COMEÇANDO A CHUTAR O BALDE UM ANO DEPOIS DA POSSE NA PREVI

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Atendendo alguns apelos, não vou chutar o balde de uma vez só. Vou devagar. Chutando aos poucos, pelas beiradas. Vai ser mais doloroso para eles e mais proveitoso para nós. Sigo os ensinamentos do mestre chinês, autor da Arte da Guerra.

Realmente, a paciência acabou. Passou-se um ano inteiro da minha posse na Previ como suplente do conselho deliberativo. Um ano ! Um ano de desconforto !  Um ano procurando melhorias para os participantes e para o nosso fundo de pensão !  Um ano de desconsideração,  frustração e decepção ! Chega. Enchi o saco.

Assumi consciente de meu papel de oposição, pelo qual fui eleito. Mas disposto ao diálogo e a conviver com as divergências de idéias. Jamais me furtei à crítica construtiva, nem a exteriorizar meus pontos de vista, desde que coerentes e fundamentados.

Não fui bem recebido na Previ. Senti me discriminado e injustiçado, pois sequer respeitaram minha história e meus serviços prestados como presidente do conselho fiscal anteriormente. Um estranho no ninho, tratado não como adversário, mas como inimigo.

Lembro que critiquei honestamente aqui no blog a programação do encontro de conselheiros, organizado pela área de participações da Previ, realizado em agosto no Hotel Sofitel, no Rio. O diretor Marco Geovanne não gostou e falou pra mim que queria discutir a respeito. Prontifiquei me, mas ele nunca mais voltou a tocar no assunto e, rançoso,  nunca mais falou comigo. Comentaram que em razão dessa crítica eu não seria indicado nem nomeado conselheiro de empresa participada, como de fato não fui. Pelo jeito criticar na Previ é proibido. Significa ofensa.Ainda mais vindo de mim.

 Eu não me importo de não ser selecionado. Não preciso. Só acho que os critérios utilizados tem que ser os de mais valia para a PREVI e , a propósito, lembro que a Vale não comprou a Xstrata graças a minha intervenção  quando conselheiro fiscal da empresa. Hoje ela estaria quebrada. Para isso é que servem os conselheiros.


No caso da liberação do Geovanne da quarentena para trabalhar no Bank of America, sobre a qual meu parecer era contrário, mas eu não tenho voto no conselho deliberativo, só voz, eu não recebi o parecer jurídico proferido a posteriori sobre o caso.  Considerei essa omissão mais um desrespeito à minha condição de conselheiro, que tem direito a receber toda a documentação.

No final da reunião do dia 22 solicitei o registro em ata dessa grave omissão e manifestei meu desconforto com esse tratamento que me era dispensado, injusto e contrário às normas de governança do fundo, fazendo também outras colocações, como, por exemplo, sobre a minha situação como advogado, colocada sob suspeição, como impedimento a concorrer a conselhos, reiterando a informação de que , após minha posse na Previ, substabeleci todas as ações em andamento que possuía contra o fundo para outro advogado, de acordo com as normas éticas da OAB, o que pode ser perfeitamente conferido pelos funcionários da Previ, se tiverem disposição política e administrativa para tal.

Esses os esclarecimentos iniciais que achei necessário fazer ao dar início à série chutando no balde. E os faço preventivamente porque sei da maneira como eles se defendem, sempre com insinuações maliciosas ou acusações tortuosas. A verdade está aí em cima.

Na próxima postagem, farei , conforme prometido, minha avaliação sobre os primeiros cem dias do Presidente Gueitiro na Previ. Aguardem. Contém informações interessantes.

Vamos que vamos.




59 comentários:

Anônimo disse...

Prezado dr Medeiros

Um ano de sua posse se passou. Você se decepcionou com a Previ e com o tratamento indigno que lhe dispensaram. Mas nós não nos decepcionamos com vocE. Sabemos de seu desconforto e que fez o máximo por nós, Parabens.

Anônimo disse...

Caro Medeiros,

Essa sua postagem é uma espécie de prestação de contas. Nuito legal. Você honra seu mandato. Eles não sabem de seu valor. Chute mesmo o balde. Ja teve paciencia demais.

Ze Vasconcelos RS

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Dr. Medeiros - Tem que chutar o balde mesmo, concordo com o Senhor.

ES/CAPEC - Estava em estudos adiantados em 15.05.15 e até agora nada.

