TEMPESTADE PERFEITA

terça-feira, 7 de julho de 2015

Nao gosto de tratar de assunto político aqui no blog, por respeitar a opção partidaria de cada um. Mas atualmente não há como não tocar nessa matéria, pois estamos na iminência de grandes acontecimentos que podem - ou não - mudar o curso de nossa história e ter reflexo direto em nosso universo do BB.


Estamos no meio do que é denominado de tempestade perfeita, isto é, uma crise econômica misturada com uma crise política.

Duas situações podem decorrer daí. Caso as contas de campanha eleitoral forem reprovadas, acontecerá nova eleição daqui há quatro meses. Caso haja impeachment de Dilma , assumirá o Temer. O dia D será 14 deste mês e a agonia poderá se estender até agosto, o mês do desgosto.

Não há como desconhecer esses riscos e essas contingências. O PT , por exemplo, tem tudo a TEMER. Dilma afirmou que vai defender seu mandato com unhas e dentes. Lula está na espreita. O Aécio se prepara. O Judiciário e os militares estão de prontidão.

 Caso concretizado o impeachment ou a anulação das eleições muda tudo no país. Muda a equipe econômica. Mudam as pessoas que ocupam os principais cargos. Mudam as decisões recentes. Muda muita coisa.

Me contaram que o Ministro Levy está se sentindo muito desconfortável no Governo. Disseram que um dos aborrecimentos dele seria com o Banco do Brasil. Ele acompanha o que se passa no banco através do secretário geral do Ministério da Fazenda, o Tarciso, que é funcionário do BB. Um dos desgostos seria com as nomeações para cargos e conselhos, e com as elevadas remunerações.

Entre as críticas maiores que a presidente Dilma tem recebido está a sua incapacidade de escolher pessoas para seu Governo.  Acham que ela se perde por aí. E esse equívoco contamina  todo o sistema. A equipe dela não põe a mão no fogo para defende la, está obrando em causa própria e pedalando errado. E o Lula quer que ela vá para as ruas !  O Mantega outro dia foi agredido num restaurante. A rejeição é enorme. A inflação bateu ontem em quase dez por cento.

Portanto, é bom ficar alerta e esperto. Estamos no meio de uma tempestade perfeita. Tudo pode acontecer. Inclusive nada. Mas é bom não facilitar. O mundo dá voltas. Nesse ínterim irão se realizar o Encontro das AFABBs do Sul em Camboriu, a negociação da CASSI , e o jogo semi final da Libertadores em Porto Alegre, entre o Tigres, do México, e o Internacional.

Haja Coração!

49 comentários:

Anônimo disse...

O Brasil pode entrar num quadro de vácuo econômico e político, ou seja, ninguém vai se mexer muito até ver o resultado disso tudo.

Anônimo disse...

Mederão Cabra Macho,

Para botar mais lenha na fogueira, assista hoje as 21:30 na ESPN, no Bola da Vez, o lateral do Barcelona Daniel Alves, garante que o Pepe Guardiola já tinha a escalação da Seleção Brasileira para a Copa dos 7 a 1.
Preferiram o Felipão que sacaneou os funcis do BB. Até no futiba os cabra fazem caca?
E o Inter? Faiou?

Èta Cabra Macho Colorado

Anônimo disse...

Só de uma coisa se tem a certeza neste momento de incertezas:
A vitória do Tigres.

Marco Orlando disse...

