TERCEIRO ENCONTRO DE GOVERNANÇA DA ABRAPP

terça-feira, 23 de junho de 2015

Nao foi feliz a escolha dos palestrantes do primeiro dia do encontro de governança.  Quatro ex diretores da Previ lá estavam na mesa principal dando seu recado.

Vitor Paulo, ex diretor de planejamento, representando o ICSS, Sérgio Rosa, ex presidente, José Sasseron, ex diretor de seguridade, ambos participando de painel sobre dever fiduciário nos órgãos estatutarios, e Rene Sanda, ex diretor de investimentos, fazendo a palestra magna.

O que que é isso ?  Tentativa de ressureição dos mortos ?  Eleições a vista ?  Interesses contrariados ?

Expliquem, quero entender. Porque os participantes do encontro também não entenderam. Rene Sanda se declarou um tanto desatualizado e demonstrou isso num slide totalmente equivocado. Na Previ, ao contrário do que acontecia no seu tempo, não existe mais limite para os honorários percebidos por dirigentes do fundo nas empresas participadas , onde são conselheiros.

Sergio Rosa  falou que na época que estava na Previ não sabia nem a metade do que tinha que saber a respeito de governança e legislação previdenciaria, e agora que está fora desde 2012 muito menos. E então o que fazia ali na mesa ?Além disso, inoportuno o convite da Abrapp ao Sergio pois ele recebeu, como consultor, pagamento de seiscentos mil reais da OAS, empresa investigada no Lava Jato. Na atual conjuntura, por mais que se defenda, pega mal essa ligação, mesmo que profissional. Vários comentavam o caso durante o intervalo para o cafezinho, criticando a presença dele num evento de governança,  no instante que o país discute o assunto das propinas ao PT pelas empreiteiras.

Sasseron ficou marcado na Previ por causa da questão do desrespeito ao teto dos benefícios de 2008, das mudanças no ES , onde contam que ferrou os velhinhos, e da sua saída do recinto do CGPC por ocasião da votação da resolução 26. Perdeu por isso a eleição de 2014 para conselheiro deliberativo da Previ, e agora lançou uma carta libelo contra a Cecília totalmente despropositada a respeito de empréstimo imobiliario, que a diretora já respondeu em seu blog. Pode ?  O clima está pesado.  A transparência maior e algumas mudanças administrativas na Previ, como a saída da Ccoopersysten, estão mexendo com os nervos de muita gente do time oficial.

Conselheiros da Previ participando do encontro só tinham dois, eu e o Willians do conselho fiscal. Encontrei também o Dr. Marcelo Coelho, chefe de gabinete da presidência da Previ, sempre acessível ,  educado e gentil. Teve que voltar mais cedo, pois precisa secretariar a reunião de diretoria da Previ, que se realiza sempre às terças feiras. Pena, tínhamos muitos assuntos para conversar.

Não aprendi quase nada nesse primeiro dia que merecesse registro. O Rene Sanda terminou sua palestra afirmando que GOVERNANCA ê questão de atitude e que devemos estar atentos porque um clic faz toda a diferença. Qual clic ?  Respondeu com um vídeo que deixou todo mundo mais confuso. Alguns acharam até que o vídeo era discriminatório com os negros e com os homossexuais. Se eu conseguir o vídeo eu passo para vocês. Aí vocês chegam a uma conclusão. É bastante engraçado. Mas enigmático. Japonês tem cada uma !

Uma coisa ficou evidente. GOVERNANCA não é o forte da ABRAPP.

18 comentários:

João Lopes Rodrigues disse...

Dr. Medeiros!

Lamentável que sejam essas suas conclusões acerca de um evento dessa natureza! A impressão que fica é que algumas pessoas fazem de tudo para se manter no poder. Mesmo passando vergonha!

Se sua suposição de que "essas pessoas" querem ressuscitar, visando possíveis eleições futuras, se concretizarem, já temos nossa defesa: não terão nossos votos! Não importa o que prometerem! Ainda que digam que elevarão nossos salários em 100%, não acreditaremos, pois já sabemos que mentem, enganam, prometem e pouco se importam com "velhos trambiqueiros". Vamos expulsar de vez as velhas raposas do nosso quintal!

Era isso!

Anônimo disse...

Medeiros,

Qual era o interesse em manter a Coopersystem?

Anônimo disse...

Caro Doutor e colegas,

Com esses participantes ex-dirigentes NÃO PRECISA DIZER NADA, JÁ NTENDEMOS TUDO.
Saí daí Doutor, para não se contaminar, com urgência, pois é em meio a essa gente que se elaboram maldades contra os idosos e aposentados em geral.
Espero que logo em seguidinha estejam na papuda.
O chefão deles disse recentemente que só querem carguinhos, cabides de emprego, parece que é a pura verdade, s.m.j.

Marly disse...

Não melhorará nada Dr.Medeiros, enquanto não for expurgado esse maldito PT desse Governo!.São todos indicados entre eles!!! Oremos.....

Anônimo disse...

Na reportagem sobre as pedaladas (revista veja) de hoje fala que o BNDS repassou 7, 5 bilhões irregularmente à friboi. (Vai ver que estavam contando com o nosso superavit para cobrir o rombo depois).

Anônimo disse...

Dr. Medeiros

Saude!

Este confessado de que não sabiam, não sabem nada.Nao teem
competência para aprender.
Tua melhor frase'"""

O QUE ESTAO FAZENDO LA ?