CASSI - Eu moro no interior do RS. Cada vez mais escasso os médicos atenderem pela Cassi. Não adianta nem viajar até cidades maiores, vizinhas. A Unimed é que manda por aqui. E ainda falam em aumentar a contribuição para 4,5%. Tinha era que descer para 1,5%.

CESTA ALIMENTAÇÃO - Perdi a ação e agora tenho de devolver o que ganhei em 5 anos.

BENEFÍCIO MÍNIMO DA PREVI - Quando tem eleições, sempre falam em aumentar o benefício mínimo, pura conversa fiada.

AUMENTO DOS NOSSOS SALÁRIOS - Em 5 meses já perdemos o que ganhamos em janeiro/15. E agora? Aguentar até jan/2016. Aqui em casa já falei, cada um tem que fazer sua parte, se um produto sobe exageradamente, azar é do mercado, deixa ele apodrecer lá e só compro o estritamente necessário. Um dia o tomate tá nas alturas. Hj a cebola custa R$ 7,00. Cada cebola custa R$ 1,00. Olha que absurdo. Os ovos as vezes custa R$ 2,50, outras R$ 5,00. Carne de segunda com osso a R$ 15,00 é gozação. A luz sobe quase mensalmente....

Enfim, muitas dificuldades e nos vemos as vezes encurralados. As esperanças se renovam quando aparece o Sr. Presidente da Previ falando em melhorias no ES,,,,mas com o tempo vamos perdendo essas esperanças....porque NÃO SAI NADA...

Abraço a todos.

Anônimo disse...

Prezad0 Dr.Medeiros,

Se há uma voz que clama no deserto,chamado Previ,em nome de seus associados,é a sua.
Ninguém chuta cachorro morto,mas teme a luz,como o demônio o faz diante da cruz.
Deus esteja sempre ao seu lado e lhe dê longa vida e muita saúde.
Não perca tempo com o que não vale a pena.
A triste verdade é que estamos sob as botas de lobos travestidos de cordeiros e é muito triste.
João Trindade

natal disse...

Prezado Medeiros,
Com medeiros temos informações privilegiadas e sem Medeiros teremos...

Anônimo disse...

Bravos Medeiros, velho guerreiro. Não se dobra. Contamos com você

Anônimo disse...

Bom dia !!! creio que estamos partindo ( povo Brasileiro ) para uma desobediência civil involuntário , quase 60 milhões de pares estão inadimplentes e fora por consequência do acesso ao crédito , com isso engrenagem da economia emperra e é o que estamos vendo recessão e quebra geral , o povo está priorizando a compra de itens básicos e deixando de lado o pagamento aos bancos , com isso os bancos ao meu ver se não flexionarem o crédito vão acabar virando lotéricas de luxo , ninguém suporta mais trabalhar 5 meses por ano só para pagamento de impostos , é bem feito para os bancos que ninguém aceite mais as suas regras , o sr já está eleito Dr Medeiros para virar o jogo da previ e colocar um ponto final em definitivo nas maldades que fazem conosco .

Anônimo disse...

Sr. Dr. Medeiros, um pedido.
O que o sr. nos diz sobre PREVI LIVRE FORTE E DE TODOS ?
Também o decepcionou ? Se aproveitaram do seu prestígio e o traíram ?
Pelos acontecimentos passados e presentes, dá-nos, a nós inocentes expectadores, a impressão ´que há dois grupos com interesses próprios nas rendas do fundo e não em defender os interesses dos participantes e assistidos.
Aliás, seriam três interessados. Há também o patrocinador.
O doutor teve acesso a comentada consultoria da diretoria de administração ?

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Um piauiense que nasceu na Alemanha disse o seguinte: " Só se pode alcançar um grande êxito quando nos mantemos fiéis a nós mesmos". Com certeza você conhece. Friedrich Nietzche .
Isso cai na sua pessoa como uma luva. Você é sujeito homem. Mete o pé na lata mesmo!
Somos milhares de pessoas orgulhosas da sua honrosa história. Você representa nossa voz e a usa com extrema dignidade.
Por favor não pare. É exatamente a postura que esperamos de um eleito.

Êta Cabra Coerente!

João Rossi Neto disse...


Jovem Mestre Medeiros,

A fábula do “Escorpião” e da “Tartaruga” expressa, na vida real, o verdadeiro caráter de certas pessoas. Efetivamente, a máxima se cumpre: “Quem não tem gratidão não tem caráter”. Os lobos traiçoeiros depois de eleitos para os cargos da PREVI mostram as suas garras e enganam a boa-fé dos parceiros que os carregaram nas costas, rumo à vitória nas urnas.Sem dúvida, é o chamado “fogo amigo”. Neófitos e sem prestígio, souberam tirar proveitos de quem tem luz própria, isto é, do nobre do colega.