Ari, Cecília e Medeiros
No meu primeiro encontro com a Cecília, aqui em Belo Horizonte(MG), ainda em frente a sede do BB na Rua Rio de Janeiro, questionei sobre a candidatura de colega do plano Previ Futuro para cargo de direção, no caso o Décio.
Na ocasião a Cecília me convenceu da importância dos candidatos do Previ Futuro nas eleições. Acho que essa união de candidatos dos dois planos foi fundamental para a vitória da Chapa 3, pois a adesão dos colegas da ativa foi maciça, como nunca antes havia acontecido.
Hoje, sinto que a nossa principal bandeira nas próximas eleições deve ser a separação de diretoria por planos (seis diretorias para o plano 1 e seis diretorias para o plano Previ Futuro). Podem dizer que isso irá elevar os custos. Correto, mas nada impede também que os custos sejam também separados por planos, afinal estamos bancando também com NOSSOS RECURSOS toda a estrutura do PREVI FUTURO.
Fico receoso, que mais tarde, com todos os indicados e eleitos sendo do PREVI FUTURO, que venha a surgir um plano mirabolante de UNIFICAR as reservas.
Seria o FIM!
O que estamos vendo hoje, agora, nos leva a acreditar que isto venha acontecer, sejam quais forem os governantes ou partidos no poder.
Qual seria o interesse de eleitos do Previ Futuro em nos garantir melhorias? Nenhum! Talvez seja exatamente o contrário, para garantir com nossos recursos, melhorias para eles em um futuro próximo.
Com toda essa ganância hoje existente entre os que administram nossos recursos e sabedores que o plano Previ Futuro não lhes garante hoje uma aposentadoria polpuda, com certeza o "olho grande" estará atento.
Vamos sim, propor a separação das Diretorias por plano, se possível recorrer até a esfera judicial para isso.
Um grande abraço.
Marco Antonio Orlando

João Rossi Neto disse...

Caro amigo Medeiros,

A coisa é mais complexa do que parece. No caso da Dilma ser condenada por abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 2014, ela será cassada e o Michel Temer vai junto, de roldão, portanto, ele não assume a Presidência da República, cargo que será preenchido provisoriamente pelo Presidente da Câmara que dentro de 90 dias deverá promover a realização de novas eleições.

Doutra parte, se o TCU não aprovar as contas da Dilma, após análise dos seus recursos, em face das "pedaladas fiscais", ela cairá sozinha por crime de responsabilidade cometido no curso do primeiro mandato, hipótese em que o vice-presidente Michel poderá assumir à Presidência.

Ao que tudo indica, a Presidenta está em palcos de aranha, igual cego em tiroteio que sabe onde e como se proteger. Um verdadeiro corredor polonês, tomando bordoada dos dois lados. Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come. São tantos descalabros cometidos no exercício do poder, como se estivesse acima da lei e de tudo,que chega um momento que esgota o estoque da IMPUNIDADE e o castigo vem a cavalo.

Anônimo disse...

Dr Medeiros

O BB E UNICO EM QUE O SALDO DE POUPANCA AUMENTOU NO MES PASSADO.

Noticia do CORREIO DO POVO ,

Caras de Pau

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Vamos torcer para que o PT largue o governo! Esse partido está pior do que carrapato em vaca.
Para matar os carrapatos, não devemos matar a vaca. Devemos, sim, matar os carrapatos.

Um abraço

Natal disse...

Esse PT e seus asseclas nunca unificarão os planos. Estão de olho na reserva dos velhinhos trambiqueiros. Talvez mais uns 80 anos e a grana ficará com quem? Será uma festança, pra humilhar qualquer....

Ademar disse...

Tomara que saia o nosso 7% de adiantamento, antes dessa tempestade ou chuvisco no caso de tudo acabar em pizza. No Brasil tudo é possível.

Anônimo disse...

No TCU só tem o Augusto Nardes (gaúcho) que é contra as pedaladas. Sua indicação/decisão tem que ir ao plenário e lá, os cumpanheros aprovarão somente uma simples admoestação à presidenta...(Todos Tribunais já estão aparelhados...todos!)

Ela ficará sangrando, pelas unhas e pelos dentes, a vaca tossindo e o desgoverno indo à bancarrota...Este é o pior dos quadros, principalmente para o Lula e seus petistas, que JAMAIS se re-elegerão com estas criaturas forjadas pelo lulo-petismo (Haddad incluso, mais a búlgara..) que querem, (por que querem!) ir aTÉ O FIM DO SEU (des)GOVERNO.-Que gente é essa?

Já a oposição.... Ora, direis OPOSIçÃO ? esta é brincadeira..muito incompetente, fraca, vergonhosa e inexistente...ruim de votos e de composições.Até a Venezuela corre com elles...

Pobre Brasil!

Anônimo disse...

