ENCONTRO DE CAMBORIÚ ( 1 )

segunda-feira, 20 de julho de 2015

A razão do silêncio momentâneo do blog, que alguns estranharam e outros criticaram acidamente, foi só uma. O hotel onde me recolhi no sábado e domingo para descansar e me recuperar ,  em Tubarão, SC, não tinha internet.  Portanto, impossível  postar.  Se aborreci alguém com esse inconveniente, peço desculpas, mas estava convicto de que as notícias do encontro já estariam sendo divulgadas através do blog do meu caríssimo amigo Professor Ari Zanella, com quem infelizmente não tive oportunidade de conversar pessoalmente na reunião com maior tempo, como de fato aconteceu.


Como um dos organizadores do Encontro, na condição de presidente da AFABB RS, na sexta feira, após o encerramento, tive que trabalhar até tarde na avaliação do evento e na concretização de medidas que pudessem acrescentar resultados concretos para os participantes. Depois fui dar uma volta para desanuviar e desestressar, que não sou de ferro e estava precisando. Minha saúde necessita desse espaço para equilibrar o meu animo. Como disse anteriormente, estamos debaixo de mau tempo e a primeira constatação do encontro foi essa mesma. Nessa volta encontrei alguns dos participantes do evento e o assunto é recorrente. Fazer o que ?

Gostei do resumo feito pelo Zanella. Como ele disse dentro da ótica de seu posicionamento, que eu respeito. Mas a minha visão é bem diferente e as conclusões tambem, partindo de outras  premissas e de outro contexto. Vou comentar o Encontro em três postagens, como já fiz em outras ocasiões.

Vou iniciar, hoje, afirmando que gostei do SÉTIMO ENCONTRO DAS AFABBS DO SUL. Para mim foi um encontro histórico. Conseguimos levar para o Balneário Camboriu os presidentes da Previ e da Cassi. Isso nunca tinha acontecido. Não por falta de convite. Porque eles se recusavam a ir. Não se dignavam a baixar do pedestal e debater conosco. Estavam acima do bem e do mal. Não nos restava outra alternativa a não ser chamar os eleitos, que sempre vinham muito satisfeitos vender o seu peixe e ouvir eventuais críticas. Assim ocorreu nos seis primeiros encontros.

Desta vez foi diferente. Cresceu o conceito de que o BB é quem manda na Previ e na CASSI. Daí a necessidade de ouvir seus representantes e de transmitir a eles o nosso recado, olho no olho. Convidei o presidente Gueitiro quando ele esteve em Porto Alegre e o mesmo aceitou de cara. Fechamos ali mesmo sua participação. Quanto ao presidente da CASSI surgiram dificuldades. Esquivou se. Por causa do contingenciamento a Cassi não tinha verbas para viagens. Ofereci para as AFABBs promotoras pagarem viagem e estadia. Não teve jeito. O presidente concordou em vir.

Há quem ache que ambos são paus mandados, estão lá para fazer o que o BB quer. Não adianta o diálogo, não adianta o debate. Pura perda de tempo. Respeito a opinião. Convivo com a divergência de ideias. Mas não é o que eu penso e não é o que a minha vivência tem comprovado. Os diretores indicados pelo BB são sensiveis a manifestações e reuniões promovidas pelos participantes, porque precisam administrar , juntamente com os negócios, a imagem da instituição e a deles próprios.

Incrivelmente nós ainda não descobrimos que, após a extinção do voto do quadro social, é aí que reside a nossa maior força, juntamente com o Judiciário, que ultimamente tem nos castigado mas que nunca podemos olvidar.

Nesse sentido, concluo hoje por aqui, na minha visão, só a presença e a palavra dos dois presidentes, da Previ e da CASSI, já foi suficiente para marcar o Encontro e serviu para todos os que lá compareceram uma oportunidade única de poder avaliar nas mãos de quem o BB colocou o timão para presidir os órgãos que tratam de nossa saúde e aposentadoria. Cabe a eles dizer se gostaram ou se se decepcionaram. Se depositam confiança em ambos, pelo que viram e ouviram, ou se saíram frustrados e desanimados.

Amanhã continuarei para falar sobre o Encontro e os resultados concretos que dele advirão. Aguardem, com um pouco de paciência.  Não me malhem antecipadamente.  Vou falar amanhã justamente sobre a antecipação. Agora tenho que trabalhar. E muito, uma semana fora deixa tudo acumulado. Obrigado.

35 comentários:

Anônimo disse...

Muito obrigado doutor Medeiros por tudo que faz por nós. Tem muita gente ingrata. Bastou o blog descansar por dois dias e já saíram críticas ferozes. E o doutor gentilmente ainda dá explicações. Se fosse eu mandava tudo pro inferno e ia gozar a vida. Mas você é o nosso anjo da guarda.