Realmente é da natureza de determinados seres humanos, ou melhor, desumanos, a perfídia, o egoísmo, a calúnia, a injúria, orgulho, inveja, etc., para ferir e magoar os puros de coração, honestos e de conduta ilibada. Você, Medeiros, emprestou o seu nome, gastou inutilmente o seu “patrimônio político” para ajudar a eleger aproveitadores de quinta categoria, capazes de imolar a própria mãe em troca do poder e dos polpudos salários e outras benesses na PREVI.

Lembre-se que fiquei contra a Chapa 3 porque defendia a sua candidatura ao cargo de titular do Conselho Deliberativo, todavia, fui voto vencido e deu no que deu. Você ficou como Conselheiro suplente, cargo decorativo, sem poder de voto, sem lenço e nem documento. Uma voz solitária, que brada no deserto, sem caixa de ressonância, visto, injustamente, como um reles reacionário, quando na verdade é um grande altruísta e defensor intransigente dos direitos dos participantes e assistidos da PREVI.

Agora, meu amigo, é amargar a ingratidão e esperar o término dos mandatos. Foi uma falha lamentável incluir associado do Previ Futuro como Diretor no PB-1, dado que se os oriundos do nosso plano nos traem, o que esperar de pessoas de searas alheias (Plano de Contribuição Definida), com finalidade e objetivos totalmente diferentes?

Anônimo disse...

Colegas aposentados e pensionistas:

Conhecemos bem nossos dirigentes da Previ: quando uma eleição importante se avizinha, eles preparam a distribuição de um pirulito para cada um de nós. E assim todos votam neles de novo. É muito fácil para esta turma de sindicalistas ganhar eleições. Eles têm know-how e nunca se desarticulam. Nós, ao contrário ...

JOSÉ BENEDITO MONTEIRO disse...


Monteirinho disse:

Dr. Medeiros, estão tentando te amedrontar, pois você é o único que não se vendeu para o Banco/Previ. Temos que por em prática um plano para os próximos anos eleitorais. Temos, que antecipadamente, formar as próximas diretorias, principalmente a de SEGURIDADE, que é a que mais está afetando os aposentados e pensionistas. Temos que forçar também a mudança do estatuto, pois da forma que está não teremos nada a nosso favor. O voto de qualidade (minerva) terá que ser imediatamente retirado do regulamento. Eu não sei o que acontece com a Resolução 26 que até agora não foi extinta, pois segundo o ministro Celso de Melo ELA É ILEGAL, e ninguém consegue provar a ilegalidade dessa resolução? Não é o caso da ANABB ou a AFBB entrarem com uma ação de ilegalidade dessa Resolução. Um abraço do colega Monteiro, que apesar de advogar, está passando por sérias dificuldades financeiras. Vamos que Vamos ARRUMAR A PREVI PARA OS APOSENTADOS/PENSIONISTA, e tirar das mãos desses sindicalistas a nossa PREVI.

antonio americano do brasil borges disse...

Caro Dr. Medeiros. PARABENS! BELEZA! Até que enfim CHUTOU O BALDE! Valeu.
Voltando ao assunto jurídico (sou leigo), mas aqueles colegas que receberam e agora estão sendo chamados para devolver o que receberam, pergunto:
Eles podem tentar alguma manobra jurídica como a que a Receita toma no caso de ação do IR, em que o processo volta para a primeira instancia e aí demora mais de 20 anos para sua solução?
Se a receita pode recorrer para não devolver o que pagamos dobrado, por quê quem recebeu e esta sendo cobrado não pode recorrer?

Abraços
Antonio Americano

Anônimo disse...

realmente é uma pena que perderemos a ÚNICA voz que nos representa verdadeiramente nesse verdadeiro "balaio de gatos" que se chama previ (sim, com letras minúsculas mesmo),
infelizmente

Anônimo disse...

Sua postagem está com problemas para ler pelo cel. sempre volta à postagem anterior.

Anônimo disse...

Neste país é muito difícil ser honesto. Agora até tombo de cavalo serve para fraudar o DPVAT. Meu Deus!!! Sinto muito Dr Medeiros! Obrigado por não desistir.

Anônimo disse...