Adiantamento de 10% não pode. Adiantamento da variável pode.
Bet não pode porque o resultado foi Ruim. Mas pagar bônus pode.
Vixeee !!!
TO MAIS PERDIDO QUE SURDO EM BINGO !

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,

Aos nossos notáveis.

COM RELAÇÃO AO ADIANTAMENTO (ANTECIPAÇÃO) DE 7%,


Se possível seria melhor um abono (ou bônus) mensal de 7% do valor do benefício da PREVI até dezembro/15, assim como ocorreu durante os anos que não tivemos reajustes salariais.

Acredito que dessa forma não seria considerado como adiantamento ou antecipação salarial e, no caso, não caberia devolução ou acerto na folha de benefício quando do reajuste de janeiro/2016.

Aguardo manifestação a respeito

Anônimo disse...

Aos colegas,

Eu desconheço as normas do PREVI FUTURO, mas parece que existe um diferença muito grande em relação ao PLANO 1.

Enquanto que o PLANO 1, a grosso modo, é um bolo único para repartir o do PREVI FUTURO é uma aplicação individualizada em que o participante pode até sugerir ou escolher o tipo de aplicação que julgar mais conveniente.

Se assim for significa que o Banco não deve ter a mesma ingerência que tem no PLANO 1, bem como não deve ter nenhuma obrigação de fazer aporte nem caso de prejuízos que vierem a ocorrer.

É o que entendo.

Anônimo disse...

"Meu pai me ensinou a não ser escravo do poder"

Daniel Alves - Lateral do Barcelona

Anônimo disse...

Ao anônimo (7 de julho de 2015, 21:56)

Colega, não cabe falar em adiantamento, e sim em antecipação.

Adiantamento exigiria em data futura um desconto do valor adiantado, o que não é o caso de antecipação.

Veja como deve se dar essa antecipação para um benefício de R$ 2.000,00 como exemplo:
- a partir deste mês aplica-se 7% sobre R$ 2.000,00;
- em janeiro/2016 suspende-se o adiantamento de 7% e aplica-se o índice anual apurado sobre os R$ 2.000,00.

Quanto aos descontos, vamos ver o que a PREVI vai fazer. Acredito que vá aprovisionar mensalmente para não sobrecarregar o mês de janeiro/2016.

Se eu estiver enganado, podem me corrigir sem problema.
Lydo

José Humberto disse...

Prezado Medeiros, bom dia!
Mantenha-se firme. Você é o nosso líder. O seu Blog está com dezenas de milhares de visualizações e a maioria absoluta dos nossos colegas confia em você. A obtenção da antecipação dos sete por cento será mais um grande feito seu! Conte comigo. José Humberto

Anônimo disse...

Ao colega Lydo,

Acredito que não consegui expor corretamente meu raciocínio. Eu não me refiro a adiantamento ou antecipação de recebimento futuro, mas de um abono, sem restituição, no valor de 7% do valor do benefício PREVI. Se não me engano, nesse caso, ao que parece só cabe imposto de renda.

Vale dizer que o reajuste do nosso benefício pelo INPC foi sempre inferior a inflação do período, significa que nunca tivemos ganho salarial e que isso sempre transformou em lucro maior para a PREVI.

Acredito que esta na hora de recebermos um pouco de ganho.

rafael campagnoli disse...

NOVA TABELA CORRIGIDA DO IR - No site da Previ vi que a tabela que lá existe é a anterior. A partir de abril, pelo menos, a isenção passa de 1780,00 para 1.900 e pouco ...

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:



Como não TINHA MAIS NADA PARA FAZER HOJE, ABSOLUTAMENTE NADA (depois da leitura OBRIGATÓRIA dos blogs e outras coisas mais), resolvi então dar UMA ESPIADA no JURÁSSICO "site" da PREVI. Não sei se TODOS NOTARAM, uma TÊNUE MUDANÇA, uma MUDANÇA SUTIL, mas de qualquer FORMA UMA MUDANÇA, na forma como a PREVI agora se refere a NÓS (APOSENTADOS/PENSIONISTAS), como ASSISTIDOS (Vide NOTÍCIAS e PUBLICAÇÕES - PAI 2015, etc., etc.,.). ESSA VITÓRIA, FRUTO DA LUTA DE TODOS, deve ser CREDITADA SOBRETUDO, acredito eu, SEM DESMERECER, DE FORMA ALGUMA, O INAUDITO ESFORÇO E INGENTE LUTA DOS DEMAIS BLOGS, ao Dr. MEDEIROS e ao Professor ZANELLA.