Anônimo disse...

Gostei do que você escreveu. Vou aguardar ansiosa os próximos capitulos. Adoro o blog. Senti falta dele só isso.

Anônimo disse...

Gostei do que você escreveu. Vou aguardar ansiosa os próximos capitulos. Adoro o blog. Senti falta dele só isso.

Anônimo disse...

Dr:Medeoro obrigado por ser nosso anjo de guarda , estamos ansiosos por noticias sobre o ES o Senhor tem alguma opinião?????

Medeiros disse...

Todos sabem minha opinião sobre o ES. E a do 180 x 180 ou 160 x 180.

Cláudio Almeida disse...

Dr.

Aproveitando o vácuo, reitero o ponto de vista de que só O EMPRÉSTIMO SIMPLES está ao alcance da Diretoria Executiva.

A SUSPENSÃO das parcelas do ES nos próximos 5 meses (agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro/15) é o que melhor convém aos associados com dificuldades financeiras.

Em janeiro de 2016, com 10% de aumento nos benefícios, e após 18 meses sem revisão de limites e parámetros, o ES seria revisto.

Sobre a antecipação continuo entendendo inviável pois a grana deverá sair da reserva especial, inexistente.

Claro que se sair de algum lugar, melhor.

Enquanto o Empréstimo Simples for uma aplicação para a Previ (rende 5% a.a. mais INPC), reivindicar melhorias não é pedir.

Fatores que impactaram o ES recentemente são conjunturais.

Continua sendo e sempre foi a linha de crédito mais barata do mercado. O INPC que impacta o saldo devedor do ES é o mesmo que corrige os benefícios.
E os juros são de 5% ao ano.

Salvo melhor juízo.

Abraços



Anônimo disse...

Caro Dr Medeiros

O querido doutor perde tempo com esses ingratos. Só querem saber de ES e de adiantamento. O mundo está caindo o país em crise e eles não estão nem aí. Continue com seu trabalho em nosso favor. O doutor levou oshomensque decidem nosso destino a Camboriu. E o nosso pessoal não foi e nem entendeu isso. Meu Deus !

Ruben

Anônimo disse...

Simples assim. Não postou porque estava sem internet. E eles achando que o blog hibernou. Achavam que estava encabulado. Ora bolas, o doutor não tem medo de nada, já provou isso. A coragem não lhe falta. Agora vai dar uma aula de civismo, de educação e de previdência. Aguardem pra ver. Pra frente Medeirao. Mostre pra eles.

Vasco

João Rossi Neto disse...


Colega Cláudio Almeida,

Desculpe-me pela intromissão, mas o reajuste anual dos benefícios consta do Estatuto e o seu pagamento é compulsório e não depende de saldo na Reserva Especial. Por analogia e extensão, a antecipação do pagamento do reajuste de 7%, já sacramentado (6,81% até junho/15), também independe da Reserva Especial (superávits que excedem a Reserva de Contingência).

De igual forma, um adiantamento de 10% sobre os BENEFÍCIOS PREVI, por conta de futuras destinações de superávits, neste momento em que o Fundo é superavitário, poderia ser concedido, caso houvesse vontade e decisão favorável do CD e não estaria sujeito ao crivo da PREVIC e nem da existência da Reserva Especial, porque ADIANTAMENTO, é uma verba que tem natureza contábil "reclassificatória", significando dizer que seria apropriada na rubrica definitiva quando do encontro de contas (distribuição da próxima Reserva Especial-BET x Adiantamento).

Note que o CD determinou o ADIANTAMENTO de três salários para a Diretoria Executiva, no segundo semestre/15, a título de antecipação da Remuneração Variável, o qual será compensado com o pagamento do bônus de seis salários anuais, caso o desempenho da gestão seja considerado satisfatório e determinadas metas cumpridas.

Medeiros disse...

Concordo com o João Rossi Neto. ja enviei pedido em nome da Afabb Rs publicado aqui no blog e agora, hoje, está indo pedido em nome das AFABBs promotoras do encontro para o CD conceder a antecipação. O Carvalho ficou de pautar o assunto. A reunião é agora nesta semana dia 24.



Anônimo disse...

Medeiros

Estas sempre trabalhando. Terminou um evento e já vai para o Rio para a reunião do CD. Nos municiando de informações. Se sair essa antecipação o mérito é teu, cara.

Cláudio Almeida disse...

Dr.

Prezado João Rossi Neto,

Intromissão nenhuma. Mas, desde que se fala em antecipação, tenho uma

dúvida.