Caros Colegas, lamentavelmente estamos pedindo Ao Carissimo Medeiros, algo que ele não pode fazer. Inundemos a mesa do nosso Presidente, da Seguridade, com e-mails cobrando melhorias, justificativas, pelo não atendimento de inumeras reinvidicações - tipo ES, reajuste, etc. É muita irresponsabilidade divulgar noticias sem fundamentos, como o fez o Sr Gueitiro. Já não bastam as frustações de nossos irmãos! Vamos engolir mais essa?
Julio Cesar Magalhaes - 6.015.178-1 - sao paulo(SP)

Nei Vaucher disse...


Pois é Dr. Medeiros, como dizia o velho ZAGALO,eles vão
ter que lhe engolir.
O que essa" petralhada "desconhece é que gaúcho quando
tem seus direitos afrontados,a "peleia" esta formada.
E demais a mais, como diz a musica gauchesca " não po-
demos se entregar pra os homens mas de jeito nenhum amigo
e companheiro...
Conte com nosso apoio.
Vamos que vamos.
Um abraço.
nei vaucher

Jair Mário Bork disse...

Colega Carlos, de Rio Pardo.
Voce postou que perdeu a ação da Cesta Alimento, e tem que devolver o que ganhou em 5 anos. Eu ainda não perdi,mas meu advogado já me preveniu que é uma questão de tempo.Estou recebendo há 8 anos e estou preocupadíssimo. Pois bem, Carlos, gostaria de saber em que condições você deverá devolver, é em parcelas? e é corrigido? Há muitos boatos,e dizem que além de bloquearem eventual saldo em conta corrente ou aplicação, estão até tirando veículos de colegas. Conte-me como está ocorrendo o teu caso.

Medeiros disse...

Tive acesso e vou comentar quando for oportuno. O relatório é um raio x administrativo da Previ e aponta várias falhas administrativas e técnicas. Achei um documento crítico bastante proveitoso e que pode ser de grande valia para a correção de alguns gargalos que foram identificados. Um diagnóstico é o que esse relatório representa. Quanto ao tratamento a ser tomado vai depender de decisões da diretoria e do conselho deliberativo que ainda não foram tomadas e certamente demandarão tempo e acurada análise. Não consegui compreender onde se situa a incompreensão e a irritação do Marcel, a não ser que seja com relação aos erros e vulnerabilidades apontados no relatório.

Anônimo disse...

Obrigado pelos esclarecimentos sobre o relatório, dr. Medeiros. Será que a ira do diretor Marcel vai recair também sobre o senhor ?

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:


O MAGNÍFICO comentário do Dr. JOÃO ROSSI NETO, como sempre DISSE TUDO. Temos de nos preparar para as próximas eleições, SEM CONTAR COM O PESSOAL DA ATIVA e do PREVI FUTURO. O duro é contar com esse nossos amigos aposentados, QUE NÃO SE MOVEM NEM PARA VOTAR, UMA ÚNICA E MISERÁVEL VEZ A CADA DOIS ANOS, MESMO SABENDO QUE SUAS VIDAS ESTÃO EM JOGO, pois acreditam que quando a PREVI QUEBRAR, o pé-de-meia que hoje possuem, lhes garantirá vida boa eternamente. Ledo engano,o tempo dirá.


Anônimo disse...

15:23

E o Dr. Medeiros é homem de ter medo do Marcel?

Esse questionamento nem deveria ter sido feito, como diz o nobre colega, cabra arretado do país chamado Piauí.

Anônimo disse...

Caro Dr. Medeiros:



Será que o senhor não pode dar alguma notícia sobre o EMPRÉSTIMO SIMPLES/capec?

Anônimo disse...

Muito bem dito, senhor João Rossi Neto.
Quanto a sindicalistas terem know how para ganhar eleições, não são os únicos.
Basta ver a chapa 3 com Dona Cecília, Antônio Carvalho, Teixeira e o apoio de Graça Machado, Denise Viana e Valmir Camilo.
Esses sim são expérts em ganhar eleições. Se esse grupo se candidatar, se elegerá. Caro Dr. Medeiros, no relatório a que o senhor se refere não havia possibilidade do enfraquecimento de diretorias (eleitas) e o fortalecimento de atribuições das diretorias de "propriedade " do Banco ?
Segundo se divulga é essa a origem da manifestação do diretor Marcel.

Carlos - Rio Pardo(RS) disse...