Anônimo disse...

Essa antecipação virou uma torre de babel. Cada um fala uma coisa diferente, não há qualquer entendimento, nem esclarecimentos. O jeito é esperar pra ver o que acontece, pois não se sabe nem se vai sair qualquer coisa, tudo está em conversa.

Anônimo disse...

Ao anônimo de 8/07/2015 das 09:51,


É falando ou expondo de forma diferente para a mesma coisa é onde que pode aparecer ideias melhores.

Vai ser solicitado a PREVI 7% de antecipação do benefício PREVI.

Por que não de forma diferente.

Que tal um abono mensal até o final do ano e sem restituição?

Se os que negociam ou que pleiteiam se tiverem várias opiniões podem escolher a que melhor nos atende. Nada nos impede de solicitar o melhor mesmo não sejamos atendidos.

Nós somos solicitantes e não pedintes. Não somos os proprietários.

Jair Mário Bork disse...

Ao anônimo das 21:46,
Não tem porque estar "mais perdido do que surdo em bingo". Em janeiro, teremos com certeza um reajuste da aposentadoria superior à 9 %, haja visto ser essa a previsão oficial de inflação para o ano, e as previsões oficiais sempre estouraram. Como os ativos da PREVI estão rendendo dividendos e lucros da ordem de 7% até o momento, e continuarão rendendo até o final do ano, nada de espantoso que ela (PREVI) nos conceda uma antecipação do aumento, como aliás ocorria antigamente quando existia o tal gatilho que reajustava os salários sempre que a inflação atingia determinado patamar. "Capíche?" (tradução automática: entendeu?).
Agora, infelizmente esse tal de 7% até agora não passa de especulação e nada tem de oficial, mas pelo menos está servindo para ativar nosso raciocínio e debates. Vamos que vamos, como diz o mestre Medeiros.

Anônimo disse...

- Cumpade de 8 de julho de 2015 00:18 - Anônimo disse...
Ao anônimo (7 de julho de 2015, 21:56)

Se A PREVI FOR APROVISIONAR ALGUM VALOR DE NADA VAI ADIANTAR A ANTECIPAÇÃO/adiantamento, seja lá o que for, 7% já não é nada no meu caso e se descontar, haja DEUS!

NIVALDO ELIAS DOS SANTOS disse...

Estou enviando uma mensagem pelo Fale Conosco do site da Previ pedindo informacoes sobre essa possibilidade da antecipacao dos 7% tendo em vista que existem condições para essa antecipação. Sugiro que todos os colegas facam o mesmo pois mostrara aa Previ que praticamente jah estamos contando com isso.

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:


— URGENTE — (Meu Comentário de 08/julho/2015 - 09:48 hs.)


Por favor, solicito CORRIGIR O MEU ERRO GROTESCO, em lugar de ASSISTIDOS eu quis dizer ASSOCIADOS. Desculpe. Muito obrigado.


NIVALDO ELIAS DOS SANTOS disse...

Mensagem enviada por mim pelo Fale Conosco do site, aa Previ:
Solicito o obsequio de me informarem sobre a veracidade da antecipacao do reajuste dos beneficios de janeiro de 2016 para agora dia 20 de Julho de 2015 numa media de 7% (sete por cento), como estah sendo muito comentado entre os aposentados e pensionistas. Pelos ultimos numertos apresentados nos resultados da Previ temos a conviccao que existem condições para essa antecipação. Como eh sabido, inclusive pela Previ, a macica maioria de aposentados e pensionistas estah passando por situacoes miseraveis de sobrevivencia numa fase da vida em que mais precisamos de dinheiro e portanto esperamos que essa decisao de antecipacao de 7% nao venha encontrar barreiras politicas e/ou falta de disposicao aos tomadores dessa decisao em implementa-la.
Solicito tambem informacoes sobre o estudo do novo Emprestimo Simples/CAPEC jah submetido aa Previc para aprovacao - existe prazo para a manifestacao da Previc? Ha alguma previsao de tempo para termos uma resposta?
Obrigado pela atencao que possam me dispensar,
Nivaldo Elias dos Santos - Matr. 7.578.360-6

Anônimo disse...