Se a antecipação, por exemplo, for a partir de agosto/15, custará para a

Previ 35% da folha de pagamento. De onde sairá a grana?

O reajuste anual como você diz é "compulsório" e a antecipação "por

analogia" independe de Reserva Especial.

Mas seja como for, não sou contra a antecipação.

Meu interesse maior é chamar a atenção sobre o Empréstimo Simples contra o

qual parece ter se estabelecido um preconceito injusto, a partir das coloca

ções do Diretor de Seguridade, que disse que é usado por muitos como seguro

de vida além de causar o endividamento dos associados.

180x180, 160x160, ou suspensão de parcelas, por que não?

A última revisão de limites foi em julho/14 há mais de 8% atrás, isto é, há

um ano. A simples correção elevaria o limite para mais de R$ 155.000,00.

A alçada sobre o ES é exclusiva da Diretoria Executiva.


Não podemos esquecer que após a perda do BET, volta das Contribuições, a

suspensão das parcelas por seis meses foi o que amenizou a situação.


A suspensão das parcelas é democrática (opcional), não depende de margem

consignável, e na maioria dos casos o valor da suspensão é maior que a

antecipação de 7%. Fácil de implantar.

Antecipação ou Empréstimo Simples, e talvez os dois.

Mas sempre, JÁ.

Abraços



Anônimo disse...

caro Dr Medeiros, muitos não tem paciência e só sabem criticar, mas realmente estivemos em Tubarão(SC), onde por coincidência almoçamos no mesmo local - Churrascaria Ataliba, aliás excelente almoço como sempre - mas aguardamos seu pronunciamento sobre a reunião de Balneário Camboriú(SC), principalmente da parte da manhã, onde o presidente da Previ - Gueitiro (não o conhecia pessoalmente), mas o achei uma pessoa extremamente acessível e de fácil trato,
Ademir Medeiros Martins
Aposentado morador de Balneário Camboriú(SC)

Medeiros disse...

Caríssimo Ademir,

É verdade. Você estava lá para confirmar minha história. O mundo é engraçado. E certamente sábio. Amanhã começo a comentar. Forte abraço. Espero que não tenham sido multados na ponte. Li na Zero Hora que vários foram multados quando pararam para tirar fotos.

João Rossi Neto disse...

Caro Cláudio Almeida,

O dinheiro para pagar a antecipação do reajuste, no percentual de 7%, logicamente virá do fluxo de caixa da Previ, a qual, segundo consta, possui armazenado, como Reserva Técnica, o equivalente a seis folhas de pagamento, de sorte a não ser surpreendida com a falta de recursos para quitar compromissos de curto prazo, caso dos benefícios mensais.

Essa reserva técnica é basicamente formada com o recebimento de dividendos, alugueis de imóveis e venda de alguns ativos, haja vista que a Diretoria está fazendo, de forma gradual e cautelosamente, segundo informa, a venda de determinados ativos (ações) para reduzir a exposição em Rendas Variáveis, cuja percentual hoje ainda suplanta os 55%, o que é positivo, pois há bastante tempo estamos pedindo a diversificação desse dinheiro em aplicações mais conservadoras e seguras.

edson disse...

Dr. Medeiros sou do Rio de Janeiro, quero dizer ao amigo que fiz uma viagem de carro ao sul ida e volta 30 dias e fiquei em um hotel na cidade de tubarão praticamente no caminho para São Joaquim, hotel simples mais um lugar muito agradável bastante verde, clima ótimo... parabéns pelo bom gosto!



Cláudio Almeida disse...

Dr.

Prezado João Rossi Neto.

Estou torcendo pela antecipação, mas aguardo também revisão do ES prevista

em regulamento.

Prof. Ari esteve em Camboriú e nada falou sobre a antecipação.

Estamos aguardando o Dr. Medeiros.

Abraços.

Anônimo disse...

Prezado Dr Medeiros

Parabéns pelo dia do amigo que hoje transcorre. O doutor tem sido um amigão paranóia.

Anônimo disse...

Essa postagem dá uma dimensão interessante para-o cenario em que nossosintetesses se desenrolam. Realmente não deve ser fácil convidar e levar os presidentes da Previ e da CASSI para debater com os aposentados e pensionistas nas atuais circunstâncias. Só conseguir isso já é umfeito notável e sóu a pessoa consegue esse feito. O Dr. medeiros. Ele propicia o fato é nós temos que aproveitar. Temos que ir para dizer o que pensamos e não ir para ouvir o que queremos.

Anônimo disse...

O balneRio Camboriu é uma porcária no inverno. Não tem praia. É frio. chove. Não tem nada de paraíso. Sono verão e olhe lá o trânsito é infernal.quererem falar em mordomia é criar confusão.