Ao Sr. Jair Mário Bork, quanto a cesta alimentação eu ganhei por 5 anos, daí em fevereiro do ano passado me cortaram o valor que eu ganhava mensalmente, em torno de R$ 400,00. O processo subiu prá Brasília e voltou em abril e a Previ ganhou. Tenho que pagar as custas, em torno de R$ 500,00 para cada integrante. Falei com meus advogados, eu entrei com uma turma em São Leopoldo-RS, e o que provavelmente será decidido pelo juiz é que me retirem 10% do meu líquido. Eu imaginava que 10% do meu líquido não seria tanto devido aos meus empréstimos da Previ, Alfa, Crediscoop. Mas na realidade, eles não consideram esses empréstimos, ou seja, pega-se o bruto, desconta-se o que se contribui para a a Cassi e Previ e sobre esse resultado, calcula-se os 10%. Já estou preparado pois pode começar a qualquer instante, segundo informações de meus advogados.
Me espantei esses dias quando li que um colega teve que devolver o valor de R$ 27.000,00 a vista. Vendeu um terreno para pagar a dívida.
Muda de juiz para juiz.
Abraço, Carlos

edsomn disse...



Dr. Medeiros

Importantíssimo sua saúde em primeiro lugar
Sou seu eleitor e sei que as coisas estão difícil
A sua permanência é importante para todos...
Assim sendo não de moleza para essa turma.


Marchinhas de Carnaval para descontrair

Daqui não saio
Daqui ninguém me tira
Daqui não saio
Daqui ninguém me tira

Onde é que eu vou morar?
O senhor tem paciência de esperar!
Inda mais com quatro filhos
Onde é que vou parar?

Sei que o senhor
Tem razão de querer
A casa pra morar
Mas onde eu vou ficar?

Nesse mundo ninguém
Pede por esperar
Mas já dizem por aí
Que a vida vai melhorar


Abraços para todos

Anônimo disse...

Tem gente que acredita ainda na ANABB... Parece que ela morreu!

Medeiros disse...

Obrigado pela marchinha. Muito cantei essa letra em saudosos carnavais.

Quanto ao relatório, sinceramente não me chamou atenção esse enfraquecimento de diretorias dos eleitos em detrimento das do banco. O que está evidente é a necessidade de uma melhoria de produtividade funcional e administrativa. A impressão é de que a Previ parou no espaço e no tempo. O relatório não é decisivo, mas um estudo para suscitar reflexões.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

O senhor não foi convidado para o evento de integração do BB com os aposentados ?

Medeiros disse...

Não, não fui convidado. Sou mero presidente de uma associação estadual de aposentados e pensionistas. Não sou importante para a atual diretoria do BB. Já fui considerado pelos ex presidentes Rischbieter e Colin.

Mas, conforme relato do Ari Zanella em seu vibrante blog, acho que não perdi nada. Portanto, não vi e não gostei. Parece espetáculo de mau gosto no momento em que querem tirar os pôs laboral da CASSI e tratam com discriminação os idosos no ES da Previ.

Anônimo disse...

Eu também tive a mesma impressão do professor Ari Zanella. Foi uma autêntica palhaçada a tal de integração. Também concordo com o senhor que relatório é relatório, trata se de documento para subsidiar tomada de decisão. Deve ser discutido, rejeitado ou aprovado.

Anônimo disse...

Não sei porque meu comentário feito hoje pela manhã não foi publicado. Só fiz elogios ao dono do blog e nada falei de ofensivo a ninguém. Apenas opinei.

Medeiros disse...

Estou começando a receber questionamentos a respeito do relatório, inclusive do próprio diretor Marcel. Para responde los vou me aprofundar na análise do relatório e depois farei uma postagem a respeito Respeito os pontos contrários.. Entretanto, minha opinião é de que se trata de um estudo que não demanda urgência. Existem outros problemas e questões que são prioritárias e que dizem diretamente com o interesse imediato dos participantes, como o ES , a cesta alimentação, a Carim, o teto de benefícios, etc. Essas são questões que me irritam e cuja demora em se dar uma solução adequada eu não compreendo. Quanto ao relatório certamente alguns pontos positivos poderão ser aprovados e os pontos equivocados ou negativos que tiver certamente serão rejeitados. Tudo no seu devido tempo. Afinal a diretoria é colegiada, a Cecília e o Decio são minoria, e no CD o BB tem o voto de minerva. Aguardem a postagem, por favor. Vai entrar na fila. Antes tem muita coisa. Vou dar sequência a série chutando o balde.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros
Que tal disponibilizar suas postagens para compartilhamento no Face book?
Sucesso em suas futuras decisões em relação à Previ.

Anônimo disse...

Agradeço sua maravilhosa postura em defesa do aposentado e do que é certo e justo junto à Previ, precisamos de você , você é a nossa voz, grite!

