos, qualquer que sejam o obstáculos.

Contem conosco,

Existem vozes contra, mas existem muito, muito mais a favor

E Vamos que Vamos!!!

Cláudio

Anônimo disse...

Marco Antonio, Podemos colocar em votação qualquer matéria? estou curioso, isso é bom.

caos e ordem disse...

Olá Medeirão, parece que é chover no molhado, tantos apoios, mas aqui vai também o meu. Fui apoiador da chapa 3 antes das eleições PREVI e continuarei sendo. Encontramos um HOMEM SÁBIO.
Meu apoio com grande abraço.
Sou José Citeli do blog CAOS E ORDEM.

Valdevino disse...

PARA PREVI:
Senhor Diretor de Seguridade e demais Diretores,
NÚMEROS ATINGIDOS PELO EMPRÉSTIMO SIMPLES PREVI
Com 63 anos de idade e com mais de 30 anos de serviços prestados ao Banco do Brasil e de filiação a essa Caixa, menciono o fato inédito registrado no site da Previ: Informação pública entre os filiados dos números atingidos pelas renovações de empréstimos simples.
Quero acreditar que a divulgação não teve a intenção de dar uma resposta aos colegas que não puderam tomar o benefício em função do endividamento e falta de margem consignável e que estão, democraticamente, manifestando suas angustias.
Essas informações, mesmo que politicamente corretas, não trazem nenhum benefício aos filiados não contemplados com o ES e que se encontram em precária situação financeira e com saúde abalada.
Peço vênia para solicitar, encarecidamente, uma análise mais aprofundada visando minimizar os reflexos negativos gerados pelo acima citado, no sentido de excluírem a informação do site dessa Caixa.
Como filiado não beneficiado por falta de margem consignável e sem nenhum benefício no prazo do ES (tinha 108 meses ano passado com 62 anos) e hoje (tenho 108 meses com 63 anos), sem nenhuma possibilidade de redução de parcela, acho que o atendimento àqueles enquadrados nos critérios pré-estabelecidos foi uma vitória.
Seria um ato de grandeza e de sentimento solidário com os filiados excluídos da renovação do ES, uma informação no site que essa Diretoria Executiva e de Seguridade estariam analisando alternativas possíveis de renegociação do saldo devedor do ES, visando devolver aos devedores uma real capacidade de pagamento e uma vida saudável, harmoniosa e de esperança junto a seus familiares.
Aceitem os meus sinceros agradecimentos,
Atenciosamente
Valdevino Alves Sobrinho –

Valdevino disse...

PARA PREVI:
EMPRÉSTIMOS SIMPLES
Para reflexão: Não vou usar a expressão “informar” por ter certeza que essa Caixa, pela ótima qualificação de seus gestores, tem pleno conhecimento dos procedimentos atuais adotados pelas instituições financeiras oficiais e privadas, nos tempos atuais, para casos de inadimplências:
1 – Os bancos, incluindo o BB, oferecem alternativas de recuperação de créditos que chegam a existir redução do capital emprestado (trabalham com recursos de terceiros);
2 – As cooperativas de crédito, no tratamento do mesmo assunto, chegam a oferecer alternativas que vão desde a atualização da dívida, em um primeiro momento, por juros de mercado, em um segundo momento pela Selic, em um terceiro momento pela Poupança e, comprovada a incapacidade de pagamento, o recebimento do capital emprestado.
3 – As renegociações, além de trazer à normalidade os créditos de alto risco, possibilitam ao credor à reaplicação dos recursos recebidos (rotatividade) que a médio prazo recuperam os valores reduzidos quando da renegociação.
4 – As provisões para crédito de liquidação duvidosa, exigidas pelo Bacen, representam expressiva apropriação de despesas quando os níveis de riscos atingem as classificações “C”, “D”, “E”, “F”, “G” e “H”, esta ultima, 100% da dívida.
5 – As suspensões do ES ocorridas no 1º semestre 2014 penalizaram os beneficiados se considerarmos a capitalização dos juros duplicada e, muito mais onerosa se torna se a Previ estiver aplicando taxas de inadimplência contratual sobre as parcelas suspensas, uma vez que não houve alongamento do prazo concedido.
6 – As associações que operam com o crédito, não diferentes das cooperativas de crédito, são regulamentadas pela Resolução 5.764/1971 que, dentre outros assuntos, define que estas instituições se quiserem adotar tratamento diferenciado para uma mesma situação devem, através de seus conselhos, definir pré-requisitos que serão exigidos, dar conhecimento e conceder prazo aos envolvidos para que, estes, se adequem às novas exigências e, só então, aplicam-se as novas regras.
Por último, como o ES é concedido com recursos dos próprios tomadores, tenho convicção que essa Caixa encontrará uma forma de melhorar a qualidade de seus ativos financeiros com minimização dos riscos envolvidos, diferentemente das instituições financeiras, oferecendo uma renegociação a seus devedores de ES, cujos mútuos estão lastreados apenas na consignação em folha e sem nenhuma garantia real e/ou fidejussória. Tenho conhecimento que a procura pela ação “30% consignado” previsto na Lei 10.820, está expressiva por parte dos devedores de ES sem MC, o que classifico como uma medida que não é benéfica nem para credor nem para devedor.
Valdevino Alves Sobrinho