Abrs,

Mario

Anônimo disse...

Caro Doutor Medeiros, neste tempo de guerra entre os possíveis candidatos da eleição para Previ que se aproxima, não seria relevante a criação de um meio de comunicação impresso para os aposentados e da ativa com objetivo de informar e tirar dúvidas?

antonio americano do brasil borges disse...

Caro Dr. Medeiros,
Ainda bem que não participo de um encontro desses, o tal Sasseron, foi também o que alterou as regras da CAPEC passando a penalizar os mais velhinhos com aumentos diferenciados, por conta dele, enquanto meu pecúlio teve um reajuste de 34%, minhas mensalidades subiram 153%. Se estive lá jogava meu sapato nele!
Antonio Americano
Goiania (GO)

Anônimo disse...

Sasseron maldito, nosso voto nunca mais...

Medeiros disse...

Prezado Antônio Americano,

Você é um dos entendidos em Capec. Pena que sua proposta e seu estudo não tenha avançado na Previ. Me empenhei mas nada consegui.. Poderíamos ter avançado na Capec e aliviado o sufoco de muitos colegas. É um tema para amadurecer no ano que vem com as eleições na Previ. Com certeza. Vamos voltar a trocar ideias a respeito.

Anônimo disse...

Grande Medeiros, boa viagem de volta.

Anônimo disse...

Deu no jornal da Band, que os juros no cartão de crédito batem recorde. 360%, ao ano. Loucura desse Governo. Inadimplência de 56 milhões de brasileiros.

Medeiros disse...

Acabo de chegar em casa, em Poa. Está frio, 12 graus. Em São Paulo estava 28 graus.

Ademar disse...

Muito cuidado pessoal com esse tal de SASSERON. Ele já teve sua oportunidade e nada fez para nos ajudar, inclusive com relação a res. 26, quando saiu da sala por não ter coragem e/ou vontade de defender nossos interesses. Nessa pessoa eu não voto jamais, precisamos de renovação e não retroceder ao passado. Ele não quer perder a oportunidade de levar vantagem na Previ. Chega.

Roberto Martines 8670089-8 disse...

Dr. Medeiros eu ja havia alertado aqui mesmo que o pessoal do sindicato/governo/PT estavam começando a campanha de misturar ou tentar colar as pessoas que fizeram coisas ruins para os donos da PREVI ou as associações que eles faziam ou fazem parte. O lema dessas pessoas do tipo o qual estou falando existem em todo o lugar. Eles dizem se o adversário não tem defeito a gente coloca e hoje o adversário deles somos nos (chapa 3) que queremos o bem da PREVI e seus verdadeiros donos. E eles se não focem tão egoístas deixariam quem entende administrar a PREVI até mesmo para garantir os bons salários deles ou eles estão com tanto medo assim das falcatruas que fizeram na surdina do Castelo de Cartas (Vidro) no Rio de Janeiro.

tarcisio augusto bulhoes martins disse...

Dr. Medeiros, bom dia. E que grande dia. O PIZOLLATO VEM AÍ; AGORA É PRA VALER, A PAPUDA ESTÁ COM O PAPO ABERTO À SUA ESPERA. A JUSTIÇA DIVINA NÃO FALHA. Tarcísio.

Anônimo disse...

Ilustre Mestre MEDEIROS:

Caro Mestre - para Vossa ANÁLISE e POSTERIOR ENCAMINHAMENTO A QUEM DE DIREITO (se achar que vale a pena), passo a expor uma modesta sugestão -, a saber:.

Por favor, seria um NOVO ES, o ES-PROVISÓRIO, que teria a seguinte conotação:
— A CADA 06 (SEIS) PARCELAS PAGAS, o aposentado/pensionista TERIA O DIREITO DE PRORROGAR 0l (UMA) PRESTAÇÃO (SOMENTE UMA). NÃO TERIA O DIREITO DE RENOVAR ou AUMENTAR O SEU LIMITE, enquanto estivesse SEM MARGEM CONSIGNÁVEL, PERMANECENDO COM OS LIMITES ATUAIS. Já que MUITOS FICARÃO VÁRIOS ANOS com CONSIGNAÇÕES ACIMA DOS 30%(pelos mais variados motivos), sem se adequar as NORMAS IMPOSTAS a partir de JANEIRO/2015, pela PREVI, seria, no entanto, uma forma, CASO TENHAM BOA-VONTADE, de nos ALIVIAR MOMENTANEAMENTE, mesmo que o SALDO DEVEDOR baixe muito pouco. O importante é SOBREVIVER a RESSACA atual.

Medeiros disse...

Ao colega anônimo crítico,

Eu estou velho demais para me impressionar com pessoas e com ambientes. Elogio só quando acho que tenho que elogiar e crítico da mesma forma. Participo de encontros quando acho que terei proveito cultural, técnico e de contato. E tento conseguir melhorias e informações sempre. Mas o ambiente atual é adverso. Economia em ressaca e juros estratosféricos. O importante é não ficar isolado, atrás do computador, sair do conforto e ir para a linha de frente, segundo penso. Essa mobilidade me custa saúde. A diferença termica entre São Paulo e Porto Alegre foi um desastre para mim. Provocou choque térmico e mal estar. Mas vou em frente. Ultimamente não tenho tempo mais para me deslumbrar, tenho, sim, é colecionado decepções.