Anônimo disse...

Não vamos esquecer que o fim das contribuições além das 360 e extinção da Parcela PREVI também são urgentes, já que são ilegais.
Ilegal também a capitalização de juros nos diversos financiamentos PREVI.

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Medeiros,

Nesse evento Integração transmitido, principalmente aos aposentados, percebe-se que o Banco que nos usar para recuperação de sua imagem junto à sociedade brasileira.

Comentou sobre a importância de nossa adesão quando de nossa aposentaria ao trabalho voluntário, principalmente os que ele patrocina tais como: BB Educar, Cidadania e Relacionamento social.

Quer nos usar para reforçar a sua imagem junto à opinião pública como banco de desenvolvimento econômico e social, o que seus atuais dirigentes não estão conseguindo.

São José do Rio Preto SP

Jose Roberto Eiras Henriques disse...

Medeiros,

Complementando meu comentário:
Pelo menos alguma coisa boa anunciaram, um canal de comunicação dos aposentados com o Banco do Brasil através do telefone:
0800.729.2201, vamos ver se funciona.

São José do Rio Preto - SP

Anônimo disse...

colega, p o aposentado, no banco nada funciona................

Anônimo disse...

A Previ não esta nem ai com aposentados e pencionistas, Dr Medeiros!
Um absurdo pagarem somente 60% para elas. Minha mãe vive numa economia lascada sendo preciso os filhos ajudarem
Obrigado, Dr Medeiros pela sua luta constante

Anônimo disse...

Utilizem o 0800 recém criado, somente para sugestões e prestar contas sobre o trabalho voluntario.
Para outras reclamações, dirija-se a sua agencia de relacionamento.

Anônimo disse...

Hoje no blog do Ari Zanella está a denúncia de um trenzinho da alegria na Previ. Cinco conselheiros da Previ viajando para Londres para participar de Congresso. O que o doutor sabe a respeito ?

Anônimo disse...

DR. Medeiros Marcel quede o ES.nos ajudem pelo amor de Deus .precisamos com urgência não suportamos mas. Nos ajudem por favo, em nome de Jesus nos te pedimos .

Pensionista desesperada.

Anônimo disse...

Nós pensionistas aqui num misere e eles viajando de graça para o verão europeu . Tem que denunciar é pra CPI. Gastos desnecessários. Desaforo. Leiam no blog do Ari.

Anônimo disse...

A "SOLUÇÃO FINAL"!

O Banco fornecerá um crachá para os aposentados (algo semelhante à estrela amarela que os nazistas obrigaram os judeus usar) transitarem pelas agências (de preferência em locais que serão criados longe das vistas dos clientes de "raça pura");
Sugeriu que participemos de ações de voluntariado (trabalhos forçados?);
Brevemente mandarão tatuar em nossos antebraços a letra A (aposentado)+ matrícula (semelhante a Auscwitz + nº de série);
Começou a preparar a câmara de gás (está promovendo o abandono dos "Pós Laboral" na CASSI)

Isso não é uma cópia do HOLOCAUSTO?

QUEM PUDER FUJA, ANTES QUE SEJA TARDE!

Jair Mário Bork disse...

Ao colega Carlos, das 16:36.

Valeu, colega.Agradeço pelos esclarecimentos. Fica ainda uma dúvida atroz, que talvez nem você saiba. Já lancei essa dúvida nesse blog, e ninguém se manifestou. Nós recebemos a cesta alimento no valor líquido, descontado o imposto de renda,no meu caso de 27,5%. A PREVI nos cobrará também pelo líquido? Caso contrário, teremos que entrar na justiça para recuperarmos o imposto pago, o que costuma demorar mais de 10 anos.

abraço

Jair

Carlos - RIo Pardo(RS) disse...

ES -

O CUSTO DA SUSPENSÃO DE 6 MESES E DO INPC ALTO -

Vou fazer uma explanação do meu caso.

Tenho duas operações, uma de R$ 79.000 e outra de R$ 11.000, ambas renovadas em janeiro de 2014, quase um ano e meio atrás.

Pago mensalmente R$ 1.250 com a suspensão, a correção deve começar em julho/2015.

Já paguei 11 que totalizam R$ 13.757.

Esquecendo os juros, tirei 90.000 e paguei 13.757, o que daria uma diferença de R$ 76.242, mas hoje devo 94.431, ou seja, 11 prestações que paguei além de não fazerem cócegas no saldo devedor, nem chegam perto do valor que tirei.