Catarino Mendonca

Anônimo disse...

Ao anonimo revoltado das 18,29 hs. Cada lugar tem seus atrativos, mesmo na chuva o balneario camboriu é um lugar agradavel, tomar um vinho acompanhado de queijo e o rodizio de sopa quente que tem aí em balneario é imperdivel.

Anônimo disse...

Quando fui no Balneário Camboriü em janeiro deste ano achei uma beleza. Näo choveu e fez muito calor.Mal consegui dormir ä noite de tanto calor que fazia.Almocei e jantei no Restaurante Tradicäo ao preco de 10,00 reais no self-service.Comida de primeira.O anönimo das 18.32,disse que lá näo tem praia.Entäo näo esteve lä.A praia na Av Atläntica é maravilhosa.Sou mineiro e gostei muito do Bal.Camboriü.
Lourival

Anônimo disse...

Errata, quando falei do anonimo revoltado é o anonimo das 18,32 hs.

João Lopes Rodrigues disse...

Aos colegas que "mal falaram" de Balneário Camboriú!

Sou aposentado há cerca de 4 anos, e há 7 me divido entre Balneário Camboriú e Curitiba, sendo que 90% da minha vida estou agora em BC. A cidade tem seus encantos o ano todo!

É uma cidade do interior do Estado, mas com "espírito" de capital. Tem vida própria. Não depende "apenas" do turista de temporada.

O clima é excelente o ano inteiro. Sempre agradável; até mesmo nos dias chuvosos e friorentos. É só saber aproveitar!

Em Balneário Camboriú não se necessita de carro para se locomover. O que se quer e procura está ao alcance, ali pelo Centro mesmo. Ao lado da orla marítima.

A cidade é limpa, bem cuidada; o povo muito acolhedor. O Centro é praticamente cem por cento vigiado por câmeras. E conta-se ainda com guarda metropolitana e polícia militar.

Enfim... pode-se dizer que é um paraíso, considerando a vida "louca" das capitais.

Sim, é uma cidade com um custo de vida alto. Mas onde não é hoje em dia, não é mesmo?

Era isso!

sss disse...

É isso ai. Dizer mais o quê? Parabéns Sr. Rossi, suas explicações são fundamentais para milhares de colegas. Obrigado.

Anônimo disse...

Reunião em Balneário Camboriu, a próxima no Rio. Já que não conseguem nada de benefícios para os assistidos, divulguem o cardápio desses eventos as nossas custas.
Obs: Existem restaurantes melhores que o Ataliba, em Tubarão. Acho que faltou consultar o guia gastronômico da Quatro Rodas.
E cuidem do colesterol!!!

Medeiros disse...

Caro colega anônimo raivoso acima,

Já havia excluído outro comentário teu nós mesmos moldes. Quer a divulgação do cardápio ? A refeição foi na AABB de Camboriu. Salada, massa, galinha, guisado e porco assado. Salada de fruta. Cada um pagou o seu. Alguns se esqueceram de pagar. Não importa, o importante é que eles foram lá e tu não. No Ataliba foi por minha conta exclusiva. Reunião no Rio ? Faça. É por causa de colegas raivosos assim que não conseguimos as melhorias. Vá lamber sabão.

Anônimo disse...

É isso aí Dr Medeiros, pau nos infiltrados. Estão pensando o que ?

Anônimo disse...

É isso aí Dr Medeiros, pau nos infiltrados. Estão pensando o que ?

Anônimo disse...

Bravos Medeirao. Reunião no Rio, até acho graça ?

Anônimo disse...

Esses colegas não te merecem Mestre.

Fernando

Anônimo disse...

Tem realmente muitos colegas anônimos que só nos prejudicam com seus comentários raivosos, chorosos demais e recalques. Nem parecem que trabalharam no banco. Por mim eu se fosse o doutor acabava de vez com o anonimato.

José vasconcellos

Cláudia Márcia Santana disse...

Dr. Medeiros,
Acho o sr. o máximo, parabéns e obrigada por tudo que tem feito por nós!
Grande abraço
Cláudia Santana

Anônimo disse...

A Previ acha que estamos ganhando bem, porisso mesmo não quer dar o adiantamento de 7% para os assistidos. Basta ver no seu site a propaganda do Clube de Benefícios Chevrolet para os participantes, extensivo aos familiares
Lourival.

Humberto disse...

Ao anônimo raivoso...

Esse cara está muito interessado em saber qual o cardápio. Certamente para confirmar se havia mandioca pra ele.

Vai te catar cara, tu deves ser um infiltrado que só quer mamar nas tetas da Previ ou do Governo.

Vai procurar tua turma e, talvez tenha sobrado mandioca pra ti.

Humberto