Colegas!

>>>ANTECIPAÇÃO DA REAJUSTE DOS BENEFÍCIOS EM 7% <<<

Eu acho simples, o entendimento:

- Nosso reajuste dos Benefícios atualmente é em Janeiro(uma vez por ano).

- A Antecipação agora em Julho/2015 em 7%, simplesmente significa um reajuste NORMAL em 7%(e com todos os descontos obrigatórios).

- Se tivermos(ainda) o Reajuste normal de Janeiro/2016, este será com base na inflação(INPC) ocorrida de Janeiro/15 e Dez/15, descontando a antecipação de 7%.
Ou seja, se a variação anual for de 10%, assim: 10-7=3 (Três por cento seria o reajuste em Janeiro de 2016).

- O que poderia ocorrer, também,seria a Previ(após o reajuste dos 7% em Julho/15) simplesmente aplicar a inflação(variação do INPC) a partir de Agosto/15 até o próximo reajuste em Jan/16, ou Julho/16(se for adotado este mês).


Espero ter ajudado.

Abs.

Janone

Anônimo disse...

Brasil o país do futebol - Alemanha 7 Brasil 1 - Copa América eliminado prematuramente pela "potência futebolística" o Paraguai - os brasileiros no exterior são apenas coadjuvantes, não temos protagonistas. Somos donos da Previ, porque então vivermos de súplicas no ES, antecipação, etc. Em qualquer empresa em que os funcionários trabalham contra os donos são demitidos ou sumariamente ou pela justiça. Será que a justiça não nos reconhece como donos? Vamos deixar de nos enganar...Sei que haverá críticas, mas sei também que os críticos continuarão a suplicar.

Anônimo disse...

O vídeo transforma Lula em réu confesso

Em outubro de 2010, depois de abandonar o local do emprego para concentrar-se nas atividades de cabo eleitoral da candidata Dilma Rousseff, o ainda presidente Lula baixou em Angra dos Reis fantasiado de operário da Petrobras. E reduziu a mais um comício o que deveria ser a cerimônia de lançamento da plataforma P-57, construída pela empresa holandesa SBM Offshore.

“Já teve presidente que falava que a Petrobras é uma caixa preta, ninguém sabe o que acontece lá dentro”, começa o melhor dos piores momentos do falatório, eternizado no vídeo de 22 segundos. “No nosso governo ela é uma caixa branca… e transparente”, mentiu. “Nem tão assim, mas é transparente…”, recitou a ressalva debochada antes de escorregar na bazófia perigosa: “A gente sabe o que acontece lá dentro, e a gente decide muitas das coisas que ela vai fazer”.

Somada ao que se descobriu sobre o Petrolão, a gravação transforma Lula em réu confesso. Ao contar que não só acompanhou de perto como frequentemente determinou os caminhos cinzentos percorridos pela estatal, ele decifrou o claro enigma: Os condutores da Lava Jato não precisam mais procurar o chefão do maior esquema corrupto de todos os tempos. Está no vídeo.

http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes

Jair Mário Bork disse...

Também consultei a PREVI sobre a veracidade do possível aumento antecipado de 7% incidente sobre aposentadorias e pensões, sugerindo que se manifeste em seu site, informando se é boato ou se o assunto está em estudo. Frisei que o assunto está bombando nas redes sociais e criando muita expectativa.

Medeiros disse...