Nesse mês a correção pegará o inpc de abril, que foi de 0,71%, o que fará com que eu volte a pagar o capital junto com minha prestação, mas pasmem, será de apenas R$ 106,00 dentro da prestação de 1.250.

Conclusão, sem considerar a correção que terá minha prestação, pelos cálculos de hoje, se eu estiver com a mesma margem consignável que tinha quando tirei os 90.000, com esse ritmo de amortização, e se o inpc nunca mais extrapolar a casa dos 0,70% levará uns 36 meses para que eu chegue no saldo devedor dos 90.000, e terei pago quantas prestações até lá? Em torno de 47 prestaçoes para chegar no mesmo valor que tirei.

Esse empréstimo NÃO está tão simples assim.

Quis relatar meu caso para analisarmos bem uma nova suspensão.

Eu teria que aceitar, mas em conjunto com uma inflação alta, será o nosso FIM.
Estou muito curioso, prá não dizer furioso, com esse ES-CAPEC que ora o Presidente diz que vem, ora lemos que já não se sabe se vem.
Ora, se não tivesse chances, que nem tivessem comentado.

Que vergonha.
Abraços a todos.
Carlos - Rio Pardo(RS)

João Lopes Rodrigues disse...

Ao José Benedito Monteiro, 01/06, 13:01

Esperar alguma "benfeitoria" da Anabb? Acaso você está sonhando, ou mesmo delirando? A Anabb é prima-irmã "adotiva" do BB e do Governo. Só faz o que a esses convém. De nós, associados, só tem um interesse ($)! É uma "entidade" de fachada. Nunca esteve "de fato" ao lado dos associados. Fala demais; pouco age.

Era isso!

Anônimo disse...

Colegas!

A propósito, alguém sabe o que está acontecendo com o reajuste das parcelas da CARIM? Observo que a parcela é reajustada 2 vezes ao mês, e a cada dia o reajuste é maior. No meu caso em particular, de janeiro para cá o reajuste dobrou. A amortização da parcela nem chega à metade do reajuste. Dessa forma, não se liquida um financiamento desse nunca! Estará certo?

Exemplo:

20/01/2015 – ATUALIZAÇÃO DE SD – 201,00
20/01/2015 – PGTO PRESTAÇÃO – 315,46
31/01/2015 – ATUALIZAÇÃO DE SD – 117,10

20/05/2015 – ATUALIZAÇÃO DE SD – 418,46
20/05/2015 – PGTO PRESTAÇÃO – 315,46
31/05/2015 – ATUALIZAÇÃO DE SD – 226,83

Humberto disse...

Certamente todos nós temos uma pequena parcela de culpa nesses desmandos e atitudes de nossos representantes, seja na Previ, Cassi, ANABb e outras. Ficamos muito tempo alheios ao que acontecia nessas entidades, deixando eles tomarem conta e fazer o que fosse melhor para eles mesmos, não se preocupando com aposentados, assistidos, pensionistas, pôs-laborais, etc.

De minha parte, só aguardo receber valor de ação 1/3 IR a cargo da ANABb e depois vou me desligar e nunca mais quero ouvir falar dela, apesar de, nos primórdios dessa entidade fiz propagando a favor junto a colegas, pedindo que se tornassem sócios.

Hoje vejo com pesar que nós criamos e alimentamos o monstro e agora não sabemos como cortar seus tentáculos, cada vez mais fortes e malévolos.

Humberto - Caxias do Sul

Anônimo disse...

A Cecilia publicou em seu blog um esclarecimento amplo sobre o tal do relatório. Vale a pena ler.

Anônimo disse...

Caro Medeiros,

A caravana da alegria da Previ merece ir parar na CPI. E´ um escândalo. Um premio de consolação para conselheiros que estão encerrando o mandato. Um congresso no exterior é para quem inicia, nunca para quem está no final de mandato. Uma vergonha. O Ari prestou um grande serviço divulgando a viagem. Quanto custou ? O que o doutor nos diz a respeito ? Porque não foi junto ?

Anônimo disse...

O colega de 2 de junho de 2015 16:38 tem absoluta razão. Congresso desse tipo é para quem esta no início do mandato e não no seu final. E isto ocorre porque a PREVI tem sede no Rio. Imagine se fosse em Brasília, onde já estão acostumados: seria trem da alegria todos os anos, para os mais diversos lugares.

Anônimo disse...