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Votei na chapa 3. Pedi votos (e consegui) a vários colegas para esta chapa e vibramos MUITO com a vitória dela. Temos que entender, entretanto, que não é a chapa 3 que trará solução para os vários problemas na PREVI, porém, devemos analisar com profundidade as sugestões antes de enviá-las àquela Caixa de Previdência, pois, muitas vezes, as atitudes lá tomadas estão, exatamente, de acordo com sugestões enviadas e/ou tomadas por colegas aposentados e/ou associações que os representam. Veja, Dr. Medeiros, dois exemplos relativos ao Empréstimo Simples:

1 - A fórmula 170 foi sugerida por associado aposentado e repassada à PREVI por determinada Associação, entretanto, muitos criticam a PREVI por adotá-la, solicitando sua extinção. Pergunto: se ela era prejudicial aos associados por que foi enviada à PREVI por determinada Associação?

2 - Muitos solicitam que a PREVI não considere no cálculo da margem de 30% as contribuições pessoais/patronais(autopatrocinador), além das contribuições para CASSI/CAPEC, entretanto, fala-se em ação judicial relativa à margem de 30%. Como fica a PREVI nessa situação? Ela tem que cumprir a lei até mesmo para se resguardar a respeito desta PROPAGADA ação judicial.

Como entender estas situações, Dr. Medeiro? Eu também fui prejudicado pelos novos parâmetros do ES, pois, não pude renovar o meu em virtude de margem consignável negativa, mas, a meu sentir, o que causa maior prejuízo é a fórmula 170, encaminha como sugestão à PREVI por determinada Associação.

Conclusão: Penso que devemos analisar detalhadamente as sugestões antes de encaminhá-las à PREVI para que não ocorra situações como da fórmula 170. Se meu entendimento estiver equivocado, esclareça-me, por obséquio, Dr. Medeiros.
Grande Abraço.
Luiz Carlos/BH-mg

Valdevino disse...

Colegas,
Minhas 2 postagens de hoje (27.7), foram encaminhadas à Previ.
Valdevino

Camilo - Judiai disse...

Votei na chapa 3, mandei e mails pros amigos no meu contato. Nao me arrependo. A PREVI ja sentiu que agora tem oposição. Vamos que vamos DR Medeiros...........

Marco Antonio disse...

Ao anônimo da madrugada (3:38),
Entendo que o corpo social (no caso, nós) pode apresentar qualquer matéria para votação, só desconheço os mecanismos para que isso ocorra (abaixo-assinado? requerimento? qual o quórum necessário?). Daí ter solicitado em minha postagem a preciosa manifestação do Dr. Medeiros acerca do assunto, o que ainda não ocorreu, mas tenho certeza, conhecendo o caráter de nosso líder, que virá. Vamos aguardar pois o tema realmente é de extremo interesse para todos nós.

Medeiros disse...

Marco Antonio,

Vou fazer uma postagem especial sobre o assunto. Voce sabe que o quadro social foi extinto e suas atribuições, por lei, passaram para o CD. Entretanto existem peculiaridades a serem examinadas e caminhos a serem trilhados. Aguarde, pois o assunto para mim é o mais complexo do sistema legal de previdencia complementar.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Sobre a postagem do Marco Antônio (27.07.2014/13:03 h)você já se manifestou.....e sobre a minha de 27.07.2014/11 h, qual é seu entendimento sobre o assunto?

Luiz Carlos/BH-mg

Elisa Maniaudet disse...

Dr. Medeiros, acredito que só a UNIÃO de todos, eleitos, indicados, candidatos de outras chapas e mesmo um ou outro colega mais exaltado, conseguiremos alguma coisa.
Tudo passa por ALTERAÇÕES no ESTATUTO. Indicadores, reajustes, reserva, correção das distorções nos salários de aposentados que foram muito prejudicados quando da sua aposentadoria. Está deveria ser a maior bandeira a ser erguida por nós associados em apoio aos projetos em andamento. Precisamos de todos , do mais alto escalão a nós associados. O sentimento de sermos pobres associados de uma Rica Instituição não pode nos imobilizar e ficar só na crítica.

Julita ( Pensionista) disse...

A pior dor esta sendo a minha, perdi a minha filha Nathalia no sabado ! Coração despedaçado!!! Muito triste!!!!Minha filha estava com 27 anos com um problema cardiaco que ninguem conseguiu diagnosticar, alias muito dificil de ser diagnosticado! Me sinto sem forças!!!