Caros colegas,

Como bem disse um comentarista aqui no blog o tema da antecipação do reajuste trouxe um debate interessante a respeito de nossas pretensões e reivindicações na Previ. Também transpareceu claramente a diferença entre aqueles que lutam por melhorias, mesmo que pequenas, e aqueles que só criticam e nada propõem, exceto alguns absurdos. Essa antecipação não foi anunciada por mim, como alguns quiseram afirmar. Coloquei como uma proposta viável que precisaria de apoio para ser aprovada. Pedi o apoio individual e de associações. Por enquanto poucos escreveram para a Previ. Apenas uma única associacao. A AAPBB, presidida por Rui Brito. Se não houver pressão maior ela não sai. Tudo que diz respeito a beneficiar os participantes é difícil na Previ. Me ajudem, por favor.

Medeiros disse...

Jair,

Eu não minto. Se duvida de mim não deve participar do blog. Já falei que o assunto estava em análise na Previ e que a diretora Cecília estava defendendo a proposta. Assim fica difícil.

Anônimo disse...

Entenderam ne colegas??????

Jair Mário Bork disse...

Desculpe, Dr. Medeiros. Pisei na bola. Jamais pretendi duvidar de ti, é que não li com a devida atenção tua mensagem de domingo. Me penitencio. É que houve tantos comentários e opiniões sobre os 7% que perdi o fio da meada. Relendo agora tua mensagem de domingo, entendi melhor a questão e te dou toda razão em me puxar a orelha. Tou perdoado?

Anônimo disse...

Non capisco capiche. Solo chapisco capisce, perdonna me .
Oh ! sole mio !Io che non vivo piu d'ora senza te...
Aunque tu Brutus ? Ave César ! Vini, vidi, vinci...

Anônimo disse...

Isso ai, Dr Medeiros!

Medeiros disse...

Claro Jair. Tudo bem. Se for necessário, mais adiante, publico a proposta da Cecilia e do Decio. Bacana tua reparação. Vamos em frente. E´que prezo muito essa relação de confiança que deve existir entre nós. Obrigado.

Anônimo disse...

Dr. Medeiros,
Permita-me: Em relação a essa antecipação, o senhor sugere que nos manifestemos por este meio, com sugestões, ou por solicitações diretas à previ, insinuando que só assim ela, a previ, nos atenderá. Ora, se para sermos atendidos em nossas reivindicações, dependesse de nossas postagens/manifestações, que o senhor muito gentilmente permite publicar aqui, e/ou correspondências que dirigimos a ela, Previ, hoje não mais estaríamos falando em ES, ES-Capec e nem tampouco de antecipação de reajuste.


Uma sugestão: Que tal o senhor, que é presidente de associação, AFA-BB-RS, com muita dignidade e competência por sinal, encaminhar um ofício à previ, anexando nomes e matrículas dos milhares de aposentados, solicitando essa tal antecipação em nome desses mesmos assistidos relacionados no anexo? Essa é apenas uma ideia elementar, passiva, portanto, de aperfeiçoamento pelo ilustre colega.
Seria, a meu ver, uma forma de pressão mais eficaz.

Respeitosamente.

Goulat disse...

Grande Dr. Medeiros, colega batalhador e ajustado em nossas causas, obrigado mais uma vez, dentre outras, pela solicitação do adiantamento de benefício de 7%, e vemos que sua tentativa, é de muito valor. Obrigado, e tudo de bom, vida longa ao Senhor, é o que desejo, humildemente, aposentado na esperança de dias melhores, Goulart, de Cambé-PR. Digo o nome, uma vez que não tenho motivos para me esconder... somos uma família,? ou não somos...

Medeiros disse...

Colega anonimo,

Respeitosamente também. A AFABB RS já enviou oficio. Fica difícil coloca lo aqui no blog. Ocupa espaço. Vou inserir no site da AFABB RS. O que é óbvio é que o ofício é assinado pela diretoria. Colocar anexo a relação de nossos associados não me parece que vai adiantar, pois a representação deles é por nosso intermédio e a PREVI sabe quantos associados temos. Pressão é pressão. Nós não conseguimos aprovar nossas reivindicações porque nossa pressão é tímida. Meu blog tem apenas 590 seguidores. QUando se pede que escrevam para a Previ, os colegas relutam, tem medo de sair do anonimato, como voce. Os dirigentes da Previ tem instrumentos para medir qual o grau de influencia. O meu blog, por exemplo. Então, é por isso que solicito mobilização. Mas continuo na minha luta, seguido por poucos mas bravos companheiros.