Medeiros e demais colegas,

Publiquei esse comentário no blog do Ari e coloco aqui também para que mais colegas e pensionistas vejam e analisem bem como está difícil manter qualquer postura calma e civilizada frente a essa turma da PREVI, BANCO e O BANANÃO.

Sobre a integração com os aposentados, devo, no mínimo, estar sonhando, não é verdade o que vi nessa proposta de integração, só pode ser uma brincadeira fora de hora e de mau gosto, um acinte vergonhoso.

Não foi nessa empresa que trabalhei, aquela não existe mais. O que temos hoje é uma caricatura do que aquela foi um dia.

Nenhuma palavra sobre um problema cruciante que temos pela frente, a CASSI, e vem o banco falar sobre crachá...!

Desfaçatez, cinismo puro, vergonha, gozadores...

Por que não falaram sobre a CASSI, gerida por eles? por que não focaram os problemas na PREVI, também administrada por eles...?

Quando eu trabalhava, costumava dizer "NÓS", agora é "eles", não estamos do mesmo lado, não lutamos no mesmo front, eles que vão pro PQP da vida e me deixem em paz.

Ari e colegas, não acredito mais em diálogo e negociação com "eles", não são confiáveis, nenhum resultado vamos conseguir, o negócio é movimento de rua mesmo, na porta da PREVI, fazer muito barulho e chamar a atenção dos picas-grossas de Brasília, talvez até da presidente deste BANANÃO, como diz o HELENO.

É isso aí, chega de escrever senão vai sair merda daqui e o Medeiros não vai publicar.
Lydio

Anônimo disse...

Medeiros e demais colegas,

Chegou a hora de chutar o balde mesmo e, desde já, dou todo o apoio ao Medeiros.

Agora é um trem da alegria para Londres, todos em fim de mandato, e me pergunto: O quê é que isso vai beneficiar a PREVI...? Nada, absolutamente, nada, os beneficiados serão somente essa meia dúzia de turistas.

È tripudiar que eles querem, brincam, zombam e não dão a mínima bola prá nossas queixas.

Não vejo como encaminhar solução dos nossos problemas sem um confronto, não se dispõem ao diálogo e sequer a nos ouvir.

Quando pedimos 10% para um refresco em nossos benefícios, a resposta é imediata e direta: um sonoro NÃO; quando reclamamos da suspensão do BET, nem se dignaram a responder, é simplesmente "NÃO TEMOS RESERVAS"; quando implorávamos por um ES salvador, nada e nada de salvação; falamos das absurdas cobranças judiciais do Cesta Alimentação, não dão a mínima.

E será se ainda podemos acreditar neles e deles esperar alguma medida que nos favoreça....?!

Não dá mais, o negócio é porta da PREVI gritar e fazer muito barulho prá ver se dá repercussão na imprensa e no país todo. Continuar fazendo o mesmo de sempre, vamos ter sempre o mesmo resultado.

Ficar parados como estamos é que não dá mais, só reclamando e queixando na internet, não, não dá, chega de passividade, temos que partir prá frente da PREVI e mostrar que estamos vivos, até quando não sei, mas por enquanto ainda estamos.

É isso aí, vamos acordar, colegas, o bonde vai passar e vamos ficar parados no ponto chupando dedo.
Lydio

recca disse...

A exemplo dos sem terra e dos estudantes universitários, que acampam respectivamente no Incra e nas Universidades, sugiro que acampemos na Previ. Cada leva um colchonete e assim nos que moramos distante não pagamos hotel. Tenho certeza será a unica maneira de sermos notados.

recca/ disse...

Mensagem enviada ao Pte. do BB

Para que serve um crachá? Não sei, nas agências somos identificados normalmente pela matrícula e isso não nos impede de ficar em filas para pegar senhas e adentrar no BB e quando chegamos na plataforma de atendimento verificamos que os funcionários já estão atendendo clientes que se quer passaram na triagem para pegar senha. Senhor presidente foi decepcionante o espetáculo que assistimo via internet. Eu , como funcionária aposentada, nada de ex funcionária, nada de pós laboral, fiquei envergonhada pela posição tomada pelos nossos dirigentes. Que vergonha! Obrigada pelo crachá, mas precisamos de saúde, melhores salários e respeito.

Anônimo disse...

Dr Medeiros, já que o sr esta chutando o balde, por que não convocar
uma manifestação, panelaço.....na porta da previ?
São tantos colegas sugerindo, qual a dificuldade?
Para o pessoal do Rio sem problemas e os colegas de outras regiões, vem quem pode.
So não podemos mais ficar no bla bla bla dos blogs.