Anônimo disse...

Se for para ter os 7% tem que ser para ontem pois a folha roda tempestivamente .

Anônimo disse...

Um pedido sugestão feito á PREVI/Diseg solicitava que se concedesse adiantamento de 4,28% (acumulado do INPC até abril/2015), calculado sobre o complemento Previ, consdiderando-se a corrosão do aumento de janeiro 6 e qualquer coisa %. Tal adiantamento seria creditado mensalmente até a apuração da correção anual (janeiro/2016).
Esse adiantamento seria isento de contribuições (Previ/Cassi/otos),já que tratar-se-ia de "adiantamento".
Seria compensado/pago/restituído a Previ a partir da folha de janeiro/2016, na mesma forma em que foi concedido, isto é em parcelas mensais.
Respondeu a Previ, por sua secretaria de comunicações, que colocariam o assunto em pauta, apesar de não haver previsão para tal procedimento.
Essa sugestão foi feita em 08 de abril. Torçamos para que personalidades de importância maior abracem o pleito.

Antonia disse...

Dr. Medeiros,
Se esse adiantamento fosse prá DIRETORIA, com certeza, já estaria aprovado e creditado.
É um absurdo o que estão fazendo conosco. A PREVIC poderia dar um basta nesta bagunça que existe na PREVI??????

Anônimo disse...

Emérito Mestre MEDEIROS:


Confio PLENA e INCONDICIONALMENTE no Senhor, e, PARA ONDE O SENHOR FOR, EU VOU TAMBÉM, mas VAI SER DIFÍCIL e IMPOSSÍVEL, depois de PERDER O LIMITE OPERACIONAL, por causa dos 30%, em várias Entidades, inclusive na PREVI; depois das INÚMERAS PERDAS (todos sabem quais são), ter sido EMBROMADO com o ES-CAPEC, NÃO TEREM PRORROGADO SEQUER, UMA RELES PRESTAÇÃO DO ES (NÃO SÃO MAIS NEM PEDIDOS, SÃO SÚPLICAS) e VER NEGADO (espero sinceramente que não) o ADIANTAMENTO DE 7%, ter CONTROLE para não incorrer em INJÚRIA, DIFAMAÇÃO e CALÚNIA, bem como OUTRAS BAIXARIAS, para poder ver publicado nossos comentários no Vosso PRESTIGIOSO blog. COMO ENTÃO NÃO ODIÁ-LOS?

Anônimo disse...

Um horror o que a PREVI tem feito com os aposentados e pensionistas!
VAMOS DAR UM BASTA

Rubens disse...

Caros colegas aposentados e pensionistas, enviei um email parfa a Previ solicitando Adiantamento de 7 a 10%, e postarei, quando vier a resposta, colega aposentado Rubens, de Cambé-PR.

Anônimo disse...

Creio que os colegas estariam fazendo confusão a respeito do pleito que mais nos interessa, conforme já explicitado pelo Dr. Medeiros.
Um adiantamento de 10% ocorreria somente uma única vez, com devolução a combinar, provavelmente compensável quando do recebimento de créditos futuros.
Já uma antecipação de 7% seria permanente até o próximo reajuste, em janeiro de 2016, quando seria feito o acerto da diferença de percentual -- aqui considerando que o INPC acumulado de 2015 deva atingir no mínimo 9 a 10%.

Anônimo disse...

Nessa tempestade perfeita o país está indo para o brejo. Como o doutor vê o fechamento do Ibovespa no final do ano e a situação da Previ ?

Medeiros disse...

Minha pr~evisão é de que no final do ano o Ibovespa vai fechar entre 42000 e 44000 pontos. A queda é em razão dessa tempestade perfeita, política e econômica, que vai piorar no final do ano. O resultado da Previ vai ser de um deficit acima de dez bilhões. Vai queimar o superávit de doze bilhões e dar um déficit superior a dez bilhões, o que significa uma perda no exercicio de mais de vinte bilhões. A diretoria tem que acionar a reversão imediatamente e mudar sua atual estratégia de investimentos para enfrentar a conjuntura.